1. Spirit Fanfics >
  2. "We Are Not Seven, With You" >
  3. Butterfly

História "We Are Not Seven, With You" - Capítulo 4


Escrita por: e AnaBRL


Notas do Autor


Noitee!
Esses últimos tempos foi tanta lição que não dava tempo de escrever, por isso peço desculpa pela demora mais uma vez... juro que estou me esforçando para tentar trazer um cap por semana! mas bem agora me organizei melhor e aqui estamos.


Buena leitura! <3

Capítulo 4 - Butterfly


Fanfic / Fanfiction "We Are Not Seven, With You" - Capítulo 4 - Butterfly

- Sejam bem vindos a Big Hit Entertainment! Eu sou o Bang Si-hyuk o CEO da empresa.

 

Eu já não sei mais como estou de pé, o nervosismo tomou posse do meu corpo desde que pisamos dentro da empresa. Ontem, eu já estava bem ansiosa, mas, acordei hoje mais calma e tratei de me distrair com outras coisas até o horário de vim e tinha dado certo, eu tinha escutado música, falado com minha mãe, conversado com as meninas. Mas minhas mãos começaram a soar mais uma vez e meu coração começou a pulsar freneticamente quando pisamos na frente da empresa.

Eu entrei em êxtase total quando Bang Si-hyuk, o famigerado barrigudinho, veio falar com a gente.

Eu não conseguia olhar em outra direção a não ser ele, era Bang Si-hyuk na minha frente, quantas vezes eu já falei que daria uma rasteira nele quando o visse em minha frente por conta de todos os comebacks que sofri? Mas hoje tenho pleno conhecimento que se eu fazer isso, é da porta pra fora. Ele falava sorrindo e analisando cada um daquela sala de reunião, era educado, calmo e mostrava a satisfação por ver mais um de seus planos mirabolantes dando certo.

- Você está bem? - Dae-Ho perguntou do meu lado direito me olhando com as sobrancelhas franzidas e uma pequena preocupação no olhar por conta da minha inquietação. Quando ficava nervosa eu perdia totalmente o controle de meu corpo e minha mente, minha cabeça produzia muitas informações sem sentido de uma vez, relembrava acontecimentos infelizes, como vergonhas passadas na adolescência, meu corpo suava e era impossível ficar parada por muito tempo, sempre mexendo os pés, batendo a sola do sapato no chão, chacoalhando as mãos fazendo minhas pulseiras fazerem um certo barulho, sempre respiro fundo tentando me acalmar, mas a sensação de lábios secos me deixa mais louca ainda, eu preciso de água.

- Estou... Só estou meio nervosa, não se preocupe! - disse olhando sorrindo sem graça por ter chamado atenção dele, ele que logo deu de ombros e voltou a olha para frente, tratei de fazer o mesmo e voltei a prestar atenção em Bang Si-hyuk.

- Estou realmente feliz em receber tantas pessoas novas em minha empresa! Espero que todos deem seus melhores e que possam aprender muito aqui dentro. O Kwan Bon-hwa ajudará vocês em tudo que precisarem, todas as tarefas das semanas serão passadas por ele. Cada grupo em decorrer do tempo desenvolverá seu projeto, mas também terá de cumprir com algumas tarefas que será ordenada de acordo com o desenvolvimento de cada grupo.

Bang Si-hyuk reforçou algumas coisas que foram passadas para nós e logo tocou no assunto, os idols:

- Não há problema algum ser fã, aliás, eu sou fã deles também. - disse rindo nós fazendo rir também. – Mas, se a algo que eu não tolero é quando a segurança e a privacidade deles são violadas. Então por favor, sem trazer coisas para serem autografadas, não sejam inconvenientes, qualquer produto desse tipo será confiscado e a pessoa que trazer estará fora do projeto! Claro que haverá convivência entre vocês, mas lembre-se que isso aqui é uma empresa e não um fansign! Se algum dos idols quiser algum tipo de aproximação mais íntima com vocês e se for de sua vontade, não há problema algum, mas lembre-se de manter o respeito, isso foi passado para ambos os lados. Tirando isso espero não ter mais nenhum aborrecimento. Trabalhem duro pessoal! - como resposta nos curvamos e demos um “obrigado” em uníssono, Bang PD saiu da sala em que nós estávamos nos deixando sozinhos com mais alguns funcionários.

- Parece que somos o único grupo, com números de integrantes de mulheres e homens iguais. - Evie comentou olhando os outros dois grupos que estavam reunidos, cada um em seu canto. Realmente éramos os únicos com quatro homens e quatro mulheres, os outros dois eram um com cinco homens e três mulheres e o outro com dois homens e seis mulheres.

- Somos os perfeitinhos então! – brincou Lucas também analisando os outros grupos.

- Satisfatoriamente proporcionais! - Ye-jin entrou na onda.

- Será que eles colocaram os nomes tudo dentro de uma caixa e foram sorteando? - Seo Joon perguntou.

- Imagina só o Bang PD pegando a caixa e balançando e dizendo: " divide esses bostas aí de qualquer jeito vai!"

- Aí, nós fomos os únicos proporcionais? - Dae-Ho perguntou, depois da breve demonstração de Castiel de como teria sido feito os grupos.

- Isso! - Ye-jin disse sorrindo - Na pura sorte foi formado os proporcionais!

- Teoria boa essa de vocês! - comentei rindo da criatividade deles.

- Pessoal venham aqui! - Kwan Bon-hwa fez um gesto para os três grupos se aproximarem dele. – Bem, essa semana achamos melhor deixar vocês se familiarizarem com o novo local de trabalho. Então essa semana quero que conheçam a empresa e se familiarizem com os funcionários, se encontrem em um novo ambiente. Vamos analisar cada um aqui e ver o que pode ser preparado... Ah! E também comecem a conhecer seus colegas profissionalmente, como vai ser daqui em diante no trabalho. Bom, podem ir conhecer melhor a empresa! – Após sermos liberados, meu grupo e eu decidimos conhecer as coisas com calma, fomos na parte criada para os fãs primeiro, desenvolvimentos de jogos, que e uma parte que provavelmente Dae-Ho vai ficar um pouco, fomos nas salas de treinos, onde os idols gravam lives e fomos onde fica os estúdios de músicas, o que me animou muito já que passamos de frente da MONstudio e da Genius Lab.

- Será que eles estão aí dentro? – Luca perguntou olhando para a porta com uma placa indicando ser a Genius Lab.

- Provavelmente sim... – Falei baixo com medo de fazer barulho.

- Se bem que parece que não tem nenhum idol aqui hoje. – Lea comentou, realmente não tínhamos esbarrado com nenhum hoje.

- Mas lembra que tinha uma sala de ensaio sendo usada? Lá tinha um aviso na porta pedindo para não entrarmos.

- Mas pode ser o TXT, as meninas ou o outro Boy Group, mas o BTS realmente parece que não estão aqui. – Seo Joon respondeu a Evie.

- O TXT está aqui hoje sim, ouvi a uma menina do grupo um comentando que viu o Beomgyu.

- Provavelmente estão em casa descansando, afinal, o Jungkook saiu a pouco tempo do exército e eles já tiveram que viajar para o Estados Unidos. – Jungkook saiu no final e dezembro do exército e no final de janeiro já foi para o Grammy com os meninos, eles se apresentaram, ganharam um Grammy e ficaram lá nos Estados Unidos, até semana passa fazendo mais alguns trabalhos.

- Estando ou não vamos visitar o resto da empresa! Já estamos nesse corredor a um bom tempo e acho que estamos fazendo barulho, se eles estão aí devemos estar incomodado e não queremos isso né? Além do mais, tem mais estúdios nesse corredor que provavelmente tem gente trabalhando também e já devemos estar incomodando-os!

- Lea tem razão, vamos! – Dae-Ho disse e logo todos concordaram seguindo ele que já estava indo para o lado direito do corredor. Fiquei alguns segundos olhando a porta com uma placa escrita “Genius Lab” com o famoso tapete de gatinho mostrando o dedo do meio na frente da porta, suspirei e logo me apressei para encontrar os outros.

 

✩✩✩

- Namjoon-Ah, conseguiu produzir algo? Por que eu continuo na mesma... – Yoongi abriu a porta depois de ter escutado uma movimentação no corredor, jurou ser o Namjoon já que os dois eram os únicos membros na empresa aquela hora. – Aigoo! Essa situação está me deixando louco mesmo, já estou escutando coisas! – Comentou com ele mesmo logo voltando para seu estúdio decidindo dar uma pausa nas tentativas frustrantes de produzir alguma coisa.

 

✩✩✩✩✩✩✩

 

O primeiro dia de trabalho realmente foi só conhecendo o prédio, depois eu e os meninos, Luca, Seo Joon e Castiel, decidimos conhecer o pessoal que produz as musicas na Big Hit, todos os funcionários foram muito receptivos, alguns brincaram falando que queriam ver se éramos tão bons quando eles, eles falaram que alguns ali foram responsáveis por escolher quem participaria do projeto e que gostaram de muitas coisas que ouviram, que queriam explorar bem o sabíamos. Depois desse breve momento fomos encontrar o resto do pessoal no local feito paras os fãs.

Nessa parte para os fãs tinham vários quadros como linhas do tempo das carreiras dos grupos, quadros dos álbuns, havia uma parte para cada grupo. Em uma parte, criada para o BTS, tinha uma parede pintada de preto, com a silhueta dos meninos toda de dourado como se estivessem no palco e na frente das silhuetas armys bombs levantadas como no meio dos shows em tons de azul, prata e roxo. Atrás das silhuetas dos meninos subia o símbolo do grupo contornado em prata com brilho, envolta disso tudo havia as assinaturas deles. Aquela parede era perfeita neste momento deixei meu lado fã falar mais alto que eu.

- Seo Joon- Ah! – Chamei o platinado que estava indo sentar junto com os outros seis.

- Oi?

-Você pode tirar uma foto minha aqui na frente? Por favor?

- Oh, Claro! – Disse logo pegando o meu celular da minha mão, tentei imitar a pose de uma foto do Taehyung em que ele está de lado com uma mão levantada fazendo um “V” com ela de frente da Torre Eiffel, mas em fez de fazer um “V” em fiz o sinal de “eu te amo” em libras que ficou conhecido entre o fandom na época de “Boy With Luv”, Seo Joon tirou a foto e logo me entregou o celular para eu ver o resultado. – Ficou como queria?

- Sim, ficou muito boa! Obrigada! – Falei olhando a foto que enquadrou todas as silhuetas dos meninos.

- Vamos nos sentar com o resto do pessoal – Falou olhando para os outros que já estavam em uma mesa, assenti e fomos andando até a mesa.

 

✩✩✩✩✩✩✩

As primeiras semanas foram bem cansativas eu diria.

Na primeira as coisas estavam indo bem até, eu os outros três nos familiarizamos com as salas em que trabalharíamos juntos, também conversamos muito com os produtores e logo descobrimos que ajudaríamos alguns em seus trabalhos. A primeira semana foi basicamente isso, nos adequando a nova sala, aos novos companheiros e ao novo ambiente.

Na segunda semana fomos surpreendidos ao sermos chamados para ajudar na produção do novo álbum do grupo feminino;

O Bon-hwa disse que perguntou para os idols que estavam em processo de criação, e para os trainees que já estavam criando suas músicas, se queriam algum grupo ajudando em alguma área, as meninas responderam que sim que queriam alguma equipe na produção e no visual, então o Bom-hwa mostrou a produção de cada grupo e elas gostaram muito das minhas e dos meninos:

- Vocês já têm algo em mente? – Luca perguntou para o grupo de seis meninas na nossa frente.

- Bem, já tínhamos conversado com nosso produtor sobre a música faixa e ela já está em andamento. Mas queríamos trabalhar com algum single antes de postar o álbum. – A líder o grupo nos informou

- Já estamos até com um ritmo na cabeça, queremos brincar com o 80’s retro!

- Nosso álbum vai ser mesclado com ritmos mais atuais e antigos e como a nossa faixa do álbum e totalmente com um ritmo atual... Queremos que o single seja retro. – A outra garota disse.

- Assim primeiro as pessoas receberam o passado, com o single, e depois o futuro com a faixa!

- Nossa perfeito! Já trabalhei com um remix nesse estilo! – Disse totalmente animada, adorava trabalhar com estilos retros.

- E a letra? Já tem algo? – Seo Joon perguntou.

- Já criei alguns arranjos, mas acho que vou precisar de ajuda... – Outra das meninas falou.

- Ok, eu ajudo! – Ele respondeu.

- Bem acho que já podemos começar a trabalhar! – Castiel finalizou aquela pequena reunião.

 

✩✩✩✩✩✩✩

No meio daquela semana ainda estamos em processo de criação, Seo Joon ajudava bastante as meninas na letra, que estava quase finalizada, que nem percebeu a mudança no clima na sala que estávamos trabalhando, Luca e Castiel estavam começando a se estranharem.
Luca tem um jeito mais mandão e que leva seu trabalho bem a sério, o que não seria ruim se não fosse pela forma que ele sempre tentava tomar as rédeas de todas as situações, algumas vezes parecia que ele era o chefe e nós os peões. E bem... Castiel é bem cabeça dura e esquentado, claro que não ia ver essa situação toda sem começar a se incomodar, percebi que ele estava sendo mais grosso, debochado sem limites, e Luca com seu jeito todo profissional não estava aprovando isso. Naquele dia, uma quarta-feira, eu saí do estúdio para andar um pouco se não eu mataria os dois, na noite anterior Luca veio discutir sobre as bases que estávamos usando quando estávamos no dormitório conversando com Lea, Castiel se estressou por estarmos em casa e não na empresa e falou para ele procura-lo para conversar nessa amanhã, Luca foi dormir contrariado e hoje de manhã já tinha arrumado a base sem nosso consentimento. Eu me estressei, Castiel se estressou e já íamos sair no tapa os três naquela sala:

- Vem cá Luca! você está se achando o dono da empresa?! Por que você não é! – Castiel falou já com a face vermelha de raiva.

- Eu sei que não sou! Só não sou um relaxado com o meu trabalho! Levo ele bem as sério!

- Ah e nós dois não somos? Nós estamos trabalhando duro nisso e ainda tenho que aguentar você se achando o dono da razão!

-  Não parece Castiel! Já que você fica aí com cara de pouco caso, debochando em hora séria, não parece levar isso a sério!

- Olha gente acho que devemos...- Eu ia tentar acalmar as coisas quando Luca me interrompeu.

- Não tenta acalmar as coisas Anne, por que você também não está muito longe dele! Fica meia hora olhando para o monitor do computador em vez de começar a produzir!

- Realmente as vezes você parece que foi para a terra do nunca! – Castiel se juntou com Luca agora para me ofender.

- Ou faz isso, ou puxa assunto na hora errada! A gente não está aqui para ser amiguinho e nem viajar na maionese!

- Escuta aqui vocês dois! Me desculpem se eu não sou uma máquina de produção e preciso pensar antes de produzir alguma coisa! E me desculpem se eu mesmo tentando mantendo meu profissionalismo prefiro ter uma boa relação com vocês dois, porque também moramos juntos!

- Não é bem assim, olha-

- Olha nada Luca! Castiel não está errado, você está sendo um pé no saco! – Castiel sorriu com as minhas palavras. – Tira o sorriso do rosto por que você é bem babaca quando quer! – Falei olhando para ele furiosa com a situação. – Se você quer ser profissional e mostrar que pode lidar com a situação pare já com essa briga boba! Somos três pessoas de personalidades totalmente opostas, teremos que aprender a conviver... Agora só estão parecendo duas crianças brigando pela bola!

Terminado de falar isso sai da sala e fui para um espaço de descanso que existe na empresa lá tem alguns pufes para descansar e conversar e mesas para comermos na empresa se quisermos, muitos funcionários fazem intervalos aqui ou pedem algo para comer, ouvi falar que até alguns idols vem para cá de vez em quando, de qualquer modo não faltava tanto para a hora do almoço.

- Já está aqui? – Olhei para cima e me deparei com Evie e Lea, eu estava sentada em uma mesa mais no canto da sala, sempre nos encontramos aqui para ir almoçar.

- Acabei me estressando e decidi já vim para cá. – Falei meio desanimada enquanto elas sentavam.

- Deixa eu adivinhar, Castiel. – Lea me perguntou, a impressão que fica e que para ela, ele e um grande problema.

- Na verdade Luca, mas ele também!

- Quer contar o que aconteceu? – Evie perguntou e logo contei a situação toda.

- Eu entendo o estresse deles, também estou estressada com o novo emprego... é tudo muito novo para todos nós! Mas isso não é motivo para agirem como crianças! E ainda no final da discussão tentaram colocar a culpa em mim.

- É melhor vocês conversarem, todos estão errados na situação, inclusive você.

- Evie está certa, vocês têm que colocar o que incomoda cada um na mesa e fazerem um acordo.

- Eu sei...

- Tipo, tentarem agir como adultos! – Evie finalizou.

- Desde quando você é assim Evie?

Ela riu e logo se ofereceu para pegar algo na cantina que existia na empresa para comermos, todas escolhemos ramen e ela logo foi lá pegar.

- E vocês Lea? – Puxei assunto com Lea.

- Hum? – Me olhou sem entender.

- Como vai o trabalho de vocês? Está tão estressante quanto o meu?

- Na verdade está neutro, a Evie é muito boa no que faz! E as meninas estão bem animadas com as ideias para o MV do single.

- E o Dae-Ho?

- Ah.... ele bem quieto é meio difícil puxar assunto com ele, mas ele está se soltando mais.

- Vocês ontem pareciam mais próximos.

- E estamos até, mas ainda é meio difícil ter acesso a ele. Percebi que temos muitas coisas em comum..., mas no momento ele está concentrado em ajudar o pessoal com uma edição para o single.

- Aah... e a Evie?

- Bem como disse ela realmente é boa! Ela já queria fazer uma sessão de fotos com as meninas! – Comentou parecendo lembrar de alguma coisa logo rindo – Mas ela está sendo meio que meu ‘’porto seguro” do trabalho.

Ficamos conversando sobre o trabalho até a Evie surgir com os ramens já quentes, e uma Ye-jin pálida e toda soada.

- Ye-Jin, você está bem? – Perguntei preocupada com a cara assustada de Ye-Jin.

- Não, eu não estou nada bem! – Falou fechando os olhos e inspirando com força – Caralho, estou surtando!

- Percebemos! – Evie disse olhando assuntada para a menina ao seu lado.

- Toma um pouco de água – Lea falou dando uma garrafa para ela, que logo tomou e inspirou mais uma vez.

- Pronto agora nos conta o que aconteceu. – Falei já curiosa.

- Ok... Bem, como até agora eu não era necessária ajudando as meninas com a coreografia eu estava sem nada para fazer... porem me enganei, o Bon-hwa-sshi me disse que o Son Sungdeuk queria que eu ficasse com ele ajudando ele com os trainees eu fiquei tipo AAH! – Deu um grito no final para mostrar sua reação, fazendo nós se assustarmos.

- Você já não tinha gritado ontem com isso?

- Sim Lea, eu tinha, mas foi hoje que comecei a trabalhar com ele.

- E como foi?

- Foi, foi muito legal! – Ye-Jin disse sorrindo logo continuando – Ele me elogiou dizendo que já tinha visto uma coreografia minha no Youtube e gostou e quando me viu na seleção tratou logo de falar para me escolherem!

- Nossa Ye-Jin que demais cara!

- Omo! Acho que eu morreria se ele falasse isso para mim! – Lea disse sorrindo pensativa.

- Eu estou morrendo! – Ye-Jin gritou mais uma vez. – Mas o que me deixou nesse estado vem agora...

- Pelo amor Ye-Jin! Você está me deixando nervosa com esse suspense todo! – Evie falou já perdendo a paciência.

- Calma! É que foi muito impactante! – Falou olhando para Evie – Lá estávamos: eu, os trainees, Son Sungdeuk e mais duas pessoas dos outros grupos treinando... quando... o Hoseok entrou na sala! – Eu e as meninas arregalamos os olhos.

- Como!? Espera!? Que!? – Falei bugando com informação.

- Ele perguntou se também poderia ajudar e o Sungdeuk logo disse que seria bom ter o Hoseok ali!

- Wow! E ai!? Como foi!? – Evie perguntou sorrindo animada, eu e a Lea parecíamos anestesiada com a informação.

- Ai meninas! Ele é muito simpático, foi gentil com todo mundo. E quando estava falando com a gente não deixou o sorriso morrer em nenhum momento. Eu pensei que desmaiaria ali mesmo! – Ela respirou fundo e continuou – Mas quando começamos a dançar ele ficou sério e super concentrado, dava até medo de errar... depois de ter meio que testado todo mundo, ele falou que gostou muito dos novos coreógrafos no caso, as duas pessoas dos outros grupos e EU!

- Parabéns Ye-Jin! – Lea falou sorrindo

- Eu sempre coloquei na minha cabeça que encontraria eles aqui, mas cara, encontrando é outra coisa. Eu não sei como consegui mexer minhas pernas depois entende!

- Acho que todas aqui se prepararam psicologicamente. Estava estampado na cara de cada uma aqui semana passada que somos armys! – Evie disse abrindo o jogo, ninguém em nenhum momento negou ser army, só não falamos sobre isso acho que por medo de acharem que agiríamos como fãs enlouquecidas, bem... pelo menos nunca falei desse meu lado por causa disso.

- Olha, vou logo avisando não adianta se preparar, tentar agir naturalmente, ao vivo é outra história! Só não esqueçam que não é para surtar, pelo amor de Deus! – Ye-Jin nos deu esse conselho logo pegando seu ramen e começando a comer.

Depois dessa conversa eu voltei para o estúdio, encontrei cada um trabalhando no seu canto, nem sabia se tinham almoçado.

De noite, o Luca veio conversar com nós dois e disse que só queria entregar o melhor dele no trabalho e que não percebeu que passou dos limites, se desculpou e perguntou se podíamos recomeçar nossa relação profissional no outro dia, logo falei que sim e pedi desculpa também por ter deixado o estúdio naquela hora, o Castiel se desculpou também e disse que tomaria cuidado com o que diria na empresa. Assim, finalizamos o single no final de semana, percebi que o clima não estava 100% ainda entre nós três, mas decidi deixar essa conversa para outra hora.

✩✩✩✩✩✩✩

Estamos no final da terceira semana agora e essa foi mais difícil que as duas primeiras. Estou na mesma mesa que conversei com as meninas naquela quarta-feira, só que sozinha, pensando na bagunça que foi essa terceira semana. O Bon-hwa falou para cada grupo trazer como lição o projeto de um mini álbum, e meu Deus como isso é difícil!

Ela se tornou mais complicada por conta de meu grupo, hoje é sexta-feira e não chegamos a um consenso sobre absolutamente nada!

Segunda-feira sentamos todos juntos e tentamos chegar a um acordo, mas gerou uma confusão tão grande que a Ye-Jin e o Luca decidiram usar a lição como uma competição entre eles dois.

 Acho que já vamos falhar na primeira lição e pensar isso me deixa frustrada. Ontem perguntei para os sete se poderia pensar em algum tema para mostrar para eles e eles fizeram pouco caso. Como vou trabalhar em equipe se a própria equipe não quer trabalhar?

Sinto que estou morando com crianças...

Decidi dar um tempo na pesquisa e entrei no meu insta para me distrair, estava ouvindo música em quanto pensava em algum tema. Decidi ficar por aqui em vez do estúdio por que seria menos sufocante, está faltando pouco tempo para o vim do expediente então me deparei com o lugar vazio. A playlist como sempre estava no aleatório, amo ser surpreendida por ela, no momento estava tocando SUGA’S Interlude. Entrei em meu instagram e me deparei com algumas notificações de curtidas e comentários em minha última postagem, a foto na frente da parede.

“Wow não creio que você está em Seoul Anne! Quantos tempo que não nos vemos, não acreditei quando vi as publicações de você aí em na Coreia, me bateu uma nostalgia de nós duas conversando sobre como queríamos visitar a cidade juntas... Parabéns por ter chegado tão longe! Aproveita a cidade por mim!”

Sorri lendo o comentário, era de uma amiga minha da adolescência que depois que acabei a escola acabamos nos afastando, nunca perdemos o contato só não conversamos mais com tanta frequência. Respondi ela e curti seu comentário, estava indo para a aba do Google para voltar para minhas pesquisas com a música estava mudando de SUGA’S Interlude para Butterfly, estava tão absorvida pela batida calma que não percebi um movimento na sala.

- Jungkook-Ah! - me assustei com a voz que gritou o nome e tirei os olhos do monitor não acreditando.

Jungkook estava em pé no meio da sala colocando uma mochila em uma cadeira quando se assustou, como eu, com a voz de Jin chamando seu nome, Jin entrou na sala com os outros cinco logo atrás dele. Jin puxou Jungkook para um abraço de lado enquanto passava uma mão na cabeça com os cabelos ainda baixos, não tão quando como ele saiu do exército mais ainda sim baixos.

"Eu ainda não consigo acreditar nisso
Tudo isso parece um sonho
Não tente desaparecer
Isso é verdade? Isso é verdade?
Você, você
Você é tão bela, que eu fico assustado
Não é verdadeiro, não é verdadeiro"

 

Jungkook sorriu com o carinho do mais velho.

- Era para você ter nos esperado e não ter vindo direto para cá! - Namjoon disse olhando para o mais novo.

- Seu cabelo tem quer crescer rápido, não consigo te levar a sério assim! - Jimin comentou rindo enquanto também passava a mão na cabeça do mais novo.

 

Eu estava ali presente, vendo eles sorrirem...

"É como uma brisa que gentilmente me acaricia
É como uma poeira que gentilmente se desvia
Você está lá, mas por algum motivo eu não consigo te alcançar
Pare
Você, que é como um sonho, é um delírio para mim

Não é verdadeiro, não é verdadeiro
Você, você, você

Você ficará ao meu lado?
Você irá me prometer?
Se eu soltar a sua mão, você irá voar e quebrar
Estou com medo, medo, medo disso

Você irá parar o tempo?
Se esse momento passar
Como se não tivesse acontecido
Estou com medo, medo, medo de te perder"

 

Mas ao mesmo tempo que eu os observava, percebia o como ainda estava longe.


Notas Finais


Apareceram os beneditos!

Até o próximo capítulo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...