1. Spirit Fanfics >
  2. Wammy's House >
  3. Seu pedido foi negado

História Wammy's House - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Finalmente tive coragem de postar o 3 capítulo.

Capítulo 3 - Seu pedido foi negado


Julho de 2005

Wammy's House

5:00 da manhã


Mello

 Em mais um dia Mihael acorda com o despertador,queria tanto continuar a dormir mas não poderia fazer isso,ele tinha que chegar primeiro que Near em todas as hipóteses. Me levanto mais lento que o normal,me troco e fasso a higiene diária, chego perto de Matt que ainda estava dormindo pois não tinha o terrível fardo de ter que acordar mais cedo que Near. Apos isso eu saio e vou para a cantina,com seus cálculos Near estaria lá daqui a 5 minutos em tão tinha que ser rápido,pego uma comida genérica que tinha na messa e me sento,não podia fingir que não estava morrendo de sono,minhas olheiras me entregavam, Mihael sempre se perguntou como que Near conseguia não demostrar desgaste emocional,ele sempre era tão branco com tudo.

Terminei de comer e vou direto para a aula,chegando lá como o esperado eu tinha sido o primeiro,me sento no lugar de sempre,e espero,com tempo alguns alunos chegam e Mihael só se perguntava uma coisa.

-Near faltou?-Pergunto para Matt,enquanto me virava para poder olha lo.

-Ele foi adotado ontem anoite.-Diz Matt como se fosse a coisa mais normal do mundo.

Mihael entrou em choque,nunca tinha pensado nesta possibilidade,Mello não sabia se era para estar feliz com isso,isso significava que ele agora em diante seria o primeiro,por que eu estaria triste? Eu consegui! Finalmente!

-Você deve estar tão feliz-Diz Matt pegando seu PSP da bolsa-agora eu sou o segundo-Matt termina a fala dando uma pequena risada pensando na real possibilidade.

Eu nem consegui conter minha animação,com certeza acordaria sorrindo por uma semana,mas esta estranho,acho que me acostumei com Near,é um sentimento bipolar,era para eu estar completamente feliz. Wammy's House por mais que fosse um orfanato para gênios,ele continuava sendo um orfanato,então uma vez a cada dois anos alguém era adotado,mas Near era o numero 1,porque Roger ia deixar isso acontecer?

Após algumas horas de aula,eu continuava a olhar o menino de cabelos negros que estava no lugar do Near agora,será que Near ainda deixou aquelas pilhas dele? Elas seriam ótimas para deixar alguma pessoa passando mal e reabastecer o PSP do Matt.

Me levanto da cadeira e ando até o quarto do Near já que tinha a copia da chave desde o ano passado,enquanto estava me aproximando do quarto e já tinha colocado a chave na tranca,eu olhei para o lado de relance e vi ele,eu nunca me senti tão decepcionado na vida,Matt seu filho da puta mentiroso.

Apos meus olhos encontrarem os deles e os deles encontrarem os meus,apenas nos encaramos por alguns segundo e já pude ver o rosto dele cheio de hematomas,não fui eu que fez isso,logo depois Near se vira e começa a andar pelo lado oposto como se não tivesse visto nada.

-Eu achei que tinha me livrado de você ovelha-digo correndo atrás dele para somente lhe dar um empurrão como forma de aviso.

Só que dessa vez ele não só cambaleou como sempre,ele caiu no chão e ficou lá por alguns segundos,até que ele se encosta na parede e envolve as pernas com os braços e esconde o rosto nas pernas. Eu podia ouvir alguns soluços de choro,eu tentei falar alguma coisa mas não consegui,pela primeira vez eu tinha experimentado a culpa por causa do Near,eu deveria ter percebido que estava indo longe demais...Não,ele merece tudo isso,quem mandou ele ser mimado...mas de todo jeito eu não peguei passado? Ele tem dois anos mais novo que você Mello aonde estava com a cabeça. Eu estava muito confuso,apenas deixo Near ali e saio correndo para meu quarto.

Quando chego no quarto fecho a porta e sento na cama,eu acho que Matt tinha razão,eu tenho inveja do Near,que mal ele fez? Eu nem gosto de brinquedos para ter implicado tanto com ele,Near é mimado por Roger mas não sei se ele tem culpa,eu sinceramente só quero hibernar por alguns anos até as coisas se resolverem,por que eu me importo tanto com as coisas que Near faz?

Dia seguinte

5:30 da manhã

Bato na porta de Near na esperança que ele esteja lá,pois tinha procurado Near em todo o orfanato e não tinha o encontrado,ele tinha que aproveitar este sábado onde todos dormem até tarde para poder ver Near sem ser ridicularizado por Matt e outras crianças,Mello se importava com sua imagem mais do que gostaria,Mihael bate na porta de novo,nas mãos de Mello avia uma arma que atira bolinhas de ping pong que ele adorava quando era mais novo,mas agora esta disposto a dar isso como um pedido de desculpas. Com o tempo e Near não abria a porta,Mihael pegou a chave e abriu por conta propria,quando abriu,não tinha ninguém no quarto,com isso,derrotado Mello ia fechar a porta ate que ouviu uma respiração no quarto,apos isso ele entra no quarto e olha em baixo da cama e ele estava lá se escondendo.

-É... Eu não vou mais te incomodar, pega isso-ofereço o objeto a ele,mas como ele não pega,apenas jogo a arma embaixo da cama.

Enquanto saia do quarto vejo o brinquedo sendo arremessado de embaixo da cama,eu não podia esperar outro coisa de você Near.




Notas Finais


Este capítulo está terminado.
FLW.
Foi mal pela demora ai.
Vai ter o quarto capítulo mas não sei quando.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...