História Você na minha vida - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Alícia Gusman, Bibi Smith, Davi Rabinovich, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Marcelina Guerra, Mário Ayala, Paulo Guerra, Valéria Ferreira
Tags Alica Gusmam, Daléria, Jorida, Kobi, Lufer, Marilina, Paulicia, Paulo Guerra, Romance
Visualizações 121
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


4/7😜

Capítulo 31 - Thirty one


- Capítulo anterior

Ele corre até ela e eu faço o mesmo.


[...]


Por autora

Margarida - Am..por que eu tô na enfermaria ? - olha ao redor.

Jorge - Você desmaiou.

Margarida - Ah sim..- se alevanta da maca. - acho que me lembro..

Jorge - Você estava se sentindo mau ?

Margarida - Sim,eu tive uma crise de ansiedade,e não trouxe meu remédio.

Jorge - E por que não falou pra ninguém ? Pra te ajudar

Margarida - Não queria preocupa ninguém. - sai da maca - aí! Ainda tô com tontura - bufa.

Jorge - se senta então - vai até ela e ajuda a sentar na maca. - Acho que a Marcelina tem esse remédio,vou pedi pra alguém trazer. - pega o celular.


[...]


Alícia - Hello - entra na sala - está aqui o remédio. - entrega pra Margarida.

Jorge - valeu. Vou pegar água. - ele saí

Alícia - Como você tá ?

Margarida - Sei lá. - diz olhando pra parede com a cara fechada.

Alícia - Tá com raiva de mim ?

Margarida - O que você acha ?

Alícia - Eu não acho nada, só não entendo o porquê de você tá com raiva de uma pessoa tão maravilhosa como eu. - rir.

Margarida - Você sabia que o Gustavo me traiu,e ficou calada. Que bela amiga você é.

Alícia - Que ? Como ? Quem te falou ?

Margarida - então é verdade..

Alícia - Quem te falou ?

Margarida - Não importa .

Alícia - Importa sim,importa muito cara. - Passa as mãos no cabelo aflita .

Margarida - Uma garota que ficou com o Gustavo,e justo no dia que você viu eles dois. Demorou , mais pelo menos ela teve a boa vontade de diferente de você.. Qual a dificuldade de falar ?

Alícia - Ele me manipulou mano,eu não podia arriscar.

Margarida - Arriscar o que Alícia ? Caralho,eu tava sendo traída. TRAÍDA. Tu sabe o quão péssimo é saber disso ? E que ainda uma das pessoas que eu mais confio sabia,e que ficou calada,vendo a palhaça aqui ganhando chifre ?

Alícia respira fundo.

Jorge entra com a água e entrega pra Margarida.

Jorge - E-eu vou avisar o prof que você já está melhor. - Diz ao perceber que o clima estava pesado no local.

Ele sai.

Alícia - Ele sabia sobre o meu namoro de mentira com o Paulo, não sei como mais ele descobriu.. - diz sentando em uma cadeira lá.

Margarida - O namoro de vocês foi de mentira ?

Alícia - Foi.. ele precisava que a pegajosa da Amanda largasse do pé dele,e eu era o Felipe.. então resolvemos fingir um namoro pra eles desistirem da gente

Margarida - Nossa

Alícia - Nem parecia namoro de mentira..às vezes eu esquecia desse mísero detalhe..Que merda! Tô falando como uma besta. O que importa é,ele descobriu de algum jeito,e ele ameaçou contar pra todo mundo,e tanto eu como o Paulo,íamos se fuder.. Eu sinto muito, deste do começo eu queria contar,mas..

Margarida - Entendi.. - toma o remédio. - Apesar de está puta contigo,te perdoo. Ainda quero te matar.

Alícia - de boas

Margarida - quem me trouxe pra cá ?

Alícia - O Jorge.

Margarida sorri de lado.

Alícia - iii carinha de apaixonada,ferrou.

Toca o sinal.

Alícia - Vou buscar meu lanche,se não quem vai desmaiar aqui é eu,volto logo.

Margarida - chama o Jorge.

Alícia - pode deixar gata.

Alícia sai e passa na sala pra pegar seu celular. Ela desbloqueia e olha as mensagens. Na hora que ela alevanta a cabeça dar de cara ( literalmente ) com Paulo.

Ela fica sem reação. E dar uma leve revirada de olhos.

Alícia - foi mal. - diz simples e desvia dele,continuando seu caminho.

Paulo - de boas. - diz ele com um sorriso de canto nos lábios

Alícia vai até o refeitório e vai até a mesa onde todos estavam.

Alícia - A Margarida tá te chamando na enfermaria.

Koki - vai que tua Jorge, não se faz de bocó não.

Todo mundo rir.

Valéria - se não rolar nada,eu tô doida.


[...]


Jorge - tá melhor Marga ?

Margarida - sim - Diz sentada na maca, balançando as pernas distraidamente.

Jorge - porque me chamou ?

Margarida - Fiquei sabendo que você que trouxe até aqui..e vi que você ficou aqui até eu acordar..ah, Obrigada - sorri.

Jorge - Foi nada gatinha,faria de novo se fosse preciso - sorri pra ela.

Ele anda até ela,e os dois se olham profundamente. Jorge mexe no cabelo dela.

Alícia entra e Jorge se afasta da Margarida rapidamente, envergonhado.

Alícia - só vim trazer o lanche dela,vou ficar lá com o pessoal.- entrega o lanche pra Margarida,e á olha com uma cara maliciosa. - Aliás,eu quero ser madrinha,se eu não for,eu mato os dois. - rir e sai.


[...]


Eles conversam, enquanto Margarida comia o lanche dela. Ela termina,e ele vai até ela. E mexe no cabelo da mesma.

Margarida - Que cisma é esse com o meu cabelo ?

Jorge - gosto de mexer nele,ele é lindo . -

Ele leva os dedos até a bochecha dela. - linda.

Toca o sinal.

Ele dá um beijo no canto da boca dela. Que sorrir.

Jorge - Vamos pra aula ?

Ela da um selinho nele.

Margarida - vamos. - se alevanta e vai até a porta.

Jorge - Sua chata,isso é tentação.

Margarida - I é ? Sabia não. - diz cínica.


[...]


Marcos - Hoje vocês vão jogar carimba.

Valéria - pô tia isso é brincadeira de criança.

Marcos - deixa de desculpa Valéria,eu sei muito bem,que você é a preguiça em pessoa.

Por Alícia

Ele divide os times. Valéria pula de alegria quando viu que tava na minha equipe.

Começamos o jogo,e a metade de cada time já tinha saído.

No meu estava a Valéria,Marcelina, o Koki e eu. E no outro time a Bibi, Jaime,Daniel e o Paulo.

Acabo distraindo e Jaime acerta uma bolada com tudo na minha perna.

Valéria - Alícia! Acorda Gata!

Sinto minha perna doer,mais concordo com a cabeça.

Minha vez de jogar,quase acerto Paulo. Parecia que estávamos em uma briga,entre eu e ele, não deixamos ninguém pegar na bola. Ele me olhava com um sorriso no rosto.

Marcos - Alícia e Paulo,os outros também tem que pegar na bola.

Sinto minha perna doer mais,e saio do jogo. Paulo me acompanha com olhos e Valéria aproveita pra acertar nele.

Me sento na arquibancada,mais ninguém do pessoal estava por perto,droga!

Paulo - Tá bem ?


Notas Finais


Gostaram ?
Obrigada a cada pessoa q comenta💞 e se n for pedi dms peço q continue 💜 cada comentário me motiva pakas pra continuar 🙂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...