1. Spirit Fanfics >
  2. Voltron:Keith x Oc. >
  3. Prisão Beta Traz

História Voltron:Keith x Oc. - Capítulo 22


Escrita por:


Notas do Autor


Esse cap teve a parte da luta cortada porque não vai mudar nada e poque iria ser muita escrita.
Aproveitem

Capítulo 22 - Prisão Beta Traz


Fanfic / Fanfiction Voltron:Keith x Oc. - Capítulo 22 - Prisão Beta Traz

Eu e Kila estávamos andando em mais um dos corredores longos e sombrios da nave para chegar até o nosso destino como sempre.Enquanto andávamos senti Kila me puxada de volta e olhei na direção dela.


   -Minha querida,não sai puxando os outros pela roupa assim,sabia?-digo e ela continua olhando para frente com uma cara de hipnotizada.Olho para frente novamente e vejo que tinha alguém vindo,volto a minha posição tirando a mão dela da minha roupa.


   -Bom dia,vossa alteza-Kila diz.


   -Bom dia senhoritas,mas não precisa me chamar de vossa alteza,pode me chamar só de Lotor.Sabe,eu não gosto dessa coisa de autoridade-ele diz com um sorriso.


   -Sei-digo e logo sinto uma cotovelada no meu braço esquerdo.


   -Bom...eu vou indo,tenham uma boa manhã senhoritas-ele diz beijando a mão de Kila e depois a minha.


   -Espero te ver de novo-ele diz baixo e depois vai embora.


   -É só impressão minha ou ele fica mais metido a cada dia?-digo e Kila me belisca.


   -Minha querida!-grito quase pulando nela.


   -Vamos se não vamos nos atrasar-ela diz indo na frente com um sorriso de deboche.


   -Eu te mato um dia-digo andando.



                               ------



   Lá estava eu no hangar observando a Blake ir para a Teiosa e logo depois vem Penny na minha direção com uma cara preocupada.


   -Boa sorte na Beta Traz-Penny diz me abraçando.


   -Obrigado,mas eu não preciso de sorte-digo a abraçando.


   -Há é?


   -Eu sou um dos caras mais habilidosos que você já conheceu,então sorte é uma das coisas que eu já tenho-digo dando uma piscada.


   -Você é mais exibido do que o Lance algumas vezes,sabia?


   -Sou?Tenho que ir agora.A gente se vê em Olkari-digo dando um beijo em sua bochecha.


   -Então...E o beijo de boa sorte?-Lance diz fazendo biquinho para Allura,mas Coran pega um dos ratos e o faz baijar Lance.Entramos no leão azul com Lance limpando seus lábios.Entramos no buraco de minhoca e logo saímos indo para a prisão.


   -Galera,eu tô pronto pra atirar!


   -Cuidado.Você só tem uma chance-digo.


   -Relaxa.Eu só um ótimo atirados.


   -É mesmo?-Pidge perguntou.


   -Sô!É a minha praia!


   -Desde quando!?!-Pidge grita e eu tremo todo pele seu grito ter ecoado no comunicador ou seja,nos meus ouvidos.


   -Se preparem!-na hora Lance abre a boca do leão e saímos com os nosso foguetes indo para perto da prisão,logo atiramos os pinos que prenderam numa das paredes da prisão.O pino de Pidge solta uma das placas de metal a fazendo ser jogada para trás.


   -Pidge!-grito agarrando o fio que segurava o pino e a Pidge.


   -Te peguei!-digo ainda segurando o fio.


   -Boa pegada!-ela diz.


   -Parece um lugar grande demais pra manter só um prisioneiro-Pidge diz.


   -Então vamos torcer pro tal Slav ser bom mesmo-Shiro diz descendo com Pidge até uma porta onde eles abrem com a mão do Shiro nos fazendo entrar.


   -Iniciando a fase dois.Eu vou desligar os sensores.Lance,você tem 4 doboches para esquadrinhar a base e pousar o leão antes que liguem-Pidge diz mexendo em alguns botões do seu computador de pulso.


   -Entendido.O DJ do azulão vai pousar ao som da batida!Varredura completa.Carregando dados.


   -Perfeito.Estamos em cima do ponto de entrada.Vem pra cá.Rápido,você só tem 60 tiques.


   -Já tô indo-Lance entra com o leão e a porta se fecha.


   -Pronto.Fase dois concluída-digo.


   -Bem-vindo a Beta traz-Shiro diz olhando para o leão azul.


   -Eu compilei os dados da varredura do leão azul e criei um mapa.Parece que essa prisão apresenta três esferas concêntricas.Cada andar apresenta tipos diferentes de segurança.Estranho…O grupo espada de marmora disse que essa prisão foi feita só pro Slav,mas tem duas celas.Quem mais estaria aqui?


   -Eu acho que deve ser um ninja espacial ou quem sabe alguém com poderes mágicos.Eu só tô dando pitaco,Sei lá,vamo continuar tentando adivinhar-Lance diz.


   -Será que tem como você visualizar as celas?-Shiro pergunta a Pidge.


   -Não.Não daqui.E mesmo se desse não sabemos quem é o tal do Slav.


   -Então teremos que verificar as duas-digo.


   -Eu quero a mais próxima!O que foi?Minha pernas tão doendo-Lance disse com as mãos na cintura.


   -Eu vou para a sala de comando acessar o sistema de segurança.


   -Tá bom.Vamos indo-Shiro diz e saímos do hangar da prisão.


   -Entrei-Pidge diz no comunicador.


   -Nos guie,Pidge-Shiro diz.


   -Parece que tem sentinelas patrulhando o hangar superior.O segundo andar está patrulhado por drones.Nossa!Mas que interessante…


   -Interessante bom?-Lance perguntou.


   -O segundo andar também tem espuma imobilizadora.


   -Então é interessante ruim.


   -Enquanto ao terceiro andar?-pergunto.


   -Sistema fechado.Não consigo acessar.


   -Nem da sala de controle?-pergunto novamente.


   -Não tem como ter acesso ha toda a prisão do mesmo lugar.É uma medida de segurança.Quando chegarem nesse andar,vão ter que me conectar.


   -Então a gente vai descer-Shiro diz indo na frente.


   -Tá bom-vamos,mas logo nos escondemos de novo.


   -Como a gente vai passar por ele?-Lance vira,mas Shiro já foi na frente e cortou o robô no meio.


   -Foi um bom trabalho de equipe!-Lance diz.


   -Ah não.Fomos vistos-Shiro diz quase cortando o drone.


   -Não,não!Não!Ele é meu.Ele vai guiar vocês pelo corredor.E confundir os monitores.


   -Shiro e Linen,pra a esquerda.Lance,pra direita.


   -Deixa comigo-Shiro diz e corremos.


   -Beleza.Abram o painel a o seu lado-eu obedeço.


   -Conecte a luva para eu acessar o terceiro andar-obedecemos.


   -Agora eu tenho acesso ao terceiro andar.Abrindo as entradas-as portas se abrem e corremos.


   -Pidge.Sabe como eu passo por essas portas enormes?-Lance diz.


   -Quieto,Lance.Tem alguém vindo-Pidge diz.


   -Tá.Mas falando sério.Aquelas portas são enormes.


   -Chegamos a uma das celas.Abra a porta,Pidge-digo.


   -Eu não consigo daqui.


   -As portas leram o rosto de um cara.


   -Reconhecimento facial...Linen,espera.Lance,consiga uma cópia do rosto dele.


   -Entendido-dizemos ao mesmo tempo.


   -Tô enviando o rosto.


   -Renderizador.Enviando-na hora aparece um holograma com o rosto do cara no pulso do Shiro.Shiro colocou o rosto dele no leitor e as portas se abriram.Entramos em posição.


   -Você é o Slav?-Shiro perguntou.


   -Veio me torturar?-olhei direito para o ser não crendo que aquela criatura fofa era o grande gênio que haviam nos falado.


   -Não,nós viemos salvar você.Somos os paladinos do Voltron-Shiro disse desativando sua mão.


   -Ai piorou tudo!Em uma filha eu tenho chance de morrer em 0,983% das realidades!E ela aumenta com você!


   -Que?-digo olhando para ele.


   -Pidge,eu achei o Slav!-o Shiro e o Lance dizem ao mesmo tempo.


   -O que?


   -Eu disse que achei o Slav-Shiro disse novamente.


   -Não eu achei o Slav.Guenta aí!


   -Não temos tempo para isso.Vão ter que trazer os dois pra cá.


   -Pidge,indique a nossa rota de saída-digo.


   -É isso aí.A gente tá pronto.Alô?

   

   -Pidge?-Shiro perguntou.


   -Ela não tá respondendo-digo para Shiro.


   -Lance,agora é com a gente.Temos que chegar até a Pidge-Shiro diz.


   -Peraí!Eu não faço ideia de onde eu tô indo.


   -Anda.Temos que ir logo-digo a Slav.


   -Não, obrigado.


   -O quê?Mas nós finalmente vamos deter o Zarkon.Os Olkari e o grupo espada de marmora estão conosco,mas sem você não vamos conseguir-Shiro diz.


   -Hum-Slav respondeu nos olhando.


   -Vamos embarcar no leão azul e fugir daqui,mas temos que ser rápidos!-Shiro diz.


   -Ah!O leão azul?Por que não disse antes?A luz azul tem uma freqüência entre 606 e 608 terahertz.


   -E isso vai interferir nos sensores?-pergunto.


   -Não,é só o meu alcance de terahertz da sorte.Vamos lá!-Slav grita e começamos a correr,mas voltamos quando o vemos arrumando a cama.


   -É...muito bem.Mais pra esquerda...aqui precisa mais de...isso aqui.Não,não.Pra direita.


   -Anda logo!-Shiro grita assustando Slav e fazendo o cobertor levantar.


   -Aí.Agora eu tenho que recomeçar!-Slav disse pegando a coberta.


   -Não acredito-disse batendo na minha testa.Depois de um bom tempo Slav ficou observando a coberta.


   -Perfeito!Tudo bem.Ha 2% de chance de que essa missão não termine em um completo e mortal fiasco.Vamos embora.


   -Finalmente-digo correndo com Shiro,mas logo ouvimos o grito do Slav.


   -Vamos voltar.


   -Então leva aquela manta com você-Shiro diz.


   -O quê?Não!A manta é perfeita.Não toque na manta!É aquilo!


   -É só uma poça.Você vai ficar bem-eu digo.


   -Tem uma chance de 12% de eu escorregar.Há diversas realidades em que eu me a fogo.Porque nessas realidades,eu nunca aprendi a nadar!


   -Tá bom.Em quanto a essa realidade?Você aprendeu a nadar?-Shiro perguntou.


   -Eu não me lembro!Há infinitas possibilidades!


   -Mas é só uma poça!-Shiro grita segurando Slav.


   -Eu já consigo sentir até a falta de ar.Meus pulmões estão se enchendo de água-Shiro pega Slav no colo e começamos a correr.


   -Você é forte!Deve ser o seu braço robótico.Mas não incomoda você ter só um braço robótico?-do nada Slav desce do Shiro.


   -Que que foi agora!-Shiro gritou.


   -Olha aquelas rachadura!Eu não posso pisar nelas!


   -Mas o Shiro tava te carregando!-digo já irritado.


   -Eu estou vendo que ninguém liga mais para antigas superstições.


   -O que?-pergunto.


   -Conhece essa superstição?-Shiro perguntou.


   -Superstição?Não.Eu estou falando de realidades quânticas,garoto.Rachaduras criam fissuras no espaço tempo,e matematicamente fazem com que haja probabilidades maiores em realidades alternativas nas quais acreditam em superstições-Shiro e solta um longo suspiro.


   -Será que a gente pode ir por um outro caminho?-Shiro perguntou.

  

   -Algum sem rachaduras?-pergunto.


   -A gente podia ir pelo duto de cascalho,mas tá cheio de cascalhos.Tem o vlaxernador,só que dá pra ouvir o barulho dos pingos d'água.


   -E você tem medo de se afogar-Shiro diz dando de ombros.


   -Agora você entendeu-Slav diz.


   -Pidge,na escuta?Precisamos de outro caminho.Pidge?-Shiro perguntou.


   -Pronto.Desculpa.Eu voltei.Eu vou achar outra rota,Shiro.


   -Pode dizer onde eu tô?


   -Só um segundo,eu vou ver agora-esperamos um tempo.


   -QUE TAL TAMPAR OS OLHOS e eu te carregar?-Shiro disse o que me assustou um pouco.


   -Não adianta.


   -Vamos,vamos tentar!-Shiro diz com um sorriso sombrio e tenta pegar o Slav,mas ele grita fazendo aparecer um guarda que o Shiro corta no ato.


   -E sem gritar!-na hora eu levo um susto com o Shiro.


   -Eu gritei,é?


   -Eu não tô vendo outro caminho,Shiro.Lance,cuidado!


   -Pidge,tira essa espuma do meu caminho!


   -Já vai!


   -Pidge!


   -Desculpa!Vou alterar o sistema de pontaria.Isso deve atrasar ele-na hora Shiro começou a correr atrás do Slav e eles começaram a ficar correndo em volta de mim quase me fazendo cair.


   -Nós temos que ir!-Shiro grita quase agarrando o Slav.


   -Meus amigos estão em perigo.Nós temos que ir agora.E vamos ter que passar pelas rachaduras.É nossa única opção!


   -Por que não tiramos a gravidade e sobrevoamos as rachaduras?Sinceramente.É a nossa melhor chance de sairmos daqui inteiros.Eu fiz os cálculos-Slav diz se segurando em um dos pilares.


   -Pidge,será que tem como desligar a gravidade?-pergunto.


   -É uma ótima ideia.Assim os sentinelas não se mexem,mas temos nossas mochilas a jato.Que ideia genial!-começamos a flutuar e Shiro pega o Slav de novo assim conseguindo finalmente seguir o corredor.Viramos o corredor e demos de cara com dois robôs.Eu quebro um com meu bastão e Shiro corta o outro no meio.


   -Esse braço robótico é fantástico!Imagina se você tivesse dois!Nossas chances de sobrevivência subiriam em 300% de "estamos fritos" para "altamente improvável"-na hora Lance aparece segurando um bicho gigante.


   -Nossa!Você pegou a Laika!O diretor do presídio não vai ficar nada feliz.


   -Quem é Laika?-Lance pergunta.


   -É o bichinho do diretor-Slav diz.


   -O quê?Você é um animal?


   -Sim.


   -Agora eu estou percebendo a sua confusão-começo a rir da situação.


   -Gravidade sendo restaurada em três,dois,um.Tô indo pro hangar!-na hora abrimos a porta do hangar e damos de cara com vários robôs.


   -Vai pro leão!-Shiro grita e corremos em direção ao leão com nossos escudos ativados.


   Dou um soco na cara de um dos robôs o jogando para trás,depois soco outro e dou um chute aéreo.Cambalhoto para frente desviando de um soco,depois pego meu bastão,acertando o que estava atrás de mim.Começo a girar meu bastão e acertar alguns robôs,faço um giro no chão derrubando os robôs,depois dou um chute de baixo,um chute de cima e depois giro para cima do robô pisando na sua cabeça.Meu bastão se separa em dois que viram quatro escopetas conectadas por uma corrente.Começo a girá-las e ao mesmo tempo atirar nos robôs.


   -Pô!Eu ia atirar!-Lance diz.


   -Vamos logo!Slav!


   -Eu já estou indo!


   -Slav!-do nada um cara aparece e pula na frente do leão azul.


   -Você sequestrou minha Yupper e o meu prisioneiro?-el apertou um botão que o aumentou de tamanho.


   -OK,eu tô pronta...o que que é isso?-Pidge diz olhando para o diretor.


   -Vocês não vão há lugar algum,e nem o seu leão!-ele começou a nos derrubar.Lance começou a atirar nele,mas foi pego pelo diretor.


   -Lance,não!-Pidge foi jogada em cima de vários pacotes e Shiro foi arremessado para trás pela sua própria força.Pidge tenta atacar de cima,mas também é pega e somos arremessados em cima do Shiro o derrubando.Na hora as portas se abrem fazendo tudo no hangar sair direto para o espaço,inclusive a gente.O diretor ficou e segurou a Laika,mas quando o Slav foi tentar sair o diretor o segurou.


   -Não!-gritei.


   -Peraí!Deixa comigo!-as portas estavam se fechando e Lance estava na mira.


   -Vamo lá-Lance respirou fundo e atirou no braço do diretor fazendo Slav ser solto e também ser sugado para o espaço.


   -Boa,Lance!-digo indo para o leão.


   -Por isso trouxemos nosso melhor atirador-Shiro diz.


   -Sim-Lance responde e entramos no leão.


   -A informação que coletei sobre meu irmão me diz que ele escapou com alguns rebeldes.Ele ainda está por aí.


   -Parece muito com você-digo olhando a foto do irmão de Pidge.


   -Nós vamos achá-lo-Shiro diz.


   -Beleza.E o que a gente faz agora?Vamos ligar para a Allura,avisar que pegamos o Slav e podemos usar o Teludav-digo.


   -Ninguém disse que viajariamos de teludav!-eu consegui sentir a raiva do Shiro daqui.


   -Qual é o problema?Vamos viajar de Teludav!Então conte os seus folículos capilares ou afofe um travesseiro,ou seja lá o que tiver que fazer pra garantir que a gente sobreviva nessa viagem,nessa realidade!-Na hora eu fiquei assustado só encarando o Shiro.


   -Eu só ia dizer que o teludav é uma forma muito eficiente de se viajar.


   -Paladinos,estão na escuta?-na hora apareceu a imagem da Allura.


   -Sim,estamos aqui-digo.


   -Conseguiram pegar o Slav?-ela perguntou.


   -Sim,ele tá aqui-Lance respondeu.


   -Então irei fazer o buraco de minhoca.


   -Quando quiser,Allura-Shiro diz e o portal aparece,entramos e saímos perto do castelo que estava na órbita da Balmera.Logo depois o leão amarelo também apareceu.Fomos todos para a sala de comando,mas Penny e Coran não estavam no castelo.


   -Allura,tem novidade do Coran?-Keith perguntou.


   -Tenho sim.


   -Estamos prontos para viajar pelo buraco de minhoca e voltar para Olkarion?-Lance perguntou e Allura ficou feliz.


   -Estamos.Eu já falei com Coran e o Teludav está quase pronto.Blake e Hunk,obrigado por pegarem a escaltrite.


   -De nada.O Keith também tava lá-na hora a Allura olha para o Keith com uma cara de enojada o que me deixou um pouco irritado com ela.Entramos no buraco e fomos para Olkarion.


   -Progredimos muito na ausência de vocês.E agora que temos a escaltrite.Devemos acabar em menos de uma quintenta.


   -Caramba.Isso sim é um senhor teludav-Lance diz.


   -Muito bom,Coran-Keith diz.


   -E eu também ajudei!-Penny diz um pouco irritada,mas de uma maneira fofa.


   -Pra você também, Penny-Keith diz fazendo cafuné nela.


   -Ótimo trabalho,bate aqui.Agora desfaz-Hunk diz.


   -Não vou desfazer nada!Levei uma eternidade pra construir isso.Não podemos esquecer de que ele é uma peça essencial para derrotarmos Zarkon-na hora apareceu um holograma do Slav batendo uma pedra no Teludav.


   -Eu fiz algumas melhorias no seu projeto.Vou aumentar nossas chances de sobrevivência nessa realidade em 205%.


   -Ele é um pouquinho…


   -É-digo na hora.


   -Sem dúvida-Blake diz.


   -Eu não vô com a cara dele!-Lance diz e Penny não entendeu nada.


   -Pare de bater com essa pedra!


 

                          *Blake on*



   Depois de um tempo nos separamos e Allura foi para o terraço pensar enquanto eu queria falar com ela.


   -Allura,posso falar com você sozinha por um momento?-perguntei pondo meu rosto na abertura da porta.


   -Claro,Blake.Sobre o que você quer falar?


   -Allura,eu não pude deixar de notar a forma como você está tratando o Keith-Allura olhou para o chão na mesmo hora.


   -Eu não sei do que você está falando.


   -Por favor,Allura.Não estou aqui para brigar com você,e sim para ajudá-la.


   -Blake,você deve entender minha preocupação.Os galras destruíram meu planeta e mataram o meu povo.O mesmo sangue corre nas suas veias.


   -Eu entendo o seu medo.Mas Allura,não é justo culpá-lo por algo que eles não fizeram.Não importa de onde ele vem,o que importa é o que ele escolheu ser com a vida que recebeu.Você conhece o Keith.Todos o conhecemos.Ele sendo galra não muda nada-na hora Allura desviou o olhar me evitando.


   -Eu só acho que se todos escolhermos compaixão sobre julgamento e curiosidade sobre medo,talvez não precisaremos estar lutando nessa guerra.Allura embora possa ser difícil às vezes,eu tento acreditar que a natureza verdadeira de todos nós é ser gentil.Eu sei que a sua é.Então,o que eu peço é que você ouça a voz mais sábia que você-quando terminei de falar vi que Allura ainda estava olhando para o lado.Dei um longo suspiro e fui embora.Me encontrei com o pessoal observando o sol se pôr e fiquei no lado de Penny.


   -No que vocês tão pensando?-Pidge perguntou.


   -Zarkon-respondemos.


   -Comida-Hunk respondeu e todos olhamos para ele.


   -Quer dizer.Que corta.Eu tô pensando em comida mesmo.A gente sempre tem que pensar no Zarkon?Ele é do mal,e eu sei que estamos tentando derrotá-lo.Eu tô com fome!


   -Foi uma estrada comprida-Keith diz olhando para o horizonte.


   -É.Lembra quando o Hunk vomitava no elevador?-Lance perguntou com um sorriso no rosto.


   -Lembram do Arusiano?Acho que ele se chamava,Klaizap?Nome legal-Hunk diz.


   -O Keith tentou bater nele mesmo ele sendo baixinho-digo rindo baixo.


   -Ele era o guerreiro mais valente da vila!-Keith disse.


   -Mesmo assim-digo ainda rindo.


   -E quando as máquinas de comida nos atacaram na cozinha?-Pidge disse.


   -Foi a coisa mais assustadora que aconteceu comigo no tempo em que eu passei aqui-Hunk disse.


   -Ah.Qual é!-Lance disse.


   -O que?É verdade!


   -Nós enfrentamos sentinelas,um castelo assombrado,minhocas gigantes,um segurança de Shopping…-Lance disse.


   -E não se esqueçam daquele cubo enorme!-Penny disse.


   -E teve aquele cubo horrível,também-Linen disse.


   -Vocês sabem que quando derrotarmos o Zarkon,o universo não vai mais precisar do Voltron-Shiro diz.


   -Poderemos voltar pra terra-Lance diz.


   -Vou procurar a minha família-Pidge diz.


   -E eu posso procurar a minh-Keith diz.


   -Enquanto a gente vai descobrir os segredos da nossa mãe-digo olhando para o chão.


   -É isso então.Com tanto que tudo saia de acordo com o plano,não vamos fracassar-Shiro diz olhando para o horizonte.


 

                                ------



   Estava em mais um dos bailes de gala do império para celebrar um casamento de um dos generais.Os jovens soldados,tropeçando em si mesmos para nos conquistar.E as luzes roxas totalmente iluminando todo o salão.Na hora ouvi algumas vozes familiares e vi que era Lotor conversando com alguns comandantes.Quando ele percebeu meu olhar se aproximou com um largo sorriso.


   -Oi novamente,Senhorita-ele disse sorrindo.


   -Oi,Lotor.De novo aqui?-digo dando um gole da minha bebida.


   -Sempre estou nesses bailes de comemoração,mas nós raramente nos encontramos neles.Por que será?


   -Talvez seja pelos soldados que não largam do meu pé.


   -Aceita dançar comigo uma música?


   -Como?


   -Antes que algum soldado chefe e comece a puxar seu saco-ele disse estendendo sua mão.


   -Eu aceito-digo pondo a taça em cima de uma das mesas e ele me leva até a pista de dança.Ele segura minha mão direita com a sua esquerda enquanto a sua mão direita está na minha cintura me guiando,como uma dança de bailes normais.


   -Você me parece uma mulher que nunca está satisfeita-ele diz com o seu olhar penetrador.


   -Não sei o que você quer dizer com isso,ponha-se no seu lugar-digo com um sorriso.


   -Você é como eu!Eu nunca estou satisfeito.


   -Isso é verdade?


   -Eu nunca estou satisfeito-ele diz e eu dou um pequeno suspiro.


   -Meu nome é Blake Rose.


   -Lotor ao seu dispor-ele diz beijando minha mão.


   -Como é sua família?-pergunto ainda sem saber muito dele.


   -Não importa.Tem milhares de coisas que não fiz como casar com você.Só espere.Só espere-ele diz acabando a dança e sendo puxado para outro lugar.


   Então é assim quando você encontra alguém do mesmo nível que você?Que sentimento de liberdade,de ver a luz.É Benjamin Franklin com a chave na pipa!Você entende certo?-penso dando giros de felicidade e andando felizmente pelo salão.


   A conversa durou dois minutos, talvez três.Concordamos em tudo que dissemos.É um sonho e é um sonho de dança, um pouco de postura e um pouco de posicionamento.Ele é um pouco flertante,mas eu darei uma chance.


   Perguntei sobre sua família e vi sua resposta.Suas mãos começaram a tremer,ele pareceu desconfiado?Ele não deve ter nenhum tostão e está indo por própria sorte.Bonito,rapaz,será que ele sabe?Nem tem barba ainda,não consegue fazer crescer!-quero levá-lo para longe desse lugar,mas alguém me puxa e eu vejo que era Kila que estava toda corada.


   E eu sei que ela está…-penso enquanto ela olha para mim e para o lado ainda corada.


   E seus olhos estavam…-ela me olha sorrindo.


   Eu notei que haviam três verdades fundamentais nesse exato momento!Abaixei a cabeça e ela sussurrou que queria que eu fosse sua cupido com Lotor,então dei minha taça para ela e fui na direção dele.


   -Para onde está me levando?-ele perguntou.


   -Eu vou mudar sua vida-digo tocando no seu nariz e o puxando.


   -Se é assim me guie-ele disse.


   Primeiro:Eu sou uma simples comandante do império galra querida pelo nosso amado imperador Zarkon.Eu sou a mais esperta,a mais habilidosa e mais respeitada de todos os comandantes e rodam várias fofocas traiçoeiras em nosso império.E Lotor é o filho do Zarkon.Ha!Isso não significa que eu não o queira menos-penso levando o Lotor até a Kila.


   -Kila noyette.É um prazer conhecê-lo.


   -Kila?-ele perguntou.


   -Minha amiga-digo.


   Segundo:Ele está atrás de alguém que eleve seus status.Teria de ser muito ingênua para não ver isso,talvez seja por isso que ele aceitou conhecer a Kila.Boa jogada,Blake.Você estava certa!Ele nunca se satisfará…-penso observando eles falarem.


   -Obrigada por todo o seu serviço!-Kila diz sorrindo.


   -Se para lhe conhecer é necessário lutar em uma guerra,terá valido a pena-ele diz beijando sua mão.


   -Deixarei os dois sozinho!-digo indo embora sorrindo e pegando outra taça.


   Terceiro:Eu conheço minha amiga como conheço minha mente!Você nunca encontrará alguém mais confiável ou gentil!Se eu a dizer que eu o amo,ela se retiraria em silêncio, ele seria meu!Ela diria que está tudo bem,mas estaria mentindo-penso indo para o terraço.


   Mas eu irei fantasiar a noite os olhos do Lotor,enquanto eu romantizo sobre o que poderia ter acontecido se eu não tivesse desistido tão facilmente dele!Pelo menos Kila agora é sua amante.Ao menos eu mantendo os olhos dele em minha vida-penso chorando e voltando para o salão.


   -Ao noivo!-grito fazendo um brinde e todos repetem.


   -A noiva!-todos repetem.


   -De sua ajudante(Blake)que sempre esteve ao seu lado!(Ao seu lado)


   -A sua união!(À união!Ao império!)


   -E a esperança de que prosperem!(Prosperem!)


   -Que estejam sempre(Sempre)Satisfeitos!(Satisfeitos)


   E eu sei,que ele vai ficar feliz ao lado dela-penso olhando para Lotor e Kila que estavam rindo juntos.


   E eu sei,que ele nunca se satisfará.Eu nunca me satisfará ia penso voltando para o terraço chorando


Notas Finais


A última parte foi inspirada na música Satisfied do meu musical favorito Hamilton.
De noite tem mais(・ิω・ิ)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...