História We Found Love 1Love - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiiiie estou de volta com mais um capitulo pra voces... adianto que hoje o capítulo está meio melancólico e o próximo também será, afinal Chris está indo embora e isso está sendo muito doloroso pra ele e será também para Robyn... entao Boa leitura a todos e espero que gostem.

Capítulo 10 - Lembranças


Fanfic / Fanfiction We Found Love 1Love - Capítulo 10 - Lembranças

 

            

Chicago, Illinois, Janeiro de 2008.


Uma semana depois...


POV's Chris Brown.

 

 

-Austrália Chris? Mas isso é muito longe filho! Como fica nossa vida aqui em Chicago? E a Robyn? -Minha mãe me questiona perplexa quando eu conto sobre minha decisao de assinar o contrato pra jogar basquete na Australia. Eu preferi fazer tudo sem que ninguém soubesse, nem mesmo meus amigos, eles só vao saber no dia do embarque... eu tinha que fazer isso sem ela saber, senão ela tentaria me impedir e ai perderiamos a casa. Agora não tem mais como voltar atras, eu ja assinei, já recebi o dinheiro e já paguei a dívida, entao tudo certo!

-Mãe a senhora acha que essas não foram as mesmas perguntas que me fiz quando pensei sobre isso? Você acha que está sendo facil pra mim abrir mao da garota que eu amo? Estou péssimo, nao tenho nem coragem de olhar pra ela! Tem uma semana que eu invento desculpa pra não vê-la. Eu disse que estava ajudando meu pai com algumas coisas e que ia passar um tempo com ele, o que de uma certa forma não é mentira, porque só fui até la levar o cheque pra ele, mas ainda assim eu estou muito mal em ter que evita-la mae! Eu nao sei como vou contar isso pra ela, ela vai sofrer muito com isso tudo tambem! Eu a amo mais que tudo, mas eu nao podia permitir que tirassem nossa casa! Eu prometi que cuidaria de voce, e é o que estou fazendo mamãe! -Eu choro angustiado.


-Oh, meu filho... Porque você não falou comigo antes? Nós poderíamos ter pensado em outra coisa! Você está sacrificando sua vida por mim, eu nao acho isso justo Chris! -Ela me consola triste.

-Mãe não tinha outro jeito você sabe! Devíamos muito dinheiro, e não íamos conseguir esse valor nem em um ano, como a senhora mesmo disse! Mae você sempre cuidou de mim, a senhora sempre batalhou duro pra não me deixar faltar nada, e ja sofreu bastante por causa do meu pai, eu nao podia deixar isso acontecer, essa casa é onde eu nasci e cresci então não me arrependo de nada! -Eu soo sincero, mas nao escondendo minha tristeza por deixar o amor da minha vida pra trás.


-Eu sinto muito por isso filho! Como eu queria que nada disso estivesse acontecendo, você e a Robyn se amam tanto, nao me conformo que isso tenha que acabar assim Chris... repito que você tinha que ter falado comigo antes de tomar uma decisão delicada dessas filho! Eu estou muito agradecida de verdade por você estar cuidando de mim, mas ainda assim eu fico triste que isso vá te custar ela meu amor! -Ela diz triste acariciando minhas costas.

-Mãe agora eu ja assinei o contrato, agora sou oficialmente jogador do Sidney Kings, nao tem mais como voltar atras, semana que vem estaremos de mudança pra Austrália, mas o importante é que essa casa ainda será nossa quando voltarmos! Está tudo bem! Vai ser uma barra pesada ficar longe da Shawty mas, eu vou dar o meu melhor por aquele time e rezar pra quando eu voltar conseguir minha garota de volta mãe! -Eu falo com convicção, eu nao vou desistir dela... não mesmo.

-Eu vou torcer muito por isso filho, vocês nasceram pra ficar juntos, eu vejo isso só de olhar vocês quando estao juntos! Eu sei que não vai ser facil a vida em um pais diferente e sei que você vai estar o tempo todo com a cabeça aqui em Chicago Chris, mas quero que saiba que vou estar la com você te apoiando o tempo todo ta bem? -Ele sorri gentilmente pra mim e me abraça.


-Obrigado! Eu também penso assim mae, a Robyn é a mulher da minha vida e eu não vou desistir dela mesmo que eu esteja longe, você vai ver! -Eu digo esperançoso a abraçando de volta.


-Eu estou muito orgulhosa de voce e muito, muito grata por tudo que fez por mim depois que seu pai foi embora, você se tornou um homem muito cedo filho, como eu queria que você tivesse curtido sua adolescencia como os garotos normais... mas voce vai ver, todos os sacrifícios que você fez até aqui vao ser recompensados meu anjo! Tenha fé que tudo vai dar certo! -Ela sorri e acaricia meu rosto.

- Eu sei que vai mãe, eu sei que vai! Eu vou pro meu quarto começar a arrumar minhas coisas, nós partimos na sexta que vem, entao temos que começar a empacotar as coisas que vamos levar. -Eu a beijo no rosto e sigo para a escada.

-Tudo bem, amanhã eu vou ate meu trabalho pedir demissão, e procurar uma corretora pra colocar a casa pra alugar é melhor do que ela ficar fechada todo esse tempo né? -Ela diz passando por mim e indo pra cozinha.

-Faz da maneira que achar melhor mãe, se precisar de mim estou no quarto. -Eu grito e subo as escadas correndo.


Eu entro no quarto e fecho a porta me jogando na cama. É impossível entrar aqui é não lembrar da Robyn, nós tivemos tantos momentos bons aqui, nosso primeiro beijo, nossa primeira vez... e até mesmo nossa primeira briga boba por causa de ciúmes...  e também a reconciliaçao relampago logo em seguida.. Eu sorrio só de lembrar como não conseguimos ficar bravos um com outro por muito tempo, realmente somos bons em fazer as pazes.


*Flashback On*

 

Feriado de 4 de Julho de 2006...

 


-Que direito você acha que tem de sair me arrastando da festa daquele jeito Chris? Você parecia um animal! -Robyn diz brava bufando de raiva ao entrarmos no quarto.

-Era isso ou eu ia socar a cara daquele filho da puta que estava babando por você te olhando dançar! Você é minha namorada Robyn, eu fico louco quando outros caras ficam cobiçando você na minha frente! Ele sabia que você estava comigo, ele quis me provocar e tava dando em cima de voce na cara dura! Você queria que eu ignorasse? Eu nao tenho sangue de barata Shawty! Vontade de quebrar a cara dele nao me faltou, mas pra não estragar a festa do Justin que é meu amigo, o melhor era sair! -Eu digo fervendo de raiva.


-Chris eu estava naquela festa me divertindo e dançando como todo mundo! Eu nem conheço aquele garoto! Eu percebi que ele estava me olhando muito, mais eu nao dei nenhum tipo de confiança, por mim ele poderia olhar a vontade... o que ele não podia fazer era encostar em mim, se ele fizesse isso eu nao pensaria duas vezes e minha mão estalaria na cara dele! Mas ele não fez! Chris só porque eu sou sua namorada, não quer dizer que você tem o direito de me tratar daquele jeito! Você saiu me puxando pelo braço no meio de todo mundo, nem me despedir das minhas amigas eu pude! Você não imagina a vergonha que eu fiquei! Como eu vou encarar as pessoas depois do show infantil que voce deu hoje? -Ela me encara brava, de pe, cruzando o braços.


-Foda-se as pessoas Robyn! Não devemos satisfaçao pra ninguem! -Eu xingo irritado me sentando na cama.

-Claro que temos seu idiota! Já pensou se essa merda chega nos ouvidos dos meus pais? O que você acha que meu pai vai achar da filha ser tratada desse jeito pelo namorado? Ele gosta muito de voce Chris, e com certeza ficaria muito decepcionado! -Ela se debruça na janela e começa a chorar olhando la pra fora. Merda, eu odeio ver ela chorar por qualquer motivo que seja, estou odiando mais agora por saber que eu estou fazendo isso... Eu suspiro frustrado e vou até ela.

-Shawty... você tem razão... me desculpa, eu fui um completo imbecil! -Eu a abraço por tras e beijo seu ombro.

-Foi mesmo, ainda bem que reconhece! Poxa Chris, você está cansado de saber que eu amo você, e não existe mais ninguém pra mim! Me magoou muito você ter agido feito um babaca por que sentiu ciúmes! -Ela vira pra mim e me encara com os olhos tristes e suas lágrimas rolam por seu lindo rosto. Droga Chris, você é um idiota!

-Eu sei amor, me perdoa! Eu também te amo Shawty, e me desculpa, eu nao consigo evitar ter ciúmes de voce baby! Você é tão linda... e ver como outros caras babam por você, me deixa louco de raiva! Mas você tem razão Robyn, eu nao posso te tratar desse jeito, me perdoa? Por favor meu amor, eu prometo nunca mais fazer esse tipo de coisa! -Eu beijo cada canto de seu rosto e depois suas maos. Ela me abraça apertado e chora copiosamente.

-Droga porque eu te amo tanto desse jeito? Chega a ser sufocante amor! Por favor Chris não me magoa mais assim ta? Eu odeio brigas... -Ela soluça sob meu pescoço.

-Shiiii baby... por favor não chora assim, isso me deixa muito mal, me perdoa meu amor, eu nao gosto de ver você chorando e ainda mais por minha culpa baby! Eu te amo mais que qualquer coisa no mundo Shawty, acredita em mim amor, eu prometo controlar esse meu ciúme bobo... por favor amor diz que me perdoa? -Eu seco suas lagrimas delicadamente.

-Tudo bem... eu perdoo você! Eu te amo Chris... eu sinto que jamais vou amar outra pessoa na vida como eu amo você! -Ela diz me olhando profundamente.

-É claro que não vai... você é minha Shawty e eu sou seu... se depender de mim eu quero morrer velhinho ao seu lado baby! Você ainda vai me aturar muito Robyn! -Eu acaricio seu rosto e ela sorri pra mim. Esse sorriso poderia iluminar a cidade inteira.

-Isso é muito tempo... será que vamos conseguir? -Ela pergunta em tom divertido ainda fungando.


-Ainda tem dúvidas? Shawty eu aposto que se chegarmos a viver até os 90 anos, ainda estaremos juntos e eu ainda vou desejar você do mesmo jeito que desejo hoje baby! Meu amiguinho aqui com certeza ainda vai funcionar a todo vapor gata! -Eu brinco apertando ela junto a mim sob minha ereção ja evidente por dentro da calça e ela gargalha. Esse é o meu som preferido de todos, ouvir sua risada é tão reconfortante...

-Mas que velhinho safado meu Deus! Só você pra me fazer rir com suas besteiras depois de brigar Chris! Você não existe sabia? -Ela sorri acariciando meu rosto e me beija. Agora sim... chegamos a melhor parte de uma briga que todos falam por aí? As pazes...

-Se você me permitir, pretendo fazer você rir pro resto da vida Shawty! Eu te amo baby! -Eu soo o mais sincero que consigo, a olhando profundamente nos lindos olhos verdes vibrantes, que tanto me encantam e a beijo novamente, desta vez a pegando no colo e a levando pra cama. E naquele momento eu pude perceber que não importa o que aconteça daqui pra frente, a Robyn será a única mulher que teve, e terá tudo de mim pro resto da vida! Eu sinto que jamais conseguirei estar totalmente entregue a alguém como com ela, Robyn foi minha primeira em quase tudo, nao tem nada no mundo capaz de tirar o peso disso! 

[...]


*Flashback Off*


Antes que eu me dê conta ja estou chorando com saudades dela, tem uma semana que não a vejo por pura covardia, eu nao sei como começar a contar pra ela que vou embora por no mínimo quatro anos! Por mais que os meus motivos tenham sido nobres, sei que pra ela isso não vai ser facil, como não está sendo pra mim... nós tínhamos tantos planos pro nosso futuro... e agora eu estou indo correr atrás do meu sem ela do lado... isso não é justo... e entao sem que eu consiga controlar outra lembrança de um momento recente nosso vem na minha cabeça...

 

*Flashback on*


Chicago, Illinois, Dezembro de 2007...

 

-Amor, amor, amor! Acorda Chris! -Robyn entra no meu quarto correndo e começa a pular na cama me sacudindo.

-Huuum... O que foi Shawty? Porque essa euforia toda amor? -Eu resmungo abrindo um olho pra olhar pra ela, checo a hora no relógio da parede e são 08:25 da manhã, essa menina caiu da cama? Pra sorte dela é que minha mãe madruga e com certeza ja estava acordada por isso ela entrou, mas acabo de me lembrar que temos as chaves da casa um do outro e ela poderia entrar a qualquer momento aqui... mas tinha que ser mesmo as 08:25 da manhã? Não sou nem um pouco matinal, eu acordava pra escola porque minha mae praticamente me empurrava pra fora da cama.

-Eles me aceitaram Chris, eu to dentro, eu to dentro! A carta acabou de chegar e vim correndo mostrar pra você! -Ela diz eufórica ainda pulando em cima de mim.

-Pera ai amor, fala devagar... você sabe o quanto sou lento de manhã! Te aceitaram onde? Que carta é essa? Você ta dentro de onde mulher? -Eu pergunto confuso me sentando na cama coçando os olhos.

-O Curso de corte e costura Chris! Aquele que eu te falei que me inscrevi, eles só liberam pouquíssimas vagas por ano, eu mandei meus eboços na minha inscriçao e eles me aceitaram meu amor! Esse é o melhor curso preparatório pra quem quer fazer faculdade de moda ou conseguir algum estagio no ramo... ai eu to tao feliz amor! Voce sabe o quanto eu quero isso! -Ela diz com um sorriso cativante e um brilho fascinante nos olhos. 


-Baby, isso é maravilhoso! Parabéns Shawty! É eu sei mesmo o quanto você sonha em ser estilista, e sei que vai conseguir realizar isso amor! E entao você começa quando? -Eu pergunto ja completamente acordado, mais ainda sonolento a puxando pro meu colo.

-O curso começa em fevereiro, mas nao é só isso, eu preciso de dez mil pra comprar meu material e nao temos esse dinheiro ainda.. mas meu pai disse que vai dar um jeito de conseguir essa grana, talvez ele peça um empréstimo não sei... mas ele disse que vai me ajudar com isso, ele também sabe que isso é meu sonho! -Ela diz esperançosa se deitando ao meu lado e abraça o papel como se fosse uma pessoa. Eu não consigo não rir disso.


-Você está realmente muito feliz eu tô vendo amor, to começando a sentir ciúme desse papel que está recebendo os meus abraços...-Eu brinco e ela me dá um tapa fraco no peito e eu sorrio. 

-Idiota! -Ela murmura divertida.

-Mas agora falando sério, eu tenho algum dinheiro guardado baby, nao é nem a metade do que você precisa, mas já ajuda... eu te dou e aí você já pode adiantar alguma coisa! -Eu falo pra ela.

-Não baby, eu nao posso aceitar, eu sei o quando você demorou pra juntar essa grana e eu prefiro que utilize pra algo mais importante, nao precisa gasta-lo comigo Chris! -Ela recusa.

-O que seria mais importante nesse momento que você Shawty? Olha, aquele dinheiro ta lá parado, nao estou precisando dele pra nada em específico no momento... eu trabalho com seu pai e to ganhando uma grana legal, minha mãe também tá trabalhando e as contas por aqui estão sob controle amor, entao esse dinheiro é seu e nao aceito não como resposta! -Eu falo com firmeza e ela bufa.


-Ta bom, que saco! Quando você insiste com algo ninguém te faz desistir! Você venceu senhor Brown satisfeito? -Ela pergunta em tom irônico.


-Você sabe o quanto eu adoro negociar com você baby! -Eu também falo em tom irônico mas sorrio achando graça. -Agora que foi descoberto o motivo da sua euforia podemos voltar a dormir? São 08:45 da manhã, pra mim ainda é madrugada amor, estou morrendo de sono. -Eu falo bocejando e a abraço bem junto a mim.


-Tudo bem... me desculpa eu fiquei tão eufórica quando vi o carteiro, que abri a carta na rua mesmo e vim correndo pra  cá depois de dar a notícia pros meus pais, eu nem me liguei que estava tão cedo, me desculpe... ok.. vamos dormir então. -Ela diz me dando um selinho e se aninha mais em mim e eu então fecho os olhos tentando recuperar o sono interrompido. Alguns minutos depois ela começa a se mexer inquietantemente de um lado pro outro e isso me incomoda...

-Você nao vai me deixar dormir mais né? -Eu resmungo dengoso abrindo um dos olhos.

-Aiiin é que eu estou muito elétrica com essa notícia e meu sono ja se foi completamente! E eu também estou morrendo de fome, eu nao tomei café ainda! -Ela diz se levantando voltando a pular na cama e sorri feito criança que acabou de ganhar doce.

-Aaaah entao ja que você não vai mais me deixar dormir, eu quero outra coisa antes do café... e voce sabe muito bem do que estou falando! Vem aqui vem sua gostosa... -Eu falo mordendo meus lábios a olhando com malícia, e a jogo na cama ficando por cima dela e então eu começo a fazer cosquinas nela a fazendo gargalhar.


-Pa... Paraaa Chris... isso é co... Covardia! Assim não vale! -Ela ri sem parar e nao tem som mais perfeito que esse no mundo, por Deus como eu quero passar o resto da minha vindo ouvindo o som dessa risada gostosa que ela tem. Eu paro a tortura e fico alguns segundos a observando completamente hipnotizado e ela me encara confusa. -O que foi? -Ela pergunta sorrindo timidamente.

-Como você é linda porra! Eu te amo gatota! -Eu digo com intusiasmo acariciando o rosto dela. Ela abre um sorriso largo, e envolve os braços no meu pescoço e me beija... um beijo doce e ao mesmo tempo urgente que me faz gemer de tão gostoso que é! Segundos depois somos obrigados quebra-lo em busca de ar. 

-Eu te amo mais... -Ela diz ofegante me olhando profundamente.

-Acho que isso é algo imensuravel pra nós dois baby... Se bem que por outro lado, acho você possa estar certa... eu sou uma pessoa muito amável mesmo, eu te dou essa vantagem entao Shawty! -Eu brinco implicando com ela e recebo uma revirada de olhos dela e nao contenho a risada.

-Chris cala essa boca e volta me beijar, você é muito mais "amável" calado! -Ela ri e me puxa pra mais um beijo e começamos a manhã da melhor maneira possível, fazendo uma das coisas que aprendemos a fazer de melhor juntos... amor...


*Flashback Off*

 

Meus olhos ardem de tantas lágrimas que por eles escorrem. Eu me pego encarando em cima da minha escrivaniha, nossa foto tirada no verao passado em barbados, em uma visita onde eu finalmente conheci o restante da familia dela nas nossas últimas ferias... só de pensar que posso nunca mais viver nenhum momento parecido com esse com ela, meu choro se intensifica mais... meu Deus me ajude a passar por isso sem enlouquecer! Eu faço uma prece silenciosa e me deito na cama apertando o porta retrato contra o peito, na tentativa falha de amenizar minha dor... eu queria que houvesse um jeito mais facil e menos doloroso de fazer isso mas nao tem, eu preciso vê-la e ter essa conversa com ela e tem que ser logo! Eu  nunca fiquei tanto tempo sem aparecer assim, e se eu demorar mais, com certeza ela vai vir atrás de mim e eu não estou preparado ainda. Então eu decido que amanhã eu irei ve-la, e em fim acabar logo com essa agonia de esconder isso dela, e o que me resta é aguentar o pior que ainda vem pela frente... a dor do adeus... a dor da incerteza de saber o que vai ser de mim e dela daqui pra frente ate que eu volte, será que ela vai me esperar? Seria muito egoismo da minha parte pedir isso a ela? Acho que eu nao tenho esse direito... Eu fico mais não sei quanto tempo chorando feito criança abraçado a nossa foto ate apagar completamente caindo no sono... 

 

[...]


Continua...


Notas Finais


Então gostaram? A segunda fase da historia está chegando e um salto temporal estar por vir e muitas emoções também, novos personagens também estão chegando então continuem comigo.... Comentem meus amores a opniao de voces é muito importante pra mim❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...