1. Spirit Fanfics >
  2. WangXian - Em Família >
  3. Vestes Vermelhas

História WangXian - Em Família - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi, meus amores! A muito tempo estou com essa fic na cabeça e ela estava explodindo, então, aqui estamos nós!

Bem vindo ao universo Mo Dao Zu Shi! Espero que vocês amém os personagens assim como eu amo!

E vamos falar de casamento! Li várias fics em que eles casavam em uma cerimônia grandiosa, mas eu acho que isso não combina com eles, então, aqui está o casamento desses lindos sob o meu ponto de vista!

Boa leitura!

Capítulo 1 - Vestes Vermelhas


Fanfic / Fanfiction WangXian - Em Família - Capítulo 1 - Vestes Vermelhas

Faziam quase dois meses desde que Lan WangJi e Wei WuXian haviam retornado em definitivo aos Recantos das Nuvens. Apesar dos seniores não apreciarem a presença do Patriarca Yiling, nem sua união incomum com o Segundo Irmão Lan, era inevitável a sua estadia junto à Han-GuangJun e como o patriarca reencarnado estava se esforçando para manter-se dentro das regras de GusuLan, aos poucos, sua presença não era mais tão incômoda, embora Lan QiRen evitasse a todo custo que seus queridos juniores se aproximassem dele, mesmo isso sendo impossível, visto que quando estes saiam em caçadas junto com o seu mestre, o Segundo Irmão Lan, Wei WuXian sempre os acompanhava.

Lan XiChen ainda guardava o luto pela morte de seu irmão jurado e que havia traído e conspirado contra todas as grandes seitas de cultivadores. Mediante sua reclusão para meditação, Lan QiRen estava tomando conta dos assuntos da seita Lan, e juntamente com os outros líderes de seitas, perseguindo, prendendo e julgando os aliados de Jin GuangYao que haviam fugido assim que souberam de sua queda.

O cenário da cultivação ainda era caótico, mas Lan WangJi e Wei WuXian estavam vivendo em paz no Jingshi silencioso que os dois dividiam agora em um canto retirado do Recanto das Nuvens, mas algo ainda incomodava Wei WuXian.

“Lan Zhan...” o patriarca chamou ainda deitado sobre o peito do Segundo Irmão Lan, depois de cumprirem a sua promessa de ‘todo dia’.

“Hmn” Lan WangJi respondeu, ainda acordado.

“Tem algo que eu estou pensando e queria te pedir...” se levantou do peito do amado e sentou-se ao seu lado, observando o semblante sempre sério de Lan WangJi. “Eu sei que nós já fizemos as três reverências quando estávamos vagando pelo mundo, antes de vir pra cá, mas...”, vacilou ao achar que seu pedido seria entendido como desnecessário, mas resolveu prosseguir. “... eu queria fazer novamente as três reverências e os nossos votos frente a seus pais e aos seus outros ancestrais da Seita Lan!” Concluiu, esperando alguma reação de seu amado, mesmo sabendo que talvez não teria nenhuma. A face de Lan WangJi, mesmo pouco iluminada pela luz das poucas velas acesas no quarto, continuava serena como sempre.

“Podemos fazer isso amanhã!” Respondeu e um enorme sorriso se abriu no rosto de Wei WuXian, que não se conteve e se jogou sobre o corpo de seu amado, distribuindo beijos por toda a extensão da sua face, pescoço e peitoral.

“Sabe, Lan Zhan, as vezes, parece que os espíritos dos seus pais e dos seus antepassados estão me vigiando e me recriminado por ter te desviado do caminho esperado para o Segundo Irmão Lan...” ponderou, pensativo.

“...” Lan WangJi, como de costume, não respondeu nada e aguardou o seu companheiro tagarela continuar.

“Eu nunca pensei em me casar e nem numa cerimônia muito elaborada e cheia de convidados, mas devido a sua importância dentro da seita Lan, acho que o mínimo que eu posso fazer é prestar meus respeitos aos seus ancestrais e jurar te amar e te acompanhar pelo resto de nossas vidas e além!” Explicava, todo carinhoso, voltando a deitar no peito de seu amado e brincando com algumas mechas do seu cabelo negro. “Sabe, Lan Zhan, eu acho que você ficaria lindo vestido com trajes matrimoniais”. A voz sapeca de Wei WuXian entregava suas intenções. Ele queria muito ver seu amado nos trajes típicos vermelhos de casamento e isso o excitava.

“Podemos ir a Gusu e comprar vestes apropriadas” Lan WangJi respondeu, alegrando ainda mais o patriarca que se jogou novamente nos lábios de seu amado, o beijando intensamente em comemoração.

Pela manhã, assim que Wei WuXian acordou, seu olhos procuraram no Jingshi por Lan WangJi e logo o encontrou, sentado frente a sua mesa de trabalho, escrevendo delicadamente em um papel.

“Bom dia” falou com a voz manhosa e ainda se espreguiçando.

Lan WangJi volveu seu rosto para a cama que os dois amantes dividiam e respondeu calmamente “Bom dia”, se levantando em seguida e indo até seu leito, depositando um beijo na testa do preguiçoso e dorminhoco patriarca. Como de costume, o Segundo Irmão Lan já estava com o banho de Wei WuXian pronto, então pegou-o em seus braços e o levou até a tina de água quente, colocando o corpo nu de seu amado na água e o ajudando a se banhar.

Wei WuXian estava tão contente pela conversa que teve na noite anterior, que não quis puxar Lan WangJi para dentro da tina, já que isso atrasaria seus planos de descer dos Recantos das Nuvens para a cidade e fazer as compras que desejavam.

Após banhar-se e vestir-se, Wei WuXian tomou o desjejum junto com Lan WangJi, que sempre o preparava com toda a calma, antes de sair do Jingshi para cumprir suas obrigações na Seita, porém, hoje, após a refeição da manhã, ambos saíram juntos e encaminharam-se para as escadarias que cruzavam as montanhas e levavam a cidade.

Wei WuXian estava radiante e por onde passava, espalhava sua alegria e dava risos soltos. Isso aquecia e acelerava ainda mais o coração de Lan WangJi, que o observava, sem desviar seus olhos, e se encantava cada vez mais. Seu amado parecia uma criança prestes a receber um presente tão esperado.

Os juniores da seita Lan logo perceberam os dois mestres se encaminhando para o portal da Seita e correram – descomprimido uma das regras da seita - atrás deles para indagar sobre sua saída.

“Han-GuangJun, Mestre Wei, vocês estão indo para uma caçada?”Lan SiZhui se pronunciou em nome de toda a curiosidade dos juniores, depois de os cumprimentarem educadamente.

“...” Lan WangJi não respondeu como sempre e até pensou em uma punição para os jovens tão audaciosos que ousaram indagar sobre o destino de seu roteiro.

“Não! Não! Hoje nós vamos fazer compras!” Wei WuXian se adiantou e respondeu eufórico, deixando claro sua animação e surpreendendo aos juniores.

“Compras...?” Lan JingYi demonstrou a aparente confusão de todos. ‘Isso não parece algo típico do feitio de Han-GuangJun!’ Pensou.

‘Só o patriarca Yiling para tirar Han-GuangJun dos Recantos das Nuvens para fazer compras!’ Lan SiZhui refletiu, com um sorriso discreto adornando sua face.

“Podemos acompanhar os nossos mestres?” Lan JingYi perguntou, pensando que talvez Wei WuXian tivesse dito isso somente para despistá-los.

O olhar condenador de Lan WangJi foi o suficiente para os juniores perceberem que sua presença não era desejada pelo Segundo Irmão Lan.

“Talvez em um outro momento, mas por hora, eu e Han-GuangJun gostaríamos de ir sozinhos!” Respondeu amistoso e jogando de vez um balde de água fria na cabeça de cada um dos juniores.

“...” com apenas mais um olhar, os juniores perceberam que seu mestre queria que eles voltassem às suas obrigações e parecem de tentar sair para caçadas além dos Recantos das Nuvens.

“Além do mais, o Grande Mestre, Lan QiRen, não gosta que vocês andem comigo, então é bom vocês voltarem antes que ele perceba a ausência de tantos juniores!” Wei WuXian usou a mesma ameaça que ele sempre fazia e que infalivelmente funcionava para mandá-los de volta a seus afazeres e estudos.

Os juniores os cumprimentaram e se retiraram, deixando o caminho livre para o casal prosseguir com sua pequena viagem.

Ao chegarem à cidade, Wei WuXian se distraiu olhando tanto movimento, tanta gente pelas ruas, tantas cores, cheiros e sabores.

Lan WangJi sabia que era monótono para Wei WuXian os dias nos Recantos das Nuvens e ele adorava ver seu amado todo empolgado cada vez que saia e passavam por alguma cidade comercial como essa.

“Lan Zhan, vamos comer um pouco antes de fazermos nossas compras?” Wei WuXian o chamou, sorrindo e indicando com a cabeça uma casa de chá que estava a frente deles a alguns metros. Um leve sorriso, muito discreto se formou no canto dos lábios de Lan WangJi em concordância e ambos entraram no estabelecimento.

Como esperado, o patriarca pediu muitas comidas apimentadas e ainda acrescentou que queria com uma dose extra de tempero, já que a semanas não provava algo com um sabor mais forte. Achava até que não reconheceria mais o gosto de seus pratos preferidos, já que nos Recantos das Nuvens, a comida geralmente era insossa e nem sempre Lan WangJi tinha tempo de cozinhar para ele.

Depois de se fartar com a refeição abundante e picante e se satisfazer como a muito não fazia, saíram da casa de chá em direção à loja que continha as vestimentas mais luxuosas da cidade. Era a mesma loja que fornecia com certa frequência as roupas que as duas Jades de Lan usavam, sem que eles precisassem descer do recanto para encomendá-las, já que um dos melhores costureiros da loja sabia de cor os gostos e medidas dos herdeiros da seita Lan.

“Han-GuangJi! A que devo a honra da sua presença? Não está satisfeito com as últimas peças que enviei para GusuLan?” O velho senhor veio todo preocupado atender ao Segundo Irmão Lan assim que o viu adentrar a grandiosa loja.

“...” Lan WangJi o cumprimentou e depois fez seu pedido. “Desejamos provar vestes matrimoniais”. Foi direto, como sempre.

“Ah, sim! Por favor, me acompanhem!” Indicou o caminho para o interior da loja, indo para um local mais retirado, com salas fechadas, onde as medidas e provas de roupas eram feitas. “Então teremos um casamento!? O Segundo Irmão Lan vai se casar? Que maravilha! A jovem senhorita deve estar muito contente!” Falava, eufórico, causando o desconforto dos dois que o seguiam. “E o senhor? Deve ser um dos mestres amigos de Han-GuangJun! Vai ajudá-lo a escolher a melhor roupa, não é isso?” Perguntou como se fosse a conversa mais casual possível.

“...” dessa vez foi Wei WuXian que não conseguiu responder.

“Não” Lan WangJi respondeu “Ele é meu noivo”.

De imediato, o sorriso aberto do costureiro se fechou e ele olhou pasmo para os dois mestres. Depois de engolir a seco, conseguiu pronunciar suas palavras.

“Então, o jovem mestre também está buscando vestes matrimoniais?” Voltou a sorrir, encarando Wei WuXian.

“Sim!” Respondeu prontamente, sentindo o ar carregado se dissipar.

Wei WuXian preferiu escolher suas vestes em uma sala separada de Lan WangJi e assim, somente a noite seu amado o veria pronto para a cerimônia.

Depois de mais de duas horas e de provar várias peças e combinações, Wei WuXian se decidiu e finalmente saiu da sala com as vestimentas guardadas na sua bolsa Qiankun. Logo, encontrou Lan WangJi sentado em um banco no corredor, o esperando.

“Demorei?” Perguntou todo alegre e satisfeito.

“...” Lan WangJi não respondeu, mas não precisava. Esperaria o tempo que fosse necessário só para ver seu amado sair da sala com aquele sorriso enorme que tanto ele admirava.

Com as vestimentas de Lan WangJi guardadas na sua manga Qiankun, ambos partiram de volta aos Recantos das Nuvens, não sem antes comprar algumas jarras de Sorriso do Imperador, chegando ao entardecer de volta ao Jingshi. Não encontraram com os juniores no caminho e logo suspeitaram que ou estavam aprontando alguma ou estavam pagando alguma punição, só para variar.

Wei WuXian foi preparar o banho para ambos, enquanto Lan WangJi foi buscar o jantar, já que não permitia que nenhum servo o trouxesse e acabasse atrapalhando a intimidade que ambos desfrutavam em seu Jingshi. Após o jantar, ambos foram se preparar para a cerimônia particular que iriam celebrar, cada um atrás de um biombo em lados opostos para não verem as vestimentas um do outro.

Após dar o horário do toque de recolher, Lan WangJi, o primeiro a ficar pronto, se retirou e se encaminhou para o Salão Ancestral da Seita Lan, onde acendeu alguns incensos para seus pais e seus ancestrais e depois se ajoelhou e ficou em silêncio, fazendo suas orações. Alguns minutos se passaram até que ele não se encontrou mais sozinho.

“Lan Zhan” Wei WuXian chamou, da porta do Salão Ancestral.

Imediatamente, Lan WangJi se levantou e vislumbrou a imagem de seu amado vestido impecavelmente em vestes vermelhas que pareciam terem sido desenhadas e costuradas nos mínimos detalhes somente para ele.

Wei WuXian também ficou encantado ao ver o seu amado Lan Zhan em vestes vermelhas, adornadas por vários desenhos delicados com fios dourados e que acentuavam ainda mais o contraste da cor da sua pele com o seu cabelo negro. ‘Perfeito’ pensou. ‘Meu Lan Zhan’.

Lan WangJi foi até o patriarca e estendeu sua mão até ele, que delicadamente a segurou e o acompanhou até em frente ao altar no centro do salão. Ambos se ajoelharam e Wei WuXian pegou os incensos que estavam depositados a sua frente e os acendeu, os posicionando para queimarem lentamente em honra aos familiares e ancestrais de seu amado.

Após todos os finos bastões estarem queimando e exalando seu perfume pelo Salão Ancestral, ambos se posicionaram e fizeram as três reverências que marcavam a união de um casal como parceiros perpétuos de cultivação.

Agora e desde sempre Lan WangJi pertencia a Wei WuXian e Wei WuXian a Lan WangJi. Após se levantarem, fizeram seus votos, prometendo amar e respeitar um ao outro e sempre proteger aquele que os deuses escolheram para dividir a vida e seus destinos. Finalmente, se beijaram, selando de vez o amor eterno de um pelo outro.

Wei WuXian estava mais radiante do que nunca e se jogou nos braços de seu marido e nada iria separá-los, disso tinha certeza.

“Vamos, meu marido! Estou louco para aproveitar nossa noite de núpcias!” Wei WuXian não se conteve e acabou falando, sem ao menos se lembrar de que estava em um lugar sagrado e que merecia respeito. Ficou mais animado ainda ao ver as pontinhas das orelhas de Lan WangJi se tornando levemente vermelhas. Ele adorava deixar seu amado constrangido.

Caminharam de braços dados aproveitando o silêncio, a solidão e a luz das estrelas que tornavam o Recanto das Nuvens um lugar extremamente sedutor.

Wei WuXian mal podia esperar até atravessar o curto caminho e chegar no Jingshi e ficar a sós com seu marido, mas seus planos foram interrompidos por uma visita inesperada e nem um pouco desagradável.

“Irmão?!” Lan WangJi exclamou assim que adentrou a cerca que rodeava o Jingshi e avistou o Líder da Seita Lan, em pé, de costas para eles e de frente para a porta da entrada.

“Boa noite!” Respondeu, virando-se e encontrando o irmão e o cunhado nas marcantes vestes matrimoniais. Apesar de surpreso, sorriu alegremente ao ver que os dois acabavam de celebrar sua união.

“Líder da Seita Lan...” Wei WuXian o cumprimentou, nitidamente constrangido, afinal, havia acabado de se unir ao irmão de Lan XiChen e este nem foi convidado por testemunha. “Nos perdoe...” começou a se desculpar, aflito, querendo se explicar, mas foi interrompido por um gesto suave da mão direita de Lan XiChen claramente o pedindo para não mais fazê-lo.

“Não se desculpe, Wei WuXian! Isso não é necessário! Estou feliz por você e meu irmão estarem unidos como parceiros de cultivo!” Começou a falar, ainda mantendo aquele sorriso plácido nos lábios.

Lan WangJi curvou levemente os cantos dos lábios, contente pelas palavras do irmão. Ele sabia que o Líder da Seita Lan o entenderia e não precisaria testemunhar a cerimônia para saber que a união de ambos era verdadeira e perpétua... só o irmão dele poderia saber a grandiosidade dos sentimentos que Lan WangJi nutria pelo patriarca Yiling.

“XiChen?” Lan WangJi sabia que o irmão não sairia da sua meditação reclusa apenas para parabenizá-lo, visto que ninguém sabia dos planos do casal para essa noite.

Lan XiChen deu um breve sorriso e desviou levemente o olhar para o chão percebendo que seu irmão já havia entendido que ele estava ali por um motivo bem sério.

“WangJi, Wei WuXian, precisarei pedir um favor a vocês...”


Notas Finais


E então, gostaram? Está condizente com a versão original da novel?

O que acharam desse casamento?

E o que Lan XiChen tem a pedir aos recém-casados?

Comentem, favoritem e me acompanhem! 😉💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...