1. Spirit Fanfics >
  2. War between kingdoms (Imagine Jeon Jungkook) >
  3. Sentimentos incompreendidos

História War between kingdoms (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente 😁

Capítulo 3 - Sentimentos incompreendidos


Fanfic / Fanfiction War between kingdoms (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 3 - Sentimentos incompreendidos

-S/N não faça isso, é muito arriscado, se o rei Jeon descobrir ele vai…

-Ele não vai descobrir Jin, eu vou tomar cuidado prometo, não posso deixar aquele monstro matar vocês.

A Kim mais nova havia insistido tanto para ver sua mãe e seu irmão antes de voltar para o reino Jeon com Hoseok que Soohyun, sem aguentar ouvir mais aqueles choramingos e súplicas irritantes, atendeu seu pedido.

-Cuide da nossa mãe até tudo isso acabar-A garota pediu enquanto envolvia o irmão em um abraço apertado que não podia ser retribuído pelo outro, pois este estava com suas mãos amarradas.

-Tudo bem, por favor tome cuidado-O mais velho estava preocupado, mas não havia mais nada a se fazer.

-Vou tomar-Se separou do abraço e olhou atentamente o rosto do irmão, nunca iria dizer para ele, mas se o rei Jeon lhe descobrisse gostaria de poder ter guardado cada detalhe do rosto da mãe e do irmão para lembrar em seus últimos momentos.

-Me desculpe S/N, eu deveria ter dito a verdade sobre seu pai, mas todas as vezes que eu lembrava daquele homem minha única vontade era de chorar, me desculpe filha.

-A senhora não tem culpa de nada mãe, se acalme sim? Quando isso acabar voltaremos para o restaurante e tudo será como antes.

-Eu odeio atrapalhar o momento em família, mas temos que ir, já passei muito tempo aqui não quero que Jungkook desconfie de mim.

-Eu já vou general Jung, só quero dar um abraço na minha mãe.

-Faça logo, estou te esperando lá fora-O general Jung saiu os deixando a sós novamente.

Como S/N disse ela deu um abraço em sua mãe e se despediu pela última vez da família, não demorou muito até que ela e Hoseok estivessem a caminho do reino Jeon, segundo o general a garota ficaria no palácio como serva o que lhe permitiria andar pelos corredores sem levantar suspeitas, não havia mais volta, ou aquilo tudo acabaria “bem” e o Lee teria sucesso em seu plano e lhe devolveria a mãe e o irmão ou o rei Jeon descobriria tudo e a mataria.



-Onde o Hoseok se meteu?-Jungkook pergunta a Taehyung.

O rei havia ido treinar naquela manhã e estava estranhando o fato de seu general estar fora por dois dias e não mandar nenhuma notícia.

-Ele deve estar ajudando nas buscas pelo Lee senhor-Taehyung responde um pouco ofegante por conta do exercício que haviam terminado de fazer.

-Foi isso mesmo Taehyung-O Jung aparece no pátio de treinamento, havia acabado de chegar da pequena viagem-Eu estava ajudando nas buscas por Soohyun senhor, desculpe não ter dado notícias.

-Estava procurando sozinho? Porque eu perguntei aos outros soldados e eles disseram que não haviam lhe visto-O rei não era burro, muito pelo contrário.

-Eu me afastei um pouco dos outros e acabei me perdendo do grupo só isso, resolvi continuar sozinho-Não foi a melhor das desculpas, mas foi a única que o general conseguiu pensar naquele momento.

-Certo-Bem lá no fundo Jungkook sabia que aquilo não era verdade, mas preferiu acreditar no amigo, o que de ruim ele poderia ter feito? No máximo deve ter passado esse tempo com alguma mulher e não quer lhe contar por vergonha ou algo do tipo, Hoseok era o homem que mais confiava no reino, não teria coragem de o trair-Eu vou tomar um banho, bom dia para vocês.

-Bom dia majestade-O Kim e o Jung responderam em uníssono.


Dentro do palácio uma certa garota recebia orientações sobre seu novo trabalho, enquanto olhava atentamente o lugar enorme, ficou tão impressionada que mal ouvia a outra mulher que estava lhe guiando falar, com certeza aquele lugar era o mais luxuoso que já tinha entrado na vida.

-Ouviu alguma coisa que eu disse?-A senhora Yang, era uma das servas mais velhas do palácio e responsável por ensinar as novatas.

-O-O que? Desculpe, é que esse lugar é tão grande.

-Tudo bem, eu fiquei do mesmo jeito no primeiro dia que entrei aqui, mas preste atenção, eu preciso que você arrume os quartos do andar de baixo agora, são os quartos dos homens de confiança do rei.

-Sim senhora-A mulher lhe entregou uma cesta com vários panos limpos.

-Qual o seu nome mesmo garota?

-Kim S/N, senhora.

-Muito bem S/N, faça suas obrigações direito e não teremos problemas, certo?

-Certo.

A senhora Yang lhe levou até os quartos e mostrou quais deviam ser arrumados, em seguida a deixou sozinha para que fizesse seu trabalho.

-Acho que esses quartos são do tamanho da minha casa-Falou impressionada com o cômodo, se sua casa inteira não cabia lá dentro, uma boa parte deveria caber.

A garota parou de dar atenção à bobagens e começou a trocar os lençóis, S/N sabia muito bem o real motivo de estar ali, mas teria que fingir ser uma serva como qualquer outra, a vida de sua família dependia disso. Assim que terminou de arrumar o quarto foi em direção a porta e abriu a mesma na intenção de sair do cômodo porém deu de cara com um peitoral definido o que a fez cambalear um pouco para trás, só não caiu porque felizmente as mãos ágeis do homem à sua frente seguraram sua cintura.

-S/N?-O moreno não sabia o que você estava fazendo ali, mas involuntariamente deixou um largo sorriso tomar conta de seus lábios.

-Jimin? O que você está fazendo aqui?

-Eu que deveria perguntar o que você está fazendo no meu quarto, não acha?

-S-Seu quarto?

-Sim, parece até que meus desejos resolveram se realizar-Jimin com certeza tinha fortes sentimentos pela garota só não sabia dizer que sentimentos eram.

-Eu...eu sou a nova serva do palácio.

-Nova serva? Está me dizendo que vou poder te ver todos os dias andando por estes corredores?

-Sim, agora me solte por favor, eu preciso arrumar os outros quartos-Tentou se desvencilhar do toque alheio porém sem sucesso.

-Não, eu prefiro ficar assim-Atrevido, essa palavra caia muito bem nesse soldado.

-Jimin por favor-Olhou com uma expressão séria para o homem que achou melhor soltá-la de vez.

-Passe mais vezes no meu quarto S/N-O Park não conteve o sorriso malicioso em seus lábios antes de abrir espaço para você passar e finalmente sair dali-Você vai acabar sendo minha mais cedo ou mais tarde-O moreno disse para si mesmo enquanto a observava entrar em outro quarto qualquer.

-Que abusado-Falou irritada assim que entrou no outro cômodo, odiava as insinuações do Park, não queria nada com ele, não que Jimin não fosse bonito ou interessante, só não conseguia sentir nada por ele-Ele acha que ficar se insinuando pra mim vai me fazer gostar dele? Pelo amor de Deus, até tudo isso acabar eu vou enlouquecer.

Estava arrumando aquele quarto tão imersa em sua irritação que não se deu conta quando um certo rei abriu a porta daquele quarto, era o quarto de Hoseok, Jungkook queria conversar um pouco com seu general então assim que acabou seu banho foi até o quarto do Jung, mas em vez dele acabou encontrando uma garota até então desconhecida por si reclamando de alguma coisa.

-Se continuar falando sozinha assim vai acabar enlouquecendo mesmo-O rei falou em tom de brincadeira porém não esperava que você se assustasse e acabasse escorregando.

-Aí-A garota acabou batendo as costas no chão duro.

-Me desculpe-Jungkook correu até você e a ajudou a levantar.

-Você gosta de sair por aí assustando os outros ou…-Ainda não tinha olhado para o rosto do causador de sua queda, mas assim que olhou sentiu seu coração acelerar, ele era tão…lindo, a pele um pouco pálida dava ainda mais destaque aos lábios avermelhados tão convidativos que chegavam a ser um pecado, os cabelos molhados e ondulados caídos sobre a teste só deixavam aquele ser ainda mais sexy, mas aquele também era o homem que teria que trair mais tarde o que a fez sentir um pouco de medo e uma angústia sufocante.

Jungkook não estava sentindo coisas muito diferentes, aquela garota tinha um olhar tão doce que chegava a ser encantador, sua pele aparentava ser tão macia que parecia ser um convite perigoso para o monarca imaginar quantas marcas poderiam ser feitas por sua boca, e aqueles lábios rosados… se perdeu alguns instantes neles.

-D-Desculpe, eu não queria ter te assustado-Falou ainda com o olhar perdido nos lábios alheios.

-T-Tudo bem majestade.

-Qual o seu nome? Acho que nunca te vi por aqui.

-É Kim S/N senhor, eu cheguei hoje-Falou um pouco sem graça.

-O general Jung está aqui?-Jungkook mudou de assunto, pelo o que havia entendido ela era uma serva e ele teria mais oportunidades para fazer o que estava pensando em fazer com a mesma, mas naquele momento ele queria falar com seu general.

-Não tinha ninguém aqui quando eu entrei.

-Certo, obrigado-Olhou a garota da cabeça aos pés não se importando se estava deixando a mesma sem graça, o Jeon sentia um forte desejo lhe consumir, mas por algum motivo algo estava lhe impedindo de jogar aquela serva na cama e fode-la com força como queria fazer sem se importar se aquele quarto era seu ou não, a Kim parecia ser tão inocente que ao mesmo tempo em que queria tirar sua inocência queria conservá-la daquele jeito encantador, mas o que diabos estava sentindo?-B-Bom, eu vou procurá-lo.

O rei saiu dali a passos rápidos, aqueles pensamentos estavam sendo perturbadores, nunca havia sentindo tanto desejo por alguém, talvez estivesse apenas encantando, afinal a garota não havia lhe olhado maliciosamente ou tentando se insinuar para si como as outras, ela havia ficado envergonhada em sua presença, chegava até a ser fofo.

Ainda no quarto S/N também tentava entender o que estava sentindo, era uma mistura de medo de ser descoberta, angústia por estar mentindo e ter que cometer algo tão terrível com alguém que a primeira vista parecia ser uma pessoa gentil e algum sentimento bom que não sabia o que era.



Irritado, era como estava Jungkook naquela noite, por algum motivo não conseguia tirar aquela serva da cabeça, as imagens que sua mente traiçoeira criava com o corpo da garota só faziam o Jeon ficar mais excitado ainda, queria tanto passar a noite com a Kim, mas por algum motivo sentia que ela não merecia ser tratada como as outras, apenas alguém para satisfazer seu desejo e depois ser expulsa de seu quarto, como podia estar tão preocupado com os sentimentos de uma simples serva? Alguém com quem só tinha trocados poucas palavras? O que tinha de tão especial nessa garota para deixá-lo daquele jeito?.

-Por que não a procuro logo? Já chega disso, vou atrás dela de uma vez.

Jungkook se levantou da cama na intenção de procurar o quarto de S/N, iria tê-la por uma noite e matar seu desejo, era apenas um capricho seu, era o que estava pensando, depois que passasse a noite com a garota iria esquecê-la como fazia com todas as outras, afinal o que ela poderia ter de tão especial?

Era apenas mais uma serva com que iria foder por uma noite, uma noite bem longa se dependesse dele.



Notas Finais


Espero que tenham gostado 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...