1. Spirit Fanfics >
  2. Volte para mim Amor >
  3. Capítulo 10

História Volte para mim Amor - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


hey, mais um capítulo!




Boa leitura :)

Capítulo 11 - Capítulo 10



Apartamento de Hope Bennett
7:00 pm.

      Assim que chego em casa ligo para Sam para que possa lhe pedir seu carro emprestado. Ele faz eternas perguntas sobre o motivo de meu pedido, mas invento qualquer coisa e ele parece acreditar. 
      Pego meu celular e leio as notas novamente, tudo tem  de sair como o planejado para que dê certo, e assim, poderei viver meu Felizes para Sempre. 
      Passo a madrugada inteira me revirando na cama, pensando em mil acontecimentos que poderiam acontecer que estragariam tudo. E se a batida não foi o suficiente? E se quem sair machucada for eu? E se aquele inconveniente não morrer?
      Quando meu despertador toca, não reclamo mentalmente já que estava acordada a muito tempo. Faço a mesma rotina entediante de sempre e depois decido ir caminhando até o trabalha, verificando, pela décima vez antes de sair, se não esquecera meu almoço.  
      A ansiedade continua a crescer quando vou até Alissa e digo-lhe que estou não estou me sentindo bem. A mesma engole minha desculpa com um teatro mal feito e me manda ir para casa. 
      Checo a hora e vou em direção a casa de Sam, que me olha desconfiado quando abre a porta, perguntando-me novamente para que preciso de seu carro e apenas digo-lhe que tenho um compromisso longe e não posso mais gastar dinheiro pedindo táxi, o que não deixa de ser completa mentira. 
      Assim que saio da garagem, dirijo para longe da casa de meu amigo e estaciono no acostamento da rua e ponho uma Silver Tape na placa para que ninguém possa denunciar. Olho a hora novamente e percebo que tenho um bom tempo para repassar tudo na cabeça, e assim faço até a hora em que arranco com o carro em uma velocidade acima do permitido.
      Minhas mãos suadas escorregam no volante, atrapalhando meu controle sobre o veículo. Foco, calma, controle
      Quando vou chegando perto do destino, paro na esquina, apenas esperando para que ela atravesse - espero - distraída no celular. Olho novamente a hora. Dois minutos. Minha respiração se acalma por um momento, mas quando a avisto a ofegação volta. 
      Aperto o volante até os nós de meus dedos ficarem brancos e piso fundo no acelerador. A adrenalina crescendo em meu interior quando ouço o baque de seu corpo batendo no para choque e rolando para a parte de trás. 
      Não espero para ver se ela realmente morreu, não espero que dê tempo para as pessoas raciocinarem sobre o que aconteceu. Não dou tempo para que vejam quem foi a culpada. Apenas tenho a fé de que tudo dará certo, e que ele a esquecerá e será meu. 
      Por favor seja meu...  


Notas Finais


desculpem qualquer erro



Até o próximo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...