1. Spirit Fanfics >
  2. Watch you sleep - Markson >
  3. Muito obrigada, me desculpem.

História Watch you sleep - Markson - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, tenho uma mensagem importante para passar aqui. Contarei o porque não consegui mais escever, porém nesse capítulo contei tudo o que aconteceria no capítulo 7 de uma forma diferente.

Capítulo 8 - Muito obrigada, me desculpem.


Fanfic / Fanfiction Watch you sleep - Markson - Capítulo 8 - Muito obrigada, me desculpem.

Bom... Olá novamente, primeiramente eu quero agradecer a todos que estiveram até aqui, agradecer do fundo do meu coraçãozinho por cada pessoa que esperou, por cada pessoa que curtiu, por cada pessoa que comentou e que acreditou em mim. De verdade parte meu coração eu não ter conseguido escrever, eu lembro como se fosse hoje o primeiro capítulo postado e como o plot todo veio na minha cabeça como uma bala, mas o tempo foi passando e eu fui enfrentando algumas dificuldades e a principal delas é a inspiração... Então agora eu peço desculpas, desculpas também do fundo do meu coração, eu não consegui e eu tinha dito que ia tentar e eu tentei. Eu tentei mas não consegui, eu me desconectei muito com o shipp também, sabe? Markson de certa forma sempre será eterno no meu coração, vivi tantos momentos bons com eles mas hoje em dia eu não consigo mais shippar... E os problemas foram se juntando e eu não consegui mais escever a história, até outras histórias que outros shipps eu só consigo fazer até a metade, eu realmente estou com dificuldades então me perdoem eu fico realmente triste com isso. Eu não irei deletar a história, eu não sei se terão histórias futuras aqui mas enfim como um pedido de desculpas eu irei contar para vocês o que aconteceria no final dá história, então vamos lá.

Bom, nesse sétimo capítulo que seria onde eu encerraria a história iria acontecer o seguinte: Primeiro Jackson iria encontrar os meninos no parque no seu dia de folga, ele iria ao shopping com eles para almoçar pois ainda estava cedo, como vocês sabem Jackson manda mensagens para Mark as vezes então como um "trato" os meninos sempre que estivessem juntos tiraram fotos de onde eles estavam e do que estavam fazendo e mandariam para Mark porque sempre que juntos eles se lembravam dele e sentiam a falta dele, aquilo seria para quando Mark acordar ele ver que nenhum dos meninos se esqueceu dele e que Jackson realmente estava lá por ele. Como eu dei a entender, Mark escuta sim sempre o que todos falam e principalmente Jackson e não ele não perdeu a memória, a situação dele é como se ele estivesse preso em algum lugar mas não pudesse sair, enfim guardem essa parte. Como Jackson estava de folga os meninos iriam para casa nova dele e como Milo já havia se acostumado bastante com ele, Youngjae deixaria Milo morando com ele, nesse mesmo dia em que todos iriam para casa dele a noite incluindo Jaebum e Yugyeom, seria um capítulo também onde JJP casal que eu deixei claro que iria acontecer se assumiriam de vez e Yugbam conversariam sobre o que eles tem que não passaria muito de uma amizade colorida, BamBam ao caminho do shopping com os meninos (mais especificamente Jackson, Youngjae e Jinyoung) teria dito e explicado sobre seus sentimentos com o Yugyeom, que no caso seria algo que eles se precipitaram muito e foram rápido demais, BamBam teria descoberto que a amizade deles realmente era linda e ele não queria arriscar isso e perder a amizade do Yugyeom. Os meninos iriam beber e curtirem um pouco, depois Jackson iria deixá-los por um momento e mandaria um áudio para Mark contando tudo o que estava acontecendo, que os meninos estavam lá e que ele estava muito feliz e grato de ter conhecido eles, que Milo estava morando com ele e que ele  sentia a falta do seu dono, e que realmente ele queria que Mark estivesse alí. Jackson diria também que foi sim triste o que aconteceu com Mark mas que ele pensa em como tudo na vida tem um propósito que talvez se não fosse por isso ele jamais teria o conhecido, enfim assim ele encerra a mensagem e volta a ficar com os meninos que acabaram dormindo lá, no dia seguinte ele recebe uma ligação do hospital informando sobre uma paciente dele e que ele precisava comparecer lá as pressas principalmente porque era ele quem mais tinha contato com a família e essa pessoa seria Emme, ele se arruma as pressas os meninos continuam na casa dele e assim ele vai pro hospital quando ele chega lá os pais dela estavam chorando na porta do quarto em que ela ficava, na parte onde ficavam as outras crianças como eu já havia retratado anteriormente. A mãe dela mal conseguia falar ele entra correndo no quarto e vê vários médicos em volta, e ele escuta "horário da morte? 14:57", talvez vocês não se lembrem mas no capítulo 5 essa foi a hora que Mark morreu no sonho do Jackson, ele se arrepia no momento mas ele vai ver a Emme, os enfermeiros se lamentam com ele por não terem conseguido fazer nada enquanto ele acariciava a mais nova muito triste, porque todos sabem que ela era muito importante e especial para ela como até mesmo uma filhinha que ele não tinha, Jackson fica arrasado ele começa a chorar e ele entendeu o porque da conversa estranha que Emme teve com ele, dela basicamente de despedindo ela já sabia que iria morrer mesmo com todos tendo esperança. Jackson vai abraçar os pais da menina, eles agradecem pelo esforço e pelo carinho que ele teve com ela durante esse tempo e comentaram em como sempre ela falava do Doutor e ficava feliz que ele a ajudou muito. Jackson muito triste pede para que eles o avisassem quando seria o enterro dela que ele iria comparecer, nesse momento ele se despediu com uma dor enorme no coração e não quis saber de nada apenas foi para o quarto de Mark, quando ele chegou lá ele começou a chorar ele se sentou ao do Mark como sempre abaixando a cabeça na maca onde ele estava e começou a falar com ele, como ele sempre fazia. Jackson transparecia muita dor porque tinha se apegado demais com ela, ele dizia o quanto aquilo lhe doía, eu tenho a fala de Jackson para Mark nesse momento então vou deixar aqui.


"Mark, ela se foi... Emme morreu. Eu estou tão triste eu sei que não devemos nos apegar com os pacientes mas aquela menina trouxe tanta luz para minha vida. Ela se despediu de mim e eu não fazia idéia porque ela tinha dito tudo aquilo para mim, eu queria tanto ter conseguido salvar a vida dela... Eu estou tão triste, Mark."


Nesse momento, Jackson apenas continua chorando, ele aperta com força os lençóis da maca, até que ele sente um movimento estranho mas ele não ligou ele apenas achou que havia sido ele mesmo que balançou a maca ou algo do tipo. Como eu também tenho essa parte meio pronta eu vou deixar aqui.


"Com a cabeça baixa ele continuou a chorar, sentiu um movimento sobre a maca mas ignorou pois poderia ter sido ele mesmo esbarrando ou algo do tipo. Respirou fundo enquanto continuava a escutar aqueles sinais vitais pelo aparelhinho, estranhou quando ouviu certas alterações no som, como se estivesse ficando mais rápido com certa frequência.

— J-Jackson... P-Por favor...

A voz fraca, mas completamente familiar se fez presente no local ele rapidamente levantou sua cabeça.

— Mark?! Mark, você!? — Rapidamente ele se levantou.

— N-Não chore...

— Não, não eu não irei! Mark, eu não... Não sei o que dizer.

Aos poucos, ele foi abrindo seus olhos ganhando algo embaçado como visão, Jackson estava sem reação estava chocado, não sabia o que dizer queria chorar.

— Eu estou aqui. — Jackson se aproximou segurando a mão de Mark que ainda fraco conseguiu virar sua cabeça para lhe olhar.

— O-Obrigado... — Mark deu um sorrisinho mínimo.

— Eu que tenho que te agradecer aqui. 

Novamente aquele aparelhinho voltou a apitar rápido, Jackson achou estranho.

— E-Eu estou... Me s-sentindo estranho.

Logo ele enfraquecia novamente,  foi nesse momento que a mente de Jackson entrou em pânico, ele abriu a porta correndo e gritou pelos outros médicos que foram correndo ao local, precisavam o levar para emergência o mais rápido possível. 

— Eu não vou perder você, eu não vou. — Ele passou a mão pelos cabelos do mais velho.

— Eu vou avisar a família, vão agora para emergência eu já estou indo pra lá! 

Após ajudar com os respiradores, Jackson saiu correndo para o centro da UTI buscando pelo contado da família dele, avisou a mãe dele que logo estaria lá, suas mãos tremiam sua adrenalina estava alta com dificuldade pegou seu celular ligando para Youngjae.

— Jae!?

— Oi? O que aconteceu?

— Vem pra cá agora, o Mark acordou mas ele está com a oxigenação fraca precisamos levar ele pra emergência, e eu preciso ir pra lá agora!

Jackson desligou nem se importando com qualquer outra coisa, apenas correu até a emergência.

Youngjae ainda segurava o telefone, estava imóvel ainda achava aquilo inacreditável quando sua ficha caiu ele gritou desesperadamente pelos meninos que foram correndo até ele.

— O que aconteceu? — Perguntou Jinyoung.

— Por que você está com essa cara, e... Chorando? — Perguntou Bambam.

— Nós temos que ir para o hospital agora! — Ele se levantou eufórico pegando suas coisas.

— Você está me assustando. — Jinyoung disse pegando suas coisas também.

— Aconteceu alguma coisa com Mark? — Bambam perguntou paralisando.

— O Mark acordou! Mas ele está na emergência eu não sei bem o que aconteceu mas Jackson me ligou com tanta pressa precisamos ir agora.

Os meninos tiveram a mesma reação inicial do Youngjae, mas logo começaram a agir e como ainda estavam na casa do Jackson pediram um táxi e foram ao hospital."

Então, a família do Mark e os meninos iriam para o hospital ficar lá esperando por notícias enquanto Jackson ajudava Mark, com os minutos passando ele o levou de volta ao quarto dele onde todos estavam seu maior medo era que Mark não acordasse novamente mas ele manteve a esperança, todos o abraçaram e agradeceram mais uma vez então ele saiu de lá e foi trabalhar, seu psicológico estava tão afetado naquele momento então Jackson desmaia e acorda com Jaebum ao seu lado que conversa com ele perguntando o que havia acontecido, Jackson conta tudo e ele recebe mais três dias de folga porque ele estava incapaz de trabalhar naquele momento, Jaebum o leva para casa e Jackson resolve dormir um pouco. Quando ele acorda ele vê que tinha algumas mensagens do Youngjae em seu celular e da mãe de Emme lhe dizendo quando seria o enterro da pequena mas naquele momento mesmo distante ele queria um pouquinho do colo da mãe, precisava de uma conselheira então Jackson liga para sua mãe que percebe sua voz abalada, ele diz o que aconteceu com Emme e Mark e disse que estava triste pela perda e preocupado com Mark não acordar mais, então ele passa um tempinho no telefone com ela escutando ela conversando consigo e lhe dizendo coisas boas até cantando para ele se tranquilizar, como já estava tarde na China ele desligou para sua mãe descansar já que por fim, ele estava mais calmo. Ao se levantar ele pega a cartinha que Emme tinha lhe dado e o bichinho de pelúcia, ele lê a cartinha chorando um pouco mas tentando ficar bem por saber que a pequena já não estava mais sofrendo, não sentia mais dor e que provavelmente se tornaria uma estrelinha que sempre brilharia no seu coração, um tempinho depois ele guarda as coisas se alimenta e toma um banho para voltar a se deitar, como havia perdido o sono por ter dormido anteriormente ficou horas apenas olhando para o teto ou para sua janela e foi de madrugada que ele recebe uma ligação do Youngjae.

"— Eu te acordei?

— Não, não... Eu já estava acordado.

— Estou no hospital, Jaebum me disse o que aconteceu... Eu sinto muito, Jack.

— Obrigado, Jae... Eu vou ficar bem, não se preocupe. Como está por aí?

— Os meninos tiveram que ir embora, está apenas eu e a mãe do Mark aqui. Eu te liguei porque você não leu minhas mensagens...

— Me desculpe, eu realmente não estava muito bem mas pode falar por aqui mesmo.

— Bom, eu estou indo na cafeteria com a mãe do Mark por um momento, vou deixar o celular com alguém que quer falar com você.

— Ué, mas não tinha apenas você e a mãe dele ai? — Youngjae não o respondeu. — Youngjae? Youngjae com quem...

— O Jae já saiu com a minha mãe. — A voz ao telefone lhe cortou a fala. — Alô?

— M-Mark? Eu devo estar sonhando...

— Não está, você disse que não me perderia e você estava certo.

— O que mais me deixa chocado é que você me reconheceu...

— Eu escutava você, sempre desde a primeira vez que você foi ao meu quarto. Os meninos me contaram sobre tudo.

— Não sei se fico com vergonha ou se fico feliz.

Jackson pode ouvir uma risadinha fraca ao fundo, sua voz ainda estava fraca mas ele estava mais forte.

— Você está bem? — Perguntou Jackson.

— Acho que agora estou, muito obrigado por tudo Jackson. Ouvir a dor que você estava naquele momento... Eu consegui acordar, queria tentar consolar você mas não consegui.

— Não, pelo contrário você não faz idéia do quanto conseguiu, até mesmo quando você estava... Em coma.

— Eu sinto muito pelo o que aconteceu com Emme, eu gostaria de ter a conhecido você sempre ficava tão feliz falando dela. E eu quero ler a carta que ela fez para mim.

— Ela sempre falava de você, sempre tinha esperanças de você acordar... — Jackson disse com voz de choro.

— Não chore, por favor. — Jackson se segurou muito para isso. — Quando será o enterro? 

— Amanhã.

— Gostaria de estar bem para ir com você, mas eu provavelmente não vou ter alta nem tão cedo.

— Nem quero que tenha, você precisa dos cuidados agora. Eu realmente nem acredito que estou falando com você... Eu estou tão feliz por isso.

— Muito obrigado, de verdade! Quando... Quando você vem aqui novamente?

— Acho que daqui dois dias, o hospital me deu uma folga porque eu estava muito abalado e acabei desmaiando.

— Então acho bom que se cuide também, eu não vou mais embora.

— Fico feliz por ouvir isso, você não faz idéia.

— Fico feliz também, eu estava preso em um pesadelo horrível... Quando eu estava sozinho sentia que iria morrer, a cena do acidente sempre se repetia e...

— Não lembre mais disso, está bem? Não pense nisso, pense em você apenas isso. Quando eu voltar a trabalhar eu vou te ajudar, quero os melhores doutores para te ajudar na fisioterapia.

— Parte complicada... Mas vai dar tudo certo, quando eu vou poder fazer?

— Sinto muito informar mas só quando você já estiver mais saudável, sem uso de respiradores e se alimentando normalmente.

— Não irei sair daqui nem tão cedo... Mas eu fico feliz por ter acordado, já fazem quase dois anos.

— Sim... Mas você vai ver, quando menos esperar já vai sair daí.

— Confio em você.

Ambos sorriram pelo telefone, o coração de Jackson estava tão acelerado que sentia que poderia saltar do seu coração.

— Fiquei sabendo que você virou o segundo pai do Milo.

— Ah... Ele gostou muito de mim, me desculpe acho que roubei sem querer seu cachorro. — Levemente, Mark riu.

— Não tem problema, ele está em boas mãos tenho certeza. Ele está por aí?

— Está sim, por quê?

— Pode colocar minha voz para ele escutar?

— Claro! Milo, venha aqui, vou colocar no viva-voz.

— Okay.

— Pode falar.

— Milo? Oi meu bebê, como você está? O papai está aqui, em breve vamos nos ver novamente.

O cachorrinho começou a latir procurando por Mark.

— Ele está procurando você.

— Estou com saudades dele, e Coco também.

— Tive a honra de a conhecer também.

— Ela é um amorzinho, bom a minha mãe e o Jae voltaram para o quarto, vou desligar quando eu estiver com meu celular eu falo com você. A propósito, já me contaram das mensagens.

— Estou começando a ficar com vergonha... Mas enfim, é bom poder chamar seu nome e você responder se volta, é um sentimento que não cabe dentro do peito.

— Isso me deixa feliz, sempre queria responder quando você falava comigo mas agora também posso chamar seu nome e você me escutar, vou deixar você descansar agora. Boa noite, e obrigado Jackson.

— Está bem, boa noite e eu que agradeço Mark.

Jackson se deitou na cama, estava feliz e seu coração estava se acalmando depois de tanta emoção, ele até se beliscou achou que estava sonhando mas era realidade, ele tinha acabado de conversar com Mark."

Depois dos dias Jackson volta a trabalhar e vai visitar Mark, ambos ficaram meio tímidos bom essa parte eu não cheguei a escever mas ficaria feliz se vocês pudessem ler, vou explicar algo aqui rapidinho para entrarmos no fim.

Depois dessa parte, eu ia mostrar como flashes a vida deles passando, ou seja o futuro para não ser algo tão grande e repetitivo para eu chegar de vez ao final, então essa será a parte mais resumida.

O fim: Mark começava a melhorar, fazia as fisioterapias e todos as noites como sempre Jackson iria visitar ele e eles conversam, os sentimentos só foram surgindo ainda mais principalmente pelo lado de Jackson e Mark só ficava cada vez mais encantado, quando Mark saísse do hospital ele iria para sua casa onde Jackson levou Milo de volta para o cachorrinho matar a saudade do seu verdadeiro dono, o tempo ia passando aos finais de semana Jackson ia cuidar de Mark e ir vê-lo também, até que o amor surgiu e eles começam a namorar, Mark continua com seu tratamento mas com o tempo ele vai melhorando, frequentando psicólogos e fazendo fisioterapias. Nas férias de Jackson eles vão para China visitar os pais dele e Mark para conhecê-los, todos adoraram Mark e mataram a saudade do doutor da família, eles curtiram muito e quando eles voltaram resolverem morar juntos, eles compraram juntos uma casa e se mudaram, com o tempo passando Mark já estava trabalhando no que ele gostava e Jackson montando seu próprio consultório porque ele pretendia sair do hospital para passar mais tempo com seu namorado, que pouco tempo depois virou seu noivo, todos ficaram felizes com a notícia e por fim eles se casaram. Com um ano de casamento eles conseguiram ir para um orfanato, lutaram e lutaram e conseguiram adotar uma bebezinha cujo a nomearam de Emme em uma homenagem, sempre que podiam Mark acompanhava Jackson ao cemitério pois ele sempre levava flores para sua eterna pequenina, e assim terminava a história, eles juntos, casados e adotando uma filhinha que se chamaria Emme.


Notas Finais


Obrigada para todos que leram esse capítulo/despedida, mais uma vez eu peço perdão, minhas sinceras desculpas mas espero que vocês fiquem feliz sabendo o que iria acontecer no final, quem quiser tirar dúvidas ou algo do tipo comenta aqui que eu respondo. É isso, muito obrigada, sempre guardarei o carinho de todos vocês no meu coração, beijinhos da Andy. 💚
Fim.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...