1. Spirit Fanfics >
  2. Você Também (Sheith) >
  3. Um fácil "Eu te amo".

História Você Também (Sheith) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá! Vamos acho que isso terá 4 capítulos!
Esse primeiro Capítulo parece confuso, pois a letra da música deveria estar nele, então para entender ouça e leia a letra de You Too do Chase Atlantic, que colocarei no final desse capítulo!

Desculpa os erros e espero que goste!

Capítulo 1 - Um fácil "Eu te amo".


Fanfic / Fanfiction Você Também (Sheith) - Capítulo 1 - Um fácil "Eu te amo".

Narrador on.


E lá estava você. 

Com um sorriso de lado conversando com seus amigos. 

Você era lindo e eu estava entediado. Então após a segunda garrafa de cerveja fui atrás de você e começamos a conversar.

Keith era seu nome e você parecia meio desconfiado. Então logo apenas saiu para outro lugar. 

Novamente para a companhia de seus amigos. 

E então você desapareceu. Como um fantasma.

Chame do que quiser. Destino. Sorte. Eu não me importo. Mas ter amigos em comum era demais. 

Quando voltamos a nós encontrar em festas mais calmas descobri coisas sobre você. 

Mas primeiro, me desculpo por falar demais sobre mim mesmo todas as vezes que estamos juntos.

Sinto muito que sua doença seja a razão por você não comer muito. Bulimia. Eles me contaram. Disseram que você já tem a algum tempo. E que é difícil manter tudo no estômago. Que é difícil se sentir bem consigo mesmo por algum tempo.

É óbvio que bebemos demais. Porque finalmente você começou a falar comigo também. Você desabafou sobre seu pai que nunca te amou. 

Ressentimento foi o que você me disse. Ele não gostava muito de você por se paracer com sua mãe e tinha raiva dela por tê-los abandonados só para continuar indo à festas e aparecendo na TV.

Você Me disse que viu sua mãe na TV e desejou ser como ela. 

Magra. Alta. Amada. Linda. Aventureira.

Todos os dias fazendo coisas diferentes.

Vivendo experiências diferentes.

Sendo amada por pessoas diferentes.

Eu sinto muito por isso tudo. Pois a verdade é que você é lindo. Eu realmente queria que você se visse como eu te vejo.

Mas agora, você deveria abrir outra garrafa. Você está triste, eu vejo isso nos seus olhos. E novamente sinto muito.

Vá. Saia com seus amigos e se divirta. Esqueça dos problemas que a sua cabeça insisti em te lembrar.

E então se foi. Novamente tudo era frio e você desapareceu como um fantasma.

E agora eu estou beijando outra pessoa. Uma com menos problemas e mais fácil de se ganhar.

E eu nem quero fingir.

Deveria ter ouvido quando eles me disseram que é um meio para um fim, se apaixonar é uma maneira de se ter um fim, sim.

Fodasse. Isso é passageiro. Sou novo demais para amar de verdade. Então continuei a beijar a garota dos cabelos platinados.

Só que o mundo queria brincar um pouco mais. 




[•••]




E agora estou em cima do muro. Te olhando.

Eu tinha apenas 25 anos com a falta de respeito e imaturidade de sempre. Você me disse para não te seguir e que estava bem. Só que claramente ignorei isso E então Keith vomitou novamente, toda a comida que a pouco tinha colocado na barriga. 

Solto um suspiro alto e quando ele enfim se acalma olha pra mim e com um suspiro diz:

– Eu avisei para não me seguir. – Ele ajeita a roupa e ainda assim sua aparecencia não era das melhores. É claro que ele ainda era lindo. Só que o rosto pálido e às olheiras fortes o deixavam mais morto do que vivo. Apenas fico o encarando.

Eu disse que não, mas ele sabe que estou tentando ler sua expressão novamente.

– Não escolha alguém que não pode ser como ela. Não escolha alguém como eu. – Keith sussurra ao vento e sai andando para sua casa. Sabia que ele queria alguém que pudesse lidar com isso.

– Não quer companhia? – Perguntei ainda em cima do muro.

– Você que sabe. – ele dá de ombros então pulo e vou ao seu encontro.

Estendo a mão e ele pega. 

– Eu peguei você, Keith. – sorri pra ele que retribuiu.

Andamos até sua casa e então logo estamos sobre sua cama.

Se você ama isso, continue assim.

O quarto está escuro e agora Keith dormi Tranquilamente ao meu lado.

Sabia que não poderia simplesmente ir embora, não podia me mexer, não queira o acordar.

Você também, você também não iria querer me acordar se estivesse em meu lugar e tenho certeza de que se eu saísse agora e você acordasse teria que dar uma explicação barata.

Isso já aconteceu antes conosco. Mas foi o contrário, era você que saia de mansinho. Mas quando acordei você explicou que tinha um ensaio de fotos e que realmente precisava ir mas antes me deu um beijo e disse que me amava. Isso sempre saia tão Natural vindo de você.

Você sempre dizia que era pra mim achar alguém que seja mais fácil de se lidar...Mas enquanto isso diz que me ama? Não é como se estivesse facilitando às coisas pro meu lado. Mas o que devo fazer?

É difícil para mim terminar uma conversa como essa. Não é como se eu pudesse dizer 'eu te amo' quando eu sei que não é verdade, não. Não é fácil para mim dizer essas palavras da maneira que você diz pra mim, com todo aquele carinho e emoção.

Estou aterrorizado com a ideia de me aproximar de você. Aterrorizado de nunca conseguir te amar ou se te amar e não fazer ideia do que vêm a seguir. Sou jovem e imaturo. Acho que nós dois sempre estamos trocando avisos sobre nós mesmo, só não sei se estamos apenas nos auto ignorando.

Os dia estão se passando, e eu não vejo você pessoalmente. Te vi nas capas de algumas revistas daquele sessão de fotos que você me avisou antes e foi só isso. Eu não sei bem se sinto saudades mesmo.

Essa merda toda ocupa tempo demais de Minha Mente. Então marco para nós encontrarmos em algum lugar para podermos conversar.

A situação entre nós era o seguinte: Nós nos encontrávamos em festas e ficávamos juntos quando não tinham ninguém para nós olhar. 

Você disse que era uma bagunça com problemas demais para conseguir lidar sozinho e que era melhor achar alguém mais fácil. 

Eu deveria ter te ouvido. Mas ignorei e acho que acabei te carregando de más esperanças.

Justifique meu terror quando falamos sobre isso.

Justifique o fato de você sempre dizer que me ama e nunca ouvir pelo menos um: Eu também.

Justifique o fato de Realmente nunca te chamar para um encontro, para um namoro ou para outra coisa.

No fundo eu acho que você sabe o porquê. Só não quer acreditar nisso também.


– Hey Keith. – O olho e ele para de beber o café. – Encontre alguém para matar a dor por Agora. Ou sei lá tente Tomar outra pílula e ajudar seu cérebro a se acalmar quanto tudo isso. Acho que nós dois deveríamos dar um tempo? EU não sei bem se são essas palavras já que não temos nada realmente estabelecido e...

Shiro. – sua voz saiu tão baixa.

– Eu não queria estar fazendo isso com você agora eu Ju... – continuo tentando achar uma maneira de acalmar minha própria fala.

– Shiro se você jurar alguma coisa eu soco sua cara. – sua voz agora saí firme, mas ainda era meio baixa. Você não me olhou mais. Só se levantou e saiu do café. Apenas fugindo. Fugir não combinava com você.

Então isso significa que te fiz cair da escada, né?

Eu estava segurando a escada para você enquanto você concertava algo para si mesmo ou simplesmente construía algo para nós dois, continuo confuso quanto tudo isso. Mas eu larguei a escada e você caiu.

E se machucou muito. Ainda mais do que já estava.

Me levanto da mesa em que a pouco você também estava e vou em direção ao caixa. Pago a conta e logo que saio acendo um cigarro. Enquanto ando pelas ruas frias. A fumaça era minha companhia assim como todos os últimos acontecimentos desde você.

Sem amor, ele estava esperando que eu pudesse mudar isso. Fui o favorito dele, ele achava que finalmente Encontrou alguém capaz de o amar.

Ele foi o meu favorito naquela primeira vez que nos vimos. Foi ele que me chamou a atenção então a culpa disso também é dele certo? Por ter me chamado sem nem ter me olhado, por ter se apaixonado e por me amar.

Nunca foi o único a escolher favoritos. Olhe agora. Você é meu favorito e é uma pessoa quebrada. Uma pessoa que acaba de se machucar por talvez sua própria culpa por ter se apaixonado depois dos próprios avisos quanto a si próprio e quanto para mim.

Favoritismo não é algo com o qual me relaciono bem.

Agora meu cigarro acabou e estou na porta de casa. Entro e vou direto para meu quarto. Pego o violão e acendo outro cigarro. 

Vamos compor uma ou mais músicas.

Keith me mandou uma mensagem perguntando como às coisas estavam entre a gente.

E eu menti.

Disse que às coisas ainda eram às mesmas, só que eu não poderia realmente ter um relacionamento como namoro ou outro com ele.

Expliquei que às coisas ainda seriam às mesmas.

Acho que ele aceitou isso já que não me respondeu nada.


[•••]


Acho que pode ter se passado dias. Ou semanas. Eu não sei bem, não fiz questão de reparar no tempo ao meu redor.

Mas enquanto o celular disca e vejo seu número fico sem saber o que fazer.

Há Alguma maneira de fazer uma declaração?

Eu só estava tentando iniciar uma conversa? Ou saber como às coisas estavam?

Keith estava sob a suposição de que eu era famoso. Não era uma suposição. Ele sabia que eu era famoso. Por isso sempre estávamos em festas entediados. 

Ele sabia que não era como se eu tivesse tempo para ficar ligando só para falar baboseiras. Acho que foi por isso que ele atendeu.

Ele supôs que era algo realmente sério. 

Sabia que ele tinha um coração.

Desde o início eu sabia que através de toda aquela raiva ainda tinha algo batendo ali. 

Dava para vê na maneira que ele tratava os amigos e na maneira como me tratava.

Não sabia que eu iria acabar com isso.

Não queria ser a pessoa que quebraria o único fiozinho que ligava ele ao Mundo exterior.

Não escolha. Não escolha isso. Meu coração me dizia.

– Olha Shiro, eu sei que você quer me contar algo. E sei que é sério. Então só vá em frente. Se você ama, então solta a coisa toda. – Eu deveria ter dito tudo nesse momento. Mas não. Comecei a te enrolar novamente.

Quartos escuros. Todas às vezes. Você não gostava de se olhar. Odiava ter que ver aquilo. Odiava se ver.

Logo após a sessão, ele saiba que não posso me mexer. Pois Você está do meu lado. Adormecido. E eu entorpecido sem saber se deveria me levantar e ir embora. 

Você se mexe na cama e me olha. Não estava dormindo, apenas ficou escutando e tenho certeza que escutou todos os suspiros cansados que dei.


You too, you too, no.


É difícil para mim terminar uma conversar novamente. Terminar com 'eu te amo' quando eu sei que não é verdade.

Você está me olhando com esperanças e me abraça. 

– Eu te amo. – Você diz e me beija. Sinto meu corpo todo tremer com isso. Me afasto e me sento na cama. Não podia mais fazer isso. Eu simplesmente não conseguia mais.

– Eu queria te dizer o mesmo, mas é difícil pra mim dizer, "eu te amo" quando eu sei que não é verdade, sinto muito, mas não é verdade, amor. Eu não amo você. – Falei e me levantei. Que tipo de pessoa eu sou? Acabei que quebrar Qualquer coisa que Keith poderia sentir. Acabei de quebrar seu coração. Mas por esses instantes de silêncio eu me senti aliviado enquanto vestia minhas roupas até que ouvi você soluçar.



– O que eu fiz de errado? – Você se levanta da cama. A má iluminação do quarto escuro me impediu de ver seu rosto. Mas por um instante achei ver você tremer. – O que eu faço de errado pra todo mundo sempre ir embora? É tão difícil alguém me amar assim?

– Keith... Não... Não é isso... é só que... – Eu tento, parando de fazer o que fazia para tentar encontrar palavras. Não achei nenhuma.

– É só que? – Você se aproxima e eu continuo calado. – Viu só eu sabia desde o início. Eu só não queria acreditar. Eu deveria ter ouvido todo mundo...eu deveria estar acostumado, mas ainda dói Shiro! – Ele soluça alto.

– Keith eu sei. Eu sei. E eu nunca sinti tanto quanto sinto agora! – O abraço. – Mas eu não posso continuar te enganando okay? Eu tenho certeza que você vai encontrar alguém que te mereça. Mas esse não sou eu. E eu quero que sabia que o problema não é seu e sim meu. Okay Keith? Não é você que é insuficiente! Okay Keith? Eu te amo. Mas não nesse sentido – Falei e ele prendeu a respiração por um tempo. Deus eu podia ouvir as lágrimas caindo.

Keith se afastou sem dizer nada e eu observei enquanto a sombra em meio a escuridão se movia.

Ele me entrego o resto de minhas coisas agora. Caminhou até a porta e a abriu.

– Sai daqui agora. – Ele falou firme. Minhas palavras foram em vão? Ou só pioraram tudo?

– keith. – Tento ainda parado no mesmo lugar.


– Sai daqui agora, Por Favor Shiro. – Keith diz as últimas palavras de forma dolorida e quebrada, então o faço.

– Sinto muito Keith. – Falei ao atravessar a porta e ao mesmo tempo ela se fecha com tudo na minha cara.

Pisco por Alguns momentos e então me afasto.

Ao se afastar pequei o celular e mandei uma mensagem para os amigos que eu e Keith compartilhavamos.



– Oi sou Eu Shiro. E coloquei vocês nesse grupo por causa do Keith. Eu acabei de sair da casa dele e eu fiz algo que o machucou muito...Eu acho que esperava que amaria ele...Mas não aconteceu e acho que ele precisa da companhia de amigos agora. Vocês sabiam das coisas certo? É isso. Desculpa. Tchau.

*Mensagem entregue para:*


•Lance.
•Acxa.
• Pidge.
• Matt.


Shiro saiu.




Shiro off




Narrador on



Assim que a porta se fechou. Keith se apoiou nela com tudo. Como se estivesse com medo de que Shiro a forçasse para abrir novamente. A respiração agora estava acelerada. E ele esperou até ouvir os passos de Shiro o levarem para longe dali antes de escorregar pela porta arranhando um pouco das costas nuas.

Ele voltou a chorar e gritou de raiva. Fodasse se Shiro ainda podia ouvir. Ele não se importava. Ninguém nunca se importava com ele.

Era tudo mentira.

Sempre era... Então por que ainda doía tanto?

Keith esperava nunca mais sair dali. Ou ele precisava dormir um pouco. Ou qualquer outra coisa capaz de lhe tirar daquela dor.

Ele se levantou e correu até a escrivaninha, abrindo uma garrafa e pegando três comprimidos. Os engoliu sem água nem nada.

Se deitou na cama abraçou o travesseiro e gritou e chorou de novo, implorando para que os remédios fizessem seu trabalho logo.


[•••]


Em algum momento talvez Acxa encontrasse Shiro em outra festa e o socasse por ter feito isso ou só o seguraria para que Pidge fizesse o trabalho. É claro que eles ignoraram o fato de Keith ter pedido para que eles não fizessem nada. Mas eles não poderiam deixar o amigo assim né? Eles tinham que fazer isso pelo amigo. Pelo menos uma vez sentiam que precisam fazer algo a mais por keith, mesmo que pra isso tivessem que passar por suas vontades.


[•••]


Keith on


Às vezes me sinto como se todos os meus sentimentos tivessem sido jogados no lixo. Como se não fossem nada. E é difícil pensar nisso. Ainda mais sozinho no quarto. É como se o meu coração estivesse doendo.

Todos os meus sentimentos foram jogados no lixo por você, Shiro.

E sabe o que é foda? 

É o fato de que agora você está em algum lugar. O fato de que consegue viver sem mim. O Foda é que eu não vivo sem você e se você não está aqui eu não consego dormir.

Me desculpa por tudo, eu tentei ser seu tudo, mas fracassei.

Me desculpa.

Eu não fui capaz de amar por nós dois. 

Mas mesmo assim, eu só queria que você segurasse a minha mão, e para meus problemas você ser a solução. Mas você mentiu. E depois disse a verdade e então foi embora. 



Letra/tradução: You Too by Chase Atlantic



Desculpe se eu falo demais de mim

Sorry if I speak about me too much

Sinto muito que sua doença seja a

I'm sorry that your illness is the

Razão sub sequencial de você não comer muito, oh

Sub-sequential reason you don't eat too much, oh

É óbvio que bebemos demais

It's obvious we drink too much

Sinto muito que seu pai nunca te amou

I'm sorry that your father never loved you

E você viu sua mãe na TV demais, oh

And you saw your mother on the TV too much, oh

Você deve abrir uma garrafa novamente

You should pop a bottle again

Talvez compre alguns bares

Maybe buy a couple bars

Tirá-los com seus amigos, sim

Take them out with your friends, yeah

E eu nem quero fingir

And I don't even want to pretend

Deveria ter ouvido quando eles me disseram que é um meio para um fim, sim

Should've listened when they told me it's a means to an end, yeah

E agora estou em cima do muro

And now I'm out on the fence

Eu tinha apenas 19 anos com falta de respeito

I was only 19 with a lack of respect

E então ela vomitou novamente

And then she threw up again

Disse que não, mas ela sabe que estou lendo novamente

Said she didn't but she know I'm reading through it again

Não escolha (não escolha)

Don't choose, (Don't choose)

Se você ama, então solta a coisa, sim

If you love it then you cut the thing loose, yeah

Quartos escuros, (Quartos escuros)

Dark rooms, (Dark rooms)

Na sessão, para que ela saiba que não posso me mexer, sim

In the session so she know I can't move, yeah

Você também, você também, não

You too, you too, no

É difícil para mim terminar uma conversa

It's hard for me to end a conversation

Com 'eu te amo' quando eu sei que não é verdade, não

With 'I love you' when I know it's not true, no

Estou aterrorizada com a ideia de me aproximar de você

I'm terrified by thoughts of getting close to you

Justifique meu terror quando falamos sobre isso

Justify my terror when we talk it through

Encontre alguém para matar a dor por enquanto

Find somebody else to kill the pain for now

Tomar outra pílula e ajudar seu cérebro a se acalmar

Pop another pill and help your brain calm down

Então ela caiu da escada, sim

Then she fell down the stairs, yeah

Para levá-lo através do básico

To take you through the basics

Sem amor, ela estava esperando que eu pudesse mudar isso

No love, she was hoping I could change it

Nunca foi o único a escolher favoritos

Never been the one to pick favorites

Favoritismo não é algo com o qual me relaciono bem

Favoritism isn't something I relate with well

Alguma maneira de fazer uma declaração

Some way to make a statement

Eu só estava tentando iniciar uma conversa

I was only tryna' start a conversation

Ela estava sob a suposição de que eu era famoso

She was under the assumption I was famous

Sabia que ela tinha um coração

Knew she had a heart

Não sabia que eu iria acabar com isso

Didn't know that I would break it, off

Não escolha

Don't choose

Se você ama, então solta a coisa, sim

If you love it then you cut the thing loose, yeah

Quartos escuros

Dark rooms

Na sessão, para que ela saiba que não posso me mexer, sim

In the session so she know I can't move, yeah

Você também, você também, não

You too, you too, no

É difícil para mim terminar uma conversa

It's hard for me to end a conversation

Com 'eu te amo' quando eu sei que não é verdade

With 'I love you' when I know it's not true

(É difícil para mim terminar a conversa com 'Eu

(It's hard for me to end the conversation with 'I

Te amo 'quando eu sei que não é verdade, não é verdade, amor)

Love you' when I know it's not true, it'a not true babe)


Notas Finais


Shiro foi um FDP, não?

Sinto muito os erros e aí fico feliz e triste com isso!

E Hey! Se acalme! Ainda vou dar um final feliz a eles!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...