História We are meant to be - Sizzy. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Magnus Bane, Personagens Originais, Simon Lewis
Tags Alberaude, Alberto Rosende, Alec, Aleclightwood, Alicante, Amor, Clace, Clary, Claryfairchild, Drama, Emeraude Toubia, Isabellelightwood, Izzy, Izzylightwood, Jace, Jaceharondale, Magnus, Magnusbane, Malec, Romance, Shadowhunters, Simon, Simoneizzy, Simonlewis, Sizzy, The Mortal Instruments, Tmi
Visualizações 102
Palavras 1.147
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, LGBT, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - O início de tudo.


A família Lightwood tinha acabado de se mudar para Nova York. Na cidade antiga deles, Idris, Robert estava tendo um caso com uma mulher e depois que Maryse descobriu ela resolveu perdoar, mas com a condição de que se mudariam, para que Robert não voltasse a se envolver com aquela mulher. Izzy tinha apenas 6 anos e seus irmãos eram 2 anos mais velhos que ela, Alec era seu irmão de sangue, Jace era adotado mas para Isabelle era como se tivesse o mesmo sangue também. As crianças não faziam ideia do porquê de estarem se mudando, mas odiaram a ideia de abandonar tudo que conheciam por um lugar novo.

Era segunda-feira, primeiro dia de aula deles na nova escola. O dia estava indo bem até a hora do lanche, quando entraram na cantina tinha uma roda de crianças gritando e pulando,  e entrando em meio às crianças Isabelle viu um garotinho de óculos tentando colher seus desenhos e seus mangás enquanto outro garoto loiro ria, espalhava mais as coisas e o empurrava. Sem pensar duas vezes Isabelle entrou no meio e deu um soco no garoto loiro e foi ajudar o pequeno menino que depois de alguns empurrões tinha seus óculos jogados ao chão.

- Você está bem? - Perguntou Isabelle com uma voz suave, fofa e ao mesmo tempo preocupada.

- Agora estou sim. Obrigado. - Respondeu o garotinho um pouco sem jeito e ainda indignado com a atitude e coragem daquela pequena menina.

- Prazer, meu nome é Isabelle, mas pode me chamar de Izzy. -Ela disse estendendo a mão e entregando as coisas dele que ela estava ajudando a recolher. 

- Gostei do seu nome, Izzy, eu sou o Simon, mas me chamam de Simon mesmo. -Disse ele tentando fazer a garota rir, o que funcionou. Simon percebeu que nunca tinha visto ela por ali e resolveu perguntar. - Você é nova?

- Sim, me mudei para Nova York semana passada.- Ela disse um pouco pensativa sentindo saudades de Idris.

- Bom, então seja bem vinda. Agora vou para o banheiro lanchar, se aquele garoto me ver de nove ficarei sem comida.- Disse Simon tímido tentando rir, mas na verdade tinha vontade de chorar por ter que passar por aquilo todo dia.

- Por que você não senta comigo e com meus irmãos? Garanto que aquele garoto não vai te incomodar quando estiver comigo. - Isabelle falava com um sorriso no rosto e mexendo no seu cabelo que estava ajeitado com duas maria-chiquinhas.

- Eu ia adorar! -Simon quase grita mas tenta disfarçar a animação de ter com quem sentar agora.

Depois disso Simon e Izzy se tornaram grandes amigos, passavam o dia juntos na escola, eles eram da mesma sala, Simon era apenas uns meses mais velho que Isabelle, e às vezes fora da escola iam para o parque brincar juntos.

Simon também era grande amigo de Alec e Jace já que Izzy estava sempre com os irmãos por perto, eles eram inseparáveis desde sempre. 

Os anos passaram e a admiração que Simon tinha por Isabelle, desde aquele soco que ela deu no garoto, só aumentava e junto à isso uma paixão. Simon cresceu e parecia que só havia esticado no tamanho, porque por dentro ele ainda era um garoto tímido que ama mangás e coisas nerds, ainda usava óculos, continuava bonito, sempre foi bonito com sua pele clara, seus olhos castanhos e cabelo macio, a diferença é que ele agora nutria um amor por Isabelle e ele tinha medo de nunca falar para ela e a perder para algum imbecil que não merece ela, se bem que para ele ninguém merece ela, nem ele mesmo. Isabelle cresceu com seu jeito durona e serena de sempre, seu cabelos pretos que eram lisos agora estavam meio ondulados, seus olhos também eram escuros e faziam qualquer garoto se perder ao olhar para ela e ver a junção  perfeita que são aqueles cabelos com seus olhos e seu rosto perfeitamente proporcional. Ela e Simon continuavam inseparáveis, ela também o admirava muito pelo seu coração puro, mas nunca o viu como nada além de amigo. 

Eles estavam com 12 anos e Isabelle já havia dado seu primeiro beijo, ela não via aquilo como algo especial que deve ser com alguém importante, portanto quando ela encontrou um garoto que despertou seu interesse ela não pensou duas vezes. Quando ela contou para Simon ele tentou fingir felicidade por ela, sendo que na verdade estava destruído por dentro, ele sempre viu aquilo como algo grande e que deveria ser com alguém que você gostasse, sempre sonhou que de alguma maneira mágica Isabelle se apaixonaria por ele e eles seriam o primeiro beijo um do outro. O tempo continuou passando, agora tinham 13 anos, Simon de alguma maneira queria guardar seu primeiro toque de lábios para Isabelle, ela muito pelo contrário, desde o seu primeiro ela continuou buscando alguém que a fizesse querer ficar apenas com ele, agora conhecida como destruidora de corações, ela conseguia fazer os garotos se apaixonarem mas quase nunca lhes dava uma chance de sequer dar um beijo em sua bochecha.

Era o último dia de aula do 8° ano, Izzy e Simon se despediram ao saírem da escola e marcaram de se ver de noite para comemorarem o início das férias. Ao chegar em casa Isabelle entra e da de cara com dois caras de costas, um deles loiro com um corpo já quase malhado e o outro era alto, branquinho e com cabelos escuros, em um segundo ela percebe que eram Jace e Alec, eles viraram-se pra ela ao escutarem a porta abrir, estavam com expressões de tristeza e raiva, ela não conseguia decifrar exatamente. Eles se afastaram dando espaço para Isabelle ver para onde estavam olhando antes dela chegar e ela viu sua mãe chorando e seu pai ao lado passando as mãos nas costas dela a consolando. Isabelle não entendeu nada do que estava acontecendo, no decorrer dos anos quando ficou mais madura descobriu o motivo de mudarem-se para Nova York e essa foi a primeira coisa que pensou "Ele está traindo a mamãe de novo!". Isabelle estava com uma expressão de choque, raiva e confusa ao mesmo tempo, quando foi tirada dos seus pensamentos pela voz da sua mãe.

- Isabelle, precisamos conversar...- Disse Maryse com sua voz meio falhada devido ter chorado. - Sente-se aqui. - Falou indicando a cadeira que tinha de frente a onde ela estava sentada com Robert.

Isabelle sentou e começou a encarar sua mãe, que por alguns segundos não conseguiu falar o que queria vendo aquele rosto da sua filha.

- Da para me dizer de uma vez o que tá acontecendo? - Isabelle ficou brava com a pausa que a mãe deu deixando ela mais curiosa só que já estava.

Maryse suspirou fundo, segurou as mãos da filha e começou.

- Você se lembra...


Notas Finais


A história já tá quase totalmente pronta. Eu posto no Wattpad mas resolvi passar para aqui. Bom espero que gostem. Comentem, deem fav ou so leiam calados ksksksk É isto, beijinhosss 💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...