História Way To Omelas - Jikook - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Jikook, Longfic, Menção Namjin, Menção Yoonseok, Ponte Para Terabítia
Visualizações 138
Palavras 1.357
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, Magia, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello Hello ♡

Preparadas para o comeback? 😍

Boa Leitura ♡

Capítulo 21 - Chapter 20 - Ride day


Fanfic / Fanfiction Way To Omelas - Jikook - Capítulo 21 - Chapter 20 - Ride day


N/A’s Pov.


O fim de semana chegou e, incrivelmente, os pais de Jungkook deixaram que ele fosse no passeio com seu professor. Isso deixou o garoto animado.

No dia em questão, ele acordou cedo, se arrumou e arrumou sua mochila, colocando nela coisas necessárias como guarda chuva, garrafa de água e uma blusa a mais de frio.

Desceu as escadas sorridente, mas logo seu semblante fechou ao ver o pai ali, abaixou a cabeça e sentou na mesa, tomando um copo de leite com uma torrada.


- Irei esperar seu professor chegar, para saber exatamente onde vão. – O Jeon mais velho falou firme e o mais novo apenas assentiu e voltou a comer.


Logo que terminou de comer, não demorou muito e alguém bateu na porta. O Jeon mais velho se levantou e foi até a mesma, abrindo e revelando Kim Taehyung com vestimentas simples, mas bonitas, e cabelo levemente bagunçado e com a franja quase tampando seus olhos. Nem parecia um professor ou que já tinha trinta anos de tão jovem que ficou sem as roupas sociais e cabelos arrumados.

O Kim sorriu simpático para o Jeon mais velho e reverenciou, se apresentou e foi convidado para entrar.

Taehyung sorriu para Jungkook e para seus irmãos, já que dava aula para eles também. Logo, começou a explicar sobre o passeio e aumentou dizendo que valeria uma nota a mais para o mais novo, porém não teria como levar todos os alunos, então escolheu o garoto por ser o melhor da sua matéria e a de artes.

Jungkook riu mentalmente quando o Kim disse que ele era o melhor de sua matéria, ele não fazia absolutamente nada para merecer tal posição.

Depois de mais alguns diálogos, foram liberados para ir.


- É sério que vou fazer um trabalho em cima desse passeio? – Jungkook perguntou com uma careta e Taehyung riu negando.

- Apenas disse aquilo para eles não pensarem que é um passeio de puro entreterimento, talvez eles não iriam aceitar bem e não deixar você ir, entende? – Jungkook assentiu e seguiram até o carro Sport do mais velho.

- Omo, seu carro é muito legal. – Jungkook elogiou com os olhos brilhando e Taehyung riu assentiu.


Logo, eles entraram no carro e o Kim deu a partida, Jungkook olhou para o lado e viu a grande casa do seu amado Jimin e pensou: 


“Eu podia pedir para Taehyung ir chamá-lo, assim nos veríamos mais uma vez, mataria saudades.”


- Algum problema, Jungkook? – Taehyung perguntou e o mais novo suspirei, e negou. Talvez, não fosse uma boa ideia chamar o Jimin, afinal Taehyung não tinha comentado sobre chamar ele ou algo assim.


Esse foi o maior erro que ele cometei...


Chegaram no museu de Artes em menos de uma hora. Durante a viagem, ficaram conversando sobre seus gostos e cantando algumas músicas que Taehyung colocou. Sua voz é realmente sem igual, mas não se compara a de Jimin, ela é única para Jungkook.

Ele pagou as entradas e entraram no grande museu, não demorou para que os olhos do mais novo brilhassem com todos aqueles quadros de vários estilos e épocas.

Ele parecia uma criança que estava no Parque da Disney pela primeira vez, analisava tudo, tirava fotos de alguns quadros – já que nem todos podiam ser fotografados – com a Polaroid de Taehyung e sorria bobamente com todos os detalhes daqueles quadros.

Jungkook realmente é um garoto com gostos únicos e que o fazia ser perfeito aos olhos de Kim Taehyung, que observava de forma minuciosa o mais novo.

Ah, como ele queria Jungkook para si, para amá-lo e cuidá-lo sempre, ser o motivo de todos os seus sorrisos e felicidade. 

Ao saber de tudo sobre o que garoto estava passando, o Kim se sentiu na obrigação de acabar com aquela dor de Jungkook, começaria com atos pequenos e no fim poderia conquistá-lo e o levar para longe de tanta opressão do pai e o protegeria de todas as formas que poderia.

O fato mesmo era que Kim Taehyung era loucamente apaixonado por Jeon Jungkook, mas o destino iria completamente contra a união deles, mas o Kim lutaria para escrever seu próprio destino com Jungkook.

Depois de várias horas olhando os quadros e lendo sobre cada obra, pararam para almoçar e conversar sobre o que viram.

Cada vez mais, Taehyung sentia vontade de se declarar para Jungkook.

Depois do almoço, decidiram ir para a outra parte do museu, onde mostrava outras diversas artes.

Nessa que eles se levantaram, Jungkook sentiu uma pontada em sua cabeça, fazendo ele se desiquilibrar um pouco e ser segurado por Taehyung, que por sorte estava ao seu lado.

O Jeon respirou fundo duas vezes e tomou um pouco de água.


- Tem certeza que está bem? Eu posso te levar pra casa. – Taehyung falou de forma preocupada e Jungkook negou.

- Estou bem, apenas me levantei rápido demais...eu comi demais também. – Riu levemente e se levantou devagar, ainda tendo Taehyung ao seu lado. – Estou bem. – Sorriu para o mais velho, que apenas assentiu ainda hesitante.


Jungkook não disse, mas a única pessoa que veio em sua mente quando sentiu a dor, foi Jimin. Ele sentia que algo tinha acontecido com seu amado, mas preferiu ignorar e considerar isso com a saudades que estava sentido do mais velho.


Ele não deveria ter ignorado...


Viram mais algumas coisas e quando notaram que estava ficando um pouco tarde, decidiram ir embora, no entanto estava chovendo muito forte e algumas estradas estavam fechadas. Uma delas era a estrada que dava para a casa de Jungkook.

Sendo assim, Taehyung disse que levaria o garoto para seu apartamento e esperariam lá até a chuva passar, Jungkook aceitou e assim eles foram.

Enquanto iam para a casa do Kim, uma ambulância passou em alta velocidade pela pista contrária a deles, estranhamente aquilo incomodou Jungkook que, involuntariamente, apertou sua mão em volta de sua blusa, como se aquele ato fizesse ele segurar seu coração angustiado. Ele não entendia aquela sensação.


Mas ele iria entender...


Logo, chegaram no apartamento do mais velho, era pequeno – afinal só morava Taehyung ali –, mas confortável e bem organizado.

Enquanto Taehyung foi preparar um chocolate quente para eles, Jungkook ficou na sala olhando as várias fotos que tinha na estante do mais velho.

As fotos se resumiam em o Kim com a família e amigos, haviam até fotos de quando ele era mais jovem. Jungkook concluiu que Taehyung não mudara muita coisa e ficara mais bonito.

O mais velho voltou para a sala com duas canecas, entregou uma para Jungkook e ficou com a outra. Ficaram em silêncio, apreciando a bebida quente, mas o silêncio não durou por muito tempo.


- Jungkook, preciso falar uma coisa pra você. – Taehyung falou com uma expressão séria, deixando sua caneca na mesa de centro e se sentando de forma correta.

- O que houve? – Jungkook perguntou, fazendo o mesmo que Taehyung e esperando o mais velho falar.

- Nos conhecemos há três anos e há três anos eu sinto coisas que não entendia, mas quando entendi...me sentir sujo por isso. – Suspirou e continuou. – No entanto, eu pensei bastante e analisei, não era errado eu sentir isso, o errado seria eu não lutar para realizar esse desejo...Jungkook-ah, eu realmente gosto de você mais do que um simples aluno ou amigo, eu gosto de você de forma mais profunda... – Admitiu de uma, fazendo o mais novo ficar sem reação.


Por quantas vezes Jungkook sonhou com esse momento? O momento que Kim Taehyung, seu professor de música, corresponde-se seus sentimentos.

Mas, agora tudo era diferente, Jungkook não sentia mais nada além de simpátia pelo mais velho, até mesmo um apego que você teria por um irmão mais velho, nada além disso.

Afinal, todo o sentimento profundo e puro que Jungkook sentia, era por Park Jimin. Seu pequeno Hyung.


- Taehyung, eu... – Jungkook foi interrompido.

- Por favor, não diga o que eu já sei, apenas... – Se levantou e se sentou ao lado mais novo. – Me deixe fazer isso. – Ao dizer isso, se aproximou do rosto do mais novo e tocou o mesmo com delicadeza, logo dando em selinho em Jungkook, que voltou a permanecer sem reação.




Notas Finais


Wooow

Só quero avisar que estamos na reta final, falta apenas 5 capítulos para o final
É isto.

Espero que tenham gostado e deculpem algum erro

Até semana que vem *-*

Bjs da Sary ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...