História War of Hormone - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Suga
Tags Fluffly, Lemon, Sugakook, Yaoi, Yoonkook, Yoonkook!flex
Visualizações 31
Palavras 1.198
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


IAE
COMO Q CES TÃO?
Eu tava querendo postar uma fic
Aí eu tive essa ideia ouvindo war of hormone (FOI ANO PASSANDO
EU SÓ FUI POSTAR QUASE NA METADE DE 2018
PERDÃO, EU SOU PREGUIÇOSO)
E aqui to eu
A fic é basicamente uma mistura de fluffy com lemon ( que é um tipo de fic que eu amo )
Se tiver algum erro, relevem, eu não sou um professor de português
Aproveitem~

Obs:Nesse capítulo o Jungkook tem sete anos e o Yoongi tem nove
Obs 2: Quem fez a capa da fanfic foi o taehearts

Capítulo 1 - Capítulo Um - O começo


Yoongi caminhava lentamente pelas ruas com um sorriso no rosto, sem pressa, apenas querendo aproveitar a sensação de frio na barriga por saber que iria encontrar a pessoa que gosta.

Já deveria estar acostumado, afinal encontrava Jungkook todas as semanas, mas não conseguia se conter, só de pensar no mais novo seu rosto ficava vermelho e seu coração acelerado.

Conhecia Jungkook e sua família desde que se mudou, há quatro atrás.

A Sra.Min e Sra.Jeon viraram amigas rapidamente, e resolveram apresentar seus pequenos para fazerem amizades.

Nunca agradeceu tanto à sua mãe por isso, se não tivessem se mudado nunca conheceria o pirralho que era dono de seus pensamentos.

-Jungkookie! Cheguei!

-Suga hyung! - Correu e abraçou o mais velho. -

-Como você está, huh? - Deixou um selar carinhoso na testa do mais novo. -

-Estou bem. Entra, hyung!

-Aonde estão os seus pais, mocinho? Aposto que estava aprontando alguma coisa.

-Eles saíram, engraçadinho. - Inflou as bochechas. -

-Então... Como conseguiu abrir a porta?

-Com a chave?

Revirou os olhos, adentrando na casa dos Jeon. Conversaram sobre coisas aleatórias, brincaram, desenharam e correram pela casa como bons pestinhas que eram.

-Hyung, eu descobri o que é beijar, ontem vi meus pais fazendo isso. - Falou aleatoriamente, surpreendendo Yoongi. -

-Meus pais também fazem isso, eles me dizem que só se faz isso com quem você ama.

-Ah... - Murmurou. - Eu amo você, hyung. Então podemos nos beijar?

-C-Como é?

-Perguntei se podemos nos beijar. Eu amo você, e você disse que só posso fazer isso com quem amo.

-N-Nem pensar! Somos novos demais pra isso! - Estava negando, porém o motivo é o nervosismo. O sonho de Yoongi é beijar Jungkook. -

-Mas hyung... - Fez um biquinho manhoso e choramingou. -

-Aish! Não faz essa carinha, Jeon.

-Então me beije!

-Chato! Vamos, temos que ir para o seu quarto.

-Por que temos que ir lá?

-Se seus pais virem eu beijando você, eles vão me matar.

-Ok, vem.

Os garotos subiram as escadas, indo em direção ao quarto de Jungkook.

O corpo pequeno de Yoongi tremia, seu coração acelerava, suas bochechas coravam e um sorriso queria escapar de seus lábios.

Sentaram-se na cama, Yoongi tentava respirar direito de tão ansioso que estava.

-Está tudo bem, hyung. - Pegou a mãozinha trêmula do mais velho. - Não deve ser tão ruim assim.

-Você percebeu? - Falou baixinho. -

-Claro! Te conheço há anos, sei que você está nervoso. Só relaxe. - Segurou o rosto do mais velho. - Posso te beijar agora?

-Pode.

Aproximaram-se lentamente, ambos já conseguiam sentir as respirações se misturarem. Os lábios se tocaram, a pele de Yoongi estava levemente arrepiada pela textura macia dos lábios de Jungkook. O mais novo puxou a camisa de Yoongi trazendo-o para mais perto.

-Isso é tão errado... - Yoongi afastou-se pouco tempo depois, morto de vergonha.-

-Hyung, beijar é bom. Podemos fazer mais vezes?

-... Tudo bem. Mas não podemos fazer isso em público ou na frente dos nossos pais. Se for me beijar me pergunte primeiro. Ok?

-Ok. - Roubou um selinho do mais velho. -

-JEON!

-Hyung, você está vermelho. - Riu. -

-Cale a boca. - Levantou-se, pronto para sair. -

Jungkook abraçou-o com toda a sua pouca força, não queria que seu hyung fosse embora.

-Suga hyung, seu coração está acelerado.

-Eu sei. - Corou. -

-O hyung fica nervoso quando está comigo? - Riu. -

-CALE A BOCA!

-Por que você é tão ranzinza, huh? - Cutucou a bochecha do mais velho. -

-Porque você gosta de me ver envergonhado, isso me dá nos nervos. - Deitou-se. -

-Não tenho culpa se você fica fofo. - Ficou ao lado de Yoongi. - Hyung?

-Oi?

-Quando eu crescer... você vai ser meu namorado?

-Você quer que eu seja? - Sussurrou. -

-Com certeza.

-Então eu vou ser.


              ☆☆☆☆


Depois do beijo com Jungkook, as coisas complicaram para Yoongi. O mais novo queria beijos sempre, e na maioria das vezes os lugares que estavam não eram adequados para se beijarem tranquilamente.


Jungkook ficou tão viciado nos beijos de seu hyung que chegou ao ponto de pular duas séries na escola apenas para estar com Yoongi.


Yoongi descobriu que Jungkook não era muito bom em cumprir certas promessas, e muito menos tinha auto controle. Sempre estava lhe roubando beijos a todo momento, em qualquer lugar.



-Hyung?


-Oi?


-Eu quero beijar você, AGORA!


O mais velho se desesperou, afinal estavam no meio do intervalo e boa parte da escola estava ali.


-Você ficou louco? Espera a hora de sair, pelo menos.


-Eu não consigo esperar, eu quero agora!


-Você não vai morrer se eu não te beijar, tenha paciência!


-Mas hyung... - Choramingou. -


-Aish... Você quer tanto assim?


-Sim.


-Vem, vamos ao banheiro.


Yoongi segurou a mão do mais novo e levou-o até o banheiro.


-Pronto, Jeon. Agora você pode me beijar.


-Obrigado. - Sorriu, ficou na pontinha dos pés e deu um selinho demorado nos lábios de Yoongi. -


-Vamos embora. Sorte sua que o banheiro está vazio.


Bem... O banheiro não estava vazio. No dia seguinte, ao chegarem na escola, todos os olhares eram voltados para os dois. Olhares debochados, de nojo, de curiosidade, de surpresa, de felicidade, de raiva e tudo mais.


Yoongi ficou surpreso ao chegar em seu armário e ver uma foto do beijo do dia anterior colada. Contudo, ele não teve uma reação ruim, ele sorriu e guardou-a dentro do armário. Por outro lado, ficou preocupado com o mais novo.


Jungkook teve medo, poderiam ligar para seus pais. E sabia que seus pais não eram as pessoas mais compreensíveis e de mente aberta, pelo contrário, desconfiavam de sua amizade com Yoongi e falavam coisas do tipo "Eu não quero um filho viado".


-Hyung... - Choramingou. - O que eu faço?


-Calma, Kookie. Eu vou proteger você.


-Mesmo?


-Sim. Como eu vou ser um bom namorado para você no futuro se eu não te proteger?


       ◇ Quebra de Tempo ◇


Aquele foi o pior dia de aula para Jungkook. Passou a aula inteira recebendo xingamentos, provocações e ameaças.


O resultado foi Yoongi com as mãos doendo de dar socos para defender seu namorado-que-ainda-não-é-namorado.


Agradecia por ter seu hyung ao lado nessas horas, pois ainda era novo demais e não tinha altura e força para se defender de pessoas mais velhas que si.


-Hyung, eu sou um idiota.


-Não diga isso.


-Se não fosse por minha impulsividade você não estaria com as mãos machucadas.


-Kookie...


-Eu odeio isso, por que as pessoas daqui nos olham com tanto ódio? Só porquê gostamos de um garoto? Que inferno! - As lágrimas corriam em abundância pelo rosto fofinho e sua voz estava chorosa e trêmula. - Eu sou um garoto mau, hyung?


-Não, você não é. As pessoas que tem preconceitos idiotas e não conseguem enxergar a pessoa incrível que você é. Agora vem comigo.


-Estou indo.


Jungkook ficou confuso, afinal qual era o motivo de Yoongi o ter levado até a quadra da escola?


Naquele momento todos os olhares estavam focados nos dois, Yoongi sussurrou um " Não fique tão surpreso".

Não entendeu o que ele queria dizer, até ter um beijo roubado pelo mais velho. Ali, no meio da escola, no meio de pessoas de mentes fechadas.


As pessoas ficaram pasmas, como ele ousa ? Era para Yoongi estar escondendo quem realmente é, segundo a sociedade, não é? Então por quê ele estava beijando um garoto como se nada estivesse acontecendo?


Yoongi soltou um sorriso irônico, e como a boa naja que era saiu de mãos dadas com Jungkook sem dar uma palavra, apenas sentindo o gostinho de calar a boca de cada um presente ali.

 

          

   


Notas Finais


É isso
Até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...