História Vosso Reino - Capítulo 4


Escrita por: e Sayuri_Alicein

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Shouto Todoroki
Tags Kacchan×deku, Katsudeku, Katsuki X Deku, Lemon, Medieval, Todobakudeku, Tododeku, Todoroki, Yaoi
Visualizações 233
Palavras 835
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo. Eu havia prometido a mim mesma que portaria o capítulo mais cedo, porém acabei esquecendo então neh...

Uma interação finalmente!
Antes de tudo, quero dizer que pretendo manter eles crianças por um tempo, iremos por fases, iram entender no decorrer da estória. Não pretendo enrolar muito com essa fanfic então acho que terá apenas uns vinte capítulos.

Enfim, tenham uma boa leitura. Espero que se divirtam e gostem.

Capítulo 4 - Vossa Infância - Capítulo Três


Fanfic / Fanfiction Vosso Reino - Capítulo 4 - Vossa Infância - Capítulo Três

Os sons dos galhos quebrando a cada passo que era dado, já estava deixando o bicolor estressado. No começo havia pensado que a ideia de Bakugou seria uma boa oportunidade para explorar floresta a fora, porém estava muito enganado. No meio de seus estudos pela manha, o Katsuki subiu a janela de seu quarto para lhe convidar para uma exploração —como o Reino Branco era o único Reino que oferecia os estudos, o jovem Katsuki passava mais tempo lá do que em seu próprio Reino— alegando que voltariam antes do almoço. Mas as coisas não foram bem assim, durante a exploração, Katsuki acabou se perdendo da trilha, e mesmo assim ele não conseguia admitir que estava perdido.

- Já é quinta vez que passo por aqui. —insistiu novamente o jovem Todoroki para que o amigo admitisse logo que estavam perdidos.

- Calado! Eu sei onde estamos indo! —prosseguiu em frente, adentrando cada vez mais a floresta.

Em frente ao Palácio, havia um enorme jardim onde os criados cuidavam das plantas e flores que eram plantados ali, o jardim aparentava mais ser um labirinto de ortigas que qualquer outra coisa, mas as crianças insistiam que aquele jardim (floresta aos olhos dos pequenos) era amaldiçoado, então Katsuki —corajoso como era— decidi que deveriam explorar a floresta a procura de inimigos, o qual seria um bom treinamento, já que quando crescesse desejava ser um ótimo guerreiro.

Quanto mais adentravam a floresta, mais ambos sentiam que era o momento de se mostrarem valentes e protegerem um ao outro, afinal eram melhores amigos. Contudo, quando Katsuki estava prestes a admitir sua derrota, um barulho nos galhos a sua frente foi o que assustou, erguendo seu braço direito para o alto forçando Todoroki a permanecer atrás de si e recuar, sacou uma arma de sua cintura que não passava de uma faca de pão.

- Você trouxe uma arma consigo? —perguntou o bicolor tentando passar pela barreira que o amigo tinha posto sobre si, afinal ele também não deixaria que algo acontecesse com o loiro.

- Guerreiros sempre tem uma arma nas mangas. —deu de ombros, com um sorrisinho irônico. Katsuki sentia que essa era a hora de que sua mãe havia lhe avisado, um dia ele iria se sacrificar por alguém, só que nunca imaginaria que faria isso aos sete anos de idade.

- No seu caso, na cintura. —devolveu a brincadeira, odiando permanecer na devesa— Se for um urso, o que faremos?

- Corremos.

Foi quando a criatura se mostrou, resmungando e retirando os espinhos das roseiras de seu corpo, porém ao invés de um urso enorme como esperavam, era apenas All Might os procurando.

- ALL MIGHT!! —disseram os garotos juntos, antes de pularem sobre o enorme guerreiro braço direito de seus pais, o qual os pegou sem o mínimo esforço.

- Oh, jovens! Eu estive os procurando por todo Castelo, o que estão fazendo aqui? —perguntou Toshinori Yagi aos seus garotos, o qual ajudou a cria - los.

- Explorando! —respondeu um Katsuki sorridente, orgulhoso de si mesmo e feliz por sair com vida.

- Dentro do jardim? —riu o homem enorme, pela tamanha inocência e coragem dos jovens.

- Não é um jardim All Might, é uma floresta. —suspirou o loirinho odiando repetir a mesma fala.

- Jovem Príncipe, já lhe disse que não me chamo mais All Might, este é um nome que meus companheiros me chamavam, não sou mais um guerreiro! —insistiu.

- All Might! —mas não importa o que Toshinori dizia, para os príncipes, ele era sim o maior guerreiro— Katsuki hoje nós defendeu com maestria.

-Isso é verdade, jovem Príncipe?  —perguntou com empolgação, ver o amadurecimento dos seus garotos era esplêndido.

- É, mas…qualquer um faria o mesmo. —respondeu envergonhado, despentiando cada vez mais seus cabelos loiros— Mas, como vai o Izuku?

- Oh! Izuku? Ele está bem! Acabou de completar seus quatros anos de idade. Insisti que quando crescer será um guerreiro. —riu consigo mesmo, lembrando da felicidade de seu filho cada vez que chegava em casa.

- DE QUE REINO? —gritaram em união.

- Haha! Ele ainda não decidiu essa questão. —sorriu o homem forte, carregando os jovens príncipes em direção ao Castelo, vendo a pequena disputa que havia formado.

- É claro que ele será um forte guerreiro, então irá para o meu REINO! —se gabou o Katsuki.

- Certamente, se for um bruto como você. Ele irá para o meu Reino! Izuku parece ser muito gentil, não um bruto como os guerreiros de seu reino!

- Ora! O que você disse esquentadinho?!! —disse indo para cima do bicolor, mas logo acabou sendo impedido pelo Toshinori que antes se divertia com a pequena discussão.

- Já chega vocês dois! Não importa para qual lado ele for, poderam ser amigos do mesmo jeito. —suspirou o loiro, cumprimentando os guardas ao passarem por eles.

Quando ambos os amigos se entre olharam, ainda com a raiva nos olhos, foi o início daquela guerra pelo Izuku. E mesmo que ambos não conheçam o esverdeado pessoalmente, só de ouvir sobre ele, já sentiam que ele era especial, por conta disso precisavam dele em suas futuras tropas.


Notas Finais


E assim deu origem a guerra. Acabou a estória, podem ir.

Brinks.

Gente do céu. Que viagem.

Enfim, até a próxima :v ♡
Xoxo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...