1. Spirit Fanfics >
  2. Você poderia me amar? >
  3. Capitulo 1

História Você poderia me amar? - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


¹. omelete japonês.

obrigado pela comida.

³bom dia.

⁴tudo bem.

Capítulo 1 - Capitulo 1


Fanfic / Fanfiction Você poderia me amar? - Capítulo 1 - Capitulo 1

Ah gon, como sinto sua falta, do seu sorriso, das suas brincadeiras, da sua inocência. Queria estar com você, participando de novas aventuras, já eu... Estou cuidando da minha preciosa irmã. Queria te abraçar, sentir seu corpo ao meu, sinto saudades dos seus toques.
 

Mais foi tarde demais quando pude entender meus sentimentos por você, você já estava se retirando da minha vida, você escolheu ficar com seu pai eu entendo isso. E eu precisava cuidar da alluka e protege-la de illumi. Espero te encontrar de novo gon.

...

Acordo com alluka em cima de mim, a pequena pula em minha cama com um grande sorriso no rosto.

—Onii-chan —me abraçou e me deu um beijo na bochecha —eu estou com fome.

—acho que perdi o horário —levanto e bocejo.

—você acha? —suas bochechas ganham um tom vermelho —estava sonhando com seu amigo? Não é!?

—não —minto.

—sei... —dês de quando ela é tão atrevida assim? Minha pequena alluka já esta crescendo?

—ah alluka, você não estava com fome?

—se você fizer um ótimo tamagoyaki¹, assim eu te digo quem vem passar o ano em casa.

—espera, o que?

—vai fazer o tamagoyaki, e eu te digo.

—devem ter trocado a minha irmã —murmuro.

Saio do quarto, e com o semblante meio emburrado, pego seis ovos e os outros ingredientes. Enquanto estava na cozinha minha querida irmã acabara de me deixar surdo.

—Onii-chan, traz também suco de laranja junto com o tamagoyaki —grita.

—ta bom, alluka. Não precisa gritar.

   ...

Abro a porta do quarto da alluka com o meu pé, já que minhas mãos estavam ocupadas com a comida da minha fofinha irmã e coloquei a bandeja com o tamagoyaki e o suco de laranja em cima da cama dela.

—isso parece delicioso —os seus olhinhos brilham.

—agora me conta, quem vem passar o ano na nossa casa?

—o seu namorado, o gon —sorri —itadakimasu..

Toma um pouco de seu suco de laranja.

—e-espera, o que? Como assim? Como isso foi acontecer? —digo nervoso.

—vi que você estava muito triste, ai liguei para o gon vir passar um ano aqui e ele aceitou —deu de ombros e começou a comer.

Eu vou ter um ataque, o gon vem para cá? Ela ta brincando? Não alluka não é de mentir ou é?

—você sabe que dia ele vem?

—sim, amanhã as 10:00.

—alluka, você é do mal.

—não, Onii-chan, eu estou fazendo isso pelo seu bem.

—poderia ter me informado antes —cruzo os braços.

—não, era praticamente uma surpresa. Agora sai do meu quarto eu quero terminar meu delicioso tamagoyaki.

Alluka fechou a porta em minha cara. Realmente sequestraram a minha irmã. Ah, coloco as mãos em meus cabelos e os puxo levemente.

—o que eu faço? Ele vem amanhã. Eu preparo algo para ele comer? Dou um presente?  confesso que o amo? Não, eu não posso.



Eu não consegui dormir, ainda é de madrugada. Estou tão ansioso pela chegada de gon. Será que ele mudou? Só se passou dois anos. Suspiro.

Tento encontrar uma posição confortável para dormir, mais nada está dando certo eu só penso no gon. Queria dar um soco em seu rosto fofo —Até mesmo longe você me atormenta.

—Eu preciso dormir —dou alguns socos na cama.

—maldito gon que tanto amo.

Alluka arromba a porta com um chute, creio que não é alluka e sim nanika a dupla personalidade da minha irmãzinha —A amo também.

—killua, você pode calar essa boca? Pode parar de se remexer? —seu semblante era de raiva, nunca vi nanika com tanta raiva.

—desculpa.

—olha, sei que está impaciente com a chegada de gon —pousa sua mão delicada em meu ombro e da alguns tapinhas —MAIS SERÁ QUE PODE FAZER SEU RABO FICAR QUIETO? E VÁ DORMIR, TENHO CERTEZA QUE GON NÃO VAI QUERER TE VER COM ESSA CARA DE MORTO.

Levanto as mãos em recuo.

—muito bem, killua —sai de cima de mim e vai em direção da porta e hesita e me encara. E se retira do quarto e fecha a porta.

—okay, preciso dormir.

Pego o meu cobertor e me enrolo nele e tento dormir.

                     ...

—acorda, Onii-chan.

—o que? O illumi ta aqui? Onde ele está? Vou acabar com a raça dele —pulo de minha cama e fico em posição de luta.

—onii-chan? —me fita confusa.

—ah, é só você alluka —suspiro e relaxo meus músculos.

—primeiro, ohayou³!

—ohayou! Daijobu?

—hay! —da um belo sorriso de orelha a orelha —você deveria se arrumar.

Seu rosto ficou tremendamente assustador—ela só fica assim quando eu me esqueço de algo importante.

—para que?

—buscar gon no porto, baka.

—espera, é hoje que ele vem!? que horas são? Eu preciso me arrumar.

—calma, ainda são 8:30.

—e por que me acordou? —digo indignado.

—por que? Killua —nanika me olha brava —você ainda pergunta o porquê?

—por que? —eu estou me esquecendo de alguma coisa?

—você precisa fazer algo para ele comer, organizar o maldito  apartamento, limpar, providenciar um cantinho para ele dormir é isso, killua.

—é muita coisa —choramingo

—você ama ele, desgraça?

—por que está me xingando? O que eu fiz para você? Você não me ama?

—por que você é um baka, não fez nada, sim te amo muito — faz um formato de coração com as mãos.

—ai que coisa fofa! —abraço nanika.

—agora, me larga e vai arrumar as coisas.





Já era 9:45, eu já tinha acabado de preparar tudo para receber meu tão querido amigo, em poucos segundos entrei em pânico faltava alguns minutos para eu ir buscar gon, eu não estou preparado para vê-lo, mais sinto tanta saudades—por que aquele ser fez eu me apaixonar por ele com a sua inocência? —alluka me encarava confusa. Claro, o seu irmãozinho está em pânico com uma coisa tão boba, como não ficar confuso!?

—por que esta inquieto? —inclina a cabeça —é só seu amigo.

—sim, meu amigo —gaguejo.

—killua, você deveria ir buscar ele, já esta quase na hora.

—o tempo passa muito rápido.

—Onii-chan, para de ser mais baka do que já é —cruza os braços e infla as bochechas rosadas, deixando ela mais fofa do que já é -agora se agacha para mim.


 me agacho para ela conseguir subir em minhas costas—seu transporte favorito—ela sobe e envolve seus braços em volta do meu pescoço. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...