História Vou te conquistar novamente - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Kakashi Hatake, Kushina Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki
Tags Amizade, Comedia, Kakanaru, Kakashi, Lemon, Naruto, Romance, Universo Alternativo, Yaoi
Visualizações 192
Palavras 1.171
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrigado (a) pelos 100 favoritos!

Capítulo 5 - Meus objetivos


           Capítulo 05: Meus objetivos

 

O treinamento da academia Anbu era difícil. Todas as crianças órfãs que eram pegas e treinadas para serem guarda costas, viviam na academia até trinta anos ou mais, pois boas habilidades eram difíceis de se obter.

Mesmo eu, que poderia ser considerado um gênio entre os alunos, ainda precisava treinar e talvez conseguiria terminar todo o treinamento com uns dezenove ou vinte anos, mas para mim isso não era cedo o bastante. Durante uma semana, eu pensei seriamente naquela questão. Em como poderia encurtar meu treinamento e como poderia estar ao lado de Naruto o mais rápido possível.

Depois de muito pensar, cheguei a conclusão de que precisava de ajuda. Se eu treinasse com alguém, minhas habilidades iriam evoluir de forma mais rápida, essa era a solução. Mas o problema era encontrar alguém disposto a treinar comigo, afinal, todos tinham suas próprias vidas e trabalhos.

No fim, acabei pedindo ajuda a Itachi. Ele era da mesma idade que eu e éramos algo próximo de amigos de infância. Apesar de ser jovem, ele já havia se formado na academia e era um dos melhores guarda costas. 

Muitos achavam que íamos nos formar juntos, mas... depois do que aconteceu com Naruto, o meu treinamento passou por uma pausa e não consegui mais me esforçar tanto quanto antes. Ainda estudava apenas em uma forma de mostrar ao Minato que estava bem, mesmo que essa não fosse a verdade. Entretanto, agora era diferente, pois eu tinha um motivo para estudar e não o faria de forma tão leviana novamente.

Quando falei com Itachi, ele se mostrou surpreso com meu pedido, pois assim como os outros, achava que eu tinha desistido do treinamento. E eu não o culpava por pensar assim, apenas aconteceu de eu ter encontrado Naruto e por isso, ter alguém a quem proteger, caso contrário, talvez eu ainda estivesse seguindo o meu treinamento da mesma forma que antes.

Para a minha felicidade, Itachi concordou, embora tenha deixado claro que seu trabalho e seu irmão viriam em primeiro lugar e que só me ajudaria no pouco de tempo que não estivesse ocupado com aquelas duas questões. Fiquei surpreso por ele ter aceitado, mas Itachi era um observador e sabia muito mais sobre mim do que eu esperava.

"Quando você começou a deixar o seu treinamento de lado, eu pude ver a dor de quem perdeu alguém importante. Agora que está pedindo a minha ajuda, posso ver a determinação de alguém que encontrou uma pessoa importante que quer proteger. Que tipo de amigo eu seria, se não lhe ajudasse nesse momento?" Foi o que Itachi disse após ouvir o meu pedido de treinamento, enquanto sorria, parecendo feliz pela minha "recuperação". Ele era um amigo incrível.

Durante os meses seguintes, uma vida de treinamento árduo se iniciou. Xinguei-me internamente muitas vezes, por não ter treinado a sério por tanto tempo, mas não podia fazer nada em relação ao passado, agora só podia tentar compensar com o futuro.

Minhas visitas ao Naruto eram rápidas e pouco frequentes, só podia vê-lo por alguns minutos, a cada um mês ou quinze dias. Mesmo que o treinamento fosse difícil, não era mais difícil do que manter distância daquele pequeno. Estar ao seu lado e poder vê-lo, era a recarga que eu precisava para seguir treinando, se não fosse por ele, eu teria desistido há muito tempo.


***


Era domingo, Itachi fez uma sessão de treinamento comigo e como resultado, eu havia machucado o braço. Estava vestindo calça e camisa sem mangas, preta, colete cinza e luvas longas também pretas. Esse era o uniforme Anbu, mas devido ao meu ferimento, a luva em um dos braços foi substituída por faixas brancas que protegiam a ferida.

Era noite, praticamente madrugada e meu treinamento tinha enfim acabado. Decidi aproveitar a noite tranquila para ir visitá-lo. Eu tinha permissão para entrar na mansão Uzumaki a qualquer momento, então não foi difícil entrar na propriedade. Sabia a senha da porta e todos os empregados me conheciam, por isso, circular dentro da casa era comum. Passei pelos corredores indo até o quarto dele, em frente ao quarto do casal.

Na porta de Naruto, seu nome em azul estava escrito e no lugar da fechadura, havia um identificador de digitais. Coloquei ali o meu dedo e a porta se abriu, revelando o quarto do bebê. Tinha muitos brinquedos e móveis, mas nunca prestava muita atenção a eles, indo diretamente ao seu berço, onde ele dormia confortavelmente.

Debrucei-me sobre a grade com o braço bom e observei-o dormindo, respirando, resmungando e se mexendo... eram os melhores minutos da minha vida. Meus olhos ficavam nele o tempo todo, com medo de desperdiçar qualquer segundo e daquele momento acabar. Infelizmente, o som da trava da porta se abrindo logo apareceu e eu sabia quem era sem nem mesmo olhar.

— Boa noite, Minato Sensei.

— Boa noite. Se machucou no treino? É grave? — perguntou com preocupação, caminhando até mim e parando ao meu lado, observando seu filho em minha companhia. 

— Vai melhorar logo — respondi usando o braço machucado para cobrir Naruto, apesar da dor que o movimento me infligiu. Ele se mexia tanto que estava praticamente descoberto e apesar do tempo não estar frio, temia que o ar noturno pudesse lhe trazer um resfriado. Por isso, cuidadosamente puxei a sua coberta sobre o pequeno corpo, ajeitando-o perto do pescoço.

— Devo ir embora?

— Sim.

— Posso ficar mais uma pouco?

— Cinco minutos — respondeu, saindo do quarto e me deixando sozinho com Naruto. Usando a mão do braço machucado, toquei sua pequena mão e senti seus dedos apertarem um dos meus, fazendo um pequeno sorriso surgir em meu rosto, apesar de ser uma ação aleatória, ainda assim me deixava muito feliz.

Os minutos passaram rápido e deixei o quarto de Naruto para trás, assim como a residência dos Uzumaki. O treinamento continuou e felizmente tive bons resultados, em apenas um ano, consegui o que muitos levariam de três a dez anos para conseguir. Até mesmo Itachi e Minato ficaram surpresos com meu resultado. Quanto a mim? Senti que foi um ano extremamente longo e se dependesse de mim, teria diminuído ainda mais o tempo, era uma infelicidade que meu corpo não poderia superar os treinamento, tão bem quanto minha força de vontade.

Uma semana depois de Naruto completar um ano de idade, eu me formei na academia Anbu, como o terceiro melhor formando e o segundo mais jovem na história da academia. Ganhei a máscara branca com um desenho animal que coincidia com o meu codinome "Lobo", como eu seria conhecido entre os clientes e os demais colegas.

A partir daquele dia, eu usaria não só a máscara de pano que cobriria meu rosto do nariz para baixo, como também iria colocar aquela máscara branca por cima. Não iria mais falar enquanto estivesse na presença de Naruto e seria oficialmente o guarda costas dele, conseguindo assim o que tinha esperado durante todo aquele ano... A chance de estar ao seu lado a qualquer hora do dia e sem limite de tempo.


Notas Finais


Não se esqueça de deixar a sua opinião sobre a história, ela é muito importante.
:-)
Até mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...