História We are meant to be - Sizzy. - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Magnus Bane, Personagens Originais, Simon Lewis
Tags Alberaude, Alberto Rosende, Alec, Aleclightwood, Alicante, Amor, Clace, Clary, Claryfairchild, Drama, Emeraude Toubia, Isabellelightwood, Izzy, Izzylightwood, Jace, Jaceharondale, Magnus, Magnusbane, Malec, Romance, Shadowhunters, Simon, Simoneizzy, Simonlewis, Sizzy, The Mortal Instruments, Tmi
Visualizações 23
Palavras 1.622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, LGBT, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Adeus, Simon.


❌Alerta de capítulo muito triste❌

 

POV IZZY

 

Eu realmente queria que tivesse uma maneira mais fácil de contar isso para o Simon, talvez fosse mais simples se eu só tivesse ido sem falar nada, mas acho que ele nunca me perdoaria, eu não perdoaria se ele o fizesse. Vou falar logo, ele está com um expressão de quem vai me enforcar se eu não falar logo.

- Eu estou... voltando para Idris. - Finalmente as palavras saíram, minha garganta estava com uma dor, eu vou chorar com certeza.

- Espera, o que? Como assim? Vai passar a férias lá? - Ele disse com um rosto calmo e preocupado, ele definitivamente não entendeu o que eu quis dizer.

- Não, Simon... - Minha voz falhou, parei um pouco mas vou falar de uma vez. - Eu não vou passar férias lá. Vamos voltar a morar lá, meus pais estão com uns problemas aqui e vamos embora. - Terminei e olhei para baixo, eu não quero ver como Simon está, não quero ver como ele está se sentindo, já estou destruída o suficiente.

- Não... Meu Deus Izzy... E-eu não sei o que falar. - Ele estava sem saber se mostrava o quanto estava triste ou se iria se manter firme pra me dar apoio, eu amo tanto isso nele, sempre me colocando em primeiro lugar.

Nem eu sabia mais o que falar ou o que fazer. Ficamos parados olhando para baixo por um milésimo de segundos até que do nada escutei Simon se aproximar e me fechar em um abraço, tínhamos essa coisa de que quando algo tivesse indo mal o abraço do outro melhoraria tudo. Ficamos lá abraçados e chorando até meu celular tocar. Era o Alec, provavelmente sobre Idris, atendi logo.

 

Ligação on

Alec: Izzy, já está tarde, onde você está?

Izzy: Eu já vou Alec, não vão deixar nem eu aproveitar meus últimos momentos em paz?

Alec: Não fica assim, Izzy. Eu só liguei porque a mamãe avisou que iremos amanhã logo cedo.

Izzy: Eu sabia que iam fazer isso! Só ficarei mais um pouco e já vou.

Jace: Aproveite o último dia com seu namoradinho.

Alec: Sai Jace. Tá certo Izzy, te amo.

Izzy: Cala a boca Jace. Te amo, tchau.

Ligação off

 

Desliguei o celular e fiquei um pouco pensativa. Já vamos amanhã de manhã, se contar que eu tenho que dormir, praticamente agora é um último momento que posso aproveitar de Nova York. Olhei para Simon e ele ainda tava muito triste e meio estranho como quem queria me contar algo, ou talvez eu só esteja louca, não sei. Mas vou deixá-lo animado pelo tempo que posso.

- Hey, eu vou amanhã de manhã. O que acha de eu dormir na sua casa hoje e passamos a noite comendo, vendo filmes e qualquer outra coisa? - O Simon adora fazer isso, nada mais justo do que aproveitar minha últimas horas com ele assim.

Ele tentou sorrir, me olhou e balançou a cabeça concordando. Pegou em minha mão e saímos andando.

- Vamos passar na minha casa antes para eu organizar umas coisas e pegar uma roupa para dormir na sua casa. - Eu disse e fomos em direção a minha casa.

Meus pais deixaram eu ir, deixei tudo pronto para no dia seguinte irmos assim que eu chegar da casa do Simon.

A noite foi ótima, rimos, comemos e não pregamos os olhos por um único momento, até que amanheceu, ficamos um tempo tristes e Simon ficou um segundo me encarando e começou a falar.

- Precisamos ir no nosso canto de novo. Tenho que te contar uma coisa... - Eu sabia! Sabia que ele queria me falar alguma coisa. Será que ele deu o primeiro beijo? Será que ele é gay? Será que ele tá apaixonado por alguém? 

- Por que não me fala de uma vez o que é, Simon? - Eu disse com uma expressão de ansiedade e tristeza ao mesmo tempo, afinal, poderia ser algo bem ruim também.

Já sai da casa do Simon pronta para viajar e com minha mochila para ir direto para casa depois que Simon me falasse a tal coisa.

 

POV SIMON

 

Assim que chegamos Izzy me encarou como quem estava esperando para escutar o que eu tinha a dizer. Vou falar logo. Não sei se consigo. Guardei isso dentro de mim por tantos anos, eu realmente não achava que teria que dizer adeus para ela algum dia. Esse é o momento, ela precisa saber.

- Desde quando nos conhecemos naquela cantina viramos amigos. Sempre estivemos lá um para o outro em todo momento.. - Ela não tá entendendo nada, tá confusa e tá me fuzilando com os olhos, ela sabe que eu sei que ela odeia enrolação, mas seria um susto jogar na lata que eu sou apaixonado por ela.

- Eu não to entendendo, Simon. Fala de uma vez! - Sim, ela tá brava pela enrolação. Quer saber? Já enrolei por tempo demais, é agora!

- Eu te amo, Isabelle. Não só como minha melhor amiga, te amo como a garota que algum dia eu levaria até o altar e que iria viver o resto da vida ao meu lado. Queria que você fosse a garota com quem eu daria meu primeiro beijo e a única com quem eu seria feliz para sempre. Mas isso é impossível, você não me vê dessa maneira, você merece mais do que o que eu sou e agora você vai embora, talvez em alguns anos nem lembraremos da existência um do outro, acho que no fim das contas nos não éramos para ser(We are "not" meant to be). - Eu consegui, eu falei tudo, não sei como essas palavras saíram da minha boca, isso foi tão adulto, estou orgulhoso. Não, eu to com medo, Izzy não vai me olhar da mesma forma, talvez me olhe com pena agora, por que fiz isso?

- Simon, Eu não sei o que dizer ou como agir. Eu não esperava por isso, de verdade. Me desculpe por não ter percebido antes. E-eu não sei o que devo falar. - É isso, ela não gosta de mim, agora tenho certeza. Não queria colocar ela nessa situação mas é isso, vou agir como se nada tivesse acontecido e levar ela em casa.

- Você não precisa, Izzy, não precisa falar nada, está tudo bem. -Não ta nada bem, só quero me encolher aqui e chorar até não ter mais lágrimas. 

Peguei na mão dela e fomos indo.

Quando chegamos na casa dos Lightwoods já estava tudo pronto, caminhões com os móveis e o carro com varia malas, aposto que 80% são só roupas da Izzy. 

- Oi Sra. e Sr. Lightwood. Jace, Alec. - Cumprimentei todos e agi como se tudo estivesse normal, nada está fora dos trilhos, tudo bem. Eu to pirando, mas tudo bem.

- Oi Simon! - Todos me responderem em uníssono. Pude ver em seus rostos que ninguém queria voltar para lá, nem mesmo o Robert.

- Isabelle, está na hora vamos. - Disse Maryse entrando no carro e nos encarando. É isso, eu direi adeus à Isabelle e isso vai ser agora.

 

POV IZZY

 

É isso, eu estou indo embora, eu estou deixando a Simon. Simon. Ele revelou que me amava, eu ainda não digeri isso, como fui tão lerda de não perceber isso?

Olhei pra Simon e o abracei como se o mundo fosse acabar depois disso. Percebi durante todo o caminho até em casa, que ele, apesar de ter dito que eu não precisava dizer nada, queria que eu me posicionasse sobre aquilo, que eu falasse algo, ou fizesse algo.

Sai do abraço, olhei fundo nos olhos e comecei a falar.

- Simon, eu te amo muito e sinto muito por não ter sabido antes. Se você tivesse me falado talvez tudo fosse diferente, ou não, talvez tudo fosse igual e sofreríamos bem mais do que agora, só acho que você deveria ter me dado uma chance de poder mudar algo. - Eu disse e parei um pouco, ele estava com um sorrisinho mesmo que ainda triste. Somos tão novos e já estamos sofrendo por amor? Sempre achei que o amor tivesse uma idade certa, uma idade que tivéssemos preparados para lidar, mas pelo visto não, pelo visto ele pega qualquer um, mas porque o Simon? Ele não merece isso.

Escutei o meu pai buzinar, dei mais um abraço rápido em Simon e fui andando em direção à porta aberta do carro que estava a minha espera. Não quis olhar para trás, seria mais difícil ir se eu olhasse para trás. E então eu escutei a voz de choro dele falando.

- Adeus, garota corajosa que deu um soco em um garoto para me salvar.

 

POV SIMON

 

Eu disse o adeus e tentei dar uma risadinha. Falhei. Só conseguia chorar. E Izzy ainda não tinha virado para trás nem para me dar adeus. Até que escuto passos rápidos, ela correndo em minha direção.

Chegou perto, senti aquele cheirinho doce que eu poderia cheirar para sempre. Ela me encarou e colou nossos lábios. Foi exatamente como eu sempre sonhei, os lábios doces de Izzy, suaves e encostando nos meus de maneira calma, bem ao contrário do que quando vi ela ficando com um garoto uma vez. Ela então interrompeu o beijo, me encarou por mais um segundo antes de dizer o que eu achava que seria suas últimas palavras antes de partir.

- Adeus, nerd que eu daria soco em quem fosse preciso para salvar. 

Ela disse, deu um sorrisinho para mim e foi.

Fiquei lá parado no meio da rua vendo o carro se distanciar cada vez mais. Não aceito nunca mais vê-la. Por que o destino me odeia tanto?


Notas Finais


Gente do céu, que foi isso, quase chorei junto com eles helppp.
Gostaram? Continua?
É isto, próximo cap vou mostrar eles na faixa dos 17 anos, vai aparecer Clary e Magnus, eles moram em idris por isso não apareceram antes. Próximo cap também vai ser narrado por mim, não da para fazer pov gente, não consigo criar 3 personalidades diferentes em uma única história, tenho medo de me perder todinha kkkkkk ou talvez eu consiga, não sei. E no capítulo 5 a história começa de verdade com eles adultos aewwww. Acho que no fim das contas o destino não odeia tanto o Simon, ou será q sim? Skksks ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...