História A perseguição - Vondy (policial) - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Anahí, Christian Chávez, Christopher Uckermann, Dulce María
Tags Rbd, Romance, Vondy
Visualizações 125
Palavras 318
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Haha. Demorei?

Capítulo 9 - Se deite comigo


-É esse aqui. -Disse Annie.

-É bem bonito. -Dou uma olhada no quarto. O quarto é azul, EU AMO AZUL. A cama é de casal, tem uma escrivaninha e um violão. Violão?  No quarto de hóspedes? Tem um closet enorme,e vários outros móveis.

-É sim, o Christopher que escolheu tudo do quarto. Ahhh, só mais uma coisa, não faça barulhos, o quarto do Christopher é do lado. -Disse Anahí.

-Ok. -Dei um beijo na Buchecha dela e ela saiu do quarto me deixando sozinha. Me joguei na cama e peguei no sono.
Acordei por volta das duas da madrugada, quando abri os olhos não reconheci o lugar, mas depois me lembrei.  Me levantei e sai da cama, abri a porta e sai na ponta dos pés. Desci as escadas e comecei a andar até encontrar um porta dupla. TE PEGUEI!  É sempre nesses lugares que ficam, documentos, coisas reveladoras e etc...

》POR CHRISTOPHER《

Acordei as duas e sete da madrugada, ouço um barulho, levanto da cama e saiu pela porta. Desço as escadas e sigo o barulho,me deparo com aquela ruiva com uma faca na mão tentando abrir o meu escritório.

- Que porra vc está fazendo? -perguntei.

-N-Nada. - Ela se virou e me olhou assustada.

-Nada?  Não é o que parece. -digo. -me fala logo.

- Eu pensei que aqui era o banheiro! -ela disse. Me pareceu verdadeira.

-Hum... desde quando banheiro tem portas duplas? -olhei para ela.

- Não sei. Mas cada pessoa tem um gosto. - ela disse.

Olhei para ela de cima abaixo, só agora eu percebi, ela está uma delícia com essa roupa. Eu preciso tê-la agora.

-Hum... Quer mesmo entrar naquela quadrilha? -perguntei.

-Sim. - ela disse.

- Só tem uma condição. - sorriu malicioso. 

-Qual? - ela perguntou.

-Se deite comigo. - Digo e me aproximo dela.

- Eu vou ter que fazer isso? - ela perguntou incrédula.

-Sim! -respondi.


Notas Finais


Comentem... 💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...