História Você no Meu Corpo e Eu no Seu - Simbar - Capítulo 2


Escrita por: e _Rosada_

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Benício, Emília, Gaston, Luna Valente, Matteo Balsano, Nico, Nina, Pedro, Sharon, Simón
Tags Âmbar, Comedia, Gastina, Gaston, Luna, Lutteo, Matteo, Nina, Romance, Se Fosse Você, Simbar, Simon, Sou Luna, Soy Luna, Troca De Corpo
Visualizações 240
Palavras 1.714
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Cross-dresser, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá aqui quem fala é a pipoca, mentira somos nós, eu e Evy, tudo bom? Espero que sim, capa bonita ne gente!?
Se demorarmos a postar é por que morremos, mentira kkkkk, é por conta dos bagulhos aqui!
Boa Leitura Joia!

Capítulo 2 - Troca de corpo


Fanfic / Fanfiction Você no Meu Corpo e Eu no Seu - Simbar - Capítulo 2 - Troca de corpo

Capítulo 2° - Troca de corpo

POV's Âmbar

Tinha chegado em casa, meu corpo estava cansado, só fiz me deitar, nem tirei a roupa, mas mesmo assim no fim da tarde o tempo ficou nublado e agora a noite está caindo uma tempestade, ouço trovões e sinto minha barriga embrulhar, parece que minha alma quer sair do meu corpo, sinto uma eletricidade no mesmo, fecho meus olhos automaticamente e tudo onde vejo está escuro, ou seja preto e logo adormeço.

~*~

Outro dia, pela manhã ...algo diferente aconteceu naquela mesma noite, não só com a Âmbar, mas com Simon também.

~*~

- Acorda ai, porra, temos muita coisa para fazer - Uma voz masculina me chamava.

Pera...

Voz masculina? Como assim? Nunca ninguém me acorda, principalmente se for um homem.

Abri meus olhos imediatamente e sentei com tudo, olhando aquele indivíduo que me olhava, que era nada menos que meu Ex-namorado, Matteo Balsano, o que ele está fazendo no meu quarto, terminamos a mais de um ano, por que sempre achei que ele gostava da luninha, à sonsinha sem sal.

Aaaaaa, por que ele está perto de mim, no meu quarto? Como ele entrou aqui? Isso me cheira a Luana/Luna.

T-A-R-A-D-O

- Seu taradoooo – Berrei e minha voz saiu um tanto que diferente – Taradoo – Gritei afinando a voz, mas ficou esquisito.

Mas, eu conheço essa voz?

Será que estou rouca? Mas eu não estou sentindo dor. Observei o local que estava, absolutamente isso aqui não era meu quarto, o quarto era azul com detalhes verdes, duas camas e algumas guitarras/violões. Ueeee, não lembro de dormir fora.

Parei de olhar o quarto e olhei Matteo.

- Mano, tu tá bem, Simon? – Disse o moreno e o fitei confusa, o Simon tá aqui?

Olhei para os lados e não vi ninguém, além do Matteo.

- Simon? Eu sou Âmbar! Fumasse o que? – Afirmei sem entender, escutando a minha voz estranha, talvez um pouco grossa.

Ele riu.

- Quem fumou foi você, logo de manhã e fazendo gracinhas – Falou o Balsano – Levanta Pow, pelo visto sonhou com a Âmbar, meu Deus ela é minha ex seu doente – Contou ele rindo e logo saindo por uma porta que sei lá onde dava, me deixando confusa.

Olhei no meu redor, me levantei devagar, observando que estava diferente, abri uma das portas, a qual o Matteo não saiu, a qual essa dava no banheiro, entrei e fui para frente de um espelho.

Me puis a surpreender .

- Simon? – Sussurrei, olhando o que refletia no espelho.

Eu não sou eu? Isso só é um pesadelo...Deve ser um sonho lúcido, que doideira...

Continuava a me olhar no espelho, mas não enxergava meu reflexo e sim o Simon.

O que começou a me deixar nervosa.

- AAAAAAAAAAA, QUE MERDA É ESSA, CARALHOOOOOO – Berrei, dando tampinhas no meu rosto.

O que está havendo? Alguém me ajuda. O merda! E agora? Eu quero fazer xixi...

P.O.V's Simon

Tinha acabado de acordar. Mas permaneci com os olhos fechados, como de costume. Porra, tudo que me lembro era daquela pirâmide ou triângulo de ouro  de satanás quebrado no chão, por causa da Âmbar, aquela garota, será que vão vim atrás de mim pra pagar aquela relíquia? Não tenho dinheiro, eu tinha que ver aquela louca e resolver o negócio, mas depois de ver o triângulos lobos ou é Loppus tudo ficou diferente, tive uma noite má dormida, porém tudo bem.

Continuei deitado, naquela cama grande, que estava fofa, o que era impossível, nem sabia que tinha cama podia ser tão  macia quando precisava.

Que estranho Matteo não vim me acordar, abri meus olhos com dificuldade pela a claridade, olhei para o lado e não tinha uma cama do lado, já que divido um apartamento e esse quarto é bastante branco com dourado e umas coisas góticas, uma caveira, hein?

Em? Onde estou? Não me lembro de dormir com nenhuma garota. Esfreguei meus olhos e mais uma vez olhei o ambiente.

Sentei-me na cama e a minha frente, não tão perto, porém nem tão longe, um espelho grande, com o reflexo da Âmbar, ueeee cadê meu reflexo?

- Âmbar? O que você faz aqui sua louca – Falei, minha voz saiu fininha e fofa e a boca do espelho se mexia, socorro, isso é macumba.

- CADEEEEEE MEU REFLEXOOOOO? – Gritei me aproximando do espelho

- CALA A BOCA, DROGA – Berrou uma mulher com a voz da madrinha da Âmbar, uee o que a madrinha da Âmbar faz aqui?

- Hey Âmbar não grita, tua madrinha não gosta – Disse Luna aparencendo enquanto abria a porta.

Mas que porra é essa?

- Cadê ela? Cadê a Âmbar? – Perguntei me aproximando

- Bebeu Toddynho sem agitar? Você é Âmbar Smith sua louca! – Respondeu ela, choramiguei ao ouvir isto

- Me ajuda Luna! Cadê eu, o Simon? – Falei, quase implorando

- O que você quer com meu namorado? - Falo-lhe, Hein? Que doida? *risos*

De onde ela tirou que estou namorando ela? Somos só amigos.

- HAHAHAHAHAHHAHA – Gargalhei – Boa essa piada muito boa! – Falei entre risos e batendo na cama. 

- To falando sério – Respondeu ela revirando os olhos – Sei que ele ta na minha e eu na dele – Hein? Garota endoidou? O que aconteceu com a Luna?

- Louca! Todo mundo sabe que o Simon é solteiro – Decidi brincar de Âmbar, dei um sorriso cínico, agora vou chamar ela de luninha, como a Âmbar faz

- Não, é um relacionamento escondido – Falou ela sorrindo

- Hahaha, que nada, o Simon está namorando comigo – Falei segurando o riso

- Ata pow – Falou debochada saindo do quarto

- ELE ADORA UM BEIJINHO NO PESCOÇO – Gritei vendo ela fechar a porta com força.

- PARA DE GRITAR CACETE – A madrinha da Âmbar gritou, to gostando disso, por favor que isso não acabe logo, daqui a pouco eu acordo do meu sonho lúcido.

Vou deitar na cama e esperar acordar. Mano, eu tenho peitos e logo a da Âmbar, hummm, pervetido? Um pouco, *risos*


P.O.V's Âmbar

PUTA MERDA ISSO NÃO É UM SONHO.

Eu não acredito no que fiz, eu fiz xixi com os olhos fechandos e ficando uma hora sentada no chão do banheiro, depois disso, me levantei e percebi que o corpo do Simon estava com a mesma roupa que ontem, fui ao guarda-roupa e procurei uma blusa e achei uma preta com uma caveira, por que ele nunca usou essa blusinha, meu buda, ele tem blusa rosa, *risos*, Retirei aquela blusa que o corpo do Simon estava usando, cara inútil e aquela camisa que eu/corpo do Simon usava e joguei longe, em algum lugar do quarto e puis a encarar o peitoral dele, ele é musculoso ele, gosto, logo passei a mão e pude sentir o peitoral definido, que delícia, cá pra nós que ele até que é bonitinho, mas continua sendo um idiota.

- uiii - falei apertando uma parte da barriga dele, comecei a apertar tudo o que via, olha isso, olha esse olho, da para tocar? Uii olha esses mamilos! O braço, quero morder...

Na mesma hora, a porta foi aberta por Matteo que entrou com tudo e me olhou estranho, rapidamente, corei e vesti a blusa da caveira.

- Você não está normal hoje – Murmurou ele, retirando a blusa dele e dei um passo pra trás, mano, o que ele tá fazendo? Espera, Simon é gay e namora o Matteo?

Por que ele tá tirando a roupa?

- O que você está fazendo? – Disse encarando curiosa o seu rosto

- Tomar banho, não é óbvio, Simon? – Falou ele rindo. – Vamos tomar banho? Delícia, só vem bebê – Eu sabia ele é gay, meu ex é gay hehehe

- Matteo...Err...hoje eu não to afim, que tal amanhã? – Falei vermelha e ele gargalhou

- Endoidou Simon? Nunca vamos tomar banho juntos, eu, hein, que boyola – Falou ele tirando a calça tampei meus olhos e virei de costas

Ah é, eu sou o Simon? Oi?? What? Oshente? Eu sou Âmbar no corpo do Simon, EU SOU UMA MULHER NO CORPO DE HOMEM? OI? ISSO TÁ muito estranho.

- Doido! To indo – Disse ela batendo a porta do banheiro, ufa, respirei aliviada.

Saí do quarto olhando os quatros cantos. Preciso achar meu corpo. Vi umas escadas e desço rápido, porém um carinha apareceu de repente do fim dos degraus, o nome dele é Dro Vinicius, Er...Pablo AAAA LEMBREI PEDRO.

- Mano, você está bem? – Questionou ele curioso.

- Tô – Falei tentado Imitar a voz do Simon, ele me olhou bizarro, apressei meu passo até achar a porta de saída, preciso ir para minha casa.

Estava a umas quatro quadras atrás da mansão, preciso achar meu corpo e não tenho dinheiro para o taxi, pois esqueci de pegar a carteira dele, mas se duvidar ele nem tem dinheiro.

~*~

Depois de andar sei lá quanto tempo, cheguei na minha casa, preciso achar meu corpo, após isto, apitei na companhia, não demorou muito para alguém abrir a porta e esse alguém é a Luna, aff

- Simon – Disse ela com olhos brilhando

- Agora não luninha – Falei a empurrando, para poder entrar – Cadê meu corpo? – Questionei

- Oi? – Falou ela me olhando feio - Ta aí

A é, ela não sabe que sou a Âmbar e não pode saber, imagina se alguém souber, que estou no corpo do Simon, seria um saco.

- Cadê a Âmbar? – Perguntei

- Ela está no quarto. Mas, o que quer com a Âmbar, Simon? - Disse ela com os braços cruzados, a que sonsa.

- Não é da sua conta – Expliquei e deixei ela falando sozinha para ir ao meu quarto.

Subi as escadas da mansão como um furacão e fui direto ao meu quarto, que logo abri a porta e entrei.

Olhei meu corpo deitado, na minha cama, com as mãos nos meus...PEITOS?

Que que isso?

- Quem está no meu corpo, saía imediatamente deste corpo que não te pertence – Falei em puro ódio. Xó Satanás.

- Âmbar? – Disse meu corpo, se levantado da cama

Sou muito linda.

- Sim, a própria – Disse colocando as mãos na cintura.

- Não faz essa pose, fico parecendo um gay – Disse...

Pera... “Fico parecendo um gay" Então se eu estou no corpo do Simon, ele só poderia está no meu corpo.

- Simon Alvarez – Rosnei seu nome – Devolve o meu corpo – Ordenei e olhei mortalmente para o meu corpo.


Notas Finais


Gostaram? Continuamos? Dúvidas?
Até o próximo capítulo!
Bjss de luz!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...