1. Spirit Fanfics >
  2. Você tem uma escolha, Kanjori >
  3. Eu escolhi você, Kocho Shinobu

História Você tem uma escolha, Kanjori - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Yooo olha eu trazendo um Yuri pra vocês.

Eu tive essa ideia doida na madrugada, então já sabem.

Capítulo 1 - Eu escolhi você, Kocho Shinobu


Fanfic / Fanfiction Você tem uma escolha, Kanjori - Capítulo 1 - Eu escolhi você, Kocho Shinobu


Ela sabia dos riscos que correria se me escolhesse, e mesmo assim, ela veio até a fronteira.

Mitsuri Kanjori era uma anja, ela sempre foi tão gentil, jamais me julgou pelos meus atos, não me condenou pela minha natureza, não me tratou como sua rival natural. Não. Ela estendeu a mão para mim, ficou comigo até o final.

Eu nunca consegui entende-la, quando ela me achou naquela floresta coberta de neve ela poderia muito bem ter me deixado lá, poderia ter dito para algum guardião, mas ela não fez isso. Mitsuri me levou até a sua casa, ela cuidou de mim, tentou afastar seus amigos o máximo que conseguia de sua casa. Ela fez isso por si.

Estavam felizes juntas, tinham uma a outra, isso era o bastante para as duas. Se encontravam na fronteira de seus mundos, Mitsuri sempre dizia o quão engraçado era as fronteiras, um lado completamente branco, e o outro era tão escuro que não dava pra enxergar quem se aproximava. Completos opostos, eram como Ying Yang.

Kanjori achava que os dois mundos deveriam se unir, afinal poderia existir um lindo amor entre anjos e demônios, assim como aconteceu com elas.

O sorriso da rosada quando falava sobre amor era lindo, a coisa mais linda e perfeita que já viu em sua vida. 

Algo que Kocho mais admirava em Mitsuri era a forma como ela ajudava os outros, não se importava com a espécie, para ela todos merecem uma chance de encontrar a felicidade.

Riam todas as noites que passavam juntas, falavam de como seus colegas formariam ótimos casais. Chegava a ser clichê a forma como se entendiam tão bem.

Tudo estava tranquilo até um certo anjo aparecer a vida das duas. Obanai Iguro, um guarda real estava cortejando Kanjori, fez até a proposta de casamento, que foi negada várias vezes.

Mas parecia que Obanai não desistia, sempre corria atrás de Kanjori, sempre pedia a garota em casamento. Parecia até que ele necessitava que Mitsuri aceitasse.

Em uma das noites em que Kocho estava na casa de Mitsuri, Obanai apareceu. Seu rosto era de completo espanto, o bicolor iria chamar um guardião, mas foi impedido por Kanjori.

- Não faça isso, por favor, Iguro - Disse Mitsuri entre lágrimas, não permitiria que levassem Kocho de si.

Tiveram uma discussão sobre o quão errado era a situação da rosada. Um anjo tendo um caso com um demônio, era clichê e errado. Iguro gritava várias vezes dizendo que não era como nos filmes, não iria ter um felizes para sempre com Shinobu porque a vida não era assim, Kocho Shinobu era rival natural deles, e assim deveria ser.

- Você não vê que se continuar falando assim só vai magoa-la? Está sendo egoísta Obanai - A voz de Shinobu era alta e calma, o que não condizia com sua face.

- Você nunca deveria ter vindo até aqui, você a corrompeu, deveria ter ficado no seu mundinho podre - Assim como Shinobu o rosto de Obanai era calmo, mas suas palavras eram ásperas.

Mitsuri chorava, estava vendo uma discussão entre seu amor e um de seus amigos antigos, ela nunca pediu por isso, nunca pediu para causar problemas a Kocho.

- PAREM COM ISSO - Foi a única coisa que conseguiu dizer antes de Iguro dar um tapa em Kocho.

Kocho e Iguro partiram para a violência, iriam se matar se não fosse a intervenção de Mitsuri.

- Por favor saia Iguro… Não quero que você apareça mais aqui, não quero que diga nada sobre Kocho para ninguém, isso não é da sua… Da sua conta - Entre suas lágrimas dizia para Iguro, sua voz incrivelmente não vacilou consigo.

- Eu estou tentando te proteger Mitsuri! Ela é um demônio sujo, não quero que seja corrompida ou banida dos céus por essa aberração - Tentou segurar a mão de Kanjori, mas a mesma impediu.

- Não preciso de proteção! A vida é minha ou sua Iguro? Vá catar coquinhos! - Foi com essas palavras que Iguro saiu de sua casa. Kocho ficou do seu lado, tentou reconforta-lá da melhor forma possível.

Passou a noite contando sobre como Iguro era alguém importante para si, eram amigos desde a escola e cresceram juntos. Eram muito próximos, mas isso mudou quando Iguro foi recrutado como guarda real. Aquela amizade e conexão que só os dois tinham, foi sumindo com o passar do tempo.

O que pareciam dias se tornaram semanas, meses e quando se deram conta não se falavam a oito anos.

Mitsuri Kanjori estava devastada, foi até a floresta tentar relaxar e se concentrar em alguma coisa. Sabia que se continuasse andando naquela neve sem um casaco ficaria doente. 

Iriam embora quando viu algo se mexendo no meio daquela neve, não parecia um animal, mas sim alguém.

Limpou a neve de cima da criatura, até ver que era um demônio, por algum motivo de sentiu atraída pela garota de mechas roxas. Com a força que tinha levou a garota até sua casa, não tinha muito experiência com medicina, por isso limpou alguns ferimentos da garota com água, pegou algumas cobertas e ligou a lareira que tinha em seu quarto. Deixou tudo quentinho para que a garota de pontas roxas ficasse aquecida.

Nem percebeu quando criou uma amizade com Kocho, quando viu já estava indo até a fronteira de seu mundo para vê-la.

Naquele momento em que Kanjori chorava, Shinobu fez aquela proposta.

- Você terá que escolher, eu ou Obanai. Se me escolher apareça amanhã no lugar de sempre, se escolher Obanai não precisa aparecer - Selou os lábios na testa da rosada e saiu de sua casa.

Shinobu realmente não sabia quem Mitsuri iriam escolher, mas tinha a esperança de que fosse ela. Voltou para sua casa e recebeu um interrogatório vindo de Rengoku Kyoujurou, um amigo que considerava irmão.

Contou para Kyoujurou sobre Mitsuri, clado que no começo o loiro ficou indignado consigo, mas percebeu que depois ele suavizou sua feição, até perguntou mais sobre Kanjori.

Ficou a noite toda desabafando com Rengoku. Quando amanheceu, foi direto para a fronteira de seu mundo.

No meio da fronteira existia um rio, era a única coisa que parecia ter vida entre os dois mundos. A água era tão azul que parecia que transmitia paz.

Esperou por Kanjori por alguns minutos, ficou olhando para o lago, pensava nos bons momentos que teve com Mitsuri.

- KOCHOOOO - A voz fina de Mitsuri foi ouvida por Shinobu. Seus olhos cheios de água. Então ela a escolheu.

A rosada pulos sobre Kocho, uniu seus lábios com paixão, o selar logo virou um beijo de verdade. Exploravam casa canto de das bocas alheias, eram calmo e sem nenhuma maldade.

Se separam pela falta de ar, o sorriso que Mitsuri deu ficou registrado em sua mente.

- Eu escolho você, Kocho Shinobu.



Notas Finais


Aiai eu acho essas duas fofas.

Me digam o que vocês acabaram desse devaneio meu.

Percebi que essa é a primeira história Yuri que eu fiz e tive coragem de postar.

Adios.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...