História Você não entende o quanto eu te amo - Imagine kim Taehyung - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, Got7, TWICE, VAV
Personagens BamBam, Jacob, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Jong-in (Kai), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Sana, Ziu
Visualizações 31
Palavras 1.448
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


☆Volteiii!!☆
Sentiram saudades??
BOA LEITURA!♡3♡
L☆
E♡
I☆
A♡
M☆

A♡
S☆

N♡
O☆
T♡
A☆
S♡

F☆
I♡
N☆
A♡
I☆
S!!

Capítulo 26 - Jacob e Kai?


Fanfic / Fanfiction Você não entende o quanto eu te amo - Imagine kim Taehyung - Capítulo 26 - Jacob e Kai?

S/n

Acordei com um barulho relaxante de ondas nos meus ouvidos. Me levantei e vi o Tae dormindo tranquilamente agarrado em mim, tentei me levantar mais ele não me soltava. Soltei uma leve risada, recebendo um murmuro do mais velho.

Com bastante custo, saio da cama e vou em direção ao banheiro. Tomo um banho para despertar e desço as escadas do hotel indo para a cozinha. Pra falar a verdade, isso aqui nem hotel é, na verdade é uma casa de praia, só que o dono dessa "casa" disse que era hotel então vamos fingir que é um hotel.

Desço as escadas e vejo que a porta está aberta. Vou me aproximando dela no intuito de fechá-la. Mas quando estou prestes a girar a maçaneta, vejo uma garota sentada na areia sem ninguém ao seu lado e decido me aproximar dela.

Me sento ao seu lado e vejo que ela se assustou um pouco. Quando vejo seu rosto coberto por lágrimas, me assusto um pouco ao perceber que era a Jisoo aos prantos.

S/n: Jisoo, por que você está chorando? -{Vejo ela tentar limpar as lágrimas e colocar um sorriso forçado no rosto}-

Jisoo: Não é nada S/n. -{Lhe olho com um olhar desconfiado e logo ela volta a chorar me abraçando fortemente}- Eu estou com muito medo... medo dele colocar as mãos em mim novamente...

S/n: Ei, calma. Eu estou aqui com você para te ajudar em tudo que você precisar. -{ Seu choro diminuiu aos poucos, então ela começou a se afastar um pouco do abraço e me olhou nos olhos}- Agora você está em condições de me contar o que aconteceu?

Jisoo: Primeiro eu quero pedir desculpas, eu sei que eu não estou me interagindo com você e com os meninos ultimamente. Mas eu tenho um motivo pra tudo isso.

Uma pausa foi feita, e ela respirou fundo antes de me contar o que estava acontecendo.

Jisoo: Sabe o novo aluno da sua sala? Um garoto chamado Jacob?-{ Concordo com a cabeça}- Ele disse que queria ficar comigo. Até aí eu aceitei e pensei que ele só queria beijar na boca e ser feliz, só que a pouco tempo atrás ele me encurralou em um corredor vazio e começou a passar a mão pelo meu corpo. Por sorte, um aluno estava passando pelo corredor e pediu para que ele me soltasse. Antes de me soltar, ele disse que queria algo a mais que um simples beijo e disse também não iria desistir de mim assim como o Kai nunca desistiu e nunca vai desistir de você.

Lhe olho com a boca entre aberta. Minha cabeça ainda processava tudo que eu havia acabado de ouvir. Um arrepio passou por minha espinha e eu me estremeci por um momento. Vejo que minha amiga me olhava esperando alguma reação minha. Então, com o resto de força que havia em minhas mãos trêmulas, segurei em sua mão e lhe dei um sorriso reconfortante.

S/n: Por que você não me disse antes? Eu poderia ter te ajudado de alguma forma.

Jisoo: Eu tive medo, aquelas palavras me fizeram refletir por algumas longas noites. E foi assim que eu tentei guardar tudo somente para mim e te proteger a todo custo, mesmo que isso pudesse me prejudicar.

Lhe puxei para outro abraço e ela chorou baixinho sendo consolada por meus braços.

S/n: Tá tudo bem. Só me prometa que não irá tentar resolver as coisas sozinha e irá me contar tudo que acontecer daqui pra frente, para que possamos resolver tudo juntas.

Jisoo: Eu prometo. -{ Sai do abraço e me levantei dando minha mão para que ela se levantasse}-

S/n: Vamos dar uma volta aqui por perto?

Jisoo: Primeiro vamos avisar os meninos.

S/n: Não precisa. Não vamos sair do campo de visão deles, só vamos andar um pouco e já voltamos.

Sem demora, nós permitimos caminhar descalças pela areia um pouco escaldante pelo excesso de sol daquela manhã quente. Caminhávamos em um silêncio nem um pouco constrangedor, coisa que só pessoas que tem um nível de intimidade muito avançado faz. A alguns passos do "hotel", havia uma grande pedra banhada pelas ondas do mar que iam e viam em uma tranquilidade inexplicável. Me sentei sobre ela e logo a mais velha me acompanha se sentando ao meu lado.

Me permito fechar meus olhos por alguns instantes e apenas ouso o barulho das ondas se chocando calmamente com a grande pedra. Acabo por relembrar a época em que eu sofria com depressão, parecia que eu podia sentir a dor voltando e indo embora conforme o bater das ondas sobre a pedra. Ainda de olhos fechados, vejo uma garota andando nessa mesma praia. Em suas mãos, ela carregava uma lâmina e uma folha de papel. Na região de seu coração, havia uma mancha bem escura de sangue.

Seus pés deixavam rastros sobre a areia e seu vestido branco voava conforme a direção do vento. Logo ela chega na pedra em que eu me encontrava sentada fora de meus pensamentos e se senta nela com um sorriso fraco no rosto. Sem pensar muito, ela logo começou a se cortar. Seus pulsos se encontravam minados em sangue e quando ela se deu por satisfeita, segurou a folha em suas mãos e começou a escrever nela com seu próprio sangue.

Na folha, foi escrito com letras grandes e legíveis a palavra "Depressão". A garota se levanta e rasga a folha em pedaços sem expressar nenhuma reação em seu rosto. Seus pulsos que antes eram cortados, não haviam nenhum arranhão se quer e seu coração se tornou puro e livre daquela mancha escura de sangue.

A garota estende seus braços em direção ao por do sol como se fosse abraçá-lo. De repente, tudo fica preto e me convenço de que está garota encontrou a cura de toda sua dor. Não através do suicídio, mas sim através da simples vontade de viver.

Abro meus olhos após sair de meus pensamentos e vejo a Jisoo ao meu lado com um sorriso fofo no rosto apenas admirando a beleza das ondas e do sol escaldante. Seguro em sua mão e coloco minha cabeça em seu ombro voltando a fechar meus olhos.

S/n: Eu sei que o Kai e o Jacob estão tramando alguma coisa contra nós. Mas não vou me abalar por causa disso e eu sei que me preocupar com isso irá fazer mal a minha saúde mental. Então quero que me ajude a me manter feliz e que volte a ser aquela Jisoo engraçada e que está sempre comigo em todos os momentos, fazendo o papel de irmã mais velha que eu nunca tive.

Jisoo: Só prometo que farei isso se você prometer me ajudar também. -{ Finalmente vejo um sorriso feliz vindo de sua parte e retribuo da mesma forma}-

S/n: Prometo diante do nascer do sol. -{ Falo em um tom mais alto e estendo meu dedo mindinho em sua direção e ela logo estende o dela também, entrelaçando o dela com o meu}- Nossa promessa só acaba quando o por do sol não existir mais.

[•••]

Voltamos sorrindo para o "hotel" e entramos novamente nele. Todos já haviam acordado e estavam tomando café da manhã. Me sento ao lado do meu namorado que estava com uma cara de sono tão engraçada que não aguentei e comecei a rir, sendo acompanhada pelos demais presentes na mesa.

S/n: Amor, você fica pior que eu quando está com sono. -{ Gargalho e ele me direciona uma careta engraçada que só ele sabe fazer}-

Yoongi: Tenho ótimas notícias. -{ Todos os olhares foram direcionados ao garoto sonolento que se mantinha com o olhar sobre a tela brilhante do celular}- De acordo com o aplicativo criado pelo nosso querido diretor de faculdade, hoje não haverá aula em nenhum período do dia, pois irá ter uma reunião com todos os nossos professores. Nela irá ser tratada o assunto sobre as melhoras da faculdade. -{ Diz e sinto uma pitada de ironia em suas palavras}-

Hoseok: Sempre acontece reuniões assim e nunca muda nada.

Jin: O Hoseok está coberto de razão, mas pelo menos ganhamos um dia de folga.

Jisoo: Sim, mais temos que voltar pra casa, hoje sai os resultados sobre qual será a nova garçonete da lanchonete em que eu trabalho. Querendo ou não, a S/n me ajudou a ganhar um aumento no meu salário, a única coisa que eu posso fazer é torcer para ela conseguir esse emprego.

S/n: Eu também acho que devemos voltar para casa. Praia é bom mais cansa bastante. 

[•••]

Organizamos nossas coisas no final da manhã e fomos embora para nossa casa. Quando estávamos na porta de nossa casa, a Jisoo recebeu uma ligação de seu chefe...

Continua...? 


Notas Finais


°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°
Sentiram saudades? Talvez vocês não tenham sentido saudades de mim, mas eu senti saudades de vocês♡-♡
Primeiramente eu queria me justificar por ter ficado tanto tempo sem postar. Recentemente, aconteceu uma coisa que abalou muitas pessoas que gostam de k-pop. Mais uma estrela aqui da Terra foi brilhar no céu.😢☆☆☆
Eu demorei bastante tempo pra raciocinar o que havia acontecido e quando dei por mim já estava tendo crises de ansiedade pelo que aconteceu. Eu não conhecia a Sulli, mas eu fiquei muito triste ao receber a notícia, pois o que ela estava passando muitos de nossos idolos devem estar passando também, mas a dor deles é tão grande que não conseguem pedir ajuda a tempo.
Eu quero mostrar meu total respeito à todos os fãs da Sulli e dizer que vocês não estão sozinhos, pois eu estou aqui se por um acaso precisarem de mim.
Ainda estamos tristes pelo o que aconteceu, mas não iremos lembrar dela como a garota que se suicidou. Iremos lembrar dela como uma garota fofa, talentosa, incrível, a garota batalhadora que enfrentou a Coréia com unhas e dentes, a dona de um sorriso incrível e a mulher perfeita em tudo que fez aqui nessa Terra.
MEU PERFIL ESTÁ DISPONIBILIZADO PARA AQUELES QUE QUEREM AJUDA. NÃO SOU A MELHOR CONSELHEIRA, MAS EU ME VEJO NA OBRIGAÇÃO DE AJUDAR VOCÊS.
☆Descanse em paz estrelinha Sulli☆
•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...