História Walk with me - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Gabicelo, Gabriela Duarte, Marcelo Faria, Orgulho&paixão
Visualizações 143
Palavras 1.431
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Flashback – New York (2017)

Parecia que tudo ia bem em New York, até aquele dia.

G: - As crianças dormiram já, o que tem para me falar ?

J: - Achei que a nossa vinda a New York, longe de todos me faria pensar melhor em relação a nós, somos casados a 15 anos e desces tempo pra cá nada é como era antes, eu te amo muito, amo nossa família que construímos, nossa historia, mas parece que você só liga para as crianças sem se importar com o casal, vivendo a vida com seus amigos, sua família e me deixando de lado, eu sei que parece que não ligo para ninguém mas quando eu realmente deito na cama e estou pronto para conversar com você, você esta dormindo de cansaço porque o dia foi pesado, inclusive estamos sem se relacionar a um tempo, e eu não quero ser aquele casal que não se ama mas ainda continua juntos.

G: - Eu não sei que jeito que você quer que eu me pronuncie por isso, porque a culpa exatamente é sua, sei que eu faço parte de um pouco mas a grande parte é sua, quando é sua folga ou não tem nada para fazer sempre procura mais sendo que eu disse e repito várias vezes sobre o que temos estar ótimo, vivemos bem, mas você procura sempre mais e ainda me culpa por estar cansada, por fazer todo o trabalho tanto de casa quanto família sem você, realmente eu sei que não quer acabar como esse exemplo de casal que citou mas se não mudar vai ser isso que vai acontecer.

Hoje – Rio de Janeiro (2017)

G: - A partir daquele dia eu achei que ele iria mudar, ser mais família, ser mais marido, mas parecia que tudo piorou, chegava em casa mas tarde do que nunca, as crianças sempre perguntavam dele pois saia antes da gente acordar e chegava quando estávamos dormindo, quando ficava em casa era deitado mexendo no computador e as crianças querendo brincar com ele e ele sem ligar, brigamos tanto por isso mas teve uma hora que cansei, desisti e senti que aquela parte do coração que se chama amor tinha sumido, exatamente como ele tinha descrito aquele dia, desde então mal se falamos e quando falamos da briga, a gente combinava tanto antes mas agora parece que nada faz questão de colaborar assim como nosso relacionamento.

M: - Sinto por você, mal sabia que estava passando por isso, mas posso dizer que estou em crise também, mas por motivos que eu pisei na bola e a Camila não tem mais confiança em mim, estamos “vivendo” juntos mas por conta da Felipa, porque com certeza por ela essa “palhaçada” já teria acabado, sempre gostei dela mas o sentido de amar acho que já perdi faz tempo.

G: - É amigo parece que estamos na lama dos relacionamentos, eu pensava tanto quando me casei com o Jairo que seria para sempre, tinha encontrado o amor da minha vida e agora como estamos, quase trazendo um papel para assinar e nos separarmos de vez.

M: - Pois é, nada na vida é muito fácil, exatamente porque fiz essa festinha, para me desligar de tudo isso que esta acontecendo e me divertir com os meus amigos e minha amiga linda de anos que esta abalando hoje, sabe o que você faz, manda uma mensagem para sua mãe dizendo que esta tudo bem e que só vai retornar com o celular amanhã no almoço, se desliga um pouco e vamos viver, vamos colecionar momentos !!

Gabriela

Marcelo era maravilhoso e sempre me falou a vida inteira para colecionarmos momentos então não perderia tempo, queria esquecer tudo e aproveitar o máximo. Começou a tocar musica que eu mais escutava no momento, One Kiss (Calvin Harris and Dua Lipa)  então comecei a dançar e seduzir na pista de dança junto com as meninas, com a minha taça de vinho que eu e Marcelo estávamos dividindo e ele atrás de mim me observando dançar para “ele”, me sentia viva de novo tanto no sentido de dançar quanto alguém me olhando dançar, ele parecia me desejar mas éramos apenas melhores amigos será que seria possível ?!

Minha musica tinha acabado e meu vinho também, então fui reabastecer e Marcelo percebeu e foi atrás de mim.

G: - Quer mais vinho ?

M: - Quero seu beijo pode ser ?!

E antes mesmo que eu possa responder senti nossos lábios colados e nossas línguas juntas, eu estava com sede daquilo e fui aprofundando mais e ele seguindo meus passos, ate ficarmos sem ar, a boca dele estava vermelha e a minha também, enchi a taça dele e voltamos para pista.

O funk pesadão tava rolando naquele momento, me juntei com as meninas no mesmo lugar que eu estava e Marcelo também, a dança toda era para ele.

Marcelo

Gabriela Duarte estava me deixando louco, aquele rebolado, aquele olhar, aquele beijo, não poderia dizer que nunca tive um queda por ela, todos trabalhos que tivemos e esse seria mais um, mas não talvez como amigos.

Depois de muita dança, muita bebida e risadas, já era tarde e o pessoal foi indo embora, Gab foi ficando e estava me ajudando a dar uma geral na casa, arrumamos tudo.

G: - Pronto a casa esta linda de novo.

M: - Não, ainda falta uma coisa.

Não resisti e a beijei de novo, nosso beijo era tão suave, gostoso e tínhamos uma química mas antes mesmo de aproveitar mais senti nossos lábios separados.

G: - Marcelo eu não posso, eu sei que me abri com você e você sabe toda a minha situação agora, não vou negar que eu esteja louca por mais que um beijo mas sou casada.

M: - Eu também Gab, mas o que temos a perder ? Não vamos negar esse fogo que esta entre a gente, prometo que não vai ser arrepender e se não quiser mais te respeito.

Senti o gosto da vitoria quando os lábios dela tocaram o meu, nos se desejávamos muito, parecia loucura mas era bem real. Comecei pela blusa dela que voou para algum canto da sala, com aquela intensidade no beijo o desejo causou arranhões em minhas costas e logo minha blusa não pertencia mas no meu corpo e nem minha calça, e por um momento ela parou e observou que eu estava pronto para ela, todo excitado mas não seria agora, passei a mão pela calcinha dela e o que eu puder esperar, molhadinha, tirei aquilo que cobria e enfiei o dedo dentro dela e a senti arfar e chamar pelo meu nome ate que vi estava pronta para chegar no seu ápice, tirei minha cueca e a penetrei, tudo ficou maravilhoso naquele momento, estávamos juntos na mesma sincronia no sofá da sala, mudamos de posição e deixei ela comandar com aquela rebolada.

Gabriela

Era tudo maravilhoso, a quanto tempo me negava a esse desejo incrível e com Marcelo parecia que era melhor, vi que ele estava prestes a gozar e eu também, então finalizamos juntos nossa transa.

M: - Gab dorme comigo aqui essa noite, você esta sozinha naquele apartamento pelo menos vai ter minha companhia aqui.

G: - Ter sua companhia já é bom demais em qualquer lugar, eu fico !

M: - Fechadoo !! Vou tomar um banho, quer vir ?

Balancei minha cabeça no sentindo de sim, e claro que chegando no chuveiro repetimos a dose, saímos, nos secamos e ele me deu uma blusa sua para que eu dormisse, deitamos naquela cama e juntou aquilo de acordar cedo, bebidas, dança e tesão que capotamos. Acordei bem ativa, me sentindo bem e sem Marcelo ao meu lado, senti um cheio bom e nem duvidei que estava fazendo o café, então fiz minhas higienes, dei uma arrumada no cabelo e antes de ir a cozinha, fui em meu lugar favorito de sua casa, a sacada que dava de frente para aquele marzão do Rio de Janeiro.

M: - Sabia que gostava muito desse canto da casa, em sua homenagem o café vai ser aqui.

G: - Ai não acredito, não precisa... – e fui atingida por um beijo.

M: - Você merece !!

Tomamos nosso maravilhoso e devido café, lembrando de nosso passado e rindo ate não poder mais, tudo que eu estava com carência de Jairo, Marcelo tinha me conquistado, a verdade as vezes demora para acontecer mas não é que a minha estava na cara.

 

 

 

“ There’s something about you that hit me with your best shot, when i needed it most”

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...