História We are meant to be - Sizzy. - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Magnus Bane, Personagens Originais, Simon Lewis
Tags Alberaude, Alberto Rosende, Alec, Aleclightwood, Alicante, Amor, Clace, Clary, Claryfairchild, Drama, Emeraude Toubia, Isabellelightwood, Izzy, Izzylightwood, Jace, Jaceharondale, Magnus, Magnusbane, Malec, Romance, Shadowhunters, Simon, Simoneizzy, Simonlewis, Sizzy, The Mortal Instruments, Tmi
Visualizações 85
Palavras 1.453
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, LGBT, Literatura Feminina, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Como vai a vida...


Quatro anos depois

 

No início Simon e Isabelle ligavam um para o outro no mínimo duas vezes por dia, contavam sobre como tudo estava indo e falavam sobre lançamentos de filmes ou coisas que eles gostavam. Nunca tocaram no assunto do beijo, no fim das contas, eles não queriam se iludir com o impossível, eles estavam a milhares de km um do outro. Com o tempo eles foram perdendo a rotina, estavam cada vez mais ocupados com a escola e com uma coisa ou outra, até que um dia pararam de se ligar e depois perderam o contato. Uns anos depois e cada um havia seguido seu caminho, Isabelle reencontrou velhos amigos e estava mais próxima do que nunca dos seus irmãos. Simon começou a namorar com a Maya, ela já era apaixonada por ele a anos e eles adoravam um mesmo estilo musical o que já foi suficiente para Simon querê-la por perto. 

 

Seis anos depois

 

Agora com seus 23 anos, Isabelle tinha terminado a faculdade de moda a quase 2 anos e já tinha sua própria marca de roupas, na qual ela mesma também era modelo, desde nova sempre teve muito bom gosto e um estilo inigualável, o que permaneceu até hoje, com seu corpo de deixar qualquer um de boca aberta ela conseguiu se destacar no ramo da moda facilmente. Assim que começou a ganhar seu próprio dinheiro a primeira coisa que fez foi alugar um apartamento, não aguentava mais viver dependendo dos seus pais, sem contar que ela era a única dos filhos que estava em casa. Alec estava noivo de Magnus, Isabelle sempre soube que Alec era gay, mas sabia que quando fosse no tempo certo ele mesmo descobriria isso, inclusive ele teve sorte, Magnus é o melhor cunhado que alguém poderia ter, de acordo com Isabelle. Jace tinha ido morar com Clary, eles começaram a namorar desde os 15 anos, assim que eles voltaram a morar em Idris, Clary é um amor de pessoa de tão meiga, Isabelle e ela são bem próximas, tratam-se como irmãs, mas Izzy fica furiosa com as roupas "descentes" dela. Agora só faltava Isabelle, já tinha sua casa agora só faltava o amor da sua vida, assim pensavam seus pais, ela estava namorando a um tempo com Meliorn, ele era um dos modelos da marca de Isabelle e ele a atraiu facilmente com seu jeitão másculo e misterioso, apesar dos empurrões dos pais e dos irmãos, Isabelle deixou bem claro que não queria morar junto, casar ou nada que a impedisse de viver aquela idade, que para ela era o auge da sua beleza e também da sua carreira no ramo econômico. Ela estava feliz com suas conquistas e com o rumo que sua vida estava levando, não mudaria nada. Talvez uma coisinha. Uma vez ou outra ela lembrava de Simon e pensava em como estaria a vida dela se não tivesse voltado a Idris, mas são pensamentos que vão e vêm de forma tão rápida, depois de tantos anos ela nem se dá mais o trabalho de sofrer. Quanto ao Meliorn, no início estava tudo bem, mas agora ela estava cansando dele, ele é muito ciumento e às vezes eles acabam tendo que ir trabalhar em lugares diferentes e ele fica igual maluco ligando a toda hora, outra coisa é que ele vive insistindo para que Isabelle o deixe ao menos colocar um anel em seu dedo, coisa que ela nega sem nem pensar duas vezes.

 

Já o Simon, agora também com 23 anos, tinha iniciado a faculdade mas desistiu e resolveu escrever um livro, por incrível que pareça isso deu certo, o livro foi um sucesso e atualmente ele já tem 7 livros publicados. Continuou com Maya, agora estavam noivos, eles tiveram muitos términos e voltas mas acabaram que estão juntos, ele nem queria pedir ela em casamento, só o fez porque achou que ela estava grávida e a família dela era bem rígida em relação a filhos fora do casamento, se bem que esse é um ideal bem ultrapassado, depois descobriram que a gravidez foi um engano e Simon não podia simplesmente cancelar o pedido. Ele estava infeliz no sentido de que eles estavam brigando cada vez mais, ela queria que ele arrumasse um emprego fixo e queria mandar na vida dele. Fora Maya, que já havia se tornado costume para Simon, ele estava feliz, seus livros eram um sucesso, ele conseguia se sustentar e estava como queria. Às vezes lembrava de Isabelle ao ver a foto que tinha na cabeceira da sua cama e de Maya, ele dava um sorriso ao pensar naquela garotinha animada que ela era e em como deve estar feliz também agora, pelo menos ele espera que ela esteja feliz.

 

Assim estavam suas vidas, felizes, mas naquela mesmice, mas não por muito tempo.

 

POV IZZY

 

- Meu Deus! - Eu berrei ao olhar a hora no meu celular e pular da cama acordando Meliorn, que naquele momento ainda estava desnorteado me olhando como se eu fosse doida.

 

Hoje é dia primeiro, tenho que organizar o pagamento dos funcionários e ir para a reunião, sempre viajo lá para o dia 5 para expandir a minha marca, são nas reuniões que me informam tudo sobre para onde eu vou e como será. Eu como sempre, estava atrasada e de acordo com meu celular eu tenho 20 minutos para chegar lá.

Sai correndo para o banheiro, acho que Meliorn falou algo mas eu não escutei, já tava atrasada o suficiente, não tinha tempo para parar e escutar nada, estava só com um blusão que eu tirei rapidamente e entrei debaixo do chuveiro para um banho rápido. 

Assim que terminei voltei para o quarto escolhendo uma roupa provocante mas que me desse um ar de mulher de negócios.

 

- Eu votaria para você usar um terninho. - Disse Meliorn  me encarando da cama.

 

- Oh Meliorn, por que ainda insiste em reclamar das minhas roupas? Sabe que não mudaria meu estilo por nada no mundo. - Falei dando uma encarada rápida e indo em direção a cama para ele fechar o vestido que eu tinha escolhido.

 

- Não custa tentar né. - Ele fechou o zíper e deu uma breve cheirada no meu pescoço, fiquei arrepiada instantaneamente. 

 

- Pode tentar, mas garanto que não terá sucesso. - Virei pra ele dando uma piscadinha depois de falar isso. Ele mordeu os lábios me encarando. - O papo está bem provocante mas agora tenho que ir. Me liga mais tarde, talvez possamos almoçar juntos hoje. - Finalizei e após dar um breve selinho eu sai.

 

Já na reunião...

 

- Então, qual será a próxima parada? - Perguntei para o meu secretário, ele que organiza todas as minhas viagens e me explica tudo.

 

- Bom, primeiro tenho que dizer que sua viagem vai ser um dia antes, dia 5 pela manhã você já terá que estar lá, então vamos dar logo um jeito de organizar sua agenda para dia 4 você estar livre pra ir. - Disse ele sem fazer pausa nenhuma, acho que ele não respira, só pode, ou talvez só fique nervoso na minha presença, todos os homens ficam.

 

- Ok, respira, você pode dar um jeito nos compromissos que eu tinha para o dia 4? - Perguntei enrolando uma mecha do meu cabelo e fazendo biquinho, ele com certeza faria qualquer coisa que eu mandar nessa situação. 

 

- C-claro Senhorita Isabelle. - Ele afirmou, eu sabia que o deixaria nervoso.

 

Eu ia me virando para sair quando lembrei que não sabia para onde eu iria viajar.

 

- Já ia esquecendo, para onde eu vou?

 

- Sim, claro. - Disse ele se assustando com o fato de eu ter virado de repente. - Será para Nova York.

 

Pelo anjo! Eu não vou lá a 10 anos, tenho tentado evitar ir lá, depois de tanto tempo tudo estará mudado, Simon talvez nem more mais lá. Fica tranquila Isabelle, é uma cidade enorme, mesmo que Simon ainda more lá não quer dizer que vocês irão se esbarrar por acaso. Respira Isabelle, respira...

 

- Ok, obrigada Lucas. - Respondi rapidamente e sai andando.

 

Quanto tempo eu não vou lá, talvez não seja que eu não quero ir, talvez eu só não queira estragar a memória que eu tenho daquela cidade, do meu lugar favorito, dos momentos que eu tive lá. Mas agora eu vou, de um jeito eu de outro.

Fui tirada dos meus devaneios com meu celular tocando, provavelmente era Meliorn para irmos almoçar, ele vai pirar quando souber que vou ter que ir dia 4, logo quando ele tem que ir para um desfile em Seattle e não vai poder viajar comigo. Mas na verdade eu quero fazer isso sozinha.


Notas Finais


Então, foi isso gente, esse capítulo não teve pov do Simon, mas o próximo já vai iniciar com pov dele.
Espero que tenham gostado.❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...