História We Don't Talk Anymore -(Jikook) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Jikook
Visualizações 31
Palavras 1.372
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Já chega


Pessimista? Claro que sou, por que Park Jimim iria conseguir logo a vaga de emprego mais querida nessa bosta desse mundo?

Estava sentado em uma das cadeiras do estabelecimento esperando para ser chamado, tinha muitas, muitas, mas quando digo muitas, e tipo.. Ta chega, tinha muita garota e ainda tem, e tem alguns homem também mas são poucos.

Ha sim, você deve estar se perguntando do que estou falando ne? Se não, parabens, você e só uns dos mais que sabe ta pouco se lixando para tudo, queria ser assim.. Ha vamos voltar ao assunto, eu estou me candidatando a vaga de emprego de secretário do mais famoso e podre rico Jeon Jeongguk ou JeonKook, o cantor mais "bonito" e "encantador", bom, em minha opinião, eu não acho. Ele aparenta ser bem metido e chato, eu me lembro do video ate hoje que ele empurrou a fã do palco por que não queria abraça-la. Ela quebrou a perna mas mesmo assim as pessoas ainda amam ele, vai entender esse mundo ne? A única coisa mesmo que presta e a letra de suas músicas e seu corpo, tipo, ele e bem bonito.

-Park Jimim?- Ouvi uma voz calma e parecia cansada no meio daquela multidão, olhei para onde vinha o som e me deparei com um garoto de cabelos cor verde agua, era um pouco mais alto que eu e estava a usar um óculos preto que o deixava bem mais bonito- eu acenei e ele andou pouco apressado ate mim e se curvou rápido, já olhando para mim.

-Min Yoongi, prazer. E sua vez agora, por favor me acompanhe.- Eu acenei com a cabeça e o segui em meio aquela tanta gente agitada. Ele se apressou mais e eu estava quase perdido mas o consegui ver e corri ate sua direção.

-Você vai entrar naquela porta ali, boa sorte!!- Ele deu uns tapinhas em minhas costas e saiu apressadamente para outro local.

Okay, respira fundo e fica calmo, você tem probabilidades de conseguir, é pouco mas não custa tentar.

E foi oque fiz- respirei fundo e Fechei os olhos, tentando ficar pelo menos 10 segundos em paz mas foi impossível, alguem esbarrou em mim e não pude ver quem foi. Acabei andando para o lado e para minha sorte eu esbarrei em alguém, e tinha um copo de café na mão desse ser que sim, caiu em minha blusa, minha blusa era fina e era branca, melhorou meu dia.

-Nossa, por favor me desculpe- O desconhecido me falou, sua voz era grossa mas suave, olhei para ele e sabe aquelas horas que parece filme e você encontra o amor da sua vida? E parecia aquela hora, meu deus. Ele era muito lindo, um pouco mais alto que eu e sim, eu o fiquei encarando sem saber muito oque falar ate suas maos macias tocarem minhas mãos e ele olhar bem em meus olhos.

-Esta tudo bem?- O olhei por mais 5 segundos e tirei fôlego para falar.

-Sim, ha.. desculpe-me, eu que esbarrei, mas juro que não foi minha intenção.- Tirei delicadamente minha mao da sua e dei meu sorriso simpático

-Prazer meu nome e Kim Taehyung- Ele se curvou e logo se levantou.

-Park Jimim- Me curvei educadamente e me levantei.

-Você veio para?-

Ai Meu Deus, eu esqueci

-Nossa eu me esqueci, depois nos nós falamos, ate- Fui correndo para a sala que Yoongi tinha apontado e entrei.

Não reparei para ver quem era e logo abaixei a cabeça pedindo desculpas.

-Me desculpas, aconteceu imprevistos, eu esbarrei e...

-Chega!!- Ouvi uma voz meio grossa diser e olhei para ver quem estava a falar.

Bem na sala de paredes brancas e duas janelas, piso de madeira marrom escuro, tinha uma mesa no centro da sala que tinha pernas de metal e vidro em cima. Estava ainda de dia que realçava os detalhes de quem estava ali. E era Jeon Jeongguk, pera... Para para, JeonKook?

O fitei surpreso, pude ver direito o sangue correndo em sua bochecha pelo leve timbre vermelho, seu cabelo liso castanha, seus olhos cor amêndoa. Ele usava um paletó preto que estava dobrado as mangas ate o cotovelo, usava uma blusa branca e uma calça jeans preta, uma bota de colro.

-Por que eu contrataria..- Ele se levantou e andou ate uma das janelas e olhou para fora por alguns segundos ate vir em minha direção. Fui andando para trás quando ele começou a se aproximar mais e não parar de andar, minhas costas bateram na porta e eu virei meu rosto quando seu rosto aproximou mais de mim.

-O-Oque esta fasendo?- Fui levar minhas maos para empurra-lo mas ele as segurou.

-Mais respeito com Jeonkook.. Ha sim- Ele se desaproximou e eu dei um leve suspiro o vendo voltar para a janela.

-Você demora para chegar, e quando chega você está sujo de cafe e ainda me trata mau.

-Mas...- Ele me interrompeu novamente.

-Pessoas estariam dando o sangue para ficar ao meu lado e você me trata assim- Ele deu um suspiro e se virou para minha direção- Que decepção- Ta já chega

-Esculta merda, eu vim a procura de trabalho e se você não se importa com o lado das pessoas e problema seu mas aconteceu um acidente senhor cuzao JeonKook, se for para ser tratado assim eu vo embora e procura outro, licença.

Fui abrir a porta mas ele a bateu de novo me fasendo arfar de raiva.

-Ninguém nunca me tratou assim- Me virei para olha-lo e ele parecia bem surpreso.

-Prazer, Park Jimim, agora abre a porta logo.- Fiquei encarando seus olhos por mais alguns segundos e... Meu deus, ele e realmente muito bonito, mas se for para ficar com alguem feinho que me de carinho, eu prefiro alguem feio do que bonito e mau-carater.

Ouvi batidas na porta e o vi que ele se destraiu, assim eu empurrei ele e abri a porta, era Taehyung. Fiquei surpreso e o pude ver também surpreso, tentei sair mas ele me segurou fechando a porta.

Okay agora eu vo ser estrupado? Serio isso? Que vida bosta você foi arranjar em Jimim.

Dei um suspiro e o fitei e depois olhei com raiva para Jeon, aquele abertardo.

-Calma Jimim, eu que deveria ter chegado antes. Então você ainda pode faser sua entrevista, não de bolas para Jeon.- Ele sussurrou em meu ouvido e eu acenti.

Sim, eu ia embora a 2 minutos atrás mas lembrei que só um bosta e preciso de um emprego para ajudar minha mae, então ne?

Taehyung apontou para a cadeira e eu me sentei nela, Jeon sentou na que ele estava antes e Taehyung ficou de pé.

-Park Jimim-

-Sim-

-Idade?-

- 22 anos-

-escolaridade?-

Entreguei ele um papel e ele o observou por um tempo depois o colocou por cima da mesa.

-Completa, boas notas as suas- Dei um sorriso meigo e percebi que Jeon só olhava para a janela.

-Por que quer trabalhar aqui conosco?- Ele parou de anotar onde estava e também olhou Para Jeon e depois para mim

-Eu preciso de um emprego, muito urgente, preciso ajudar minha mãe e também preciso ser independente.-

Parece que eu tinha dito um absurdo, Jeon se levantou e bateu seu punho na mesa e depois saiu da sala com pasos fundos, eu só o olhei assustado e Taehyung deu um longo suspiro e se sentou onde Jeon estava.

-Me desculpe pelo comportamento dele, percebi que você fez alguns cursos de.. -

E assim foi mais e mais algumas perguntas, Jeon continuava observando atentamente o chão e não parava para me Olhar, permaneceu calado. Observei seu rosto e ele aparentava estar..triste?

Ao pensar nisso veio uma frio no estômago e peso na consciência, sera que eu fui rude? A mas ele também foi rude, mas... Sempre uma história tem 2 lados ne?

-Você esta liberado, o próximo teste sera amanhã, as 8, neste local- Ele me entregou um papel e eu acenti com a cabeça.

-Foi um prazer Jimim, ate mais- Me levantei e demos um aperto de mão, me virei para Jeon e Tae deu um resmungo e ele deu um suspiro e se levantou, olhando para mim de baixo para cima.

-Ate mais...Park Jimim- OK?? Pareceu ameaçador ele falando.

Engoli um seco e ele deu um sorriso de lado parecido convencido, arrg que raiva desse menino.

Sai as pressas do esta estabelecimento.

Vi o ônibus e logo corri em sua direção, mas ele foi mais rápido, obvio né.

E Park Jimim, o dia não esta nada fácil para você.

(....)



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...