História Vou te conquistar novamente - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Kakashi Hatake, Kushina Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki
Tags Amizade, Comedia, Kakanaru, Kakashi, Lemon, Naruto, Romance, Universo Alternativo, Yaoi
Visualizações 235
Palavras 1.291
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 19 - A relação deles - Parte 01


          Capítulo 19: A relação deles - Parte 01

 

Narração do ponto de vista de Minato.

Sentados no sofá em minha frente, lado a lado, os dois me encaravam visivelmente nervosos. Ambos deviam imaginar sobre o que eu queria falar.

— Então, vamos direto ao assunto... Vocês dois me pediram ajuda para resolver essa relação estranha entre vocês e para resolver isso é preciso um pouco de honestidade. E como vocês não são honestos, eu serei por vocês — disse sério, sentei-me mais na beira do sofá e respirei fundo, completando:

— Vocês não estão autorizados a falar até que eu lhes dê permissão. Até lá, sejam bons e me escutem — encerrei aquela parte da explicação. O nervosismo deles virou preocupação. Os dois me olhavam como se quisessem correr dali, mas eu não permitiria mesmo se eles realmente tentassem correr.

— Kakashi, vamos começar com você — decretei olhando apenas para ele e me focando em seu olhar, sendo honesto no lugar de meu filho. — Naruto te ama. Sabendo disso ou não, ele realmente te ama — Com essas palavras, Kakashi se mostrou surpreso e meu filho envergonhado.

— Naruto sempre te teve ao seu lado, então ele não é como você, ele não sabe como é perder aquele que ama. Por isso ele hesita tanto em mostrar esse amor — disse-lhe, vendo compreensão em sua face e um pouco de tristeza.

— Kakashi, você se lembra de quando segurou Naruto no colo pela primeira vez? Naquele dia nós dissemos que você estava sendo testado e que passou no teste. Se lembra disso?

— Eu lembro — Afirmou calmamente.

— O teste era para saber se você via o Naruto como sendo um indivíduo diferente daquele a quem amou. Quando você disse "prazer em conhecê-lo" nós entendemos que você via os dois como sendo pessoas diferentes, mesmo com as similaridades.

— Naquela época você estava ciente de que eles não eram a mesma pessoa, mas parece que em algum momento você esqueceu isso... Não é porque você sofreu no passado, que irá sofrer novamente. A distância que está colocando entre você e meu filho, está protegendo seus sentimentos, mas ferindo o Naruto. Peço que pare com isso — pedi vendo seus olhos se desviarem dos meus em clara vergonha.

— Por último: tenha paciência com as dúvidas de Naruto. Quando você o conheceu, já tinha seus dezesseis anos e mesmo naquela época você também tinha as dúvidas que ele provavelmente tem agora. Como: Se é possível um relacionamento com tanta diferença de idade e como namorar um homem pode modificar sua vida — encerrei a conversa com ele e Kakashi acenou em confirmação, mostrando que tinha entendido.

— Vamos lá, filho. Agora é sua vez. Sei que você é mais esperto do que aparenta, então preste bastante atenção nas minhas palavras — pedi seriamente, mudando a minha linha de visão de Kakashi para Naruto.

— O Kakashi te ama há muito tempo, muito mais do que você imagina. Na verdade, antes mesmo de você nascer, ele era apaixonado por alguém muito parecido com você — revelei vendo a surpresa clara dos dois. Naruto estava surpreso por saber sobre isso e Kakashi estava surpreso por eu ter revelado essa informação.

— Esse passado é o principal motivo pelo qual Kakashi criou a pequena distância entre vocês, que agora cresceu até chegar ao ponto de incômodo. Ele pode não admitir, mas no fundo se sente culpado por te amar por você se parecer com outra pessoa. Embora ele saiba que são pessoas diferente e te garanto, mesmo que ele te ame por ser parecido com outro, ainda assim te ama por quem é.

— O homem que Kakashi amava, morreu. Devido a isso, ele sofreu muito e por bastante tempo. Apesar de fazer isso inconscientemente ele tem medo de sofrer de novo, pois sabe que quanto mais te amar, mais pode sofrer no caso de algo acontecer.

— Quanto mais cresce, mais você se aproxima de outras pessoas e faz amigos. E apesar de Kakashi estar sempre perto, você não demonstra o quanto gosta dele, por isso ele acredita que você não o ama e que o dia em que ficará com outra pessoa está se aproximando. Assim, ele se afastou para que a dor seja menor no futuro, pois ele sabe que perder aquele que ama é doloroso e mesmo que você esteja vivo, vê-lo com outra pessoa será igualmente doloroso.

Naruto tinha uma expressão de choque em seu rosto, mas a tristeza com a qual me olhava deixava claro que ele estava ouvindo tudo. 

— Kakashi pode parecer invencível, mas ele é um homem normal. Ele não se entrega por completo a esse amor que sente por você, por ter medo de não ser retribuído. Ele é culpado por sentir medo, mas o maior culpado disso é você, por fazer com que ele se sinta assim. Não mostrar o que você realmente sente ou realmente quer, pode ser muito mais doloroso para Kakashi do que se vocês tentarem algo e não der certo. Não deixe suas dúvidas magoarem ele — pedi vendo ele desviar seus olhos, também envergonhado.

Ambos encaravam o chão, perdidos em pensamentos. Chamei a atenção deles e pedi para que olhassem para mim, quando consegui a sua atenção, perguntei se algo do que eu disse estava errado. Sem dizer nada, ambos balançaram a cabeça em negação. Respirei fundo de alívio por ter concluído a primeira parte da conversa.

— Certo, muito bom! Vamos continuar na questão da honestidade, mas quero que vocês mesmo façam isso. Vamos fazer uma terapia de amigos, certo? — Eu ia dizer "terapia de casal", mas a ideia me fez querer parar de ajudá-los, então ignorei meus pensamentos.

— Vai ser simples, eu vou fazer uma pergunta e vocês dois darão uma resposta. Primeiro o Naruto e depois o Kakashi. Serão apenas duas perguntas. Se virem e fiquem de frente um para o outro antes de começar — ordenei, sem esperar que eles se recusassem. Hesitantes, os dois se viraram no sofá, sentando de lado e se virando. Havia uma distância de uns trinta centímetros entre eles, mas eu sentia que estavam perto demais...

Por que eu estava ajudando-os mesmo? Afinal, se eles se acertarem, podiam começar a namorar e eu não gostava muito dessa ideia, apesar de adorar o Kakashi. 

Em resposta a minha própria pergunta, imagens de Kakashi vieram em minha mente. Imagens do dia em que o encontrei na floresta, imagens daqueles olhos sem vida e inundados de tristeza... Eu temia ver aquilo de novo e temia mais ainda ver aquele olhar em meu filho.

— Pai, algum problema? — perguntou Naruto assim que ouviu o meu suspiro angustiado.

— Nada. Só pensando em como ser pai é difícil — disse balançando a cabeça para os lados e afastando aqueles pensamentos sombrios.

— Vamos começar com as perguntas. Sejam sinceros ao responder. Primeira pergunta: Com excessão de seus familiares, quem é a pessoa mais importante em sua vida?

—... Kakashi — Meu filho respondeu com hesitação, seu rosto mostrava leves traços de vergonha.

— Naruto — respondeu Kakashi com confiança, olhando meu filho nos olhos.

— Certo... Segunda pergunta: Se você pudesse fazer um pedido para a pessoa na sua frente, que pedido seria? — Ambos pareciam confusos com essa pergunta e pareciam hesitantes em dizer... Esse problema ainda persistia, mesmo depois de todas as verdades que eu lhes disse. Eles ainda não conseguiam ser completamente honestos sem se preocupar com as consequências.

— Parece que vocês dois não querem falar sobre isso... talvez seja cedo demais  — disse a mim mesmo. Eles não confirmaram, mas também não discordaram. Era uma prova de que eu estava no mínimo, meio certo.

— Vamos deixar essa pergunta para ser respondida depois que voltarem — decidi depois de pensar um pouco. Revelando sem perceber, o último tema daquela "conversa" que estávamos tendo. Expressões confusas me encararam e Kakashi pronunciou o que os dois deviam estar pensando.

— Voltar de onde?


Notas Finais


Até mais.
:-)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...