História Você mudou minha vida ( Armin ). - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Personagens Originais, Rosalya
Tags Armin Amor Doce
Visualizações 13
Palavras 1.444
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Trabalho-Parte 2.


Chloe: Mãe, uns colegas vão vir aqui hoje, tudo bem por você?

Mãe: Sim claro, o que vocês vão fazer?

Chloe: Um trabalho pra aula de história.

Mãe: Ata, e quando eles vão vir?

Chloe: Deixa eu ver- Eu peguei meu celular para olhar a hora- daqui a 40 minutos.

Mãe: Tá bom, vai vir muita gente?

Chloe: Não, pouca gente. Eu vou tomar um banho.

Mãe: Até mais.

Eu fui para o meu quarto, mexi só um pouquinho no celular depois fui no banheiro, percebi pela janela que o tempo começou a fechar, acho que vai chover, chuva é um saco na minha cidade, a luz quase sempre cai, o sinal da televisão fica péssimo, e enche de barro na rua, eu detesto essa cidade, mas mesmo assim eu amo chuva.

Eu estava tomando um banho quente calmamente, até que ouvi batidas na porta do banheiro.

Chloe: O que foi?

Ambre: Sou eu, a Ambre.

Chloe: Você não chegou meio cedo?

Ambre: Tudo bem, eu não me importo.

Chloe: Pode me esperar no meu quarto?

Ambre: É claro, mas lá estava um tédio.

Chloe: Só espera mais um pouco.

Ambre: Tá!

Eu ouvi ela indo pro meu quarto, eu finalizei o banho rapidinho, me enrolei na toalha, enrolei meu cabelo em uma toalha também, e fui até meu quarto, ela estava mexendo no meu guarda roupa.

Chloe: O que você tá fazendo?

Ambre: Só olhando, você não tem nada interessante.

Chloe: Posso escolher minha roupa?

Ambre: Quer ajuda?

Chloe: Não.

Eu ouvi batidas na porta da sala.

Chloe: Pode ir atender e me deixar colocar uma roupa?

Ambre: Claro que posso, sua péssima anfitriã.

Ela saiu do meu quarto e eu tranquei a porta, corri para o meu guarda roupas e escolhi uma roupa bem simples, um moletom grande preto, com uma calça moletom preta, penteei meu cabelo bem rápido, amassei um pouco ele para formar alguns cachos, destranquei a porta e fui até a sala, lá a Ambre estava sentada com o Jason e a Jenny.

Chloe: Oi, podem vir pro meu quarto.

Eu disse, esperei eles levantarem e andei até meu quarto.

Jenny: Por que você tem luzes de natal no seu quarto?

Chloe: Porque eu quero.

Jason: Você não precisa ser tão grossa o tempo todo.

Chloe: E o que você tem com isso?

Ele não respondeu, eu ouvi mais batidas na porta.

Chloe: Deve ser o Armin, eu vou atender.

Ambre: O único para quem você vai abrir a porta hoje.

Eu ignorei o que ela disse e sai do quarto, fui até a porta e abri.

Armin: Oi.

Chloe: Oi. Entra.

Eu disse dando espaço para ele entrar.

Armin: Que cheiro bom.

Chloe: Minha mãe vez pretzels à uma meia hora atrás. Ainda tem, vai querer?

Armin: Pode ser.

Chloe: Quantos?

Armin: Acho que uns dois.

Chloe: Tá, depois eu levo pra você, agora vamos pro meu quarto.

Nos andamos até o meu quarto, quando entramos a Ambre estava no celular, e o Jason estava discutindo com a Jenny.

Chloe: Bom, estamos todos aqui, vamos fazer logo esse trabalho.

Jenny: Tá legal.

Eu peguei alguns materiais e coloquei em cima da minha cama, a Jenny também trouxe uns materiais, ela colocou em cima da cama também.

Jenny: O que vocês trouxeram?

Armin: Eu salvei o que vi de mais importante na internet.

Ambre: Eu não achei nada.

Jason: Eu vi algumas coisas no livro de história da escola.

Jenny: Por onde vamos começar?

Chloe: Vamos anotar tudo de mais importante em um papel.

Jenny: Quem vai anotar?

Ambre: Por que você não faz isso?

Chloe: A letra da Jenny é a mais bonita de nós cinco, ela passa tudo a limpo depois.

Jenny: É o que a Chloe disse.

Chloe: Eu anoto as coisas importantes, você tem um lápis para emprestar Jenny? O meu não tá muito bom.

Jenny: Tenho- ela colocou o estojo na minha frente- procura.

Eu comecei a procurar, e não sei com o que mas eu me cortei, do lado do dedo indicador, tava doendo até que bastante, e começou a sangrar um pouco, eu tirei o dedo rapidamente do estojo.

Jason: Chloe, tá tudo bem?

Chloe: Eu não sou sua amiga.

Eu disse e saído quarto, fui na direção da cozinha, molhei meu dedo com água fria, o que fez a dor parar um pouco, eu peguei dois pratos e coloquei 3 pretzels em cada prato e voltei para o quarto com os pratos.

Ambre: Pra quem é essa comida?

Chloe: Uma pra mim.-eu sentei na cama e coloquei um prato na frente do Armin- E outra é pro Armin.

Jenny: Por que você deu comida para ele e não deu comida pra gente?

Chloe: Ele foi o único que pediu.

Jason: Vocês vão comer ou fazer o trabalho?

Chloe: Falou o estudioso.

Jenny: Como se você se importasse com  a escola Jason.

Jason: Você não me conhece.

Jenny: Ah não?

Ambre: Alguém vai me fazer ganhar nota aqui?

Chloe: sim, toma- eu coloquei um caderno e o estojo da Jenny no colo da Ambre- você faz as anotações.

Jenny: Eu vou ler aqui o livro então.

Ambre: Isso é injusto.

Jason: A vida é injusta.

Eu fiz uma voz masculina.

Chloe: Ai, a vida é tão injusta, tão deprimente, eu quero tanto morrer, porque não fingir que tenho uma péssima vida, só para ver se alguém se importa comigo, mesmo que eu não sei o que é sofrer de verdade!

Jason: Eu não falo desse jeito.

Eu olhei pra cima, e então finalmente começamos a fazer o trabalho, demorou um século mas finalmente terminamos de fazer todo o rascunho. 

Ambre: Posso finalmente descansar um pouco?

Chloe: Pode Ambre, o Jason é bom em desenhar, ele faz a capa.

Jason: Você sabe que você também faz ótimos desenhos.

Chloe: Tá tentando jogar todo o trabalho pra cima de mim?

Jason: Só to te elogiando.

Chloe: Por quee?

Jason: Por nada, tá eu faço a capa.

Jenny: Capricha, você não se importa com uma nota boa, mas o resto aqui se importa, então faz algo pelos outros pela primeira vez na vida.

Jason: Quem disse que eu não faço nada pelos outros?

Jenny: EU disse.

Ambre: Se vocês não saírem um puxando o cabelo do outro e se arranhando, nem adianta começarem a brigar.

Jenny/Jason: Fica quieta.

Chloe: Vocês podem parar? Jason faz a capa, Jenny passa tudo a limpo, e Ambre, para de atrapalhar.

Eles não me responderam, só começaram a fazer o que eu pedi, dessa vez estava demorando mais do que antes, estava chovendo agora e estava uma chuva bem forte, eu fui para perto do Armin.

Chloe: Tudo bem?

Armin: Tirando que o nosso grupo parece que se odeia, sim, está tudo bem.

Eu dei risada.

Chloe: Nosso grupo não parece que se odeia, eles realmente se odeiam.

Armin: Ótima primeira impressão de um trabalho escolar dessa escola.

Chloe: Sinto muito por isso, mas a culpa é do professor, ele pegou as pessoas que mais se odeiam, e reuniu.

Armin: Eu não odeio você.

Chloe: Eu também não odeio você.

Eu ouvi minha mãe me chamar.

Chloe: Já volto.

Armin: Ok.

Eu saí do quarto e fui procurar ela, ela estava na cozinha.

Chloe: Oi, o que foi?

Mãe: A Agatha nos convidou para jantar na casa dela.

Chloe: Mas não sei se vamos terminar o trabalho a tempo.

Mãe: Você quer ficar em casa?

Chloe: Sim, parece pouca coisa, mas é bastante coisa que temos que fazer ainda.

Mãe: tá, eu explico para sua tia, vamos sair daqui a pouco, então já vou te dar tchau, não destruam a casa.

Chloe: Pode deixar, te amo.

Mãe: Também amo você.

Ela veio até mim e me abraçou eu abracei ela e voltei para o meu quarto.

Jason: O que sua mãe queria?

Chloe: Não é da sua conta.

Jason: Por que você me odeia tanto?

Chloe: Eu não estou com vontade de falar com você sobre isso.

Jason: Mas eu estou com vontade de falar sobre isso.

Jenny: Você não pode obrigar ela a nada. 

Jason: Eu não estou obrigando ninguém a nada.

Ambre: Posso ir pra casa?

Chloe: Por que?

Ambre: Já está ficando tarde, vocês são insuportáveis, e eu pedi pros meus pais virem me buscar, eles chegam em uns seis minutos.

Chloe: Tá, tchau.

Jenny: Simples assim?

Chloe: É, ela já fez o que deveria fazer, sem falar que ela está sobrando aqui agora.

Ambre: Valeu Chloe.

Ela disse em pé e fez um pouco de carinho na minha cabeça.

Chloe: Não encoste em mim de novo.

Ela fez uma cara de confusa e saiu do quarto.


Notas Finais


Só vai ter mais uma parte do trabalho, ok? ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...