História Vocês já parou para pensar? (OneShot BaixaThentic) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cauê "BaixaMemoria" Bueno, Marco Tulio "AuthenticGames"
Personagens Cauê Bueno, Marco Tulio "AuthenticGames", Personagens Originais
Tags Authenticgames, Authenticmemória, Baixamemoria, Baixathentic, Caûe, Depressão, Marco, Romance, Shipps, Youtubers
Visualizações 93
Palavras 1.577
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Querido Diário,

De uns meses para cá eu, Cauê Bueno, tenho me sentido... Vazio sabe... 

Tudo é... Estranho.

Eu tenho me machucado com as pessoas ao meu redor... Cada vez vou sentindo nojo delas... Vendo o quanto são machistas, homofóbicas, idiotas... Venho percebendo que as pessoas não se importam se vão machucar uma pessoas ou não com seus atos ou palavras...

Minha vontade de sumir é cada vez maior... Tudo na minha volta tem passado tão insignificanticamente por mim... Eu tenho parado de sorrir com as simples coisas da vida... Eu não tenho mais vontade de sair com meus amigos... Eles só sabem zuar... Não levam nada a sério... Eles ficam falando o quanto são machos e quantas "vadias" iriam conseguir comer esse ano... Eu tenho nojo deles...

Eu tenho me afastado tanto de meus pais... Eles só brigam... Um dia meu pai deu um soco no rosto da minha mãe... Eu escutei seus soluços desesperados... Mas eu não podia fazer nada... Se eu enfrentasse ele... Hora ou outra ele iria matá-la... Ele não á ama... Ele não me ama...

Eu me sinto inútil... Tem dias que não consigo sair da minha cama... Minha mente fica conturbada... Eu tento dormir para tentar esquecer de tudo... E já cheguei á pedir para Deus, para que naquele momento eu não sonhe nada... Eu odeio sonhar com coisas que me fazem lembrar do inferno que é o mundo real...

>>>

Querido Diário,

É normal chorar de madrugada? Tipo... Sem motivo aparente... Só... Tentando liberar um sentimento ruim que vem crescendo no meu peito...

Eu já cheguei ao ponto de ficar deitado na minha cama, olhando para a parede, sem focar, só para não pensar em nada... Descansar a mente...

Eu entro no banheiro, sento na privada com a tampa abaixada e começo a me arranhar... O mais forte que eu consigo... Eu me odeio... Eu não consigo ser normal igual aos outros, eu pareço doente... Todos sofrendo á minha volta e eu reclamando por estar cansado sendo que não faço nada... Eu simplesmente não consigo fazer nada... Eu só durmo... Mas parece que acordo cada vez mais cansado...

Minha mãe cortou minhas unhas... Ela acabou vendo eu me arranhando até me machucar... E... Falou que era para mim parar de bobagem...

Eu não consigo mais chorar de madrugada... Nem dormir... Eu sinto remorço... Eu tento chorar para liberar esse sentimento ruim de mim... Mas não sai... Meu coração fica acelerado... Eu fico pensando em maneiras de me matar... Minhas mãos ficam trêmulas... Talvez se eu morresse tudo seria melhor...

>>>

Querido Diário,

Eu tentei desabafar com meus "amigos" sobre o que eu estou sentindo... Eles nem sequer ligaram... Falaram que é draminha meu... Eu não posso contar sobre as brigas dentro de casa... Eu sou um idiota... Por que eu não consigo mais sorrir? Por... Que?

No banho eu peguei a gilete e... Fiz dois cortes no meu braço enquanto eu estava remoendo tudo o que tem acontecido... Meu peito estava acelerando e... Eu só cortei...

Vi meu sangue ir embora pelo ralo... Minha pressão começou a cair... Eu tenho trauma de sangue... Eu sentia tudo gelado... Fiquei pálido, visão embaçada... Respiração acelerada, sangue escorrendo dos cortes... Eu segurando meu pulso aberto para o sangue parar de sair...

Eu comecei a rodar o banheiro desesperado... Eu... Me senti inútil pois iria fazer minha mãe chorar se eu morresse... Meus cortes foram um pouco fundos demais...

Não era medo da morte... Era um sentimento de culpa, ódio de mim mesmo... Eu me odeio...

Eu peguei a toalha e coloquei em volta do pulso e sentei na tampa da privada... Minha pressão voltou ao normal...

Eu lavei todo o sangue e fui para meu quarto, tentando esconder meu pulso.

Coloquei pijama de frio e fiquei na cama, trancado em meu quarto... Pensando em nada... Apenas... Cansado de tudo.

>>>

Querido Diário,

Meu estado só vem ficando pior... Eu desisti de ficar perto deles... Marco foi o único que reagiu... Ele ficou triste por minha causa... E novamente... Eu sou uma decepção á todos...

Marco me pediu para eu tirar meu moletom... Eu não queria mas... Ele tirou de mim... Eu sem forças para lutar só... Deixei... Eu preciso de ajuda mas, estou com medo de pedir... Muito medo...

Meus cortes estavam á mostra... Minha camiseta branca estava com algumas manchas de sangue que havia escorrido de meus machucados...

Marco me olhou e... Me abraçou tão forte... Eu... Não recebia um abraço verdadeiro a tanto tempo... Ele havia mexido nos meus cabelos enquanto meu rosto estava no seu peito... Eu juro... Tentei segurar as lágrimas... Eu não gosto de que me vejam chorando... Elas vão fazer perguntas e... Eu não posso responder... Eu sou doente... Eu... Iria afastá-las de mim... Como todas as outras...

Suas palavras me confortaram e... Acho que ele é o único que quer me ouvir sem me julgar... Eu tenho tanto medo de viver...

>>>

Querido Diário,

Marco me beijou ontem a noite... Eu... Me senti estranho... Sabe... Eu nunca fiz isso com um garoto...

Foi bem quando decidi contar a ele sobre meus pais... O que estava acontecendo...

Estávamos na minha cama, um do lado do outro. Eu havia encostado minha cabeça no ombro dele e desabei em lágrimas...

E ele me beijou... Foi bom até... Ele está gostando de mim mas... Acho que não estou pronto para namorar alguém sabe...

Essa pessoa só vai se machucar comigo e eu vou fazê-la chorar... Eu sou um idiota, como alguém gosta de mim? Eu não faço nada, não consigo nem sair da minha própria cama... Como que alguém vai gostar de um traste como eu?

>>>

Querido... Marco,

Me desculpa ter sido tão fraco... Você sabe que eu nunca consegui ser forte com nada...

Saiba que você é o amor da minha vida e que... Um dia nos encontraremos no céu... Eu acho.

Desde que eu havia assumido ser gay para minha família, tudo piorou... Meu pai me espancou... Falou que minha mãe não soube me criar e que eu não passava de um idiota, fraco, marica e muitas outras coisas... Por que não contei para você antes e abria um sorriso lindo para você sempre que estávamos juntos? Eu te amo, você iria sofrer e estou cansado de só estragar as vidas alheias...

Não sofra por mim... Eu não mereço nem uma lágrima sequer sua derramada por mim...

Obrigada por ter tentado me salvar mas... Meu buraco já estava fundo demais... Você iria cair junto a mim se eu te desse minha mão... Por isso prefiro soltar e cair no abismo eterno sozinho... Do que levar você, essa pessoa tão maravilhosa junto a mim...

Me perdoa... Eu te amo tanto... Me desculpa me despedir assim... Seu cheiro vai estar sempre comigo... Estou usando seu moletom azul que você acabou esquecendo em cima do sofá... Adeus... Pela última vez Tt...

>>>

O maior foi derramando suas lágrimas pelo caderno que havia um cadeado.

Marco na esperança de ver Cauê sorrir pela última vez foi correndo, deixando o diário aberto em cima da cama.

Na casa do menor, não havia ninguém... A porta estava aberta.

Marco entra e vê o menor subindo na cadeira, tremendo muito, utilizando seu moletom como havia dito.

Cauê acaba se assustando, não esperava que Marco viesse... Era para ele ter se pendurado pelo pescoço na corda á umas meia hora atrás mas... Ele sentiu que necessitava rever todos os momentos juntos de Marco, a úncia pessoa que estava do seu lado independente das consequências, novamente.

- Não desista... Por favor Cauê... - o moreno suplicava ao menor...

- Eu estou destruído com todos... Eu só queria um pouco de paz Marco - Cauê desaba em lágrimas e cai de joelhos.

O moreno corre até Cauê e o abraça, o tirando de perto da corda...

- Eu não vou deixar você ficar perto desses monstros... Você é perfeito demais para eles...

- Eu queria sumir da vida deles...

- Você tem 18 anos Cauê... Por favor, deixa eu cuidar de você... Mora comigo? - Marco pergunta... O garoto morava sozinho a dois anos já...

- Eu preciso de você... - o menor abraça o maior, que retribui.

- Você já parou para pensar em como seria minha vida sem o seu sorriso alegrando meu dia? Como seria minha vida sem eu poder de provocar com chupões? Sem eu poder bagunçar seu cabelo só para te irritar? Sem eu poder te pegar no colo de surpresa e te encher de cosquinha? Minha vida seria uma merda bebê... Você é a pessoa mais importante, linda e perfeita da minha vida! Você falou que precisa de ajuda... Eu sou o que querido? Eu to aqui pra nada? É isso mesmo Brasil? - Marco começa a fazer gracinha, fazendo o menor abrir um sorriso em meio as lágrimas.

- Você é o único que faz tudo isso por mim...

- Sabe por que? - ele dá um selinho no menor que estava sentado no chão, com seus braços em cima da perna do maior - Por que você me conquistou... Com esse jeitinho tão carinhoso e sensível de ser... Você é único Cauê... Por favor para de pensar bobagem tá? - ele faz cafuné no menor - Você vai começar a ir no psicólogo, eu quero ver você feliz de verdade! Não tenha medo de expressar o que sente! Apenas joga o foda-se pro mundo e fica abraçado comigo, fazendo idiotices, sendo fofo ou safado... Apenas fique comigo... Isso já é o suficiente para me deixar feliz...

O maior pega Cauê no colo, estilo noiva, senta na cama do menor e o coloca em cima do seu colo.

Caca coloca a cabeça no peito de Tt, que puxa o menor para um beijo acolhedor, carinhoso... Necessário...


Notas Finais


Obrigada por ler, espero q tenham gostado, tenho outras fics/ones, amo vcs e fui! Tchau

Twitter: ShippersKawaii / CentralBueno
Insta: Tt_e_Caca_my_angels / CentralBueno
Canal: 2 Shippers Lokas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...