História Voltando dos mortos - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Arrow
Visualizações 219
Palavras 1.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Policial
Avisos: Álcool, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura📖

Capítulo 2 - Mortos


Acordo com o sol na minha cara. Eu tinha que deixar a janela aberta? Sério? Olho para os lados e não vejo a Helena. Tenho 99% de certeza que ela deve estar comendo, é só o que ela faz da vida

Vou para o banheiro e tomo um banho bem demorado. Saio, coloco uma saia preta, blusa branca com bolinhas pretas, coloco uma sapatilha cor de pele e meu óculos

Saio do quarto e vou para a cozinha. Donna, Quentin e Helena estam sentados na mesa comendo 

Donna: boa tarde, querida ( me sento do lado da Helena)

Felicity: boa tarde? Não é bom dia?

Quentin: não, não. Já são 12:10 ( começo a me servir )

Felicity: daqui 2 horas Oliver já vai viajar ( falo baixo, para eles não escutarem. Helena me olha e me da um meio sorriso)

Donna: o que você falou, Lity?

Felicity: nada, nada. Cadê a Laurel?

Quentin: está arrumando a mala dela. Vocês sabem que não vou com a cara do Oliver, mas ele até foi legal de querer levar sua irmã para o aeroporto ( me engasgo com a comida que estava comendo)

Felicity: c-como assim?

Donna: ele ligou e falou para mim avisar que vai vim buscar sua irmã e se despedir de você ( olho indignada para Helena. Pelo visto, Helena e Laurel não falou nada para eles)

Felicity: hum ( começo a comer ). Laurel não vai comer?

Laurel: claro, mana ( fala beijando minha testa e se sentando do lado da Donna )

Quentin: como foi a festa ontem? ( olho rapidamente para a Laurel )

Laurel: bem legal. Oliver até fez um mini texto de parabéns para a Felicity ( ela da um sorriso para mim )

Donna: que legal, vejo que Oliver não é tão ruim assim


Quentin: isso não faz eu mudar de ideia

                                             2 HORAS DEPOIS

Estávamos todos sentados no sofá, até que escutamos um barulho de buzina ( já até sei quem é ). Nós despedimos da Laurel. Ela pegou suas malas e sai

Estava me segurando para não chorar e não era por causa dela ir embora, mas sim por causa do Oliver

Laurel: Felicity? ( volto a realidade com a Laurel me chamando )

Felicity: oi?

Laurel: Oliver está lhe chamando ( olho desesperada para a Helena. Se eu for vou ter que falar com ele e se eu não for meus pais vão achar estranho). Felicity?

Felicity: j-ja estou indo ( olho para a Helena e ela me da um sorriso. Me levanto do sofá e vou até o Oliver. Ele estava com as mãos no bolso da calça e encostado no carro. Chego perto dele, mas não muito). O que você quer, Oliver? Não basta o que você fez ontem?

Oliver: eu não fiz aquilo porque quiz 

Felicity: como assim?

Oliver: antes de você chegar, Thea me deu uma bebida, ela deve ter colocado algo nela. Eu nunca iria falar aquilo

Felicity: por que Thea iria colocar algo na sua bebida, se ela gosta de mim?

Oliver: eu não sei, mas eu nunca iria fazer isso. Eu te amo ( ele me puxa para si e me abraça ). Ouviu? Não fui eu

Felicity: ok ( abraço ele mais forte )

Laurel: oh casalzinho, vou perder o meu vôo ( olho para trás e vejo a Laurel com os braços cruzados )

Felicity: te amo, muitooo ( dou um selinho nele ). Tchau

Oliver: tchau ( saio de perto dele e vou até a Laurel, dou um abraço nela e entro )

Felicity: eu vou para o meu quarto. Vamos Helena?

Helena: sim ( estávamos quase subindo as escadas )

Donna: meninas

Helena: oi?

Quentin: arrumem a cozinha. Já vamos trabalhar

Felicity: ok ( descemos as escadas )

Donna sobe e logo desce com sua bolsa. Ela da um beijo na nossas testas e vai embora

Helena começo a lavar a louça e eu começo a limpar a mesa

Helena: o que você falou com o Oliver?

Felicity: ele veio falar que o que ele falou na festa não foi ele, quer dizer, foi

Helena: como assim?

Felicity: ela disse que talvez a Thea colocou alguma coisa na bebida dele e tal

Helena: e você acreditou? ( fala desligando a torneira e me olha )

Felicity: claro ( falo animada )

Helena: você é burra né? Óbvio que isso é mentira. Thea gosta muito de você. Você é uma trouxa mesmo. Ele só quer te usar. Óbvio que tudo o que ele disse é mentira

Felicity: você não tem o direito de falar isso. Oliver falou a verdade, ok? E se eu sou trouxa, você também é, porque você gosta do Tommy, então estamos iguais

Helena: depois não vem me ligar dizendo que o Oliver te traiu ( ela vai ate a porta da sala e vai embora da minha casa )

Me sento na cadeira e fico pensando. E se a Helena estiver certa? Se meu pai estiver certo? Se minha madrasta estiver certa?

Termino de arrumar a cozinha e vou para o meu quarto. Me senta na cadeira que tinha ali e começo a fazer as tarefas que tenho para a faculdade

                                              NO OUTRO DIA

Quando cheguei na faculdade, todos começaram a me zuar e me xingar, pelo o que o Oliver disse ontem. Saio correndo para o banheiro e me tranco no primeiro que vejo. Começo a chorar e logo escuto alguém entrando no banheiro

Helena: você está ai, Felicity? ( abro a porta imediatamente e abraço ela ). Calma. Vai ficar tudo bem

Limpo meu rosto e arrumo o meu óculos que estava meio torto e vou para a sala

                                             6 HORAS DEPOIS

Eu e a Helena estávamos indo apé para minha casa. No meio do caminho, vimos dois carros de polícia na porta da minha casa

Felicity: o que será que aconteceu?

Helena: acho que nada. Seu pai é da polícia, então... ( voltamos a caminhar e entramos dentro de casa. Meu pai e a Donna estavam sentados no sofá chorando )

Felicity: o que aconteceu? ( eles e os polícias ( que eu conhecia) olharam para mim). O que aconteceu? Pelo amor de Deus

Quentin: s-sua irmã, Felicity

Felicity: o que tem ela?

Donna: m-morreu ( se a Helena não tivesse me segurado, juro que teria caido no chão). Ela e o Oliver ( começo a chorar muito )

Felicity: c-como assim?

Policial 1: ela estava no mesmo iatê que o pai do Oliver e o próprio Oliver estava

Felicity: por que ela estava lá?

Polícia 2: não temos certeza, mas achamos que eles tinham algo

Felicity: não, não, não.... ( saio correndo e vou para o meu quarto )

Me jogo na cama e tiro o meu óculos

Laurel nunca iria fazer isso comigo e muito menos o Oliver. Não posso acreditar


Notas Finais


Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...