1. Spirit Fanfics >
  2. Watching as I Fall >
  3. Único

História Watching as I Fall - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Bom dia! Boa leitura!

Capítulo 1 - Único


Watching as I fall

P.O.V Mike

Licença enquanto eu alcanço o céu, com o bolso cheio de mentiras, pensando que estou bem mas eles dizem ao contrário, dizem que eu não pareço bem, mas eu não consigo me olhar nem no espelho, encarar a mentira nos meus olhos não é fácil... Se é difícil admitir pra mim mesmo que esses quase quatro meses tem sido os mais difíceis de toda a minha vida imagina admitir pra eles, então eles não precisam saber né? Então tenho evitado ao máximo, entrar nas redes sociais.

- Bom dia amor, caiu da cama ou pegou no sono aqui mesmo novamente? —Anna tem sido a minha maior força pra que eu continue com a cabeça no lugar e me motiva todos os dias a voltar a fazer o que eu amo.

- Desculpa amor, acabei dormindo aqui de novo, eu estava...– Em vez de tentar explicar, eu entreguei o papel com tudo o que eu tinha escrito. - Então o que acha?

- … Mike, eu gostei, eu sinto muito a falta dele e sei que você também, mas saiba que você não tá sozinho e sempre que quiser conversar sobre isso ou qualquer outra coisa, sempre vou tá aqui por você. — Ela sempre sabe o que dizer, e eu sou grato por ter escolhido a pessoa certa pra ser a mãe dos meus filhos, é uma verdadeira mãe coruja. E claro que não podia ter escolhido melhor a pessoa que eu quero passar o resto da minha vida, não sei o que seria de mim sem ela.

- Obrigado! Não sei o que seria de mim sem você! Bom, vamos tomar café? – Abraço ela, e logo em seguida nos juntamos as crianças, que estavam se preparando para o dia deles.

- Meninas, o que vocês vão fazer hoje?

- Vamos na casa de uma amiga nossa pai, e depois eu queria que a mamãe ou você nos levasse lá na casa do tio... Da tia Talinda, queremos ir lá ficar brincando com as meninas.

- … Você leva elas amor? — Pergunto, já que eu não fui capaz de pisar lá desde do que aconteceu, sempre vejo a Talinda e as crianças na rua ou quando eles vem aqui, mas lá eu não consigo ir. Até eu penso em me mudar, é algo que eu preciso discutir com a Anna, mas tem sido doloroso continuar aqui, lembranças dele por todos os lados. E Talinda já me procurou me pedindo ajuda com isso, estou correndo atrás disso.

- Sim, eu já estava planejando ir lá mesmo, ia até perguntar se alguém iria querer ir comigo, e você filho quer vim com a gente mais tarde? Agora eu vou sair e resolver outras coisas, vou levar as meninas na casa da Lizz e lá perto da hora do almoço vou buscar elas pra irem comigo, se quiser passo aqui pra te buscar se quiser ir ver o Ty.

- … Não mamãe, aquele lugar não é o mesmo, eu vou ficar aqui com o pai. Vou aproveitar e voltar a praticar o violino.

- … Tudo bem filho, você não vai sai não né Mike?

- Não tenho nada planejado, mas se eu tiver que sair eu levo ele comigo sem problemas. Bom gente, vou tomar um banho e voltar pro estúdio, tenham um bom dia. Filho qualquer coisa pode bater lá tudo bem?

- … Tá bom pai, eu vou ficar no meu quarto mesmo.

[…]

- Pai? Tio Brad tá te esperando lá na sala, eu disse pra ele vim aqui, mas ele não quis.

- Diga a ele que eu estou indo filho! – Ele não me avisou que vinha aqui, espero que esteja tudo bem. E lá vamos nós.

- E aí B? — Otis estava sentado perto dele!

- Cadê a Anna e as meninas?

- Saíram, ela e as meninas vão pra casa do Chester, acredito que na hora do almoço.

- Entendi, então eu vim aqui pra saber se você tá bem, ou você não acha que ninguém percebeu seu comportamento nos últimos dias? Como você sabe eu não tive como ir nesses dois últimos encontros, mas o Zach me contou tudo e Joe confirmou. — Ele colocou meu filho no sofá e me arrastou pra um lugar onde ele não pudesse nos ouvir.

- Aquilo não foi nada, eu só...Brad isso não vai acontecer mais tá legal?

- Você diz isso e faz totalmente ao contrário Mike. Então me responde honestamente, você está bem?

- Estou sim B, não se preocupe! — Ele não parava de olhar pro celular.

- Tá bom Mike, você pode até tentar se convencer disso, mas não tente me convencer disso não, bom agora eu tenho que ir, preciso buscar minha filha na natação, te ligo mais tarde e a gente conversa direito! Carinha, faz um favor pro tio?

- Uhum

- Fica de olho no seu pai pra mim?

- Tá bom tio Brad, você já vai?

- Sim, eu tenho que buscar a Mali, na natação. – Meu filho se despediu dele e provavelmente subiu pro quarto.

- Mike, me escuta, eu só vou agora porque eu realmente tenho que buscar a Mali a Elisa viajou com os meninos, mas você me ligue se precisar de qualquer coisa, entendeu?

- Tá bom BBB! — Sorri tentando se convincente.

[…]

Eu sempre disse a eles tudo o que se passava, e agora digo em um novo rap, então se eu mudar de ideia e fazer eles perderem o controle? Será que assim eu vou ter controle de alguma coisa que acontece na minha vida? Eu sou inconstante e eu achei que eles sabiam disso.

"Bolso e consciência cheios de mentiras Mike." — Ah não lá vem a voz irritante da minha cabeça, desde que o Chester se foi eu tenho ouvido essas coisas, as vezes mais e as vezes menos.

- Então, talvez se eu devesse ser mais grato por ter visto tudo desmoronar? É isso? — sorrio ironicamente, meu Deus eu tô ficando maluco. Eu me sento novamente e tento voltar a minha atenção a músicas que eu queria produzir, mas que nada saia.

- Mais que droga Chester! Segurar a pontinha dessa barra sozinho tem sido doloroso e impossível, sim eu sei que não posso ignorar isso, eles estão me vendo cai Ches, e nunca disse uma palavra disso a eles, depois de tudo o que aconteceu… eu não quero que eles se assustem com o que tem acontecido com minha mente ultimamente... talvez eu esteja caindo pra um lugar que eles nunca vão chegar? — Eu fico ali perdido nos meus pensamentos por mais de horas.

[…]

Eu passo mais alguns minutos no estúdio, tá quase na hora de preparar o jantar, não faço ideia sem Anna e as meninas vão chegar pra jantar, bom melhor ligar pra ela e saber. Eu pego o celular, mas ela já estava me ligando:

- Mike, Talinda perguntou se você vim aqui? Ela tem algo pra te entregar, ele te deixou algo e ela encontrou hoje.

- O quê? Achei que ele...achei que ele não tivesse…

- Todo mundo achou isso Mike, mas Talinda achou, e bom no bilhete que ele deixou, ficou muito claro que era pra ser entregue diretamente pra você, então achei melhor você mesmo pegar com ela, pode? Você não precisa nem entrar se não quiser amor, mas só venha buscar.

- … Tudo bem, estou indo. — Chamo meu filho pra ir comigo, ele não queria ir, mas eu não queria deixar ele sozinho:

- Mas pai? Eu já falei que eu...

- Você não precisa nem descer do carro se não quiser filho, eu só vou lá porque sua mãe e sua tia me pediram, vai ser rápido é só o tempo de falar com elas e voltar pra casa entendeu?

- … Tudo bem, mas eu não entro mais ali pai, eu sinto muito a falta dele, viver aqui em casa já tem sido ruim, eu não posso imaginar como as meninas e o Tyler se sentem.

- …Eu sei, eu vou falar com sua mãe e vamos nos mudar, sua tia também já tá resolvendo isso. — Ele não diz mais nada, a morte do Chester pro meu filho tem sido difícil de aceitar, eles eram muito próximos, acho que tá sendo difícil pra todo mundo aceitar o que aconteceu. Droga! Eu só me pergunto o por que?

Anna e Talinda estavam na frente da casa, eu falei com as duas e peguei a caixa e uma carta que ele tinha deixado, Deus meu coração tá em mil pedaços, acho que isso não deve ser algo público.

- Amor, hoje eu e as meninas vamos ficar por aqui tudo bem? Tali e as crianças precisam disso.

- … Claro amor, bom tenho que ir, o Ota ficou lá no carro não quis nem vim aqui, tem sido difícil pra ele...

- Pra todos nós Mike, pra todos nós...

- Então, boa noite pra vocês, Anna chama as crianças? Quero ver todos.

- O que você acha que tem aí Mike? — Talinda pergunta.

- Eu não faço ideia, não faço ideia quando eu vou ter coragem de abrir e descobri. — Anna logo chega com todo mundo, eu um pouco com cada um, até ouvir a buzina do meu carro.

- Bom meninas, eu tenho que ir, o irmão de vocês tá no carro, querem ir lá falar com ele? — Elas dizem que sim.

- Então esperem aqui!

- Meninas, Ty? Eu espero que vocês estejam bem, e sabem se precisar de algo podem me ligar não é? Eu não abandonei vocês como você pensou meu anjo, eu só…é complicado vim aqui, um dia você vão me entender. Boa noite, amo vocês. Vem meninas vou atravessar com vocês. Eu levo elas pra falarem com o irmão, eles conversam sobre algo que eu não tenho ideia, então atravesso as duas de novo, me despeço de Anna e Talinda, e finalmente volto pro carro.

- O que é isso pai?

- Uma caixa, que sua tia pediu pra mim buscar. Agora precisamos ir, preciso fazer o jantar, suas irmãs te disseram que elas e sua mãe vai ficar por aqui?

- Sim, disseram! — Eu sorrio e pego o caminho pra casa. Resolvi não dizer que foi o Chester que me deixou essa caixa, só por motivos que eu realmente ainda não sei se quero que alguém mais além de Anna e Talinda saibam disso, pelo menos não por enquanto.

[…]

Depois do jantar, mandei ele pro banho e depois coloquei ele pra dormir, quando ele finalmente dormiu eu tomei o meu banho e fui pro meu quarto ainda não largando a caixa e continuava debatendo comigo mesmo se eu deveria abrir ou não, então resolvo ler o que tinha dentro do envelope.

Meu celular começa a vibrar era o Brad, perguntando se eu estava bem, então a única coisa que consigo responder é.

" Te ajuda se eu te disser, que eu continuo chateado com coisas que aconteceram uns 15 anos atrás? E não sei como me livrar disso!" Tô: BBB

"…Você fez o que pôde por ele Mike, ele nos amava, mas não imaginávamos a dor que ele estava sentindo, ele sempre foi muito bom em esconder essas coisas e você sabe disso, não quero mais você se culpando por coisas que não são sua culpa, ele teve uma vida de filho da puta, ele lutou o quanto pôde, eu não tenho raiva dele ou nada do tipo, só espero que agora ele finalmente esteja em paz consigo mesmo! E querendo ou não, vamos ter que seguir.'' - From: BBB.

" Eu sei..." - To: BBB.

Mas talvez eu esteja caindo pra chegar em um lugar que eles não vão.

E o que tem no envelope e na caixa? Isso ai é segredo, não posso contar.


Notas Finais


Até...💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...