História Você não vai me salvar? (SASUSAKU) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruto, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Visualizações 14
Palavras 966
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, bem vindos!
Bem, espero que gostem da fic, fiz ela com muito carinho.. boa leitura!

Capítulo 1 - Uma noite fria de domingo..


Fanfic / Fanfiction Você não vai me salvar? (SASUSAKU) - Capítulo 1 - Uma noite fria de domingo..

Estava frio..

Era domingo, o relógio da lanchonete marcava 21:00 horas em pontos, casais felizes sentados próximo de nós. Mas, nada ali era feliz, aquilo estava mas para um sonho terrível, estava mas para um pesadelo. Ele me olhava com olhar de pena, nunca pensei que iria ver ele me olhando daquele jeito. E aquilo me matava por dentro, me espedaçava aos poucos. Mas, continuava ali, forte ou tentava ser. Segurava o copo com suco o máximo que podia.  Parecia um pesadelo, "isso não podia está acontecendo", repetia para mim mesma. Pensando que adiaria repetir aquilo.

- E-eu, só quero saber o que aconteceu. Estávamos tão...- disse enquanto segurava as lágrimas.

- Sakura, as coisas mudam. Sinto muito, mas eu não quero me prender em namorico de escola. Enquanto estou na faculdade!- disse ele friamente. 

- Na-namorico?- repeti quase em desespero- depois desses 2 anos, tudo que passamos.. meu Deus, como pude ser tão cega?!- pergunto a mim mesma, deixando as lágrimas escorrerem.

- Sem cena, por favor! - disse bem baixinho. ele então tira sua aliança de namoro e deixa sobre a mesa. - Espero que fique bem, tenho que ir agora. Eu sinto muito amorzinho!

- amorzinho...- repito bem baixo enquanto pego a aliança.- seu cretino.. por que.. ?

Estava destruída, mas, não tinha nada a perder me levanto e corro atrás dele. Saio do restaurante e consigo vê-lo de longe. Mas, antes que pudesse dá o segundo passo, alguém se aproxima dele e o beija. Sinto minhas pernas enfraquecerem e caiu de joelhos no chão. Em meio as lágrimas consigo ver o rosto dela, era a Karin Uzumaki, minha prima, minha ex melhor amiga de infância. A menina mas popular da escola. Os dos se olham e sorriem um para o outro, como dos apaixonados. A neve cai enquanto fico ali no chão de joelhos, chorando vendo os dois entrarem em um táxi.

- Ga-Gaara... como pode? - disse chorando sem acreditar no que tinha acabado de ver.

- Moleques não merecem lágrimas de uma moça tão bonita feito você!- disse uma mulher para mim enquanto colocava um casaco em meus ombros. Viro me para vê quem era.

- Mã-mãe... co-como sa..- tentei perguntar em meio aos soluços, mas fui interrompida. 

- Como sabia? Ino escultou Karin comentar com as amigas delas o que esse idiota ia fazer com você hoje. Ela não conseguiu falar com você, então me ligou. Eu vi tudo, sinto muito. Mas quem perdeu foi ele.- disse se abaixando e me abraçando. - Agora vamos para casa? 

- Va-vamos!- disse me levantando e indo com minha mãe até seu carro. Entro pela porta do carona e me sento.

- Ele não sabe o que perdeu!- disse minha mãe colocando o sinto de segurança.- Ele vai se arrepender, por quê nunca vai encontrar alguém  como você!

- Exagerada! só fala isso por que é minha mãe, dona Tsunade..- disse encostando minha cabeça no vidro da janela do carro e deixei as lagrimas escorrerem.

- Não é só por causa disso, sua idiota!- respondeu fingindo está ofendida.

Seguimos o resto viagem até a nossa casa, eu não falei nada, nem minha mãe. Chegamos em minha casa, subir para o  meu quarto. Lá mesmo enquanto estava sentada no chão encostada na porta, olhei para minha mão fechada e lá estava a maldita aliança. Meu peito doía, tirei a minha e levantei caminhando até o porta joia e joguei o par de aliança dentro. Choro como uma criança deitada em minha cama, ali mesmo entre lágrimas adormeço..

Despertador toca 7:00 horas. Hora de se arrumar para ir para escola. Me levanto, vou para o banheiro e faço minhas higienes matinais e me arrumo para escola. Visto  o uniforme e prendo meu cabelo em um coque, meu olhos ardiam ainda. Passei uma base e rímel nos cílios e desci para tomar café. Meu pai e minha mãe estavam sentados tomando o café da manhã. Me aproximo e me sento na cadeira.

- Meu anjo, aconteceu algo?- pergunta meu pai com olhar preocupado.

- Jiraya deixa ela, acho que ela ainda não vai querer falar sobre o assunto..- disse minha mãe

- Estou um pouco melhor, logo lhe explicarei tudo paizinho.- disse piscando para ele que sorriu.

- tudo bem meu anjo, mas se precisar papai está aqui!- disse com um olhar carinhoso que só ele tinha.

- Eu sei paizão, agora se me dão licença. Preciso ir..- disse me levantando- Ino chegou, beijão, amo vocês!

- Sakura, volta aqui. não comeu nada!- gritou minha mãe.

Sair correndo de casa, de longe pude ver Ino no carro com a Hinata. Caminho até elas e entro no carro, me sento no banco do carona.

- bom dia amores!- digo tentando disfarça a bad, mas não funcionar.

- bom testuda, mas não precisa fingir com a gente! - disse Ino

- eu sei, mas hoje, só por hoje quero esquecer..- disse já segurando o choro.

- amiga, sabe que é impossível. Estudamos no mesmo colégio e talvez mesma sala..- lembrou Ino

- vamos está com você amiga!- disse Hinata toda preocupada. 

Ino então dirige até nosso colégio, estaciona logo em frente a entrada e saímos do carro. Caminhamos até nossa sala é o nome dos alunos na porta de cada sala. Esse ano, não era meu ano de sorte. Quem eu menos queria caiu na mesma sala que eu, o novo casal. Olho para o lado e vejo os dois no corredor entrando de mão dadas, me viro pra sair dali o mais rápido que podia mas, dou de frente com um menino e caiu para trás, mas o mesmo me segura. Então, meus olhos encontram os lindos olhos pretos dele. Fico hipnotizada e encarando ele e o mesmo sorrir de canto.

- Prazer, Sasuke Uchiha...

 

CONTINUA...

 

 


Notas Finais


E ai o que acharam? espero que tenham gostado, deixem suas opiniões no comentários. beijão 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...