1. Spirit Fanfics >
  2. Voltas de Um Vira Tempo - Tom Riddle >
  3. Suzan Avery

História Voltas de Um Vira Tempo - Tom Riddle - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Bom dia meus bruxinhos lindos💚

Capítulo 10 - Suzan Avery


  - Só mais um beijo, linda - Tom me puxa mais uma vez para perto de seu corpo.
- Tom, temos que ir pra aula- tento soar séria mas seus selares em minha boca me tiravam de órbita.
   Cá estamos nós mais uma vez em um armário de vassouras, trocando altos beijos em meio aos intervalos de aula. Depois de nossa noite devassa, eu achei que nosso fogo um pelo outro fosse diminuir, mas acontece que eu não consigo apenas ficar ao lado desse homem sem não querer suas mãos e seu membro em meu corpo, e aparentemente pela quantidade de vezes que entramos em um armário de vassouras, Tom também sente o mesmo que eu.
  Recebo mais um de seus beijos avassaladores, e minhas mãos vão para sua calça afim de que matemos nossa vontade rapidamente.
- Agora não linda, já fizemos muitas vezes nesses dois dias e ainda não são nem três da tarde - me freia com seu sorriso sacana que eu tanto gosto.
- Tá - dou de ombros aparentando não sentir nada, mas por Morgana, era difícil, eu estava tão sedenta.
   Sem o dar chance de fala, saio rápida como um raio do armário, me dirigindo para a minha próxima aula.
  Chego na mesma e me sento ao lado de Saory, que estava atrás de Walburga e Maya.
- Onde estava, Nicole? - me pergunta Saory sorrindo.
- Com Tom Riddle, em um armário de vassouras - respondo encostando na cadeira, vendo suas feições de choque viradas para mim- por que estão me encarando assim?- pergunto tediosa.
- Olha Nicole...nós adoramos você, mas o Riddle, ele é um impudico que não leva ninguém a sério, ele fica no máximo do máximo uma semana com uma garota, e não é ficar de andar de mãos dadas e beijos nos corredores...é de ter apenas relações s-sexuais...desculpa, mas acho que você tem que cortar isso antes que saía muito machucada, como todas que se metem com ele - Maya segura minha mão firmemente, enquanto as meninas apenas confirmam com a cabeça.
- Fora que ele sempre está cercado pelas seus casinhos, assim como agora...olhe lá a Suzan Avery, eles sempre acabam ficando de novo e de novo, por mais que ele com toda certeza nunca vai ter nada sério com ela, ela sempre se arrasta para ele- me viro para onde Walburga apontava com o dedo, dando de cara com uma loira sorrindo e piscando para um Tom Riddle que tinha um sorriso de canto para ela, mas em algum momento ele sente meu olhar nele e se vira para mim, sua feição muda completamente para uma feição arrependida e temerosa ao perceber que eu havia visto a linda cena digna de um circo, tendo eu como a palhaça enganada pra caralho.
  Ah filho da puta, eu fico igual uma cadelinha domada por ele e é assim que ele me retribui? Ah mas isso não vai ficar assim, eu não corro atrás de homem, não brigo por homem e muito menos choro por homem. Agora não quero mais nada também, perdi o interesse. Pode ter o sexo mais gostoso do mundo, mas eu não vou lutar pela atenção de um macho, eu tenho cara de menininha de romancinho clichê por acaso? Eu posso viver sem um cara,  não é como se ele fosse meu pulmão ou meu coração pra ser essencial e necessário.
- Fiquem tranquilas meninas, eu já compreendi tudo, agradeço os avisos... - respondo desviando meu olhar para elas.
- É o nosso dever cuidar das nossas cobrinhas, mesmo que sejam das próprias cobras - Saory me abraça forte.
-meninas... eu tenho algo para contar a vocês- Walburga e Maya falam ao mesmo tempo.
- você primeiro Wal - Maya dá a fala rindo para a sonserina visivelmente nervosa.
- eu...estou tendo um caso com o professor Rowle - ela sussurra para apenas nós ouvirmos.
  Puta merda, um professor...sem palavras, literalmente estou sem palavras.

-Mas você não gostava do Órion? - Saory questiona desentendida.

- Ah não, ele está muito apaixonado por uma amiga nossa- Walburga responde maliciosa olhando para mim, enquanto as meninas me questionam com o olhar, eu mostro a língua pra elas.

- espera aí, o professor de trato das criaturas mágicas? - Maya pergunta horrorizada ligando os pontos.
  Walburga apenas acente envergonhada.
- ele tem quantos anos mesmo? - pergunto para ela.
- 23 anos- Walburga afirma.
- Muito bem, não é muito velho, dá pra você dar umas boas tre- sou interrompida por Saory tampando minha boca.
- Dar umas boas o que, senhorita Boötes?- me pergunta Rosier dando um beijo em minha bochecha.
- eu ia dizer umas boas tre...
- umas boas risadas, com nossas histórias de Hogwarts- Walburga me interrompe totalmente exaltada.
- ah, entendo, porque estão tão estranhas?- pergunta olhando diretamente para mim.
- não estamos estranhas, só avisa o seu amigo Riddle que na minha saia o pintinho amarelinho dele não entra mais...nunca mais - soou agressiva.
- é...tudo bem então, já vou Nicole, até mais tarde - dá mais um beijo em minha bochecha ao se retirar.

Evan vai até onde Tom Riddle está sentado e sussurra algo, que provavelmente é o meu dócil recado, já que ele se vira tão rápido para mim com um olhar de dar dó, e tenta se levantar, mas é contido por Evan.

  Rosier e Lestrange tem se tornado uns verdadeiros amigos para mim, sempre me fazendo rir e me entendem sem precisar dizer muito, somos muito parecidos.
- certo, próxima notícia... - falo para as meninas.
- Estou namorando o Charlus - Maya suspira apaixonada - sei que foi bem rápido, mas eu estou tão feliz, ele me completa como ninguém, é tão gentil e carinhoso...disse que vai esperar eu estar pronta para tentarmos algo diferente.

- isso é muito lindo, Maya...você merece alguém que te trate do jeito que todas mulheres merecem ser tratadas, como uma princesa - seguro sua mão, realmente feliz por ela - mas lembre-se se um dia tiver que fazer uma escolha, sempre escolha você e a sua felicidade.
- estamos muito felizes por você, Maya - Saory  diz radiante até que a professora chega e inicia sua aula.

     (...)

    A aula foi tediosa assim dizendo e sentia o olhar de Riddle sobre mim o tempo todo, fez merda né, meu filho? Pois é, agora já era.
   Saímos da sala brincando com Maya sobre seu namoro com o grifano arrumadinho.
- Nicole? - escuto a voz de Tom me chamar, mas continuo andando sem parar para o olhar- linda... - me viro para ele, mas só então percebo a Avery grudar nele.
- Vamos Tom, uma última vez, faz três dias já, estou com saudades -olho para ele que se desvencilha dos braços da menina, balançando minha cabeça em negação, saio da sala.
   Vou até perto do Lago Negro onde havia visto Órion sentado naquele dia, e me sento largando minhas coisas na grama.
   É isso que dá se entregar para as pessoas... mas também só tem uma vida, tem que aproveitar.
- Vejo que se apropriou do meu lugar, senhorita Boötes- escuto a voz de Órion soar divertida atrás de mim.
- Claro, mas te autorizo a se sentar comigo, senhor Órion - bato na grama ao meu lado, para ele se sentar.
- atrevida - se senta dando um beijo em minha bochecha.
  Ficamos sentados em silêncio apenas olhando para o lago e sentindo a brisa suave desse lindo dia ensolarado, mas, em um certo momento, nossas mãos se tocam e entrelaçamos elas, continuando a olhar para o lago.
- Riddle nos falou que não era para tocar em você - ele corta o silêncio acariciando meus dedos.
- Então por que está aqui, Órion Black? - me viro para encarar suas intensas íris pretas.
- Porque, por você vale a pena correr o risco - sela nossos lábios com um selinho demorado.


Notas Finais


Não me matem amores kkkkk
Vocês são team Malfoy, Black ou Riddle? Deixem seus comentários e opiniões💚🖤
Um beijo e se cuidem meus bruxinhos queridos💚🖤💚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...