História Watashi no Tenshi - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Anjos, Drama, Naruto, Romance, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Watashi No Tenshi
Visualizações 127
Palavras 4.012
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal! Esse é o penúltimo capítulo da fanfic e é nesse momento que as revelações chegam com tudo.Não irei enrolar mais nas notas, pois eu sei o que realmente querem é ler o capítulo. Boa leitura.

Capítulo 6 - A Peça Final do Quebra-Cabeças


~Sala Secreta dos Registros Celestiais,2017~

Mesmo em tantos anos como um anjo era a primeira vez que Hinata estava naquela sala secreta. Levou bastante tempo para encontrar, para a maioria dos anjos aquela sala era um mito ou desconhecida, ela conseguiu essa informação com Kurenai, o anjo responsável pelo trabalho dos cúpidos. O anjo de olhos vermelhos e cabelos negros disse para Hinata que os propósitos de Deus são registrados e enviados para aquela sala e lá tinha um enorme arquivo sobre seres humanos, anjos e demônios. Daquela forma seria mais fácil para ajudar seu amigo mal-humorado, confuso e preocupado. Dentro da sala espaçosa haviam inúmeros porta-arquivos, milhares de gavetas.

- Por onde começar? – suspirou – Preciso utilizar muito bem esse tempo livre. Quero muito ajuda-los.

- Ajudar quem Hinata? – aquela voz fez a morena congelar – O que o anjo da morte faz nessa sala que pouquíssimos conhecem e possuem acesso?

- Naruto eu peço que me perdoe, mas, eu sinto que tenho o dever de fazer isso – ela estava com as mãos sobre o peito e com o semblante forte – Pode me punir depois se quiser, eu me senti tão culpada por não ter feito nada pela minha família, ter casado com uma pessoa que havia sangue da minha família nas mãos, eu fui hipócrita e omissa, não posso ser outra vez.

- Eles são importantes para você? – o loiro perguntava num tom menos sério e a ex- Hyuuga concordou – Diga os nomes e eu te ajudarei nisso.

- Sakura Haruno e Sasuke Uchiha – disse ela por fim – Eu senti algo diferente quando busquei a alma dele e posso ver sua evolução como anjo. Já Sakura é uma criatura doce e fascinante, ela não merecia um porcento da dor que sofreu.

- Eu entendo, tenho um grande apreço por Sasuke, afinal nós já fomos irmãos e eu falhei em salvá-lo – aquela revelação deixou a morena pasma – Também estou em débito com Sakura por causa disso.

- Quer dizer que a alma desses dois é tão antiga assim? Então por que essa é a última vida da Sakura? – o arcanjo mexia nas pastas – O ciclo de vida espiritual não costuma durar em torno de quatrocentos anos?

- Há casos e casos, o meu por exemplo durou apenas trezentos anos nesse processo de reencarnação e duas vidas humanas – colocou as pastas sobre a mesa – Sasuke Uchiha começou como Indra Ōtsutsuki e eu fui seu irmão Ashura, isso tem quase um milênio – essa história já estava deixando o outro anjo abismado, pois esse era o primeiro relato que recebia de um ciclo que levara um milênio – E Sakura Haruno era Sakuya Sutā uma princesa e minha cunhada, ela e o povo sofreram com a tirania de Indra.

- E o que aconteceu com eles? – conforme Naruto contava a história a ex-Hyuuga conseguia visualizar tudo como se fosse um filme – Então ela morreu após o parto do bebê depois de tanta angústia e melancolia e o seu irmão foi morto por você num duelo pelo bem do povo?

- Exatamente. Ambos foram para lugares diferentes ela foi uma alma perdida que vagava como um fantasma e depois de bastante tempo foi convencida a ir para a camada de transição para despir-se de suas dores para conseguir reencarnar e ele foi para o Umbral para se despir do sanguinário e injusto que foi, mesmo assim ele conseguiu reencarnar primeiro do que ela. Ele renasceu como Hiroki, um pobre homem cego que perdeu a família cedo, aquele foi seu primeiro carma.

- Então a segunda vida da Sakuya foi como Haru, ela morreu bem precocemente por uma doença que devastou o vilarejo que ela morava – Hinata lia os arquivos – A mesma doença que afetou Izuna que era seu amigo que morava no vilarejo vizinho, o pai dela era um ótimo ferreiro e era ele que preparava as armas que Izuna e o irmão Madara eram guerreiros carregavam, a família Uchiha foi construída com princípios fortes de honra e respeito – encarou o loiro – Ela é a pendência dele, certo?

- Sim – confessou – É cada vez mais raro nascerem pares de almas que se destinam a ficar juntos. O erro de Indra foi a obsessão pelo poder e o ciúme desenfreado por sua bela princesa que não passava de um troféu decorativo para a época. Só que algo deu errado na última vida dele e na vida passada dela – seu tom era sério – Não era para nenhum dos dois falecerem naquela noite. O nome dele entrou para sua lista de última hora, consegue se recordar?

- Realmente, porém mudanças de última hora acontecem, não é?

- Sasuke seguia por um caminho justo e brilhante – apontava para a ficha dele – Era para ele encontrar Sayuri alguns anos depois e ambos se acertariam para a eternidade, não haveria necessidade para ela ter uma outra vida, a alma dela sempre foi muito especial.

- A pureza da alma de Sakura, ela conseguiu nos ver por bastante tempo se não fosse por aquele demônio, ela foi o mais próximo de uma filha que eu tive – os olhos dela lacrimejaram – Por que ela tem a marca do “beijo da morte”? Poderia me explicar?

- Ela tem uma doença rara e autoimune, na infância seria normal ela ficar mais vulnerável por não ter imunidade suficiente no organismo para combater a doença. Infelizmente eu não compreendo todos os planos do criador – o final demonstrava decepção – Ela tem pouco tempo de vida justamente para ajudar Sasuke com sua pendência, se não estão bem sintonizados ambos ficam mais vulneráveis.

- Compreendo – enxugou as lágrimas – Agora por que aquele Zaku está sumido por tanto tempo? Não acha suspeito? Também me pergunto o que o submundo ganharia com uma alma tão radiante como a da Sakura para mandarem logo um demônio tão experiente como ele para atentar contra a família dela?

-Talvez seja interesse de algum dos Generais do Inferno ter um anjo caído com o potencial de Sasuke – comentou – Eu cheguei a comentar sobre isso com meus superiores e ele disse que havia uma possibilidade de uma nova guerra futuramente. Se Sasuke sentir que falhou com sua protegida por certo que conseguirá facilmente ser manobrado para o caminho sombrio, afinal a alma dele sempre foi como uma tela em branco.

- Então não seria melhor dizer toda a verdade para ele?! – o tom da morena era desesperado – A próxima cartada pode ser dada o mais rápido possível.

- Abra sua agenda Hinata, estou com um mal pressentimento -ela abriu e começou a folhear – Veja se apareceu alguma alteração em sua agenda para os próximos dias!

- Quarta-feira 15:32 Sakura Haruno deverá morrer?! – assustou-se – Isso não estava aqui!

- Então eles já estão agindo – apertou os punhos – Eu devo isso a eles – guardou os arquivos rapidamente – Segure minha mão Hinata, nós precisamos avisá-lo com urgência, dessa vez terá que evitar de pegar a alma dela ou que deixem pegá-la.

~Sunagakure, Segunda-feira - 27 de novembro de 2017~

Sakura sentia uma inquietação a qual não conseguia explicar, seus sonhos com seu “amigo imaginário” perderam a frequência talvez pela ansiedade que deixou seu sono mais leve e agitado ou ela simplesmente não conseguia mais se lembrar do que havia sonhado nos últimos dias. O trabalho de final de curso consumiu bastante de suas energias e os vídeos para a internet também, o canal estava em constante crescimento e isso a alegrava bastante.
Ela estava ali aos vinte e um anos naquele quarto alugado cercada de pessoas que a amavam, realizando sonhos que não se permitiu ter durante toda sua vida, a doença não manifestava seus sinais mais fortes há um bom tempo. A Haruno estava contrariando as expectativas dos médicos, ela não consegue se arrepender um segundo sequer de ter escolhido viver e ver as coisas boas da vida mesmo com suas limitações do que ser objeto de estudo e ver sua existência inteira passar por dentro das paredes de um hospital. Justamente por estar a contrariar essas expectativas e estar com essa inquietação ela pensou em gravar um vídeo em especial.

- Ino e Tenten eu quero que vocês me compreendam – tentava explicar pela terceira vez naquela noite – Eu vou gravar esse vídeo para que uma de vocês faça o upload quando eu vier a óbito.

- Sakura minha amiga – a morena tocou os ombros dela – Eu sei que a sua doença não é fácil e tu estás lutando com todas as forças todos os dias e sempre está sorrindo. Não acredito que tu irás partir assim tão cedo.

- Eu concordo com a Tenten! Esse papo fúnebre atrai energias negativas – abanava o ar e estalava os dedos para “remover” a energia negativa – Queria saber por que você quis fazer um vídeo desses tão de repente?

- Meu canal está crescendo e minha doença não tem cura – ajeitava o tripé da câmera enquanto se apoiava em uma muleta – Não digo que eu irei morrer hoje ou amanhã, na verdade nenhuma de nós sabe o que pode acontecer conosco em qualquer dia, por mais que eu não possa reclamar da segurança de Suna. Eu apenas quero ter uma despedida real com as pessoas que me acompanham, quando esse vídeo será upado nem eu sei quando será. Eu preciso do apoio de vocês, peço perdão por pedir muito a vocês – seus olhos estavam marejados, estava bem emotiva, as amigas poderiam julgar que era uma TPM, porém os anjos ali estavam bem atentos com expressões diferentes.

- Tudo bem Sakura, eu me dou por vencida – disse Tenten com as mãos em sinal de rendição – Eu espero nunca precisar fazer isso.

- Faço as palavras da Tenten as minhas – disse a loira em sinal de rendição – Senta aí na cadeira que eu termino de ajeitar as coisas para começar a gravação.

- Obrigada meninas – deu um sorriso enxugando as lágrimas – Só peço um outro favor, eu sei que estamos super atarefadas, mas, poderiam acompanhar a gravação? Só para eu não me sentir aqui sozinha – elas assentiram.

Play: “Olá pessoal! Eu sou Sakura Haruno e esse será o último “Enquanto Eu Estiver Aqui” – seu tom era sério – Eu decidi gravar esse vídeo mesmo em meio a protestos de minhas amigas, eu achei necessário porque eu desejo ter essa despedida em vídeo – respirou fundo – Eu não faço ideia de qual data isso aconteceu ou como foi, até porque estou aqui gravando essa mensagem – riu sem humor – Provavelmente será em decorrer da minha doença. Como eu já falei antes que nem tudo é belo, mas, pode se tornar eu acredito que vocês possam superar essa guerra que eu já perdi. Eu posso ter tido tempos mais tranquilos e acho que parte dessa paz eu devo a minha mãe, meus amigos, a vocês e aos anjos que minha mãe pede para que Deus os envie para cuidarem de mim, mesmo tendo nascido assim, por muitas vezes não ter me aceitado isso me causou muita dor no passado. No entanto eu aprendi o significado da palavra resiliência e eu me adaptei da melhor forma que pude as minhas condições, também procurei fazer o máximo para ficar mais tempo nessa terra – pegou as cartelas de medicamentos que consome diariamente – Mãe agradeço por tudo o que fez por mim, essa foi a hora de me juntar ao meu pai e meu irmão Aidou que não pude conhecer, eu espero que você possa viver bastante e encontrar a felicidade agora que não tem mais que se preocupar comigo – as lágrimas já corriam por sua face – Agradeço aos poucos amigos que não me discriminaram e eu consegui permitir que se aproximassem de mim, eu peço perdão por ter condenado vocês a essa dor, por isso fui tão resistente a ter amigos – Tenten e Ino já choravam por trás da câmera – Sou grata a vocês inscritos que puderam trocar essa energia positiva e ambos nos demos forças nos momentos difíceis, espero conseguir ajudar bastante gente com o pequeno fundo que reservei e parte será para minha mãe para que consiga viver bem e a outra parte será doada para o tratamento do máximo de pessoas que for possível, já que não possuo riquezas – olhou rapidamente para o lado esquerdo e colocou a mecha de cabelo para atrás da orelha – Também agradeço ao fruto que minha mente criou que pode me acalmar nos momentos difíceis e deixado minha mente sã enquanto sonhava – deu um breve riso por ter revelado esse segredo – Esse foi meu ponto final, espero que possam se lembrar de mim com carinho e que continuem com suas batalhas, estou torcendo por vocês. Obrigada – fez uma reverencia em agradecimento – Adeus.”

Tenten desligou a câmera e Ino correu para abraçar a amiga e a morena logo se juntou, as três garotas estavam chorando pelo tom emotivo do vídeo. As palavras da Haruno foram tão genuinamente emocionais que até os anjos estavam sentindo o que a jovem de cabelos róseos passava. Ela falou o que seu coração mandava dizer, nada roteirizado, afinal era esse estilo de vídeo que ela conversava com a câmera foram os que a jovem mais gostava de gravar pela sinceridade, nenhum corte seria feito.

- Sakura, assim você acaba com o meu emocional! – resmungou a Ino em meio as lágrimas – Eu não quero precisar postar esse vídeo nunca – fungava – Perdi até o clima para amanhã.

- Calma gente – a autora do vídeo afagava os cabelos das amigas e a caixa com os medicamentos havia caído no chão no calor da emoção – Dará tudo certo amanhã e na quarta-feira também, estaremos maravilhosas – encorajou-as – Me perdoem por fazer essa gravação nas vésperas de nossa semana decisiva. É que eu senti que realmente precisava fazer esse vídeo.

- Que Deus permita que você viva muito! – Tenten agachou-se para pegar as cartelas de medicamentos caída no chão – Agora eu preciso ir para terminar o meu treinamento para quarta-feira, já que amanhã não terei tempo para isso porque com toda certeza contemplarei o trabalho de vocês duas minhas amigas – colocou a caixa de medicamentos na escrivaninha e abraçou as amigas – Boa noite! Qualquer coisa pode me chamar, ok?

- Obrigada Tenten – sorriu – Acho que agora preciso fazer a prova do seu vestido, não é Ino? – segurou as mãos da amiga – Vamos parar de pensar um pouco nesse vídeo e viver o momento?

- “Viver o momento” é a minha filosofia de vida – a loira se levantou – Vamos até meu quarto, eu aproveito e testarei a melhor make em você.

-  Pode pegar minha muleta ali, por favor – pego a muleta e levantou-se – Obrigada!

- Amanhã após sua apresentação será minha modelo – bateu palminhas no ar – Estou muito ansiosa, acho que beberei chá essa noite para conseguir dormir – abriu a porta – São tantas emoções de uma vez para uma Ino – riu.

Os anjos ainda permaneceram no quarto de Sakura, Harumi e Shikamaru olhavam para Sasuke que estava quieto com a cabeça baixa depois que sua protegida passou pela porta.

- Eu acho melhor ficar com a Tenten – Harumi cortou o silêncio – Eu acho que me sinto no dever de te avisar que ela realmente abraçou a ideia de fazer o trabalho sobre seu caso – foi o momento que Sasuke olhou para ela – Talvez seja um pouco demais para sua protegida saber que o seu “crush-amigo-imaginário” seja o homem morto do caso que a amiga está estudando.

- Nisso eu devo concordar com a Harumi – Shikamaru se aproximou do ex-Uchiha – Eu sei que o contato noturno entre vocês dois diminuiu, só que dessa vez será necessário que se comunique com ela para impedir de assistir a apresentação da Tenten na quarta-feira – estendeu a mão para o amigo anjo – Talvez pense que tu sejas um fantasma ou algo do tipo – olhou para a ruiva – Se tua protegida tiver conseguido fotos poderá ser catastrófico.

- Ela conseguiu sim – disse por fim – Ainda não compreendo como Tenten não percebeu que o Sasuke da foto e do desenho que o Sai fez são idênticos.

- Talvez ela tenha visto o desenho apenas uma vez e se esqueceu – supôs o moreno com rabo de cavalo – Pelo tempo que estamos juntos já posso considera-los meus amigos, por mais que não conversemos assim sempre – Harumi sorriu e o outro anjo continuou de cabeça baixa – Sasuke pode contar conosco, diga o que sente, acredito que de nós três aqui tu és o que possui o coração mais humano daqui.

- Eu...estou falhando – passou o braço pelo rosto – Ela sabe que está prestes a morrer, não é? – questionou.

- Sim – Shikamaru respondeu – Alguns humanos ficam mais sensíveis quando vão partir, o quadro de saúde até melhora para que consigam se despedir.

- A Haruno desde nova soube que morreria cedo e esse ano dela foi bastante tranquilo, bem além das expectativas médicas dadas a ela – a ruiva disse se aproximando – Eu prestei atenção em algumas conversas mais sérias que a menina tinha com as outras. Então não se sinta mal porque você fez o melhor e foi além do que pôde.

- Quanto tempo ainda temos? – levantou-se – Hinata ainda não trouxe a resposta que eu tanto espero, preciso que venha antes que o pior aconteça.

- Uma semana ou duas talvez – o anjo de Ino estipulou – É complicado prever esse tipo de coisa.

De repente um clarão iluminou rapidamente o quarto e quando a luz se dissipou foram reveladas as figuras de Naruto e Hinata. As expressões apreensivas dos seres celestiais deixaram os outros anjos do recinto preocupados, pois não é sempre que se vê um arcanjo e um anjo da morte juntos, aquilo não poderia ser um bom sinal eles pensaram.

- Ainda não chegou a hora, então acalmem-se – a morena se pronunciou, pois sabia que por mais que pudessem gostar dela, sua presença apresentava uma ameaça aos protegidos dos anjos da guarda – Eu não estaria aqui junto do Naruto se não fosse urgente.

- Bem meus amigos, eu terei que pedir para que se retirem do quarto e fiquem próximos de seus protegidos – o arcanjo passou as ordens num tom sério sem perder sua gentileza habitual – Nós precisamos falar com você Sasuke – os outros anjos fizeram um cumprimento em respeito e se retiraram do quarto.

- Acho que finalmente terei minhas respostas – a voz dele estava carregada de uma emoção que tentava conter – Ela vai partir, não é?

- Infelizmente sim e isso não tem jeito – disse Hinata – O problema é a data da partida.

- A data? – o ex-Uchiha estava confuso – Ela acabou de fazer uma gravação de despedida que me fez sentir um inútil – apertou os punhos  – Minha protegida sente que vai partir – disse entredentes.

- De acordo com a agenda da Hinata isso acontecerá nessa quarta-feira às 15:32 sendo que estava escrito no livro da vida que aconteceria daqui dois meses – respondeu Naruto – Você se saiu melhor do que o esperado e finalmente estava a compreender o seu propósito, mas, estão tentando manipular a situação novamente e querem te levar para o outro lado da possível guerra que se iniciará.

- Guerra? Manipulação? Meu propósito? – Sasuke circulava pelo quarto procurando organizar suas ideias – Estão a deixar mais dúvidas do que respostas.

- Ela sempre foi sua pendência Uchiha – Hinata falou sem mais delongas – Vocês são um par de almas que foram criados juntos para a eternidade – os dois seres celestiais encararam a morena incrédulos com seu tom de fala – Eu tentei por muitos anos compreender o caso de vocês e procurei respostas, pois criei um apreço pelos dois. Pude compartilhar meus sentimentos e angústias contigo e tu me escutastes como um irmão – os olhos dela estavam marejados – Já a Sakura foi a criatura mais doce que eu tive o prazer de ter contato em toda minha existência, eu pude interagir um pouco e vê-la crescer como se fosse uma filha – sorriu – Eu não posso ser omissa outra vez, esse foi meu erro no passado, talvez por isso eu seja o anjo da morte que os outros anjos não sentem o prazer de estar em minha companhia e eu não posso me permitir amar porque trago a desgraça de muitos – as lágrimas já desciam quando olhava para o Naruto.

- Se acalme Hinata – pôs as mãos em seus ombros – Essa será sua última alma que levarás, sua pendência está paga.

- Então até você tinha uma pendência? – o moreno perguntou e ela assentiu – Então Sakura é minha alma gêmea.  

- Sim ela é – respondeu o loiro – E eu fui seu irmão, por isso estou cuidando de seu caso pessoalmente. Acho melhor você também se acalmar porque tenho pouco tempo para estar aqui – olhou para a janela – A Hinata leu os arquivos de ambos e pode coloca-lo a par da história após minha saída. O importante é manter sua protegida a salvo, a ligação entre os dois não é tão simples como deveria ser entre um anjo e seu protegido, isso vai além por serem as “almas gêmeas” que os humanos gostam tanto de falar. No entanto – seu tom ficou ainda mais sério – Se ela cair tu cairás também, não terás forças para não seguir a alma dela.

- Ela está caminhando melhor, aquela fase sombria e as ideias de suicídio passaram desde a última vez – afirmou o anjo – Desde que eu pude ser o “amigo dos sonhos” dela as coisas ficaram mais tranquilas. Ela estava animada até antes de gravar aquela mensagem, cheia de planos e ajudando pessoas, isso não pode acontecer, ela não morrerá desse jeito! – socou o armário, não se deu conta de que sua mão não atravessou o móvel e o barulho ecoou pela residência.

- Procure se acalmar Sasuke – segurou a mão do moreno – Assim vais chamar atenção desnecessária – quando seu antigo irmão aquietou-se continuou – Eu sei sobre tudo o que você fez. Ela realmente está no caminho certo, porém nossos inimigos não ligam de usar recursos baixos para atingir seus objetivos.

- Pela primeira vez estarei aqui para impedir uma morte – Hinata exibiu um sorriso confiante – Eu sei como é difícil burlar o sistema da morte, mas, não é impossível ganharmos mais algum tempo.

- Não fazem ideia do que eles podem tentar, não é? – questionou o anjo da guarda – Se for Zaku novamente por certo será mais rápido pelo tempo que temos, ele geralmente manipula as circunstâncias.

- Ele é um demônio bem experiente, não se deixe enganar pelos seus métodos – o anjo da morte ouviu uma movimentação se direcionando para o quarto e eram apenas as garotas – Se ele voltar do castigo é provável que tenha pressa.

- Voltar do castigo? – questionou o arcanjo – Por acaso sabe de algo que eu não tenha sido informado?

- Zaku tentou fazer com que o pai de Sakura se matasse, porém ele não se matou – abriu sua agenda e ela revelou a morte de Kizashi Haruno – O anjo dele mesmo fraco conseguiu convencê-lo a não tirar sua própria vida. Infelizmente o homem morreu ao se desviar de um animal que estava na estrada, a pista estava escorregadia e o carro caiu barranco abaixo, ou seja, foi um acidente e não um suicídio, primeira falha de Zaku.

- Mesmo assim ele continuou a atormentar minha protegida e a mãe dela após a morte do pai -indagou Sasuke – Ele desapareceu depois da última vez que impedi uma tentativa de suicídio da Sakura.

- Essa foi a segunda falha dele – deu uma risada ao ver as garotas procurando o possível invasor que deixou uma marca de punho na porta – O superior de Zaku o mandou para um “curso de reciclagem” depois dessa última falha. Naruto deve saber, pois já exerceu a minha função, anjos da morte possuem contatos com as dimensões de transição, então fica fácil de algumas informações vazarem como boatos, por transitar entre o inferno às vezes para entregar algumas raras almas que os demônios não buscam fiquei sabendo por meio da zombaria envolvendo o nome dele.

- Isso é verdade – confirmou o ex-anjo da morte – Agora eu preciso partir. Deixo essa responsabilidade nas mãos de vocês – uniu as mãos e olhou para cima – Diga para Shikamaru e Harumi para que ajudem. Precisamos impedi-los ou então atrasá-los, o importante é ganharmos tempo.

 


Notas Finais


Sim! Eles estão conectados há várias vidas! O pessoal das teorias acertando aí rsrs
Estamos bem pertinho do final, o próximo capítulo será o último, não sei quanto tempo levarei dessa vez porque eu não havia deixado nem o "esqueleto" do final pronto, apenas ideias anotadas. Tentarei escrever o mais rápido e o melhor que eu puder. Quem me conhece sabe que eu demoro um pouquinho com os finais por não querer deixar pontas soltas, sou bastante chata e detalhista quanto a isso.
Se quiserem deixar suas previsões e teorias para o último capítulo serão bem vindos. Até a próxima ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...