1. Spirit Fanfics >
  2. Você nem era tão importante assim >
  3. One

História Você nem era tão importante assim - Capítulo 1


Escrita por: Dead_Inside_

Notas do Autor


To voltando a escrever aos poucos, então escrevi essa oneshot e achei interessante postar aqui, não esperem muita coisa.

Capítulo 1 - One


- Bom... Então é esse o plano, alguém tem algo a acrescentar? - Um homem baixo, vestido com terno e gravata nos dirige a palavra, meu colega, Edgar parecia questionar tudo que ele nos falava em sua cabeça, mas como de costume, preferiu não falar... Então apenas concordei 

 

- Acredito que assim esteja bom, amanhã nos encontramos aqui antes de irmos? - Um frio na barriga tomava conta... Essa seria minha primeira vez fazendo algo assim 

 

- Claro, não esqueçam de trazer o combinado - Falava com um sorriso no rosto 

 

Edgar segurou minha mão e me guiou pra fora do local, estávamos em um prédio abandonado, já estava noite, chequei o celular e era 01:32 da madrugada... Eu não estava com sono algum, mas sabia que precisava dormir pois amanhã seria um dia cheio... 

 

- Eddy... Vai dar tudo certo, né? - Me sentia completamente insegura quanto a isso 

 

- Claro, não tem como dar errado, eu garanto - Deu um sorriso fraco enquanto me olhava... Aquele rosto pálido, os olhos negros como a noite... Me deixava encantada 

 

- Vai querer comer o que quando chegarmos em casa? - Solto sua mão e acelero o passo, ficando na sua frente enquanto caminho de costas, olhando fixamente em seu rosto 

 

Ele aponta pra mim, sorri maliciosamente e fala em um tom provocante - Você 

 

Sinto meu rosto ficar quente, mas sei que ele fala brincando - Sou sua irmã... Você sabe disso, para de brincar com esse tipo de coisa 

 

Ele ri um pouco e fala – Okay, okay... Pode tomar banho primeiro, eu faço a janta hoje, já que vamos estar sozinhos em casa - Adoro a comida dele 

 

Conversamos bastante durante o caminho de casa e, assim que chegamos, fui direto tomar banho, após isso comi e fui dormir..., mas foi quando deitei minha cabeça no travesseiro que o nervosismo tomou conta de mim... Eu não acredito que iria assaltar um banco amanhã..., mas bem, eu e meu irmão já realizávamos alguns golpes, não deve ser muito diferente... Pensar dessa forma me acalmou um pouco, mesmo eu sabendo que estava errada... Senti meus olhos pesarem, então resolvi dormir 

 

----- Quebra de tempo ----- 

 

Acordei com meu irmão fazendo barulho no quarto aí lado, peguei meu celular para olhar o horário e... Já eram 2 da tarde... Eu dormi demais, droga 

 

Levantei com pressa da cama e fui me vestir, eu precisava organizar os equipamentos com meu irmão, então fui até onde ele estava e comecei a organizar tudo junto dele 

 

- Cuidado com os explosivos, deixa que eu carrego esses, coloca o equipamento de comunicação dentro da bolsa – Ele usava um tom sério enquanto falava comigo, eu sentia que ele estava tão tenso quanto eu, então resolvi apenas obedecer ao invés de tentar conversar com ele, eu sabia que ele preferiria ficar em silêncio 

 

Levamos algumas horas até terminarmos tudo, já era noite, então juntamos tudo e colocamos dentro do carro, Edgar se sentou ao volante, eu entrei no banco do carona e começamos a rumar em direção ao lugar abandonado novamente, Griff estaria esperando por nós la 

 

Assim que chegamos, não trocamos nenhuma palavra entre a gente, apenas colocamos os equipamentos que Griff havia trazido dentro do carro e rumamos em direção ao banco, que já deveria estar fechado 

 

- Revisando... Vamos entrar lá pelos fundos, um dos guardas vai abrir a porta para entrarmos, ele vai nos ajudar apenas na entrada, depois é com a gente – Falava enquanto montava alguns detonadores – Colette, você fica responsável por desligar as câmeras assim que entrarmos, isso vai nos dar algum tempo, eu e Edgar entramos e explodimos o cofre, levamos tudo que conseguirmos carregar e damos o fora, alguma dúvida? 

 

- Não - Eu e Edgar falamos em uníssono, o resto do caminho fizemos silêncio 

 

Chegando lá, me prontifiquei a adentrar a rede de câmeras enquanto Edgar e Griff pegavam tudo que era preciso 

 

- Tô dentro 

 

- Ótimo, não faça nada até eu dar o sinal pelo rádio 

 

Fiquei observando os dois saírem do carro com as máscaras, só aí que lembrei de colocar a minha, assim que Griff me deu o sinal, cortei o sinal das câmeras dentro do lugar, então só eu tinha acesso por algum tempo, eu só espero que esse tempo seja suficiente, vi os dois entrarem pela porta dos fundos e irem em direção ao cofre, fiquei atenta a todas as câmeras e possíveis guardas que poderiam aparecer por perto de lá, mas por sorte não tinha ninguém próximo 

 

Edgar posicionou os explosivos na porta, se escondeu e se preparou pra explodir, Griff fez um sinal e ele apertou o botão... Não deu para ver muito depois disso pois as câmeras deram defeito por conta da explosão 

 

- Perdemos a câmera do local onde estão, vou ficar olhando as câmeras próximas, mas não tenho visão de vocês - Isso me deixou extremamente nervosa, eu estava suando frio 

 

- Okay – Edgar estava ofegante, provavelmente estavam correndo bastante para pegar o máximo que conseguiam de lá 

 

Os policiais já deviam estar vindo, por conta do alarme soando, não consegui ter acesso a isso, os guardas também deveriam estar correndo até lá, sorte que consegui trancar a maioria deles atrás das várias portas de segurança das quais eu tinha acesso, eu sabia que entrar no sistema de segurança das portas seria útil também, com isso eu consigo mais um pouco de tempo pra eles... Porém conhecendo o Griff, acho melhor não falar disso pra ele ou ele vai inventar de tentar carregar mais peso... E vai que eles acabam não conseguindo voltar a tempo... 

 

Vi os dois saindo pelos fundos, então decidi reiniciar os sistemas do banco e abrir o porta malas do carro para que pudessem jogar tudo lá dentro e podermos ir embora logo, e em poucos minutos já estávamos saindo da cidade, indo em direção às montanhas onde provavelmente ninguém iria nos encontrar 

 

Dessa vez Griff quem dirigia, Edgar teve um ataque de asma, então achamos melhor ele não dirigir, inclusive ele ficou no banco de trás ao meu lado 

 

- Eddy, você está bem? - Estava bastante preocupada com ele, apesar de ele não parecer que se preocupava consigo mesmo 

 

- Claro... To bem sim – Ele falava com aquele tom frio de sempre, e eu amava isso... Assenti com a cabeça e fiquei quieta no meu canto 

 

Seguimos algumas horas até que chegamos à uma serra, eu olhava montanha abaixo e não conseguia ver nada, já que estava noite..., mas me senti aliviada de não ver nem ouvir viaturas 

 

Senti a mão de Edgar em minha coxa e olhei para ele assustada, mas ele não parecia olhar pra mim, sua mão foi até a maçaneta da porta que ficava do meu lado – Eddy? - Ele me lançou um olhar frio e vazio... 

 

“Desculpa, você nem é tão importante assim” ... Foi o que ele disse antes de abrir a porta e me jogar pra fora do veículo... A última coisa que vi foi o carro se distanciando rápido de mim, enquanto eu caia montanha abaixo... 


Notas Finais


Entra no meu servidor do disc ai: https://discord.gg/2cBYcNVV98


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...