1. Spirit Fanfics >
  2. War between kingdoms (Imagine Jeon Jungkook) >
  3. Não me chame de senhor

História War between kingdoms (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei 😁

Capítulo 4 - Não me chame de senhor


Fanfic / Fanfiction War between kingdoms (Imagine Jeon Jungkook) - Capítulo 4 - Não me chame de senhor

Escorada em uma janela qualquer olhando o céu estrelado daquela noite, era o que S/N estava fazendo agora, a garota não conseguiu dormir já que todas as vezes que fechava os olhos lembrava da mãe e do irmão amarrados em um quarto escuro, uma imensa vontade de chorar tomava conta da Kim, mas ela não queria chorar, pelo menos não agora.

-Não está com frio?-A garota se assustou com a voz familiar que surgiu atrás de si.

-Não majestade, eu estou bem-Respondeu simplista e voltou a olhar o céu.

-E o que você está fazendo acordada a essa hora?-Jungkook perguntou ficando ao lado da garota.

-Sabe, não me leve a mal, mas eu nunca vi um rei se importar tanto com os servos igual o senhor.

Senhor? Por algum motivo aquela forma de tratamento incomodou o Jeon, quando saia da boca dos outros ele entendia como uma forma de respeito, mas quando ouviu aquilo da boca daquela garota se sentiu um velho.

-Não me chame de senhor.

-E como eu devo chamo-lo? De majestade?

-Me chame de Jungkook, é meu nome afinal.

-Não posso chama-lo de Jungkook majestade, eu sou uma serva-Aquilo era muito estranho, por que o rei estava sendo tão gentil e amigável consigo? Desse jeito as coisas só se tornariam mais difíceis, teria que trai-lo mais cedo ou mais tarde.

-Me chame como quiser, ainda não respondeu minha pergunta-O rei se virou para a Kim se permitindo olha-la mais atentamente, a pele alva da garota em contraste com a luz da lua ficava tão linda, seus cabelos soltos caídos pelos ombros a deixavam ainda mais bonita e aqueles lábios, “malditos lábios rosados”, por que tinham que ser tão convidativos?-O que está fazendo acordada essa hora?

-Eu vim olhar as estrelas.

-Olhar as estrelas?

-Sim, eu fazia isso com a minha mãe, ela me disse que as estrelas sempre formam desenhos, então nós ficávamos procurando esses desenhos até a hora de dormir-Ao ouvir aquilo Jungkook não pode conter um pequeno sorriso em seus lábios, era exatamente o que fazia com seu pai.

-Parece interessante, e então, qual desenho você está vendo agora?

-Bom, ali tem um cisne e ali um cachorrinho-Se inclinou um pouco para apontar os desenhos.

-Onde?-O Jeon se abaixou um pouco para ficar na mesma altura que si e direcionou o rosto para onde estava apontando.

-Ali.

-Agora estou ven…-Jungkook virou o rosto em sua direção, só não sabia que vocês estavam tão próximos ao ponto de suas respirações se mesclarem, o olhar do Jeon passeou por todo aquele rosto delicado e quando voltou a olhar aqueles lábios, umedeceu os seus com a ponta da língua, eles pareciam tão macios.

-Eu acho melhor, voltar pro meu quarto, já está tarde, boa noite-S/N saiu de perto do rei como o diabo foge da cruz, mas o que estava pensando? Por que estava com tanta vontade de beijar aqueles lábios avermelhados? Devia estar louca, só podia ser isso, de uma certa forma aquele homem a deixava confortável com sua presença é aquilo era bom, mas não precisava ficar tão confortável assim.

Jungkook ficou parado no mesmo lugar por alguns minutos, havia saído do seu quarto aquela hora da noite na intenção de passar o resto dela com aquela serva mas por algum motivo não conseguiu fazer o que queria, sua mente estava dizendo para ir devagar para não magoar os sentimentos daquela garota, enquanto seu corpo só queria joga-la em uma cama e fode-la por todo o resto daquela maldita noite.

-Por que estou exitando tanto? Que irritante, por que estou me importando com os sentimentos dela? Eu mal a conheço, é só curiosidade, afinal ela é nova aqui, vamos lá Jungkook é só fazer o que quer fazer e acabar com isso de uma vez, até parece que vai se apaixonar por uma simples serva.

-Majestade? O que está fazendo aqui-A senhora Yang estava indo para seu quarto dormir quando encontrou um rei, louco?, bom talvez, isso explicaria ele estar falando sozinho em um corredor escuro no meio da noite.

-Eu…eu...vim dar uma volta, por que? Não posso andar pelo meu próprio palácio?

-Claro senhor.

-Boa noite-Saiu apressadamente dali, que humilhação-Ela deve pensar que eu estou ficando maluco, eu nem sei porque estava falando sozinho, devo estar maluco mesmo, droga estou fazendo de novo-Com certeza aquela garota estava mexendo consigo de uma forma que não sabia explicar e com aquela frustração de não entender o que estava sentindo Jungkook se forçou a dormir.




-Está atrasada-Falou a senhora Yang assim que S/N apareceu em sua frente.

A Kim havia ido dormir tarde na noite passada, desse jeito acabaria sendo expulsa do palácio e isso era uma coisa que não poderia acontecer nem em seus piores pesadelos.

-Me desculpe senhora Yang, isso nunca mais vai acontecer eu prometo.

-Não prometa o que não tem certeza que possa cumprir-Visivelmente irritada a Yang girou nos calcanhares e começou a andar e sem precisar chamar você a seguiu prontamente.

Sem esperar mais a Kim se apressou em ir fazer seu trabalho, teria que arrumar os quartos do andar de cima, incluindo o quarto de Jungkook, “Será que só estou aqui para arrumar quartos?”, querendo ou não aquele era o pensamento que estava tendo, depois de um tempo já tinha limpado dois quartos, pensou realmente que os quartos do andar de baixo eram os maiores que já havia visto, como estava enganada. S/N fechou a porta do quarto que havia acabado de arrumar e se preparou para seguir para o outro porém foi impedida por uma mão em seu pulso.

-Eu estava mesmo querendo falar com você.

-O que você quer?

-O que eu quero? Por acaso já esqueceu o real objetivo de você estar aqui garota?

-Não general Jung, seria impossível esquecer.

-Ótimo, o rei me pediu para ir até o reino Min para negociar uma possível aliança com eles, eu vou precisar ir hoje e não sei por quanto tempo ficarei fora, amanhã à noite um dos soldados do seu pai vai estar na saída da aldeia, de um jeito de ir se encontrar com ele, fale dessa possível aliança e diga que seu pai tem que achar mais aliados também.

-Sim senhor, mais alguma coisa?-Disse querendo se livrar logo daquela situação.

-Não, continue o que estava fazendo e tome cuidado para não levantar suspeitas enquanto eu estiver fora-Hoseok falou por fim saindo dali.

Pai, aquela palavra a estava irritando tanto que seria capaz de quebrar tudo que visse pela frente, Lee Soohyun não era seu pai era um monstro desprezível. Contendo sua vontade de gritar e quebrar alguma coisa, S/N voltou a seu trabalho e entrou em outro quarto.

-Nossa-A garota nunca tinha visto algo tão bonito, a cama grande com detalhes dourados, a varanda agrora fechada por uma grande janela de vidro, aquele quarto era magnífico.

Sem se deixar mais levar por seu encantamento a garota começou a arrumar aquele cômodo, estava com um pouco de dificuldade de tirar os lençóis da cama, além do móvel ser exageradamente grande os lençóis caros eram incrívelmente pesados.

-Que exagero-Falou subindo na cama e começando a tirar o lençol aos poucos-Acho que cabem umas cinco pessoas nessa cama, pra que tudo isso? Essa gente da realeza é muita excêntrica.

-Me sinto ofendido-Ele de novo?

-O senhor gosta de me assustar ou é impressão minha?-Falou se virando para um certo Jeon que a encarava escorado na porta.

-Já falei para não me chamar de senhor-Disse sério-E não, eu não gosto de lhe assustar, bom talvez um pouco, mas eu não tenho culpa de você ser tão distraída.

-Eu não sou distraída, sabe eu realmente achei que reis fossem bastante ocupados mas você parece ter bastante tempo já que vive dando um jeito de me encontrar-Falou ouvindo uma risada gostosa vinda do outro e só então percebeu o que havia feito-D-Desculpe, eu não deveria falar assim com...

-Eu não me importo, tudo bem-Jungkook falou enquanto se aproximava de onde você estava-Sabe, você fica muito bem aí em cima da minha cama.

-Eu...o que?-Só agora havia se dado conta que ainda estava em cima daquela cama e o pior era a cama do rei-D-Descupe, eu estava tentando tirar os lençóis e…

-Não precisa se explicar, você só estava fazendo seu trabalho.

-Por que tem que ser tão gentil comigo?-Falou em um tom baixo, mas o outro conseguiu ouvir.

-Talvez eu goste de ser gentil com você-Por que ele está subindo na cama? Era tudo que sua mente estava conseguindo pensar ao ver o rei subir na cama e se aproximar cada vez mais de si-Sabe S/N, tem uma coisa que eu quero fazer desde de que te vi, e você assim parada de joelhos em cima da minha cama está me deixando completamente louco-Era isso mesmo que estava entendendo? Não só pode ser brincadeira.

-Do que o senhor…-Foi intorrompida por Jungkook que já estava próximo demais na sua opinião e a puxou pela cintura colando seus corpos.

-Já disse para não me chamar de senhor.

Um calor inexplicável tomou conta de seu corpo e uma vontade avassaladora de que o Jeon a beija-se passou a consumir todo o seu ser e para piorar ou melhorar aquela situação, começou a sentir algo duro encostando em si.

-Majestade desculpe eu não quis…-Totalmente envergonhada e incrivelmente exitada, era como estava se sentindo agora, o que fez suas bochechas ganharem uma coloração avermelhada.

-Por que está pedindo desculpas?

-É que você está… é que…-Com vergonha de falar você se limitou a olhar para baixo fazendo o rei entender o porquê de sua vergonha.

-Não precisa ficar com vergonha, logo resolveremos isso-Jungkook não pode conter o sorriso malicioso em seus lábios, seu desejo só aumentava cada vez mais e estar em cima de sua cama com a Kim em seus braços o estava deixando completamente louco, não possuía mais resquícios de sanidade, estava completamente tomado pela luxúria.

O rei umedeceu seus lábios com a língua e se aproximou cada vez mais de seu rosto, você não estava recuando o que satisfazia muito o Jeon, era um sinal de que você também queria isso, mas antes que pudessem concretizar seu desejo alguém bateu a porta chamando pelo nome do monarca.

-Quem é?-Falou em um tom de voz um pouco irritado por ter seu momento interrompido.

-Majestade, o general quer falar com o senhor antes de viajar-Reconheceu a voz grossa como sendo a de Taehyung.

-Já estou indo-Deu uma última olhada na garota a sua frente e levantou da cama, não a beijou, sabia que se a beijasse não iria sair dali tão cedo.

S/N ficou estática olhando Jungkook deixar aquele cômodo, o que iria fazer? Estava prestes a beijar o rei, o homem que iria trair, aquilo era loucura uma completa loucura, não podia deixar isso acontecer, não sabia o porquê do rei estar interessado em si, mas teria que fugir dele de todas as formas que pudesse, mesmo que seu corpo desejasse que ele a tivesse jogado naquela cama e a fizesse sua.



Notas Finais


Espero que tenham gostado 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...