História Vocês são namorados? - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Chanyeol, D.O, Personagens Originais
Visualizações 71
Palavras 2.585
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Galera, sou só eu, ou vocês também queriam ter uma amizade colorida? Daquelas que você liga e fala, oi vamo, e a pessoa vem correndo, sem compromisso nem nada, só troca de saliva shksskks

Chega de falar merda, e boa leitura

Capítulo 2 - Tá maluco, maluco?


Fanfic / Fanfiction Vocês são namorados? - Capítulo 2 - Tá maluco, maluco?

 Kyungsoo e Chanyeol estavam juntos a exatos, cinco meses, doze dias e trinta e um minutos, de acordo com a contagem de Chanyeol. O Park estava todo bobo, acordava sorrindo, comia sorrindo, fazia cocô sorrindo, fazia trabalho da faculdade sorrindo, é impossível, mas acredite, ele só vivia sorrindo.

  Chegava a ser bizarro quem olhava de longe, mas o Park estava muito feliz, quem antes via os status do grandão apenas via várias e várias indiretas, mas nesses cinco meses para cá, só posta foto com Kyungsoo, e quando não posta foto, posta print, e quando não posta print posta música romântica, e assim Chanyeol ia vivendo. Kyungsoo não gostava muito da forma que Chanyeol expunha o relacionamento deles, mas não reclamava, também estava feliz, do jeito dele, mas estava.





Chanyeollie postou um status à cinco minutos atrás:



O dia amanheceu tão lindo, que eu vou chamá-lo de Kyungsoo.

Já falei que ele é o meu namorado?









  -Chanyeol, eu vou te silenciar do meus status, você está um porre cara, ain meu namorado Kyungsoo, eu tenho namorado, Kyungsoo isso Kyungsoo aquilo. Me poupe! Respeita os encalhados, porra! - Reclamou Sooyoung.


  -Desculpe Soo, mas eu ainda não consigo acreditar, parece que eu posso morrer a qualquer momento de tanta felicidade! - Sorriu Chanyeol.


  -Guarda pra você essa felicidade, ninguém é obrigado a ver essas postagens de casal, coisa melosa, coisa chata! - Exclamou a Park.





  Os dois estavam sentados no refeitório da faculdade, todos estavam alheios da conversa dos dois, estavam ocupados demais desesperados pelo trabalho gigante que passariam, com aquelas pataquadas de normas da ABNT. Mas acredite, Chanyeol ainda conseguia sorrir.





  -Ai Soo, é tão bom estar apaixonado. - Sooyoung revirou os olhos. - Você sente aquelas borboletas no estômago, o coração acelera, as mãos ficam suadas... Sente saudade da pessoa a todo momento, tipo agora, estou morrendo por dentro porque Kyungsoo não vai vim hoje.


 -Chanyeol, vai dar o cu, cansei dessa melação toda.


  -Bem que eu queria. - Resmungou alto o suficiente para sua amiga ouvir.


  -Calma, o quê?! Vocês nunca--


  -Não. - Respondeu Chanyeol de imediato.


  -Com esse fogo que você tem? Não acredito nessa barbaridade, pensei que tinha rolado com dias de namoro. - Confessou a morena.



  -Não vou negar que eu queria, mas todas as vezes que começa a esquentar ele simplesmente me afasta e diz, ainda não Chan. - Suspirou frustrado. - Estou sentindo minha virgindade voltar.


  -Kyungsoo pode ser virgem, já parou pra pensar?


  -Ele não é, eu sei que não, mas se continuar assim, vamos voltar a ser.


  -Parece que esse relacionamento não é tão perfeito assim, não é?


  -Todo relacionamento tem defeito, mas eu não me importo de me tornar virgem de novo pelo Kyungsoo. - Sorriu e novamente Sooyoung revirou os olhos.








               Esperar o que, Kyungsoo?








  E lá estava Chanyeol, na casa de Kyungsoo aos beijos com o menor, o Park estava deitado na cama do Do e quanto o menor estava deitado de frente para si.

  Chanyeol não precisava muito para ficar duro pelo Kyungsoo, só de ter os lábios carnudos do mesmo sobre os seus já era o suficiente. Mas não importava o quão duro ele ficava, Kyungsoo nunca o ajudava a se aliviar.


  Os beijos foram ficando mais intensos e Chanyeol acabou ficando por cima de Kyungsoo, que segurava sua cintura com posse, o pau do baixinho também estava duro, e ter um Chanyeol em cima de si se esfregando nele não o ajudava.




  -Chan, ainda não. - Disse ofegante. - Vamos parar por aqui, ok?


  -Ok. - Bufou.


 -Meu primo veio passar uns dias aqui em casa. - Comentou Kyungsoo tentando esfriar o calor que seu corpo estava sentindo no momento. - Fica aqui eu quero te apresentar ele.


  -Tudo bem. - Sorriu. - Como é o nome dele?


  -Ele não é primo de verdade, sabe? Lembra quando eu viajei por um mês pra china? Eu fiz um amigo lá, mas a família dele me acolheu tão bem que eu me senti parte da família. - Sorriu ao lembrar. - Zhang Yixing, você vai amar ele.





  Chanyeol lembrava, lembrava muito bem dessa viagem repentina pra China. Como ia esquecer se a foto de perfil do Kyungsoo ainda era ele agarrado com esse chinês filho da mãe? Isso que a viagem foi feita a uns dois anos atrás. Não que Chanyeol sentisse ciúmes, longe disso, mas se Yixing morresse atropelado, ia ser o Park que estaria dirigindo o veículo.






Chanyeollie postou um status agora mesmo:



Vou tirar carteira de motorista só pra poder te atropelar ^-^






  -Chanyeol esse é o Yixing, e Yixing esse é o Chanyeol. - Apresentou Kyungsoo.


 -Muito prazer. - Disse o chinês sorrindo mostrando suas lindas covinhas. - Ele é bem alto, né Dodoya?


  -Só um pouquinho, você que é uma ovelinha pequena. - Sorriu Kyungsoo.


 -Eu continuo sendo mais alto que você. - Brincou o Zhang.




  Ótimo, apelido carinhoso, Kyungsoo não o deu um apelido carinhoso, e de onde esse chinês maldito tirou esse Dodoya? Que intimidade era aquela com o seu namorado?

  Chanyeol sempre foi uma pessoa bem ciumenta, sentia ciúmes até mesmo de suas cuecas, quando era mais novo bateu em um coleguinha por ele ter dado um singelo beijinho no rosto de sua professora favorita. Você acha mesmo que ele não iria surtar, por saber que, primeiro, até apelido carinhoso eles trocaram, segundo, o chinês era bonito - não que ele fosse admitir em voz alta - e terceiro, os dois ficaram sozinhos, naquela casa enorme e provavelmente eles dormiriam no mesmo quarto e talvez, até mesmo na mesma cama. Se Chanyeol estava com ciúmes? Com toda a certeza.




 -Está tudo bem Chan? - Kyungsoo perguntou ao notar Chanyeol calado demais.



 -Está sim, eu só--



  O grandão foi interropido pelo toque do celular, ao retirar o aparelho do bolso e franzir o cenho, antes de atender.



 -Baekhyun?




  Após ouvir o nome do seu inimigo Kyungsoo cruzou os braços e passou a encarar Chanyeol, que também o encarava sem entender o porque daquela cara.

  Porque infernos Chanyeol não tinha apagado o número desse menino?!?




  -Chan? Oi, eu preciso muito falar com você, é urgente.


  -Falar comigo? - Franziu o cenho. - Pode falar Baek, eu estou ouvindo.


 -Tem que ser pessoalmente.


 -Pessoalmente?




  Kyungsoo arqueou as sobrancelhas e passou a bater o pé descontrolamente contra o chão, sentia uma raiva fora do comum de Baekhyun - Lê-se ciúmes. - lebram daquele carinha que Chanyeol beijou na frente de Kyungsoo? Pois é, era ele, Byun Baekhyun.

  Ouvir sair da boca Chanyeol esse apelido asqueroso, deu vontade de pegar o telefone e fazer Chanyeol engolir. Não que ele estivesse com ciúmes, mas se um dia o Do fosse preso, seria por ele ter assassinado Byun Baekhyun.




  -É, você está livre?


 -Não? Quer dizer, eu estou na casa do Kyungsoo agora.


 -Seu namorado. - Kyungsoo completou.


 -O meu namorado. - Sorriu Chanyeol.


 -Aish, é importante Chanyeol, só vem aqui em casa, vai ser rapidinho, por favor.


 -Você ainda mora no mesmo lugar?


 -Moro.


 -Daqui a pouco eu estou aí. - Encerrou a chamada.


 -Onde você pensa que vai, Park Chanyeol? - Perguntou o Do irritado.


  -Na casa do Baekhyun, é rapidinho.


 -Daqui você não sai Chanyeol!


 -Kyungsoo é só o Baek, não o demônio.


  -Ah fala isso pra minhas paranóias! - Exclamou o Do. - E para de chamar ele de Baek. - Apontou o dedo para o maior.


  -Ahn... Gente? - Yixing chamou. - Não é por nada, mas eu ainda estou aqui.


 -Desculpa Xing, é que meu namorado não entende que ter salvo ainda o número do ex-ficante e dizer que vai na casa dele na frente do atual, é o cúmulo da babaquice.


  -Ele disse que é urgente Kyung. - Tentou argumentar.


 -Urgente é minha vontade de esmurrar a cara de vocês dois, sai pela aquela porta pra você ver Chanyeol!


  -Mas Kyung, é uma passadinha, as vezes é bobagem, ele vivia fazendo isso quando a gente tinha um lance, me chamava só pra pegar as bolachas que estavam na prateleira mais alta.


  -Park Chanyeol. - Disse entre dentes. - Você não vai, dorme aqui hoje, amanhã, até Baekhyun morrer ou mudar de país.




   E Chanyeol acabou não indo, ficou lá dormiu agarradinho com seu namorado, só pra ter a certeza que no meio da noite ele não levantaria pra visitar certo chinês no quarto que ele estava.







A carne é fraca, mas não é impossível de resistir.






Chanyeollie postou um status agora mesmo:


Dormir é bom, mas dormir abraçado com o namorado é maravilhoso! Bom diaaa!!






SooYoung♡[08:39]: E aí, rolou????


Chanyeollie[08:44]: Rolar? O que tinha pra rolar?


SooYoung♡[08:44]: Misericórdia Chanyeol, vocês transaram? Eu vi seus status então só liguei os pontos...


Chanyeollie[08:45]: Não quem me dera, só dormi aqui por ele ficou com ciúmes depois que o Baek me ligou pedindo pra mim ir até a casa dele, ai ele surtou e disse pra eu dormir lá, e eu como não consigo negar nada pra ele, dormi.


SooYoung♡[08:45]: O Byun? Porque eu não estou surpresa? Ele terminou recentemente, é ÓBVIO que ele ia te procurar, precisa de alguém pra acalmar a carência dele. Você também está se considerando virgem novamente, então só toma cuidado. O Baekhyun e você é tipo fogo e gasolina, os dois juntos só dá merda.

SooYoung♡[08:46]: TE DOU CINCO MINUTOS PRA CHEGAR AQUI !!!








  Kyungsoo não saiu de perto de Chanyeol um só minuto, se o maior fosse ao banheiro o Do estava atrás, na cantina, na sala, no armário, Kyungsoo estava em todos os cantos. A verdade que só de pensar que Baekhyun podia chegar a qualquer momento e conversar com seu namorado o apavorava. O Byun era bonito, carismático, aclamado e desejado por várias pessoas, enquanto Kyungsoo era apenas o Kyungsoo. - se ele dissesse isso em voz alta, Chanyeol o daria um soco - No dia que o Park beijou o Byun na sua frente, ele só riu pra não surtar, Chanyeol beijava aquele menino com tanta vontade, que Kyungsoo jura por qualquer coisa, se eles não tivessem cessado o ósculo naquele exato momento, ele ia fazer uma cena, e meter a mão na cara dos dois. Não era apenas isso, o Byun podia ser tudo isso, mas ele também podia dar a Chanyeol o que Kyungsoo não podia/conseguia dar.

É aquele ditado: O que adianta dar o coração, se alguma pessoa vai dar o cu?


Lispector: alguém.








  -Chanyeol? - Gritou Baekhyun no meio do corredor. - Te procurei em vários lugares, cara. - O loirinho se aproximou. - O que acha de passar lá em casa?


 -Foi mau Byun, mas eu namoro agora.





  Chanyeol seguiu até o banheiro, onde estava Kyungsoo agora? Estava atrás de si até agora, e o Do some do nada, o deixando sozinho, com uma tentação difícil, porém não impossível de resistir.

  Crente que estava sozinho, o Park suspirou e sussurou baixinho, Jesus me ajuda, pelo amor de Deus. Teria que apelar para todos os santos existentes no mundo, porque, cara, era difícil dizer não quando seu pau bate na testa só de ver um certo alguém - Lê-se Kyungsoo - apenas morder o lábio inferior.




  -Eu posso te ajudar, só passar lá em casa. - Sorriu de canto o Byun.


 -Já falei que não! - Chanyeol fechou os olhos.


  -Ah Chanyeol, qual é? - Se aproximou do Park. - Ele nem precisa saber, huh? Só vai ser nós dois, coisa nossa.




  A respiração do Byun mesclava com a do moreno, que dizia que não iria em lugar nenhum, mas isso só atraía ainda mais Baekhyun, que dizia baixinho a Chanyeol que poderia fazê-lo gozar como Kyungsoo nunca fez. Chanyeol estava sensível, com vontade de ter o corpo nu de Kyungsoo contra o seu, e parar finamente de ficar no cinco contra um. Mas tinha apenas uma coisa que te impedia de ir até a casa do Baekhyun, ele não era Kyungsoo, e nunca seria. Podia estar sensível, com as mãos calejadas, com tesão em excesso, mas nenhuma dessas coisas justificaria uma traição.




 -Não! - Exclamou o Park empurrando Baekhyun. - Eu amo Kyungsoo!


  -E eu amo você. - Ouviu a voz melodiosa de Kyungsoo. - Vem, vamos embora.







  Kyungsoo viu o exato momento que Chanyeol entrou no banheiro e quando Baekhyun o seguiu. Sua paranóia era tanta, que na sua cabeça, os dois tinham planejado se encontrar lá e para não criar nenhuma suspeita, um iria entrar primeiro e o outro logo em seguida entraria, para que enfim, eles pudessem se encontrar sem nenhuma interrupção, se trancariam no último box do banheiro, e transariam lá mesmo, com as mãos de Chanyeol cobrindo os lábios finos de Baekhyun, para não sair nenhum gemido que os denunciasse. Isso é uma mente de paranóico, senhoras e senhores.

  Ao adentrar o banheiro se deparou com a seguinte cena, um Chanyeol encostado na pia do banheiro, um Baekhyun nas pontas dos pés, dizendo que o fazeria gozar como o Kyungsoo - vulgo o próprio paranóico vendo a cena - fez em toda sua vida. O Do chegou até a concordar internamente, ele nunca tinha feito Chanyeol gozar, mas era inegável o fato que ele estava morrendo de ciúmes.

  Ficou parado, vendo até onde iria toda aquela quase-traição, e praticamente urrou ao ver e ouvir Chanyeol empurrando o Byun e dizer que amava Kyungsoo - o paranóico -.


  Chanyeol amava Kyungsoo e Kyungsoo amava Chanyeol.




  E os dois foram pra casa de Chanyeol, já que Yixing ainda estava na casa de Kyungsoo. Chegaram lá aos beijos, as mãos afoitas de Chanyeol que não sabiam onde parar, e as de Kyungsoo puxava levemente os cabelos do Park. O Do estava na ponta dos pés pela diferença de altura, mas isso o deixava com mais tesão.

  Não se sabe como conseguiram subir as escadas, e nem quando Chanyeol conseguiu tirar a camisa, mas lá estavam ele se beijando desesperadamente, procurando por mais contato dos lábios, oa membros duros que latejava a medida que ia esquentando mais. Kyungsoo só tomou a consciência do rumo que aquele beijo estava tomando, quando sua camisa foi retirada. E mesmo sem vontade alguma de parar, Kyungsoo afastou Chanyeol, que o encarava, os lábios inchados, cabelos bagunçados e as pílulas dilatadas, o Do não deveria ter parado.




 -Chan...


 -Não me pede pra parar Kyungsoo, eu já não aguento mais, eu preciso disso, me dá isso. - Pediu ofegante.


 -Yeol, eu... eu não estou preparando.


 -Não está preparado para me foder? Kyungsoo olha pro seu pau, você está preparado sim.


 -Espera, eu que vou te foder e não o contrário?


 -Eu não estava brincando quando disse que queria ir para a UTI com uma hemorragia interna. - Sorriu malicioso. - Kyung, eu sempre faço tudo o que você pede, huh? Eu só estou pedindo que você me foda, fundo e forte, que você me faça gritar seu nome, que me encha de tapas, que me faça gozar. - Selou seus lábios ao do Do. - Quero poder marcar cada canto da sua pele, te deixar louco por mim como eu sou louco por você, gemer alto o quanto eu te amo, o quanto eu te desejo, o quanto você é gostoso. Então Kyungsoo, por favor, me fode, me fode como se não houvesse um amanhã.

























Chanyeollie postou um status agora mesmo:




Muito obrigado Deus, por esse namorado incrível, que me deu de presente uma hemorragia interna, depois de me foder com tanta vontade e força. Te amo Kyungsoo!!!!







E dessa vez, Chanyeol não bloqueou os parentes no status.




















Notas Finais


Não teve lemon, não me matem asjkdd. E lembre-se, melhor vcs confessarem que gosta do @ antes que alguém faça isso... BEIJOS E ATÉ A PROXIMA ONESHOT


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...