História Você Quer Ser O Babá? - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Demorei? Não ne ksksks

Quero agradecer pelos favs e pelos comentários, serio eu amo muito vocês e cês não sabem como isso me alegra, então muito obrigado!

Capítulo não betado, então me desculpem os errinhos pelo caminho

LEIAM AS NOTAS FINAIS É IMPORTANTE

É isso, boa leitura

Capítulo 8 - Quadro em branco


Fanfic / Fanfiction Você Quer Ser O Babá? - Capítulo 8 - Quadro em branco


Tua chegada foi sem aviso e veio com uma doce sensação de alívio e ternura; Com a suavidade de uma borboleta pousando em uma flor, tu chegastes pousando em meu coração; Estou submerso em tuas juras e promessas de amor, tudo que olho à minha volta lembra e reflete você. E agora, sinto e entendo que a nossa conexão é para sempre.




— Sim! — Yoongi respondeu, seu olhar fixando o os olhos castanho do Hoseok, este que sorriu maravilhado ao ouvir a resposta do loiro. 


Azuis são teus olhos, que mesmo sendo castanhos me fazem querer ir de encontro ao céu da tua boca


Yoongi desta vez não se deixou ser levado pelo medo, fez o que o seu coração pedia a gritos dentro do seu peito, mesmo que a sua mente e a razão insistisse em lhe dizer não o seu coração lhe mandava dizer totalmente ao contrário. E as borboletas no estômago estão ali presentes, o sentimento e o coração batendo de forma descompensada também estão ali, e desta vez o loiro não foi contra os seus sentimentos, desta vez ele deixará que o seus sentimentos fale por si só. Porque o Hoseok já preencheu todos os espaços vazios no peito do mais novo e, dessa vez, não foi pelas rachaduras que a luz entrou, ela veio junta com o Jung


— Eu não sei explicar exatamente o que eu sinto por você, só sei que o que eu sinto é um sentimento bom… — Hoseok deu uma pausa enquanto mantinha o seu olhar fixo nos do loiro. Yoongi chegou abrir a boca para responder o mais velho, mas este não deixou colocando o seu dedo indicador na boca do Min. — Confesso que nunca senti isso por ninguém Yoongi, mas de uma coisa eu tenho certeza, eu quero muito te fazer feliz assim como você me faz. Quero ser alguém em que você possa confiar, quero se alguém bom para você, quero você para mim não só por uma noite, e sim, para a minha vida inteira, ser possível — Yoongi mantinha-se calado, seus olhos piscaram algumas vezes, e seu coração batia no seu peito de forma acelerada, como se quisesse sair dali de dentro. Enquanto o Hoseok esperava por uma resposta ou qualquer coisa que viesse do loiro, mas este não sabia o que dizer, então preferiu responder de outra forma.


Yoongi fechou os olhos e levou sua boca até a do Hoseok, encostou os seus lábios no do mais velho, acariciando suavemente os lábios macios que o moreno tem. Começaram um beijo doce e afável, os lábios se encaixando perfeitamente, as línguas de ambos se tocaram e começaram a brincar em uma insaciável disputa. O beijo começou a ganhar mais ritmo e o desejo que parece ser insaciável aumentou. As mãos de Hoseok a essa altura estava segurando firme a cintura do mais novo, que ainda sentado em seu colo começou rebolar bem devagar para tortura ainda mais o seu hyung, suas mãos pálidas puxava levemente o cabelo do moreno. E a intensidade foi aumentando no mesmo ritmo do calor no corpo de ambos, e essa altura a insanidade já não se fazia mais presente ali, dando lugar para a excitação, desejo e a necessidade que ambos estão sentindo naquele momento 


[...] 


Hoseok empurrou-me de leve para senta no sofá. Senti as minhas costas encostarem no estofado, coloquei minha cabeça para trás ao sentir as mãos grandes e quentes do moreno tocarem meu membro totalmente duro. Estávamos totalmente despidos. Hoseok passeava com a sua língua quente na glande enquanto uma de suas mãos segurava o meu pênis e movimentava lentamente o mesmo. Aquela sensação de sentir a boca macia e aveludada do meu hyung fazia-me ir a loucura. Hoseok sabia exatamente como me deixar louco e como me excitar. O mais velho tem esse dom. Olhei para ele e o vi colocar o meu membro em sua boca, ele chupava e se deliciava com o meu pau duro e totalmente exposto. Eu tive a sensação de ir ao céu e passear entre as nuvens 


— Mais rápido Seokie-ah — falei em meio aos meus gemidos. 


O mais velho obedeceu-me, fazendo o que eu pedi. Hoseok foi mais rápido com os movimentos, aquilo me levou para outra dimensão, podia sentir que a qualquer momento eu iria me desfazer em sua boca. Soltei um gemido alto. E eu estava tampouco me importando com os vizinhos. Que eles possam ouvir o som dos nossos gemidos, e saber como nos amamos. Gozei na boca do meu hyung, que agora meu namorado Hoseok engoliu toda a minha porra sem tirar seu olhar castanho dos meus, fazendo-me perder entre eles.


— Gostou? — perguntou, limpando o canto da sua boca com o dedo. Só de olhar para aqueles lábios rosados e um tanto inchados me dava vontade de fazer ele me chupar de novo.


Hoseok não esperou pela a minha resposta sorriu malicioso para mim enquanto subia em meu colo, colocando uma perna de cada lado, sem tirar os seus olhos dos meus. Pendurei minha cabeça para trás e logo mais só pude ouvir a embalagem da camisinha ser jogada em qualquer canto do chão da sala. Senti as suas mãos novamente em meu pau, olhei para ele e o vi quando colocou a camisinha no meu membro. 


— Quero que me foda! — ele deitou sobre o meu corpo e sussurrou no meu ouvido. Mordi meu lábio inferior, e me arrepiei por inteiro quando ouvi as palavras serem ditas pela sua voz rouca. 


Sua respiração tão próxima da minha, seu cabelo preto cheirando a morango. Só fazia eu me perder entre o oceano profundo que é o Hoseok. Minhas mãos pousaram em sua cintura e eu a segurei firme. Seus olhos castanhos vieram novamente de encontro aos meus, e nos olhamos fixamente, deixamos que os nossos olhares falasse por nós naquele momento. Mas não me segurei por muito tempo, peguei em seu rosto delicadamente e o puxei para um beijo calmo, que logo foi tomado pelo desejo, cheio de luxúria, nossos bocas se encaixam perfeitamente, como se ambas fossem realmente feitas para ficar juntas. Aprofundei mais o nosso beijo, enquanto deixava tapas em sua bunda, ele gemeu entre o beijo. Nossas línguas quentes dançavam em um ritmo perfeito dentro de nossas bocas, não queria me separar nunca daquele beijo. Mas a maldita falta de ar se fez presente ali, e tivemos que nos separar. Entre selinhos e estalos nos separamos e ficamos novamente nos olhando. Desce uma de minhas mãos até o meu membro, pegando o mesmo encaixei no baixo ventre do mais novo. Hoseok pendurou a cabeça para trás e começou os movimentos de subir e descer em meu pau, que estava duro novamente 


— V-vai mais rápido, amor! — pedi mordendo os lábios, ele atendeu o meu pedido e começou a subir e descer mais rapidamente. Com minha ajuda. 


Ouvi seus gemidos manhosos e alto, é como ouvi uma melodia e das melhores eu me arrisco a dizer. A cada estocada eu tenho mais certeza de que Hoseok pertencerá somente a mim, do mesmo jeito que eu pertenço somente a ele. Vê-lo daquele jeito todo suado com alguns fios pretos grudados em sua testa, é com certeza uma das melhores visões que eu poderia ter, saber que eu o satisfaço tanto, e que lhe dou muito prazer, é como ganhar um prêmio. E Hoseok é sem sombra de dúvida o meu maior troféu 


Tirei o moreno do meu colo, e fiz o mais velho deitar de bruços no sofá. 


— Aish — ele resmungou.


Sorrir ao ouvir o resmungo do maior e sem perder mais tempo o penetrei novamente, mais rápido e mais forte. 


— A-ah Yoon, vai mais fundo! — pediu em meio aos gemidos. 


Eu aumentei mais a velocidade das estocadas o penetrando mais fundo. O barulho dos nossos movimentos, os gemidos manhosos do Hoseok soando pelo cômodo, tudo aquilo era música para os meus ouvidos. A sensação de dá prazer e sentir ao mesmo tempo é realmente inexplicável, não dá para pôr em palavras, eu não saberia e nem saberei como descrevê-las. Sai de dentro do meu hyung. Nossos corpos já banhados pelo suor. Eu não queria gozar agora e muito menos deixaria ele se desfazer também, ainda quero senti-lo mais, quero que ele sinta tudo que eu ainda tenho a lhe oferecer 


— Porque você parou? Eu já estava quase gozando e você para Yoongi, eu te odeio! — Hoseok falou se levantando e cruzando os braços. O encarei com um sorriso brincalhão nos lábios e ele me olhou formando um biquinho em sua boca. 


— Calma baby! — respondo indo até o mais velho. 


— Calma é o caralho Yoongi! Me fode, termine o que começou — ele falou, visivelmente irritado.


Eu ia respondê-lo mas fui impedido pela sua boca que tomou posse da minha urgentemente. Suas mãos agarraram minha cintura o puxando-me para mais perto de si, apertando seu corpo no meu, senti a minha resistência se dissipar, eu agarrei o seu pescoço enquanto nossas bocas devoravam-se, famintas. Porém Hoseok queria mais e eu também, então sem mais demora fomos andando quase nos desequilibramos até o sofá e ele me puxou, fazendo com que eu deitasse em cima dele. Afastou as pernas para que eu me encaixasse entre elas e engoliu minha boca novamente em um beijo quente, com as nossas línguas se enroscando sem parar. 


E mais uma vez estava nós dois nos amando outra vez 


Coloquei meu membro na entrada do Hoseok e nossos quadris foram ganhando movimentos próprios, enquanto a minha boca agora percorria toda a região do seu pescoço, mordendo-o eu deixava vários chupões ali, marcando-o meu território, como quem diz: ele tem dono e sim ele tem, e o dono dele sou eu. Senti suas mãos apertando a minha bunda, me fazendo ondular, entrar e sair de dentro dele. Me levantei um pouco apoiando as minhas mãos na cabeceira do sofá e aumentei o ritmo, flexionando o meu corpo para frente e para trás. Hoseok jogou a cabeça pro lado, com a boca entreaberta, ele gemia e a sua respiração já estava ofegante. 


Com uma de suas mãos ele segurou o seu próprio membro e começou a se masturba no ritmo das minhas estocadas, com a sua outra mão livre ele me puxou para um beijo totalmente faminto e necessitado, logo gemeu alto entre a minha boca. Senti sua entrada mastigar meu pau e sua mão movimentar-se mais rápido. 


— Aah Yoonie…e-eu v-vou — não conseguiu terminar a frase. Hoseok gozou gostoso melando a sua barriga. 


Enquanto eu ainda o estacava, mas isso não durou muito tempo. Entre gemidos e sussurros eu gozei, apertando os meus olhos e mordendo o meu lábio inferior, apertei o corpo do moreno no meu, misturando nossos fluidos. Me deitei em cima do Hoseok, encostando a minha cabeça no peitoral do mesmo, sentido a nossas respirações ofegantes e o nossos corações batendo de forma descompensada, as mãos do mais velho segurou-me firme o puxando para mais perto colando os nossos corpos. Hoseok me prendia ali nos seus braços como se eu fosse fugir dele. O mais velho apertou forte a minha bunda, fazendo eu soltar um grunhido por conta da dorzinha. Ouvi o som da risada dele e sorri. Depois ficamos em silêncio, até eu finalmente consegui quebrá-lo


— Eu era só um quadro em branco antes de te conhecer, mas você chegou com a suas cores e me pintou. E eu  nunca senti isso que eu estou sentindo por você, e pra ser sincero, eu nunca imaginei que sentiria esses sentimentos por alguém, mas quer saber… — fiz uma breve pausa antes de continuar. Enquanto o meu namorado acariciá o meu cabelo — Quer saber Hoseok, eu não sei explicar exatamente esse sentimento que eu sinto, só sei que eu quero continuar sentindo, e eu também quero te fazer feliz, quero que possa confiar em mim assim como eu já confio em você, quero ser alguém bom para você assim como você é para mim. Porque eu já sou seu e eu espero que você seja somente meu. 


Levantei a minha cabeça e o encarei, ele sorriu para mim antes de depositar um beijo em minha testa, logo em seguida selou os meus lábios e disse: 


— Agora eu tenho certeza do que eu sinto por você, pode parecer cedo demais para dizer isso. Mas eu te amo Yoongi. 


Sorrir para ele e deitei em seu peito novamente, fechei os meus olhos e antes que eu caísse no sono o respondi: 


Eu também    






Notas Finais


Espero que tenham gostado dessa surpresinha minha de ultima hora hihihi, sinceramente eu não pretendia postar esse capitulo agora, só que como eu tenho outros planos ali, decidi postar logo, e também eu estava muito insegura com essa limonada q eu fiz, pq sla, acho q não levo muito jeito pra isso. Mas confesso que gostei do que eu escrevi, claro que pretendo melhorar e muito, mas isso é o que eu tenho pra oferecer a vocês agora, por isso espero que tenham gostado de vrdd

E antes de ir, eu tenho só mais uma coisinha pra dizer:
Aproveitem

É isso, fui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...