História War Of Hearts - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Carla Tsukinami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers, Drama, Sakamakis, Tortura
Visualizações 469
Palavras 2.054
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Lembram daquele outro lado da emmy que eu falei? então...

Capítulo 34 - Descobrindo o lado pervertido


Fanfic / Fanfiction War Of Hearts - Capítulo 34 - Descobrindo o lado pervertido

— mas que diabos deu em você..?.—

—...oque foi que você fez emmy..?.—

—..eu tava só tentando...—

ayato entrou no quarto e encostou a porta...

ela estava sentada no chão de frente para o espelho...

o rostinho lambuzado com batom ao redor da boca e as orelhas sangrando...ela tinha furado para pôs os brincos de cordélia

ayato foi até emmy e abaixou na frente dela

—..porque fez isso...?..—

ela baixou os olhos com um ar triste

— eu tava tentando ficar bonita pra você e o subaru voltarem a gostar de mim..—

em um suspiro ele tomou o batom da mão dela

—..n-não funcionou né..?...—

— sua idiota...—

—..não desperdice seu sangue desse jeito...—

ele tocou o rosto dela subindo a mão até uma das orelhas

encostou os dedos onde estava sangrando e ela soltou um gemido baixinho de dor...

ayato voltou os dedos molhados com o sangue até a boca...

ele se inclinou encostando os joelhos no chão e levou a boca até a orelha dela chupando a pontinha..

depois de momentos ali emmy enrugou a testa incomodada e empurrou ayato para longe

— isso machuca para!.—

ayato olhou para ela bravo, dês de quando ela decidia alguma coisa ali??

— quero falar com você.—

— e-eu não quero..—

ela levantou e correu até a porta....

ayato a agarrou pela cintura e trouxe de volta para dentro do quarto...

ele a soltou e ela sentou no chão abraçando as pernas e o rosto virado para o lado o evitando..

ayato sentou ao lado dela olhando para o lado oposto

— está..chateada comigo?..—

ele começou quebrando o silêncio

— eu não vou perdoar você..—

emmy resmungou ainda sem olhar para ele..

— Hã??? quem aqui ia pedir desculpas?? eu só estava perguntando!.—

ele exclamou alterado

—...não fiquei chateada...—

emmy respondeu esfregando uma das mãos no rosto e espalhou ainda mais o batom pelo rosto

—..já respondi...me deixa ir agora..—

ayato abriu um sorriso diabólico

—..Aahaha uma mentira descarada dessas...

você estava quase morrendo lá quando eu beijei a garota.—

— não é mentira...—

— admita logo que ficou chateada e que gosta de mim.—

ele disse em um tom brincalhão e o rosto dela enrubesceu de raiva

— eu já disse que eu não fiquei chateada!.—

ayato tapou os ouvidos e contorceu o rosto enquanto ela começava a chorar

— não precisava gritar desse jeito baixinha...—

—..mas...mudando de assunto..— ele voltou a sorrir

— você está apaixonada por mim não é?.—

dizer isso fez o rosto dela enrubescer ainda mais

— se está irritada desse jeito é porque eu estou certo.— ayato comentou com satisfação

—..Aaa me deixa sair daqui!! seu....seu chato!.—

emmy avançou nele sentando por cima das pernas do ruivo e começou a dar socos no peito dele

ayato ficava rindo das tentativas desastradas dela de atingi-lo verbal e fisicamente..

ela parou de dar socos no peito dele e voltou a chorar segurando o tecido da camisa dele entre os dedos

—...eu não fiquei chateada....—

emmy choramingou enxugando os olhos na camisa dele

— eu só fiquei surpresa...não sabia que vocês faziam

coisas com as outras meninas...eu pensei que..eu era especial...—

ao dizer isso ayato sentiu uma sensação ruim no peito...uma leve dorzinha...

ayato levou a mão até o rosto dela....

ele esfregou os dedos nos lábios dela...manchando as pontas dos dedos de batom

e ajudando a espalhar ainda mais o borro no rosto dela...

ayato envolveu o rosto dela com as duas mãos o puxando para mais perto dele...

emmy estava com os olhos completamente abertos e focados nos dele...

ele aproximou os lábios dos dela pronto para começar um beijo

mas emmy pôs a mão na frente da boca dele o rejeitando

—..oque foi?? está me rejeitando porque??.—

ele perguntou nitidamente irritado

—..você...você não tem nojo..?..—

— alguma vez eu disse que tinha?.—

foi uma pergunta retórica pois logo depois os lábios já estavam voltando a se aproximar dos dela...

''..sua tonta...você está aqui com a cara cheia de batom e eu querendo te beijar...

como ainda vem me perguntar se eu tenho nojo?.''

ele sussurrou e finalmente começaram um beijo...

—..de verdade..? você não tem...?..—

ela perguntou meio desajeitada no meio do beijo

—..hm..—

ayato respondeu aprofundando o beijo...ele pediu passagem com a língua e ela não hesitou em deixar...

eles não tinham pressa...ayato estava até mesmo sendo mais gentil..

a sensação ruim que estava sentindo tinha sumido assim como a dor no peito dela...

quando faltou ar ayato se afastou contra a vontade dele para que ela pudesse recuperar o fôlego..

eles ficaram se encarando por um momento...até que emmy abriu um sorriso todo derretido

— o seu rosto tá todo manchado de batom agora..—

emmy contou rindo e tocando o rosto dele com as mãos..

ela se sentia estranha....era assustador estar assim tão próxima de algum deles

tocando livremente sem o perigo de ter o pescoço quebrado ou perder litros de sangue...

ayato voltou a beijá-la com mais agressividade

ele passou as mãos pelas costas dela a trazendo para mais perto dele se é que era possível...

emmy estava perfeitamente encaixada no colo dele...

ela pôs as mãos na nuca de ayato e ele parou o beijo um tanto..espantado?

ele ficou observando ela por um momento...percebeu que ela estava se esfregando e roçando nele

—...oque você está fazendo?.—

ele olhou para ela com descrença...não estava esperando esse tipo de atitude dela..

—..e-ee?..eu não sei...oque eu fiz..?.—

—..você estava se esfregando em mim..—

—.como assim..? a..desse jeito?..—

ela sorriu se apertando mais contra o corpo dele enquanto esfregava a intimidade no por cima do membro dele...

ayato estremeceu da cabeça aos pés...não sabia que ela tinha esse lado...

— oque deu em você..??...—

ele perguntou tentando manter o auto-controle...

— não deu nada..é que isso meio que é...gostoso..—

ela fez uma carinha triste

— eu não posso..?..isso é errado..? se for eu paro...—

—...não é errado...é só que isso é um pouco...eu não esperava isso, não de você..—

emmy ficou confusa com o comentário mas logo sorriu

— então eu posso continuar?..—

—..eu não sei...isso é meio..—

''eu estou com medo do que isso vai dar...''

ele pensou hesitando..

emmy mal esperou ele terminar e voltar a roçar no colo dele

'' do que eu estava com medo mesmo...?..''

ele pôs as mãos na cintura dela apertando com força..

—...você...está andando com o laito não é..?..—

ayato perguntou em meio a um gemido

— un? oque tem o laito..?.—

emmy voltou a ficar confusa e parou oque estava fazendo..

ayato começou a deslizar as mãos que estava nas costas dela até chegar as coxas...

ele infiltrou as mãos por baixo da saia até chegar a bunda e apalpar arrancando um gemido arrastado dela...

ainda segurando ali ayato forçou o corpo dela para frente a estimulando a continuar...

emmy entendeu o recado e voltou a roçar nele...

outra vez ela surpreendeu ayato tomando a iniciativa quando

tocou o rosto dele e o ergueu para ela juntando as bocas sugando a boca

do garoto ao mesmo tempo que a língua procurava pela dele...

ayato tirou as mãos de trás dela e voltou a infiltrá-las por baixo da blusa subindo as mãos devagar até os seios...

ele avançou com as mãos por baixo do bojo do sutiã e segurou os seios dela nas mãos

ficou apalpando um enquanto a outra mão esfregava o biquinho do outro peito entre os dedos

ela estava soltando gemidos baixinhos e abafados...

ayato estava beirando a insanidade junto com ela...

os rostos lambuzados de batom enquanto arfavam e sentiam os toques um do outro..

—...a-ayato..eu to me sentindo um pouco estranha...—

emmy de repente parou tudo e se afastou

—..volte aqui..—

ele sussurrou com a voz rouca e um tom intimidador e ela estremeceu...

— é normal se sentir estranha, venha.—

ela ficou olhando para ayato por um momento com a cabeça tombada para o lado e os braços largados...

ayato estava chamando por ela...

emmy engatinhou pelo chão e ficou de joelhos entre as pernas dele

ele ajudou ela a voltar para o colo dele enquanto ajeitava as pernas da menina uma de cada lado da cintura dele...

ayato aproximou o rosto do pescoço dela expirando devagar...ele roçou as presas

ali fazendo uma marquinha vermelha e emmy pensou que ele iria mordê-la nisso fechou os olhos esperando pela dor...

ayato deu um beijinho cálido ali e ela abaixou a cabeça corando ainda mais...

em outro momento ayato teria afundado as presas ali sem piedade até que ela desmaiasse...mas não o fez...

isso fazia ela se sentir...especial..

emmy apoiou as mãozinhas nos ombros dele ficando as unhas ali...

quietinha apenas aproveitando o carinho...

ayato foi subindo os beijinhos ternos pelo pescoço dela até chegar no rosto manchado de batom e deu outro beijo no canto da boca dela...

os dois voltaram a trocar olhares atenciosos como se estivessem tentando ler os pensamentos um do outro

por um momento....apenas sentindo as respirações baterem nos rostos

— e-eu posso tentar..?..— ela pediu

—..tentar...?...oque..?.—

— eu quero te dar carinho também..—

ela cochichou com uma voz manhosa

emmy teve que se erguer um pouco para voltar a alcançar o rosto dele...

e isso deixou ayato claramente incomodado já que estava se esfregando nela

mas estava curiosos para ver oque ela queria..

emmy se levantou com os joelhos apoiados no chão um de cada lado das pernas dele

e as mãozinhas apoiadas no ombro de ayato..

continuavam com aquele olhar profundo...um brilho sombrio estava surgindo nos dois

emmy se aproximou e ayato se preparou achando que ela ia beijar ele

mas quando se aproximou ela apenas deu um beijinho no canto da boca dele...

ele ficou de cara feia pra ela com a frustração enquanto emmy começava a trilhar uma linha de beijos

pelo rosto dele e ia descendo pela mandíbula, pescoço...mas quando chegou ao pescoço

ayato sentiu algo molhado na pele e um arrepio percorreu o corpo

emmy tinha posto a pontinha da língua para fora e começado a lamber o pescoço dele...

ainda descendo os beijos ela chegou a clavícula...

emmy parou quando chegou ao peito dele coberto pela camiseta...

ela começou a desabotoar sem nem pedir permissão a ele com um sorrisinho bobo...

—..você gostou do meu carinho..?..—

emmy perguntou toda orgulhosa

— s-sim..—

ayato respondeu um pouco desnorteado com tudo aquilo...

— mesmo...?? então..eu posso continuar...??...gosto de fazer você feliz...—

ela continuou com aquele sorriso estampado no rosto terminando de desabotoar a camisa dele

voltou a distribuir os beijinhos pelo peitoral dele

aquilo já estava enlouquecendo ayato! ele ia perder o auto-controle e aquilo não iria acabar bem....

emmy apoiou as mãos no peito dele como que admirando

— AH! Já chega!.—

ayato gritou e voltou a por as mãos na cintura dela forçando o corpo de emmy

para baixo e enterrando com tudo o corpo dela em cima do colo dele...

ele sentiu uma leve pontada de dor no meio das e soltou um grunhido baixo...

emmy também soltou um gemido com o susto enquanto olhava para ele assustada esperando uma resposta..

—...f..fique sentada aqui...—

ele respondeu arquejando

—..tá bom..—

emmy voltou a distribuir os beijos pelo corpo dele

—..hun..??..—

— oque você está fazendo..?...—

ayato riu e arqueou as sobrancelhas confuso quando emmy levou as mãos até o

peito dele tocando o biquinho enquanto tentava apertar entre os dedos

—..e..eu tava tentando fazer igual você fez...—

ela disse envergonhada afastando as mãos do peito dele

—...isso não é para homens emmy...—

— eu não sabia..—

ayato riu outra vez voltando a roçar nela e as coisas começaram a esquentar de verdade...

—...está gostando...?...—

ele sussurrou com a voz rouca e arrastada no ouvido dela enquanto

percorria as mãos pelo corpo dela, ora em suas coxas, outra nos seios...

—..uhn...—

ayato tinha acabado de conhecer aquele lado dela e já era o seu favorito....estava pensando...

oque era necessário para deixá-la daquele jeito de novo...

—...tem como ficar mais gostoso..—

ele começou ciente de que estava brincando...não com fogo, mas um incêndio inteiro...

—..t-tem?..—

ela já estava completamente entregue a ele...

—...sim...você quer..?...só não pode se assustar...—

—...e..eu quero....—

emmy gemia manhosa esfregando a cabeça no peito dele em um apelo para que lhe desse mais...

ele levou uma mão até a ereção tocando por cima do tecido enquanto a outra descia até as pernas dela

chegou a barra da calcinha e ela olhou para ayato com espanto...

ele começou a abrir o zíper da calça enquanto a outra mão afastava a calcinha dela para o lado...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...