1. Spirit Fanfics >
  2. Watch out (imagine Jungkook) >
  3. Regra número 1: Não paquere Mandy

História Watch out (imagine Jungkook) - Capítulo 1


Escrita por: Lolin_Love

Notas do Autor


Espero que dessa vez eu tenha transmitido o que eu queria transmitir, espero que gostem, na descrição vai estar a playlist desta fanfic, agora é só aproveitarem

Aviso: Se você é muito sensível a xingamentos sobre a aparência dos outros eu recomendo pular o dialogo de Mandy com Myushi

Capítulo 1 - Regra número 1: Não paquere Mandy


Lá estava eu tentando relaxar como sempre, respirando fundo para não perder a cabeça, essa semana eu tive que quebrar os pescoços de uns otários que estavam envolvidos em esquema de tráfico, já estão mortos provavelmente, mas eu não fiz isso tudo sozinha, em falar da minha companhia um aroma de perfume amadeirado entra em minhas narinas, era Jeon Jungkook, meu parceiro, nunca vi o rosto do mesmo mas consigo reconhecê-lo pelo cheiro de seu perfume que é sempre o mesmo, ele nunca muda. Muitas pessoas acham estranho quando digo que nunca vi sua face, mas eu tenho os meus motivos, o chefe obriga todos os seus funcionários aqui na agência a usar uniformes em que é obrigatório o uso de máscaras, não estou falando de máscaras que tampam só a boca, estou falando de máscaras do estilo do uniforme do Homem aranha, já que essa máscara tampa a cara toda eu não sei quais são as características dele, só sei que o mesmo é sul coreano porque ele me contou no primeiro dia em que ele chegou

-Eae cavalona, vai ficar aí sentada sem fazer nada? - Ele diz com um tom de tédio, eu já sabia aonde isso ia dar, ele vai falar alguma coisa boba e vai iniciar um assunto em 3, 2, 1... - Myushi, você é careca por baixo da máscara?

-Claro que não Jungkook, se eu fosse careca minha máscara não teria esse relevo de como se o meu cabelo estivesse bagunçado - Bufei, muitas das vezes ele faz essas perguntas só para me provocar porque sabe que eu não gosto

-Tá irritada hoje? Alguém te deixou assim cavalona - Ele diz em minha frente se inclinando aproximando seu rosto do meu com os braços cruzados

-Dá pra você parar de me chamar de cavalona, eu não gosto, já está irritando caralho - Eu odiava aquele apelido que ele me deu, ele me chamava assim por causa do corpo, eu tinha muitas curvas, minhas coxas, meus seios, e minha bunda era muito grandes em questão proporcional, só para deixar mais claro, imagine um cara bombado sentado, agora coloque uma "cavalona" do lado dele, eles vão ter quase o mesmo tamanho corporal por causa dos membros volumosos de ambos

- Calma gracinha, eu paro, até você admitir que é uma cavalona, você tá me devendo um chave de perna no meu pescoço com essas coxas gordas -  Ele fala em um tom malicioso me dando arrepios, filho da puta, vontade de queimar ele vivo na fogueira

- Eu não vou te dar um chave de perna seu arrombado, eu tenho mais coisa pra fazer com licença - Afasto o mesmo da minha frente com delicadeza, me levanto e vou em direção da nossa sala para começar o nosso plano para resolver o esquema dado pelo nosso chefe para resolvermos, devemos nos infiltrar dentro de uma boate e pegar no pulo o dono do maior tráfico de drogas e mulheres em Hong Kong, aquele cara não perde por esperar, filho da puta

- Boa tarde senhorita Kim - Meu chefe entra na sala observando minha pesquisa - Encontrou alguma coisa agente? -  Ele toca no meu ombro esperando uma resposta positiva. Meu chefe era a única pessoa que conseguia me deixar tranquila no meio de todos aqueles agentes dando em cima de mim, ele vive me incentivando a continuar a trabalhar e não desistir por causa das pessoas me pressionando, ele é como um pai que eu nunca tive, literalmente. Minha mãe sempre foi solteira após me parir, meu pai tinha sumido de vez após ela falar que estava grávida dele, até hoje queria saber quem é ele

- Ainda nada, somente sobre a boate e suas entradas, eu estou quase encontrando a raiz de tudo - Continuo mexendo no computador e nos papeis, eu tenho certeza de que talvez seja o governador de  Sai Kung, o mesmo tem passagem pela polícia por lavagem de dinheiro, mas o que eu não entendo é o porquê que ninguém ainda não retirou ele do poder? O cara fudeu com tudo e mesmo assim todos amam ele?

- Espero que você e o Senhor Jeon encontrem algo a mais, te vejo mais tarde agente Kim - Ele dá batidinhas no meu ombro e se retira de minha sala, achei que agora eu teria um minuto de paz mas quem entra novamente? Isso mesmo o Jungkook

- Não quer nenhuma ajuda não? Parece até que não tem parceiro - Ele puxa uma cadeira para sentar ao meu lado - Sério que acha que vai conseguir sozinha encontrar todas as pistas? - Ele apoia a cabeça no meu ombro vendo um pesquisar

- Jungkook, dá pra você calar a boca e ir pro caralho, eu consigo, não subestime o meu potencial, ainda por cima que você é melhor em questão técnica, não lógica - Eu sempre fui orgulhosa demais sem perceber que estou sendo, então fico irritada com um simples "deixa eu te ajudar?" - Tem como você ajudar agendando as nossa passagens, eu estou quase descobrindo os locais aonde devemos nos infiltrar

- Tudo bem senhorita, eu faço isso para você madame - O mesmo faz uma reverencia como se eu fosse da realeza, ele senta na mesa oposta da minha e começa a pesquisar sites para comprar tudo - Para aonde vamos mesmo?

- Hong Kong, tente marcar pra amanhã cedo para chegarmos de noite lá no mínimo - Ele concorda acenando com a cabeça, e seguimos trabalhando

 

[...]

 

Estávamos terminando nosso serviço até o maior pesadelo da minha vida entrar, Mandy, a maior filha da puta possível, a mês, ela sempre vem aqui em minha sala para me chamar de todos os palavrões possíveis e me tratar como qualquer prostituta que você encontra em um puteiro mas na frente dos outros ela não faz isso, a mesma é a maior paixão da vida de Jungkook, ele só tem olhos para ela, eu nunca entendi o quanto ele era fascinado nela, o mesmo faz tudo por ela e ela abusa disso, ele é como se fosse um cachorrinho dela, eu me preocupo com ele mas ele está tão cego de amor que acha que eu só estou com inveja porque não namoro, eu já chorei por ver o mesmo sofrer por ela, já presenciei muita coisa vindo dele

- Bom dia senhorita Kim, espero que esteja fazendo um bom trabalho - Ela tira aqueles cabelos pretos de seus ombros e me olha sínica com aqueles olhos verdes que eu adoraria furá-los, a mesma nem corpo tem, não tem nada de especial nela, não tem nenhum talento, não sei como ela consegue se achar a fodona com tão pouco potencial

- Não enche Mandy, estou sem paciência hoje - Falo em um tom rude e Jungkook se vira em minha direção

- Não fale assim com ela Myushi, ela só está tentando ser gentil -  Ele se levanta, anda em direção a ela e fica atrás dela pondo as mãos em seus ombros

- É Senhorita Kim, eu só estava sendo gentil, escute seu parceiro - Olha para mim novamente do mesmo jeito que estava só que com mais intensidade, a odiava com todas as forças

- Mandy, quer alguma coisa, um café ou algo do tipo - Pergunta tentando ser atencioso, que nojo

- Quero sim meu amor, me vê um café com leite - Ela olha para ele com a cara mais falsa de doçura que eu já vi, ele todo bobo sai da sala saltitando indo pegar o café, ela se aproxima e puxa a região próxima do meu pescoço do meu uniforme e puxa para bem próximo dela com uma cara de ódio que não dá medo em ninguém - Escuta aqui sua vadia, já mamou o chefe hoje, é? Não sei como permitem prostitutas aqui nesse estabelecimento, principalmente trabalhando em um setor tão importante, não tem vergonha de ser gorda como é? Gorda que nem uma bola de ginástica, não tem vergonha das pessoas só quererem namorar com você porque você é só um pedaço de carne? Vadia escrota e nojenta, eu quero que me responda - Ela fala cuspindo pra fora sujando o meu rosto de saliva

- Para sua informação eu não perco o meu tempo falando com pessoas que não merecem ele, eu tô pouco me fudendo se em sua visão de palito de dente eu sou gorda, ou como podemos dizer melhor, gostosa pra caralho, você só pensa em si mesma e em seu chifre de unicórnio que tem no meu da sua cabeça, fica parecendo idiota com ele, se eu fosse você eu fazia uma cirurgia, removia ele da testa e enfiava no cu, entendeu ou quer que eu desenhe? - Puxo seu braço que segura meu uniforme fazendo com que ela soltasse, mas naquele mesmo momento Jungkook chega olhando para a situação em que estávamos, o que eu não esperava era que ela iria começar o show dela

- Kookie, ela tava me provocando, ela tentou me bater e eu tentei fugir dela, mas ela puxou o meu braço e disse coisas horríveis pra mim, ela me chamou de vadia, de vagabunda e um monte de outros palavrões, Kookie, me ajuda, ela quer me machucar - Faz uma cara de cachorrinho perdido pra ele que amolece o coração dele obviamente, fazendo com que ele abrace ela e coloque sua cabeça no seu peito

- Myushi, tá perdendo a cabeça? Quer ser demitida? Não trate Mandy desta forma, ela não fez nada com você - Ele diz em um tom de revolta e ela solta um sorrisinho escondido com a cara no peitoral dele - Mandy, meu amor, não fica assim, Myushi, ás vezes não pensa nas atitudes que ela faz - Ele acaricia a cabeça da menor, me deixando aos nervos

- Então tá, se você quer confiar em uma garota que me chamou de vadia gorda, e agora tá se fazendo de anjinho, de boa, só não fale mais comigo, não quero mais te ouvir falar, me deixa doente - Saí da sala puta e fui em direção do estacionamento do local e decidi que o meu rumo era ir para lanchonete favorita da minha mãe de anos atrás, entrei no local com a máscara ainda em minha face e me sentei em uma das mesas chamando o garçom - Me vê um... - O homem se rendeu de forma inesperada sem motivos para aquela ação - Senhor, eu não irei assaltar este recinto, eu trabalho com espionagem e não posso remover a máscara - O mesmo se acalma, anota o meu pedido e entrega para cozinheira

 

Olhei pela janela a lua, não entendo aonde eu realmente me encaixo no meio dessa bagunça toda, Mandy deve estar certa, eu não devia estar naquele departamento.


Notas Finais


Playlist:https://open.spotify.com/playlist/1zMBAxBW6tobaATDJ9AjLL

Espero que tenham gostado :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...