1. Spirit Fanfics >
  2. Was Of Haets >
  3. Capítulo 4

História Was Of Haets - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Oi meus anjos peço desculpas pela demora mas estou com uns problemas de saúde por isso só hj. Mas é vó és meus a jos como estão espero que sejam bem.

Capítulo 4 - Capítulo 4



Acordamos bem cedo para podermos aproveitar o dia de praia, vesti um biquíni verde tropa com um vestidinho de praia branco e fui vestir a Yasmin. Descemos para tomar o café da manhã, mas por um milagre divino hoje havia acontecido algo quase que impossível, era Sebastian quem estava atrasado dessa vez, eu estava com medo de que começasse a nevar, porque eu nunca conseguia chegar antes do meu irmão em lugar nenhum!

Optamos por espera-lo e assim que ele resolver aparecer, foi impossível não fazer piada com a cara dele, mas depois disso acabamos por comer em silêncio e subir pra escovar os dentes rapidamente antes de irmos. Quando chegamos ao salão do hotel, Sebs pediu a chave do nosso carro e em seguida fomos pegar a Cinthya, quando chegamos na praia, fiquei surpresa ao perceber a quão lotada ela estava, mal encontramos lugar pra estacionar.

_Filha tem muita gente aqui, então não se afaste da gente, pode ser? - Falei para Yasmin que estava maravilhada com a praia, bom, não era pra menos, até eu estava maravilhada, as praias brasileiras eram muito lindas!

_ Tá bom. Mama, já podemos ir para a água? - ela juntas as suas mãozinhas e faz uma carinha muito fofinha que não tem como dizer não.

_ Já podemos, mas primeiro temos que passar o protetor. - Vou até a minha bolsa e pego o protetor solar infantil que eu havia comprado no hotel e passo no corpinho dela. Assim que acabei de passar, ela tenta sair correndo em direção a água, mas consigo segura-la.

_ Filha espera, gente querem vir pra água? - pregunto ao meu irmão e a Cinthya.

_ Eu vou sim, o calor hoje está demais aqui, mais um pouco e acho que vou derreter. - Fala a Cinthya fazendo com que todos ríssemos.

_ Vão vocês, eu fico aqui guardando as coisas. - Diz meu irmão enquanto olha descaradamente para uma moça que está com um biquíni minúsculo.

_ Sei bem o que você quer guardar! –Digo para o meu irmão.

_ Cuidado Sebastian, tem um pouco de baba escorrendo no canto da sua boca. - diz a Cinthya.

Nossa não tem como não rir da cara do meu irmão enquanto nos olha de maneira ultrajada.

_ Olha só como elas estão engraçadinhas hoje. - Rimos ainda mais do meu irmão e em seguida corremos pro mar.

A água está ótima, nem muito quente nem muito fria, brincamos no mar até ficarmos cansadas, bom, Cinthya e eu né? Porque se eu deixasse a Mine não saía da água tão cedo. Quando voltamos, meu irmão já estava de conversinha com um grupinho de garotas.

Ao ver cena, Cinthya olhou pra mim e piscou e eu não entendi nada até perceber o que ela estava prestes a fazer.

_ Já voltamos amor, a água estava ótima. - Cinthya fala isso enquanto abraça o meu irmão pelo pescoço, depositando um beijo estalado na bochecha dele, depois disso as meninas acabam indo embora e Sebastian fica com uma cara de bunda.

_Por que diabos você fez isso Cinthya? Eu e as meninas estávamos nos conhecendo melhor, mas quer saber de uma coisa? Isto vai ter volta, então me aguarde! –Ele estava bravo e eu simplesmente não conseguia parar de gargalhar.

Depois de nos secarmos e comermos, a Yasmine me perguntou se podia brincar na areia e eu deixei, enquanto Cinthya, Sebastian e eu ficamos conversando besteiras e rindo, alguns fãs apareceram a pediram pra tirar foto comigo, mas todos foram muito respeitosos e eu agradeci imensamente por isso.

Mais para o final da tarde reparei que a minha filha estava olhando muito para uma menina que brincava perto de onde estávamos e a sua expressão estava triste, eu fiquei preocupada no mesmo momento e fui ver o que estava acontecendo.

_ Oi minha princesa, tá tudo bem?

_ Está sim mama.

_ Filha, sabe que não precisa mentir para mim né?

_ Sei sim mama!

_ Então me conta, por que você tá com essa carinha triste?

_ Mama estas vendo aquela menina? - Fiz que sim com a cabeça e ela continuou a falar. - Ela está brincando com o papai dela e eu fiquei pensando que queria brincar com o meu também, mas eu não sei quem ele é, se ele gosta de mim, se ele foi embora por mim causa. - Ela fala isso tudo com lágrimas escorrendo dos olhinhos dela. Me dói o coração a ver assim, pois a culpa é minha, eu nunca soube dizer nada sobre o pai dela, sempre evitei o assunto.

_ Meu amor o seu pai não foi embora por sua causa, você nunca fez nada de mal meu amor, não fica assim tá, eu te amo muito e vou estar sempre aqui. - Falo isso e abraço ela.

Sebs chega perto da gente e percebe que alguma coisa aconteceu, ele olha para mim e já percebe o que foi e não fala nada, só nos abraça. Depois, pra mudar de assunto ele fala que está com muito calor e que queria um sorvete.

_ Yasmin vem ajudar o titio a pegar sorvete pra todo mundo. –Ela sorri levemente e segura a mão dele, em seguida os dois caminham em direção a um quiosque próximo.

Fico sentada na areia olhando pro mar por alguns instantes, pois ele me dá paz. É como se todos os meus problemas fossem embora com as ondas, mas no fundo eu sei que não é verdade e sinto vontade de chorar porque já não sei o que fazer, eu tenho que falar para ela sobre o pai, mas ela vai me odiar por isso.

Eu deveria ter contado pro Jace sobre a gravidez, deveria ter ido atrás dele, não deveria ter escondido isso dele, nem da Izzy.

_ Não fica assim, tudo tem a hora certa pra acontecer e é nisso que você precisa confiar. – Cinthya se senta ao meu lado e olha pro céu. – Você pode ter errado no passado, mas se confiar naquele lá em cima ele vai te mostrar o caminho certo, você fez o que fez achando ser o melhor pro pai dela, o Sebastian me contou a história, espero que não se importe.

_ Não me importo. Mas a culpa é minha sabe? Minha filha está sofrendo por isso e o Jace não sabe que ela existe.

_ Na altura você achava que era o mais certo a se fazer, então pensa que Deus escreve direito por linhas tortas, quando for o momento certo de você contar, ele vai te ajudar, acredita nisso. - Abraço ela e agradeço pela força que ela me deu, Cinthya me lembrava muito a Izzy, acho que elas se dariam bem.

Quando Sebs chegou, comemos o sorvete e ficamos vendo o pôr do sol, foi um dos mais lindos que já vi.

Voltamos para o hotel depois que deixamos a Cinthya em casa, a partir de amanhã a Yasmine vai ficar com ela pra que eu possa cumprir os meus compromissos aqui.

QUATRO DIAS DEPOIS

_ Obrigado Brasil pelo o amor e carinho, vocês são incríveis, quero agradecer a todos vocês que são os meus fãs fiéis, mas em primeiro lugar quero agradecer a Deus por me dar a oportunidade de estar aqui com vocês, quero agradecer a ele por ter me presenteado com o dom do canto pra que assim eu pudesse transformar em música todos os meus sentimentos e quero agradecer também aos meus pais, ao meu irmão/agente e a meu anjinho, e é claro, aos meus músicos que me acompanham sempre. – Os meus fãs gritavam palavras de carinho pra mim e foi impossível não ficar com os olhos marejados, então eu agradeci pela última vez e saí do palco.

Todos os shows foram maravilhosos, ouvir os meus fãs cantando junto comigo, se emocionando comigo, compartilhando de todos aqueles sentimentos maravilhosos foi espetacular demais, eu estava me sentindo incrível.

-Maninha, os shows foram incríveis, tiveram lotação máxima, se for assim em Londres também, vamos ter que fazer mais do que só quatro apresentações lá.

_ Londres? Nós vamos para Inglaterra?

_ É claro que vamos Clarissa, isso está sendo anunciado a meses em todo lugar, como diabos você não prestou atenção? Agora vamos porque os fãs querem tirar fotos com você!

Sebs nem me dá tempo de falar alguma coisa e me manda para uma sala onde eu poderia tirar as fotos e dar os autógrafos pros fãs que estavam esperando do outro lado da porta.

Depois de mais de uma fora com os fãs, eu me dirigi até o camarim e fui trocar de roupa para ir poder buscar minha filha.

Eu estava nervosa, apavorada na verdade, Jace mora na Inglaterra, será que era um sinal? Um sinal de que eu deveria contar tudo pra ele? Será que eu estava pronta?

Sebs e eu fomos até a casa da Cinthya e enquanto meu irmão subia para pegar a minha filha, nós duas ficamos conversando.

-Meus próximos shows são em Londres, você sabe, não sabe? –Ela assentiu parecendo estar confusa, mas acho que ao ver minha expressão ela finalmente ligou as coisas.

-Vai dar tudo certo Clary, nada vai acontecer se não tiver que acontecer, talvez seja a sua segunda chance, quem sabe? Você é forte, você vai ficar bem!

Com lágrimas nos olhos eu me despedi dela e prometi que viria visita-la assim que a turnê acabasse e que nesse meio tempo nós não perderíamos contato, Cinthya havia sido um anjo em minha vida e já tinha um lugar especial no meu coração.

Depois que o Sebastian se despediu dela também, nós entramos no carro e eu respirei fundo, amanhã estaríamos embarcando pra Londres.

Seja o que Deus quiser!


Notas Finais


Por hoje é tudo meus anjos espero que tenham gostado até o próximo capítulo bjs grandes


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...