História War between you and me - Jikook - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jikook
Visualizações 116
Palavras 3.290
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem a demora. Mas é que o capítulo que eu havia escrito , eu não gostei e resolvi reescrever , e adivinha ... Continuo não gostando. Mas também foi corrido , não deu tempo de revisar os erros e esse tipo de coisa , contanto que estou postando esse horário 😪 ... Bom , espero que gostem e boa leitura 😘

Capítulo 32 - Cap32


Fanfic / Fanfiction War between you and me - Jikook - Capítulo 32 - Cap32

AUTORA POVS

Jimin estava empolgado em ajudar o seu ex namorado agora amigo , seria uma missão difícil , mas pediria a colaboração do seu futuro namorado com essa difícil tarefa. Jungkook jamais aceitaria ajudar Taehyung depois de tudo , mas com jeitinho ele vai ajudar, Jimin está disposto a jogar todo seu charme pra ele aceitar ajudar seu inimigo a conseguir oque quer.

Entrou em casa , assim que passou pela porta viu mais uma vez a cena da briga de Helena com sua mãe , só que dessa vez com a ilustre presença de kwan , Jimin olhou confuso a cena , não haviam notado sua presença ali.

HEL: VOCÊ NÃO TEM O DIREITO MÃE – Helena gritava irritada , apontando o dedo no rosto da mais velha.

LISA: NÃO DIVA OQUE EU TENHO DIREITO OU NÃO GAROTA , TRATE DE ME RESPEITAR – gritou de volta dando um tapa na mão da outra.

HEL: ESSE HOMEM NÃO TEM DIREITO DE ESTAR AQUI , ELE NUNCA FOI UM PAI PRO JIMIN , ELE NÃO PODE CHEGAR AQUI DE PARAQUEDAS E FA...

JM: pai ? – todos ali arregalaram os olhos ao notar que Jimin estava parado olhando kwan se levantar apressado. Jimin olhou a todos e não pode acreditar no que ouvia , aquele ali era seu pai. O crápula do qual abusou de sua mãe era ele , que maltratava a mulher que o amava estava ali em sua frente.

LISA: filho eu posso explicar – começou se aproximando do garoto que lhe fitou e riu brincalhão.

JM: estão brigando por uma coisa que não me afeta ? – ficaram confusos com aquela confissão , não sabiam oque dizer – Fala sério , não sou mais criança , e não quero que briguem por esse motivo – pegou na mão de sua mãe e olhou o homem mais uma vez – irei poupar suas palavras e lhe dizer que você não me fez falta e ainda não faz , estou bem e estou feliz , sinto pena de você por não ter reconhecido a mulher que te e do seu lado , mas bem , eu te agradeço , talvez se você tivesse ficado eu jamais ganharia a melhor irmã do mundo – olhou Helena sorrindo e teve o sorriso retribuído – não espere nada de mim , nem mesmo amizade , pois pra eu você é apenas um estranho que minha mãe conhece – o homem a sua frente não soube oque dizer , sabia que tinha perdido a chance de ter uma boa família , mas também não iria adiantar correr atrás depois de tanto tempo.

HEL: não está chateado ? – perguntou receosa.

JM: não tenho motivos para me chatear , na verdade eu estou é muito feliz que irei usar essa coisa toda ao meu favor – Jimin disse tendo olhares curiosos sobre si – só vim pegar umas roupas que vou dormir na casa do jungkook – disse indo até seu quarto e pegando uma mochila e enfiando mudas de roupas ali dentro.

LISA: promete que vai se cuidar ? – perguntou preocupada , já era um pouco tarde e seu filho estava a sair. Jimi apenas balançou a cabeça primitivamente , mandou um beijo pra Helena e ignorou seu “pai” , agora era só fazer a melhor cara de choro pra ajudar taehyung.

(...)

JK: oque aconteceu ? – perguntou ao ver a expressão triste do seu amado.

JM: vocês não vão acreditar quem estava lá em casa – começou se sentando no sofá e jogando sua mochila ao seu lado , Hope , suga e jungkook lhe olhavam atentos – meu pai – abaixou a cabeça , estava tentando não rir , mas era preciso.

MIN: como assim seu pai ? – perguntou confuso.

JM: meu pai biológico , ele está lá e por isso que vim pra cá hoje – Jimin estava se sentindo mal por estar mentindo , mas não tinha outra saída , se fosse ajudar seria assim.

HS: que barra em – comentou simplista.

JM: o pior é que eu queria saber porque ele resolveu aparecer só agora – na verdade não queria saber de nada , nada que venha dele é de seu interesse.

JK: sinto muito amor – abraçou o namorado fazendo um cafuné em seus fios.

JM: quero esquecer isso por um momento – se afastou do abraço do outro , tentando criar um pingo de coragem pra pedir ajuda – quero pedir um favor pra vocês – começou – tem um amigo que gosta do Mark e eu disse que já ajudar ele a ficar com o mesmo , então quero saber se podem me ajudar ? – disse de uma vez , jungkook lhe olhou confuso , na verdade todos olharam confusos.

JK: o Mark ? – perguntou e Jimin concordou – tá pode ser , se é seu amigo então tudo bem – Jimi sorriu vitorioso – e quem é esse amigo ? – seu sorriso morreu no mesmo instante , evitou olhar pro outro.

JM: Teun – falou embolado.

JK: como é ? – perguntou confuso.

JM: tahun – disse mais embolado fazendo todos ficarem perdidos.

HS: jimin fala direito – pediu.

JM: Taehyung , meu amigo é o Taehyung – soltou alto de mais , fazendo jungkook fechar a cara irritado.

JK: o Taehyung , Taehyung ? Aquele Taehyung ? – perguntou nervoso , Jimin assentiu – mas nem morto que eu vou ajudar ele com o Mark , nunca – se levantou movendo as mãos aleatoriamente – você só pode estar de brincadeira comigo – começou a caminhar de um lado pro outro.

JM: ele mudou , ele está querendo ir pra Boston só pra ficar com o Mark , ele nunca faria isso por alguém que ele não tivesse realmente interessado , ele até vai enfrentar os pais – disse e todos riram , Jimin então fechou a cara.

MIN: foi mal mais aquele lá não merece um pingo de compaixão – comentou recebendo um bikiscao do namorado , Hoseok não gosta de se intrometer em brigas alheias , ele apenas observa.

JM: estou pedindo para que não contém ao Mark oque houve no passado – falou e jungkook bufou .

JK: nunca , jamais – disse e olhou Jimin irritado , este que levantou , pegou sua mochila e deu os primeiros passos , estes que foram interrompidos por mãos firmes – aonde vai ? – perguntou confuso.

JM: pra casa – respondeu tentado sair , mas foi parado novamente.

JK: não vai , seu pai está lá – pediu , não podia deixar o namorado ficar triste.

JM: ele não é meu pai – disse abaixando a cabeça – vou pensar em um jeito de ajudar taehyung de outra forma – falou e jungkook o soltou bufando.

JK: porque isso agora jimin ? – perguntou irritado.

JM: ele parece diferente , e é a primeira vez que vejo ele lutar tanto por uma pessoa – disse cruzando os braços – e acho que ele merece uma segunda chance como todo mundo merece – disse e fez um bico.

Jungkook pensou na situação do namorado , ele precisava ocupar a mente do outro , pra não ficar triste por causa do pai. Teria que ocultar a verdade de seu amigo , teria que suportar ver o outro perto de todos ali. Mas oque não faria pelo seu pequeno?

JK: se ele magoar o Mark , eu mesmo vou quebrar a cara dele – avisou e Jimin sorriu .

JM: vai me ajudar ? – perguntou esperançoso , recebeu um aceno positivo , insuficiente pra pular de alegria e agarrar o namorado – eu tenho o melhor namorado do mundo – beijou todo o rosto do outro.

JK: só quero saber desde quando você fala com o Taehyung ? – perguntou enciumado.

JM: o encontrei triste pela cidade algumas vezes , e hoje eu estava pra baixo , sai pra dar uma volta e o encontrei na praça , perguntei oque ele tinha e então ele me contou que os pais o queria casar com uma desconhecida e ele já estava louco pelo Mark , então eu disse que o ajudaria – explicou o mais rápido passível , pegou o celular e enviou uma mensagem ao Taehyung dizendo que estava tudo sabre controle.

JK: não quero nem saber quando isso der errado – cruzou os braços e olhou pro nada , Jimin lhe abraçou e mordeu o seu lóbulo.

JM: depois tem recompensa , você vai gostar – sussurrou arrepiando o outro que sorriu malicioso.

(...)

JK: nossa achei que o dia nunca ia acabar – disse se jogando na cama , Jimin então começou a fazer uma massagem nos pés do outro jogado – se continuar assim irei dormir – comentou fechando os olhos relaxando , mas os abriu quando o outro parou a massagem.

JM: nada disso mocinho , temos algo pendente – engatinhou até o outro , deixou uma perna de cada lado do quadril de jungkook. Mordeu o lábio inferior do outro que desferiu um tapa na perna do baixinho em cima de si – nem vem com essas mãos possessivas que quem manda agora sou eu – sorriu brincalhão e jungkook o olhou confuso.

JK: do que você está falando ? – perguntou se sentando e fazendo o outro agarrar seu pescoço. Jimin então começou a beijar o pescoço deixando o outro vulnerável.

JM: hoje sou eu quem vai entrar em você – sussurrou começando um beijo lento e luxurioso. Jungkook mal escutou oque outro havia dito pra si , estava tão focado no momento.

Jimin ergueu a camisa do outro , a tirou com ajuda e voltou a atacar os pequenos lábios do mais alto. Um beijo afoito e cheio de desejo.

JK: meu amor , esse não foi o combinado – comentou entre o beijo. Jimin se afastou e fitou os olhos escuros do seu amor.

JM: mas hoje a gente pode dar uma mudadinha nesse seu acordo – jungkook o olhou confuso – de vez em quando você pode deixar eu ser o ativo. Mas só de vez em quando ? – jungkook negou , mas viu o olhar de decepção do seu pequeno. Jimin então ia se afastar do colo do outro mas foi impedido pelo jungkook.

JK: não seja vingativo – pediu e Jimin o olhou confuso , mas logo soltou uma gargalhada.

JM: você está com medo de que eu faça com você oque você fez comigo ? – outra gargalhada , jungkook olhava aquela risada e só com essa risada Jimin poderia tirar tudo dele. Jimin parou de rir e encarou o outro , notou que este lhe olhava de um jeito diferente das outras vezes , era lindo – porque tá me olhando assim ? – perguntou ficando vermelho e oque recebeu em troca foi um selar demorado. Jungkook uniu suas testas e fechou os olhos.

JK: sou muito apaixonado por você – falou e se encararam. Começaram um novo beijo , este além de transmitir desejo , transmitia amor.

Jimin então tirou a sua camisa e voltou a unir seus lábios ao de jungkook , empurrou o outro para que este se deitasse. E então começou a rebolar sobre o colo do outro ainda aos beijos. Desceu seu beijo para o pescoço alheio , deixou algumas lambidas e mordidas. Jungkook arfava , estava adorando mas ainda estava com medo de ser o passivo , mas tentaria ser mente aberta e deixar que o outro tome o controle da situação.

Jimin desceu mais os beijos e estes foram parar nos mamilos de jungkook , este abusou daquela região do corpo do mais alto , maltratou aqueles mamilos , deixando jungkook todo arrepiado , sabia que ser o ativo era bom , mas também não podia negar que estar sendo o passivo tinha suas vantagens. Jimin então desceu mais um pouco , Jimin passou a beijar o corpo do outro e manter seu olhar as expressões do outro , e não podia negar que é uma visão tentadora. Chegou até a Barra da calça e desabotoou retirou aquela peça e viu o volume na cueca vermelha do outro , mordeu os lábios e deixou um beijo por cima do pano , jungkook então arfou e Jimin sentiu seu membro doer , precisava se satisfazer , mas precisava mostrar pro jungkook que mesmo sendo passivo ele irá receber prazer igualmente sendo ativo. Começou a massagear o pênis com suas mãozinhas , ele era lento e bem provocador. Retirou a cueca vermelha e viu o pênis totalmente ereto , jorrando pré gozo , sua boca salivou , mataria tanto a sua vontade quanto a do jungkook , então o abocanhou sem enrolações.

O chupava deliciosamente , colocava todo o membro em sua boca , se sentia engasgar algumas vezes mas nada que iria te prejudicar , viu estava bom quando jungkook não conseguia segurar os gemidos , e estocava sua boca lentamente , jungkook lembraria de o informar que a boquinha cheinha era uma perdição para seu jubileu. Apelido que deu pro seu pênis durante o banho. Jungkook soltou um gemido de reprovação quando sentiu o outro tirar seu pau da boca , mas logo se surpreendeu quando suas pernas foram abertas e um Jimin se dispôs sobre sua entrada e enfiou a linha ali , seu gemido foi mais pela surpresa.

JK: ji-min oque ach-a que – tentava falar o porquê o outro estava ali , mas desistiu quando sentiu o outro a estocar sua entrada com a língua. Também lembraria de tentar aquilo com o outro , como nunca pensou nisso antes ? Tem que admitir que tem muita coisa que precisa aprender com o park. Jimin então se levantou , e olhou aquela cena , de um jungkook totalmente entregue , totalmente nu , com as pernas abertas e um olhar reprovador pela distância dos corpos , sem desviar o olhar começou a tirar suas últimas peças , ficando nu igualmente o outro , massageou seu membro , revirando os olhos , começou um sobe e desce lento jogou a cabeça para trás fechando os olhos , deixando um jungkook extasiado olhando para aquela cena , um Jimin se masturbando em sua frente era um pecado.

Jimin então voltou o olhar para o que estava deitado , e se pôs entre as penas deste , o beijou afoitamente , aproveitando o momento de distração do maior , colocou um dedo dentro do outro , que gemeu em surpresa e com certo incomodo , Jimin vendo que era só um incomodo enfiou outro , fazendo movimentos de tesouras , vendo jungkook gemer de dor e empurrar suas mãos pra fora de si , mas jimin continuou , fez um carinho nos cabelos do outro para passar algo bom , jungkook então desistiu vendo que a dor já passava , Jimin tirou seus dedos de dentro do outro e passou a esfregar seu pau na entrada alheia , sujando ali de pré gozo.

JM: vai doer , mas se você relaxar um pouco mais logo logo passa – Jimin informou e jungkook apenas assentiu. Jimin então lentamente forçou seu pênis para dentro do outro , jungkook soltou um grito de dor , que foi abafado com o beijo do menor , este que também sentia uma certa dor pela entrada de jungkook ser tão apertada – relaxa amor – jungkook então tentou não pensar na dor , e sim no prazer que estava por vir. Jimin se movimentou vendo que a expressão do abaixo de si já era de prazer. Um vai e vem lentamente , Jimin gemia ao sentir a entrada de kook contrair lhe causando arrepios.

JK: ma-ais – pediu - maa-is – Jimin entendeu e aumentou a velocidade das estocadas.

Aquele quarto estava com um cheiro de sexo , com barulhos de corpos se chocando e gemidos altos. Naquela cama estava um Jimin amando estocar a próstata de seu namorado que tinha um baita preconceito com quem era passivo , é bom mostrar pra ele que não é bem assim que a banda toca. E jungkook estava pensando que ser passivo não é tão ruim , de longe era ruim , se Jimin pedisse novamente para ser o ativo , ele com certeza não recusaria, mas dependendo o dia ia querer deixar aquele corpinho lindo cheio de marcas. Jungkook sentiu que estava lá , mais algumas estocadas fundas e lentas ele iria gozar , Jimin não estava tão longe também , por isso resolveu se torturar indo bem devagar para aproveitar mais aquele momento , mais duas estocadas e Jimin agarrou o membro esquecido do mais novo e o masturbou , não demorou muito e jungkook se desmanchou nas mãos pequenas e cheinhas , jungkook sentiu o corpo amolecer , mas não parou Jimin , este ainda precisava chegar no seu ápice , e logo sentiu seu interior se esquentar com o sêmen do mais baixo. Estavam exaustos , mas além disso estavam matando a saudade , pois pela situação que havia ficado o corpo do pequeno tiveram que esperar até esse momento pra ter mais uma noite juntos. Jimin caiu ao lado do namorado na cama , os dois ofegantes e olhando o nada naquele teto sem graça.

JM: isso foi ...

JK: incrível – se completaram , Jimin então se aconchegou no peito do namorado , fazendo um carinho no peito desnudo e recebendo em troca um cafuné gostoso nas madeixas.

JM: você achou que foi bom ? – perguntou sorrindo.

JK: claro que sim , foi perfeito – comentou animado , percebeu a animação do namorado por receber esse elogio.

Os dois ficaram em um silêncio , não era incômodo , só de estarem juntos já era o suficiente , estavam tão apaixonados , eram só eles ali , poderiam dizer oque quiserem como quiserem , mas preferiram ficar quietos , apenas aproveitando a companhia um do outro. Mas algo se iluminou na cabeça do jungkook e iria compartilhar com seu amado.

JK: sabe oque eu venho imaginando ? – perguntou e Jimin se acomodou de bruços para olhar o outro esperando este continuar a fala – a gente morando juntos – Jimin sorriu , imaginava isso as vezes , mas não achou que jungkook também sonhava com aquilo – com o pulguento que eu te dei , reunidos em um domingo chuvoso em família – sorriu com o pensamento e viu Jimin sorrir – nos dois , o pulguento e nosso filho – jungkook tinha um sorriso bobo no face , mal reparou que o sorriso do pequeno havia sumido e se fez uma cara de desanimo. Foi reparar neste quando o mesmo soltou um suspiro cansado – oque foi ? – perguntou e Jimin desviou o olhar – diz oque foi ? – perguntou preocupado , com medo de ter assustado o outro com seus pensamentos.

JM: você quer ser pai ? – perguntou e jungkook viu na face do outro um sonho que não seria capaz de realizar.

JK: sempre sonhei com isso , mesmo pequeno vivia dizendo pra minha mãe que eu quando crescer iria construir minha família e ensinar meu filho a ser como ela – comentou e Jimin voltou a desviar o olhar , sentia muito pelo jungkook , não iria ser pai. Não teria filho , não com ele.

JM: sinto muito seu sonho não se realizar – deixaria claro que não quer filhos.

JK: você não quer filhos agora por causa da faculdade , eu entendo , não quis dizer agora , jamais , tá muito cedo – está tentando entender a cabeça do outro , que sorriu sem ânimo.

JM: não quero ser pai – esclareceu – não hoje , não amanhã e nem nunca – disse e jungkook suspirou triste.

JK: vamos deixar isso pra lá , vamos conversar depois sobre isso – não queria estragar aquele momento , tentaria falar sobre aquilo com ele em outro momento , e Jimin sabia que aquele assunto não iria se resolver tão cedo – quero eu agora aproveitar este corpinho lindo – sorriu fazendo o outro sorrir também é inverteu as posições e começou um beijo gostoso. Ficariam ali o resto da noite. Mas ambos com cabeça numa criança que um queria e o outro não.


Notas Finais


Mil desculpas mesmo , espero que não esteja tão mal assim. Mas bem adorei o final , isso significa que vai ter treta sim por causa de filho ... Sabe oque mais ?


A FIC TA ACABANDO 😖

BOA NOITE POVO , AMO VOCES E OBRIGADO POR NAO DESISTIREM DE MINHA PESSOA 🖤🖤🖤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...