História Voltando A Amar - Capítulo 1


Escrita por: e Toshiaki1227

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 20
Palavras 1.572
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Primeiro capítulo dessa nova fanfic,retratando a história que eu e meu namorado estamos fazendo,espero que gostem

Capítulo 1 - Começando


Fanfic / Fanfiction Voltando A Amar - Capítulo 1 - Começando

Lembro muito bem do dia em que meus pais decidiram mudar para uma cidade diferente ,e que por sinal não era perto. Acabei de chegar da viagem,e já estou na casa nova,ela é bem espaçosa,mas me sinto estranha num lugar totalmente novo,que eu não conhecia nem por foto.

Por incrível que pareça,vou ser matriculada hoje na escola,e começar hoje também,estou com muito medo,não sei o que pode acontecer lá. As pessoas com certeza vão ficar me encarando e cochichando uma com as outras,e isso me deixa nervosa. Vou até o banheiro e começo a tomar banho, depois de um tempo termino e visto minhas roupas normais,pois ainda não tinha o uniforme.. se bem que todos não vão me achar normal,por causa de meu estilo, sempre ando de preto e curto rock.

Está na hora de eu ir para a nova escola e então escuto meu pai me chamar:

- Ana,vamos logo! Temos que fazer sua matrícula ainda,daqui uma hora as aulas vão começar.

Ao ouvir isso,saio do quarto e vou para fora da casa,entro no carro de meu pai,e então seguimos para a escola. Durante o caminho,eu já estava com muito medo e vergonha, não conhecer ninguém e nem saber como é a escola,isso é assustador..

Chego na escola,abro a porta do carro e coloco minha bolsa no ombro,meu pai desce junto a mim,para fazer minha inscrição. Ainda não tinha alunos na escola,então fomos direto na diretoria e fizemos minha matrícula. Meu coração estava disparado,e os alunos já estavam chegando,é claro,me olhavam esquisito. Meu pai se despede de mim ,e então me sento num lugar mais escondido e espero o sinal tocar,que com certeza iria demorar uns 15 minutos. Fiquei observando tudo e a todos,não me interessava por ninguém,até ver um rapaz muito fofo sentando no mesmo banco que eu mas um pouco afastado,já comecei a ficar nervosa e desviar o olhar. Até que eu olhei novamente para ele,e o rapaz também estava olhando para mim,naquela hora eu vi seu rosto ficar vermelho,e então viramos o rosto ao mesmo tempo. Ficava segurando em minha bolsa,com vergonha de olhar novamente,até que decidi pegar meu celular e começar a assistir alguns vídeos de anime que havia baixado. O garoto parecia mostrar interesse nas vozes ,talvez ele gostasse também? E isso me deixava com mais vergonha ainda..acabei decidindo por colocar o fone,para tentar amenizar a timidez. Ele também pegou seu celular,vi pelo canto do meu olho,e caramba,ele era muito lindo. Queria falar com ele,mas não sabia como iria reagir,com um pouco de medo,tirei os fones e decidi cumprimentá-lo

- O-oi.

Ele olhou pra mim,com um olhar de espanto,e então disse:

- Olá..

No final da palavra eu reparei que ele fez um pouco de bico,e meu rosto pegou fogo.

Olhei novamente pro celular,mas estava com mais vergonha que o normal,fui levantando e acabei tropeçando em uma pedra que estava solta,antes de cair,eu vi ele segurar meus braços e trazer para perto de seu peito.

- Você está bem? - ele perguntou me olhando.

- S-s-sim - eu estava gaguejando ,nem pensava direito.

Me soltei dos braços dele e me desculpei

- Sinto muito… eu eu.. te incomodei .. - eu falava ainda com o rosto pegando fogo,e um pouco triste.

- Não se preocupe com isso, qual o seu nome? - ele falava tão suavemente,sua voz era tão linda,e eu via que seu rosto também estava avermelhado.

- É-é Ana.. e o seu?

- Meu nome é Toshiaki.

Eu não sabia nem o que responder,até que o sinal toca e ele olha para outro lado.

- Me Desculpa mesmo,não tive intenção

- Não se preocupe,eu posso te ajudar,qual sua sala?

- Minha sala.. é a 4..

Vi que ao ouvir minhas palavras, Toshiaki deu um sorriso de canto e então me respondeu:

- Estamos na mesma sala,venha,eu te levo.

Ele simplesmente pegou em minha mão e me levou até a sala,e eu sem saber o que fazer,deixei me levar,ao chegarmos lá,fomos entrando na sala,ele ainda segurando minha mão,até que eu me soltei.

- obrigada.. mas se você entrar segurando minha mão assim,vão pensar outra coisa.

Toshiaki ficou calado e então sentou-se em seu lugar,fez sinal para eu me sentar atrás dele. Eu fui até a carteira,e me sentei na cadeira,já arrumando minhas coisas.

Meu coração estava acelerado,e todo mundo ficava me olhando,menos Toshiaki que estava olhando para frente.

Outro garoto,que parecia ser o "popular" da sala quis puxar assunto comigo mas eu notei que ele era falso:

- Olá moça, você é nova por aqui não? Qual seu nome?

Eu não queria nem responder,mas não quis passar impressão errada no primeiro dia nessa escola.

- Ah Oi,sou sim,meu nome é Ana..

- Prazer em te conhecer,meu nome é André.

Acenei com a cabeça e então comecei a desenhar em meu caderno,até que ouvi alguém derrubar uma caneta,na hora que fui abaixar para pegar, Toshiaki abaixou também e me deu uma cabeçada.

- Aí! - Falei colocando a mão na cabeça.

- Meu Deus - ele também coloca a mão na cabeça.

Fiquei com vergonha ,porque todo mundo viu a cena e riram.

- Me desculpa,eu só atrapalho você.

- Tudo bem,eu que abaixei também- ele diz num tom sereno.

Então eu entrego a caneta para ele ,e o mesmo olha para o desenho que eu estava fazendo.

- Você gosta de animes?! - ele diz surpreso.

- Ah sim,eu gosto muito.. - falo um pouco tímida.

Ele sorri para mim,e quando foi falar novamente a professora chama a nossa atenção,e então ficamos quietos.

Depois das aulas,o sinal para o intervalo toca,e eu vou logo saindo depois de todos terem saído,menos Toshiaki que parecia me esperar.

- está esperando alguém? - pergunto a ele,e o mesmo sorri.

- bem,estou esperando você,já que não conhece a escola,seria bom eu ficar do seu lado não acha?

Ao ouvir aquelas palavras fiquei muito feliz,e então segui ele para fora da sala. Toshiaki foi me mostrando a escola ,e logo depois nós sentamos no mesmo local de antes, só que agora ele estava do meu lado.

Eu estava feliz com aquilo tudo,mas parece que isso ia acabar.. vi algumas garotas olhando uma para as outras,me encarando e cochichando entre elas,já sabia que estavam falando de mim.

Já estava ficando com medo,e foi só eu mover um músculo que elas vieram até mim e falaram:

- Olha só ,uma pessoa nova por aqui, veio de longe? O seu rosto não é conhecido

Elas falavam em tom sarcástico,e isso estava me incomodando.

- Você curte essas coisas de doido? Caramba,veio da onde,fim do mundo? - ao ouvir isso,acabei ficando nervosa e me levantei.

- não preciso ouvir isso..por favor me deixem em paz.

Ao tentar sair uma delas segurou meu braço,e então Toshiaki entrou na frente.

- Não vai encostar a mão nela!

Fiquei paralisada ao ver ele me defendendo daquele jeito,e as garotas ficaram surpresas.

- vai defender essa ridícula aí, Toshiaki?

Ele solta a mão da menina de meu braço,e então me segura no mesmo local,mas gentilmente.

- Ela não é ridícula, ridículas são vocês,que só por causa de a Ana ser diferente,querem estragar com a essência dela,acho ela muito melhor que todas vocês juntas! - ele diz em um tom sério e bravo,as garotas começaram a se afastar com medo,e eu estava atrás dele,olhando suas costas.

Até que ele volta o olhar para mim.

- Ela te machucou? - ele diz olhando para meu braço que ficou marcado com as unhas daquela garota.

- Eu estou bem,não se preocupe.. - solto a mão dele.

- Obrigada por ter me defendido,mas sério não precisava.. você nem me conhece.. - falo com a cabeça baixa.

- Não foi nada.. posso não ter conhecer ainda,mas sei que não merece passar por isso.

Toshiaki sorri,e parece que meus problemas desaparecem por alguns segundos,mas logo o sinal toca ,e então voltamos para a sala.

Já sentada em meu lugar,estava escrevendo o texto que a professora passou, enquanto pensava no que tinha acontecido no intervalo,o jeito que ele me defendeu, Toshiaki se importou comigo,foi o único a fazer isso,eu já estava perdida em meus pensamentos,e acabei escrevendo uma coisa errada no caderno, infelizmente não tinha corretivo então decidi pedir para ele.

- Toshiaki

Ele vira para mim e pergunta o que houve:

- Você tem corretivo? - pergunto a ele,o mesmo,pega em sua bolsa e me entrega,ao pegar encosto em sua mão e já fico vermelha,ele percebeu e sorriu.

Passo o corretivo no lugar aonde errei ,e então entrego para ele,e agradeço.

Continuo a escrever,e vejo que meu braço está sangrando um pouco ,por causa das unhas daquela maluca .

André parece ver o que aconteceu,e então pega um lenço que estava em sua mochila e passa em meu braço,eu fico assustada sem saber o que está acontecendo.

- Ah… por que está fazendo isso André?

- Bem você está machucada,não posso deixar uma garota assim..

Ele coloca em volta de meu braço o lenço e então passa a mão no local. Toshiaki estava observando tudo,e não parecia muito feliz.

- Prontinho ,isso deve dar - André sorri e volta para seu lugar, enquanto eu fico olhando para o lenço.

- Eu deveria ter feito isso antes - Toshiaki fala sussurrando mas eu acabo ouvindo.

Acabo dando um sorriso bobo,e depois de uma hora a aula finalmente chega ao fim,todos começam a guardar os materiais,e eu faço o mesmo. Me levanto,e alguém acaba me empurrando e então acabo caindo no colo do Toshiaki,meu rosto fica vermelho e o dele também.

- M-me Desculpa!! - levanto rapidamente,por sorte ninguém viu.

Ele fica me olhando assustado e com o rosto todo corado.

- T-tudo bem..

Ele fala levantando também e esperando o sinal tocar, depois de uns minutos,isso acontece,e então todos saem da sala enquanto eu espero um pouco. Toshiaki que estava saindo para,e olha para mim novamente.

- Não vai ? - ele pergunta

- Ah sim,já vou…


Notas Finais


Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...