1. Spirit Fanfics >
  2. War of hormone - Baekhyun >
  3. Future husband

História War of hormone - Baekhyun - Capítulo 25


Escrita por: e Rabbittae


Notas do Autor


Perdoa a demora!!!

Capítulo 25 - Future husband


Quando retornaram para casa de Chanyeol, quem abriu a porta foi Heejin, um pouco desanimada e logo subiu para o segundo andar enquanto Chanyeol estava assistindo futebol na televisão com uma caixa de pizza na metade e tinha quatro latas de cerveja vazia.

— Eu vou dormir depois de tomar banho. — Haeyoung disse dando um beijo em Baekhyun que assentiu seguindo para cozinha.

Depois de beber água, Baekhyun subiu de fininho para o segundo andar para que Chanyeol não lhe escutasse.

— Escuta uma coisa Haeyoung. — Heejin disse um pouco alterada. — Eu sei muito bem que tipo de pessoa você é, espero que você não coloque Chanyeol em problemas.

— Posso acabar com seu namoro em dois segundos se quiser. — Haeyoung disse séria e Baekhyun permaneceu parado nas escadas escutando elas. — Se vier com ameaça pra cima de mim, quem vai ter problemas é você. — Disse tocando com a ponta do dedo indicador no ombro de Heejin e a empurrando contra parede.

— Eu não tenho medo de você e tenho pena do Byun que vive contigo. — Assim que disse Haeyoung deu um tapa na sua cara.

— Baekhyun não tem nada a ver com Chanyeol, se você está com ciúmes do seu macho eu sinto muito, você precisa parar com isso.

Baekhyun umedeceu os lábios e subiu os últimos degraus, sabe que isso pode ficar pior então as duas olhou pra ele. Haeyoung se aproximou de Heejin para sussurrar no seu ouvido, causando um grande medo na mesma.

— Chanyeol é uma cara muito legal, vê se você se torna alguém legal também. — Continuou a sussurrou após ameaçar ela e se afastou indo para o quarto.

Baekhyun foi logo atrás de Haeyoung que seguia em direção a própria mala pegando seu pijama, produtos e uma toalha. Se sentou na cama vendo ela trancar a porta do quarto e sentar no seu colo deixando tudo que pegou na mala na cômoda que tinha perto da cama.

— O que foi? — Perguntou calma.

— O que estavam discutindo? — Perguntou rodeando a cintura dela com os seus braços.

— Heejin e seu ciúmes possessivo pelo Chanyeol. — Respondeu contraindo os lábios e olhando bem os olhos de Baekhyun.

— Também tenho ciúmes de você. — Sussurrou. — É normal ter ciúmes.

— É normal, mas quando se torna possessivo já se torna um problema psicológico. — Disse preste a beijar Baekhyun que virou o rosto sorrindo de canto. — Tudo bem, depois conversamos. — Disse se levantando e Baekhyun lhe puxou para sentar novamente.

— Muito boba. — Seus olhos estavam tão sensuais e Haeyoung também virou o rosto quando ele foi beijar ela. — Aaaah, não acredito. — Deitou na cama com ela por cima de si e segurou seu rosto para beijar seus lábios.

Enquanto os beijos ficavam quente Baekhyun passava as mãos sobre as pernas dela apertando, já Haeyoung entrelaçava seus dedos entre os fios de cabelo dele. Baekhyun desceu os beijos para o pescoço dela dando mordidas no mesmo local que mais cedo fortificando a marca.

— Tá dolorido aí, tá me machucando. — Disse e Baekhyun assentiu subindo as mãos para retirar a camisa que usava e logo depois retirou o sutiã.

Acabaram sem roupas na cama aproveitando um curto tempo de prazer tentando o máximo possível não fazer barulho, também tomaram banho juntos o que resultou em mais um round. Após estarem tomados banho, ambos deitavam na cama abraçados vendo um filme pelo celular.

— Você quer ir para um hotel amanhã? — Haeyoung perguntou bocejando.

— Quero passar momentos só com você, se isso te deixa confortável, sim eu quero. — Deixou um beijo na testa dela e se aconchegou desistindo de ver o filme escondendo o rosto da claridade da tela. 

— Yixing me disse que conseguiu falar com o rapaz e você vai começar o estágio assim que retornamos para Coreia. — Disse e Baekhyun sorriu apertando Haeyoung.

— Obrigado meu amor. — Disse e Haeyoung apenas assentiu desligando o celular e indo dormir também.

Na manhã seguinte antes de Chanyeol e Heejin acordar, Baekhyun e Haeyoung já havia ido embora e nem sequer deixaram um bilhete, o que era uma vitória para Heejin por enquanto, quando descobrir que a mesma está em um hotel de luxo próximo a sua casa será uma derrota garantida.

Aproveitaram a manhã para tomar café e sairiam para curtir o sol que fazia naquela manhã.

— Qual era seu relacionamento com Park Chanyeol antigamente? — Perguntou entrelaçado seus dedos aos dela.

— Éramos bons amigos ou até além da conta. — Dizia enquanto olhava para Baekhyun que manteve a cabeça baixa. — Tínhamos um ótimo relacionamento até ele decidir vir todos os anos ao Japão. — Sorriu quando Baekhyun lhe encarou.

— Se ele estivesse em Seul, você ainda estaria com ele?

— Não.

— O que ele tem de bom que te atraiu nele?

— Sério?

— Sim.

— Sei lá, eu não costumo ver aparência e muito menos personalidade, se eu gosta eu vou. — Respondeu dando de ombros soltando a mão de Baekhyun e prendendo os cabelos.

— Então você gosta dele?

— Eu gosto de você. — Apressou um pouco os passos e Baekhyun sorriu animado. — Afinal, você quer ouvir outras palavras não é? — Parou na frente dele que ficou encarando seus olhos. — Eu te amo Baekhyun, amo somente você. — Sussurrou no ouvido dele que ficou levemente tímido e os olhos arregalados.

Estava sendo as melhores minis férias de Baekhyun, estava com a garota que gostava, estava em outro país longe das pessoas que não querem ver ambos juntos. Eles visitaram vários pontos turístico, comeram coisas novas e se divertiram como Haeyoung queria. Uma semana inteira no Japão era o suficiente para Haeyoung.

— Voltar pra casa é uma decepção. — Ele riu arrumando a mala. — Pior de tudo é que a viagem é tão rápida. — Disse se surpreendendo com a morena lhe abraçando por trás.

— Você quer transar Baek? — Perguntou mordendo a orelha do mesmo que riu.

— Você quer ajuda em alguma coisa minha pequena? — Se virou pegando a mesma no colo e vendo a expressão tranquila no rosto dela.

— Não sei, será que eu quero? — Disse debochada e Baekhyun a empurrou na cama ficando por cima da mesma.

— Seja um boa garota Haeyoung. — Baekhyun apertava a perna dela forte vendo a mesma assentir. — Vou te chupar primeiro… — Provocou começando a beijar o pescoço dela. — … fazer você implorar. — Sussurrou no ouvido da mesma. — Vamos ver até onde você aguenta.

Demorou muito para Haeyoung pedir para Baekhyun foder ela, quase até perderam o vôo nessa brincadeira. Caminhavam tranquilamente como se não estivesse atrasados.

— Chanyeol não veio me dizer tchau. — Haeyoung comentou sobre o mesmo depois de dias. — Eu não vi ele nenhuma vez desde que saímos de lá.

— Só eu não está bom não? — Baekhyun entrelaçou seus dedos aos dela guiando para a área de embarque.

— Acima de tudo, ele é meu amigo. — Olhou seria para Baekhyun. — Você é meu namorado.

— Futuro marido. — Disse risonho e a mesma assentiu.

Após entrarem no avião dessa vez quem ficava na janela era Haeyoung, Baekhyun apoiava a cabeça no ombro da mesma que acariciava sua mão com a dele. Vendo Seul de cima deixava Haeyoung um pouco frustada, Baekhyun falava de coisas aleatórias sobre a viagem e ela escutava tentando se distrair.


Notas Finais


Estão gostando? Espero que sim.

Aproveita que terminou de ler esse capítulo e vai dar um apoio nessa minha fanfic aqui: https://www.spiritfanfiction.com/historia/call-me-brother--baekhyun-18493185


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...