1. Spirit Fanfics >
  2. We Found Love 1Love >
  3. Prólogo.

História We Found Love 1Love - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Trazendo de volta mais uma de minhas obras que amo tanto... Gente essa historia é simplesmente linda e eu nao podia deixar de terminar de contar ela pra vocês... Espero que continuem me acompanhando, pois tem muito pela frente ainda!

Boa leitura á todos❤

Personagens no capitulo:

Chris/ Chris Brown.
Robyn/ Rihanna.
Jonas/ Usher.

Capítulo 1 - Prólogo.


Fanfic / Fanfiction We Found Love 1Love - Capítulo 1 - Prólogo.

 

Narradora..

 

Chicago,Illinois Agosto de 2005..

 

O Ano letivo na escola Lincon Roosevelt esse ano começaria um tanto diferente para Christopher e Robyn. Dois jovens com personalidades tao diferentes, com tão pouco em comum. Robyn tinha 15 anos era a estudante exemplar com boas notas, nunca faltava nem uma aula, havia se mudado de seu país natal barbados, fazia mais de um ano. Seu pai havia sido promovido para comandar a nova filial da concessionária de carros na cidade. Ela era linda, tinha olhos verdes penetrantes mas por ser do tipo Nerd, não dava muita atenção aos garotos. Ela não tinha muitos amigos e por ser muito fechada, nao participativa muito dos eventos sociais escolares e acabava passando despercebida pelos demais.

Todas as tardes no intervalo das aulas, Robyn se sentava no último degrau da arquibancada da quadra do Colégio para ler seus livros, nesse horário não havia ninguém lá e nada a incomodava. Para alguns poderia ser um tedio, mas para ela, aquela era uma vida normal e tranquila e era feliz assim. Já Para Christopher de apenas 16 Anos, esse não estava sendo um bom momento, ele andava um pouco rebelde e baderneiro por não estar sabendo lidar muito bem com o divórcio recente de seus pais, e por conta disso suas notas estavam péssimas e se continuasse assim seria excluído do time de basquete em que jogava na escola. O esporte era a paixão dele, Chris era uns dos melhores jogadores e isso era a unica coisa que o estava fazendo feliz no momento. Ele sonhava em ser jogador profissional um dia, mas se continuasse rebelde e nao melhorasse suas notas ele estaria fora!

Ele ja havia sido avisado pelo seu treinador, mas ele não estava levando muita fé, afinal o time precisava dele. Por conta da última briga entre seus pais em casa, Chris estava chateado e com raiva, pois ultimamente era somente isso que ele presenciava em casa. Seus pais estavam mais preocupados com seus problemas que com seu próprio filho, com isso Chris se sentia cada vez mais frustrado e em um de seus intervalos, foi até o único lugar em que se sentia bem, a quadra. Ali ele descontava sua raiva fazendo Cesta atrás de Cesta, porém o barulho irritante da bola quicando no chao, começava a irritar Robyn que estava em busca apenas de paz e tranquilidade para ler seu livro.

 

 

-Ei garoto, qual é? Tem como parar com esse barulho irritante? Eu gostria ler meu livro em paz! -Robyn diz irritada.

 

 

-Aqui não é lugar pra ler, pra isso existe a biblioteca! E além disso estou no meu direito, ja que aqui é a QUADRA! -Chris rebate um tanto rude e continua a quicar a bola e fazer as suas cestas, fazendo Robyn bufar de raiva.

 

 

-Escuta aqui seu moleque, se eu gostasse de ficar na biblioteca eu estaria la, mas estou aqui, então é por que eu gosto!  Eu estou aqui todos os dias justamente porque nunca tem ninguém! Então quer fazer o favor de parar com a porra dessa bola? -Robyn grita furiosa.

 

 

-Não vou parar nada sua folgada! A quadra não é só sua, eu posso vir aqui tanto quanto você, quero ver quem vai me fazer parar! -Chris debocha e continua a quicar a bola insistentemente no chao e lança para a cesta sorrindo sarcasticamente para Robyn, que furiosa larga suas coisas e desce para enfrentar o garoto.

 

 

-Escuta aqui você não me conhece, entao melhor não mexer comigo! E QUER PARAR DE QUICAR ESSA BOLA??? QUE INFERNO! GAROTO IRRITANTE! -Robyn berra e tenta tirar a bola do garoto, que começa a dribla-la gargalhando alto a fazendo ficar mais e mais furiosa.

 

 

-Você é linda sabia? Pena que essa sua arrogância quebre todo o encanto, Deus me livre! Você é assim o tempo todo? Chata e barraqueira? -Chris continua a provoca-la rindo da situação e fugindo dela que corria atrás dele na tentativa de pegar a bola.

-Chata é a sua mae, que além disso deve ser uma desmiolada porque não deu educação ao seu filho! JÁ falei pra parar com essa bola! Que saco! -A garota apela sem saber que Chris passa por serios problemas em casa com seus pais, e isso o atinge em cheio trazendo a tona toda sua furia!

 

-O QUÊ VOCÊ DISSE DA MINHA MÃE? REPETE SE VOCÊ TIVER CORAGEM SUA FILHA DA PUTA! Você não me conhece e nem a minha mãe, entao cala a porra da boca sua mimada do caralho! ANDA, REPETE QUE EU QUERO VER! -Chris berra furioso fazendo momentaneamente Robyn se assustar com seus gritos, mas a garota não é de levar desaforo e logo se recompõe.

-Eu falei alguma mentira? Se você tivesse recebido educação em casa, você não estaria me incomodando e nem estaria implicando comigo! E se um filho é mal educado a culpa é da mãe mesmo! Você vai fazer o que? Me bater? Vai lá machao, bate! Ta crescendo pra cima de mim porque eu sou mulher? Acontece que eu não tenho medo de você! -Robyn contina a provocar o garoto que ferve de raiva por suas palavras e com toda raiva descontrolada que corre em seu corpo, ele vai na direçao de Robyn disposto a responder suas grosserias e entao ele joga a bola com força no chao, que ricocheteia acertando em cheio a tubulaçao de ar condicionado que passava pela quadra, e tudo vem abaixo desmoronando próximo a eles, fazendo um grande estrondo chamando a atenção da escola inteira para o ginásio.

-Puta que pariu garota, olha só o que você me fez fezer? Estamos ferrados! -Chris reclama.

 

-EU? VOCÊ BEBEU GAROTO? Eu nao tive nada a ver com isso, quem jogou a bola foi você! Ninguém mandou você ser mal educado! Não joga essa merda pra cima de mim não! -Robyn diz indignada.

 

-VOCÊ SIM! Não vem com essa que não teve culpa porque teve sim, se não fosse você me enchendo o saco porque queria ler aquela porra de livro no lugar errado, nada disso teria acontecido! E você insultou a minha mãe, isso me irritou! -Ele diz bravo.

-Eu não tenho culpa se você é o filhinho da mamãe e nao aguenta nada que ja estoura! Cada um com seus problemas e esse nao é meu! Se vira ai!-Robyn diz dando de ombros e ameaça sair mas Chris a segura.

-Ei, não pensa que vai sair assim não, eu nao vou me foder sozinho, não mesmo! -Ele diz a segurando pelo braço.

-Ei, me solta! Se não quiser arrumar mais problemas, me larga garoto!! -Ela pede tentando se soltar, mas Chris a segura firme e eles ficam discutindo por alguns minutos, até que o diretor chega pra ver o motivo do grande estrondo de minutos antes.

-Ei, ei, ei meus jovens mas... O QUE FOI QUE ACONTECEU AQUI? -O diretor Jonas fica atordoado com o tamanho do estrago.

-A CULPA É DELE (A)! -Chris e Robyn respondem ao mesmo tempo acusando um ao outro.

-MEU DEUS DO CEU isso é uma catástrofe! CHRISTOPHER MAURICE BROWN E ROBYN FENTY NA MINHA SALA, AGORAAA! -Diretor Jonas Berra.

-Eu falei que nao ia rodar sozinho! -Chris diz com um sorriso vitorioso nos labios.

-Idiota! Você vai se arrepender de ter se metido comigo.- Robyn diz com raiva. E os dois seguem juntos para a sala do diretor sob o olhar espantado dos outros alunos.

[...]

Os dois permanecem sentados no lado de fora da sala do diretor aguardando serem chamados, um sentado a quilometros de distância um do outro e um iceberg no meio deles, até que finalmente são chamados para entrar e são obrigados dessa vez, a se sentarem um do lado do outro de frente para a mesa do Jonas. O diretor os olha e respira fundo antes de começar.

 

-Ta legal, agora que estamos todos mais calmos, podem me explicar o que aconteceu no meu ginásio? -Ele pergunta calmo.

 

-Ele (a) que começou! -Os dois falam juntos.

-Eu so queria ler meu livro em paz e ele começou a fazer o barulho irritante com aquela bola dos infernos.- Robyn diz sendo logo interrompida por Chris.

 

-Eu só queria jogar um pouco Jonas, e essa maluca tinha que ler na biblioteca, lá que é lugar de ler, não na quadra! -Chris rebate.

 

-Eu leio onde eu quiser, você não manda em mim! A QUADRA não é sua! -Robyn rebate.

 

-Digo o mesmo pra você, a quadra não é sua, eu jogo onde eu quiser sua folgada! -Chris diz petulante.

 

-JA CHEGA! Vocês estão me deixando tonto! Falem um de cada vez! Robyn por favor, fala você primeiro. - Jonas os interrompe.

-Obrigada! Eu estava tranquilamente nas arquibancadas lendo o meu livro como eu faço todos os dias na hora do recreio, eu gosto de lá porque nesse momento nunca tem ninguém e eu posso ler em paz, mas hoje esse paspalho apareceu e começou a me irritar, jogando aquela maldita bola! Eu pedi pra ele parar, mas ele não parou e começou a implicar comigo! -Ela relata.

-Paspalho é uma ova! Olha como fala sua folgada! Você que começou querendo dar uma de dona da quadra, querendo me obrigar a sair!-Chris se ofende.

 

-Ta vendo ai? Esse garoto é muito abusado! Detesto gente assim! -Robyn Exclama.

-NÃO COMECEM OS DOIS DE NOVO! Chris o que tem a dizer? É sua vez! -Jonas da a palavra a Chris.

-Jonas essa menina se incomodou porque eu estava fazendo uns lances na cesta, disse que o barulho da bola quicando no chao a estava incomodando, e ela JÁ chegou cheia de atitude, falando alto mandando eu parar. Sendo que eu estava no meu direito, a quadra é para se praticar esporte e nao leitura, sé ela quer silêncio, que vá pra a biblioteca! E ainda por cima ela insultou a minha mãe, e eu não admito isso! -Chris diz irritado.

-Eu só fiz isso porque você me chamou de chata e barraqueira primeiro! Jonas esse garoto é um sem noçao.-Robyn Bufa.

 

-Ta, TÁ, os dois se insultaram ja entendi, agora como a porra da tubulação de ar foi destruída daquele jeito? Alguém aqui vai dizer? -Jonas espalma frustrado na mesa.

 

-Esse mané aí ficou puto porque eu falei que a mãe dele era uma desmiolada e que nao deu educação a ele! Aí ele surtou jogando a bola com toda a força no chao, que ela bateu na tubulação e ela caiu! -Robyn diz rapidamente.

-Isso eu não vou negar pois sou homem pra assumir meus atos, eu fiz sim Jonas, mas eu não consegui controlar minha raiva quando essa garota falou essas coisas sobre a minha mãe! Ela nem a conhece, quem ela pensa que é pra falar assim dela? -Chris diz irritado.

-Huuum bebê da mamãe! -Robyn implica.

-CALA A BOCA GAROTA, OU EU..-Chris ameaça.

 

-VOCÊ O QUE? TÁ PENSANDO QUE EU TENHO MEDO NENÉM? Se manca! -Robyn mais uma vez o enfrenta.

 

-MEU DEUS DO CÉU, MAS QUE INFERNO VOCES DOIS NÃO CANSAM? PAREM JÁ COM ISSO! No tempo da minha avó, dizia-se que muita briga assim, acabava em amor um dia! Se isso for verdade o de vocês vai acontecer logo logo! E vai ser forte viu, porque brigando ja é assim, imagina se amando? Credo! -Jonas bufa e se senta novamente.

 

-Eu e essa maluca?? Você só pode estar de brincadeira! Eu sou louco, mais nem tanto assim! -Chris bufa rindo irônico.

 

-Deus me livre gostar de um desequilibrado desse, seria muito desgosto pra minha família! -Robyn também bufa.

-Que seja! Só parem de falar por que eu ja estou com dor de cabeça! Bom eu vou falar e nao quero ser interrompido até que eu termine ouviram? -Jonas adverte.

 

-Sim! -Os dois respondem juntos.

 

-Ótimo! Os dois estão completamente errados! Robyn quadra não é lugar para ler livros em silêncio como você gosta, se ultimamente você tem encontrado aquilo lá vazio é pura sorte! Então se ainda assim você quiser voltar lá todos os dias e tiver alguem usando, não poderá reclamar do incômodo, caso contrário vá para a biblioteca! E Chris não importa o que aconteça de frustrante com você na escola, você não pode sair descontando sua raiva no que vê pela frente! A sua atitude nos causou um grande prejuízo! Robyn você é uma garota tão inteligente e tem boas notas, mas me surpreende muito que não tenha usado da mesma inteligência para não se meter nesta confusão! Você nunca foi disso! Os dois se provocaram e se atacaram como duas crianças no Jardim! Isso é inadmissível! Não vejo aqui ninguém menos culpado que o outro. Christopher até ano passado você era um aluno tão exemplar quanto a Robyn, sei que esse ano as coisas não estão fáceis pra você em casa, sua mãe me procurou e me contou o que está acontecendo e o quanto essa separação dos seus pais está te afetando, mas você é um jovem com um futuro promissor pela frente! Você é um dos melhores jogadores do time cara, mas se suas notas continuarem a cair assim, não poderemos fazer nada e você terá que deixar de jogar, é isso que quer? -Jonas pergunta, e Robyn ao saber o que se passa na vida do Chris, começa a se sentir meio mal por ter falado mal da mãe dele.

-Muito obrigado Jonas por expor a minha vida na frente dessa garota, mais um motivo que ela vai ter pra caçoar de mim! Mas respondendo a sua pergunta não, não è isso que eu quero, eu quero jogar, você sabe que o basquete è minha vida! Mas como você disse, por conta dos meus problemas em casa, eu não consigo me concentrar, São brigas e mais brigas na minha casa todo dia! Eu não aguento mais! -Chris diz triste e Robyn afunda na cadeira pois entende agora o que fez, ela havia pegado pesado.

 

-Eu sinto muito, agora eu sei que peguei pesado, eu não deveria ter falado aquelas coisas pra você.-Robyn diz sincera.

-Me poupe garota, eu não preciso da sua pena! Eu sei me cuidar! Mais uma vez muito obrigado Jonas por me expor! -Chris diz irônico e muito irritado.

 

-Deixa de ser grosso garoto! Nem quando alguém está sendo legal de verdade com você, Você aceita! Olha esse assunto não me diz respeito então, Jonas quando terminar com ele você me chama e diz qual vai ser o meu castigo ta? -Robyn diz se levantando.

 

-Robyn senta aí, eu ainda não acabei! Pode voltar! -Jonas ordena.

 

-Mas Jonas? -Ela protesta.

 

-Robyn SENTA! -Ele diz firme e a garota Santa bufando.

-Continuando, Chris me desculpa se te constrangi, mas eu só falei pois conheço a Robyn e sei que o conteudo desta conversa não vai sair daqui, mas além disso, quis que ela soubesse que pegou pesado com você sem ao menos imaginar o que você estava passando e que não se deve sair por ai insultando a mãe das pessoas! Dito isso, Chris eu te entendo de verdade, passar por essa situação não é facil, mas se você continuar assim, vai jogar todo seu futuro no lixo! Você tem tudo pra jogar em algum time grande no futuro pela frente, nao desperdice isso! Eu posso contar com você? Promete que irá se esforçar? -Jonas o encara seriamente.

-Tudo bem, eu prometo! -Chris diz em um suspiro frustrado.

-Ótimo, pois acabei de decidir o castigo de vocês. Chris, Robyn a partir de hoje vocês serão uma dupla! Você tem até o final do semestre pra ajudar o Christopher a melhorar as notas pra poder jogar no campeonato daqui á dois meses! Lembrando que se a nota dele for vermelha, automaticamente a sua tambem será! E se vocês conseguirem se dar bem e Chris melhorar as notas, nao vou cobrar dos pais de vocês o prejuízo pelo duto, e se vocês não conseguirem, mantenho a nota vermelha da Robyn e Chris você será expulso da escola pelo prejuízo na quadra! -Jonas é direto.

 

-O QUÊ? Eu ajudar esse panaca a passar nas provas desse semestre? Você ta de brincadeira comigo não é? Nós nem somos da mesma sala Jonas! -Robyn protesta indignada!

-NUNCA QUE EU VOU ESTUDAR COM ELA! NEM MORTO! Pra que? Pra ela se achar mais do que se acha? Não mesmo! Pode me expulsar agora mesmo, onde eu tenho que assinar? -Chris bufa inconformado.

-Vocês querem parar de agir como crianças de 5 Anos de idade? Chris pela última vez, todo mundo aqui na escola sabe que ser jogador profissional é o seu sonho, você ama basquete, não jogue isso fora por favor? E outra, seus pais ja estão com tantos problemas e você quer mesmo levar pra eles o gasto de arcar com o prejuízo da quadra? -Jonas os repreede pacientemente.

-Não, claro que não! -Chris responde.

-Ótimo!  E Robyn creio que você também não queira levar isso para os seus pais, visto que você nunca foi de dar problemas e com certeza eles ficariam desapontados... e sei que seu pai trabalha muito e mesmo que ele divida o prejuízo com os pais do Chris, não sairá barato! Com certeza esse dinheiro fará falta para sua família! Vocês não sao da mesma sala, mas estão na mesma série, e meu pedido não é nada perto do prejuizo que os dois causaram! E então o que me dizem? -Jonas pergunta novamente.

-Ok Você venceu! Mas Jonas se esse moleque não colaborar, eu tô fora e ele vai se ferrar sozinho! -Robyn diz por fim.

-Ok, justo! E então Chris? Vai colaborar? - Jonas pergunta.

 

-Digo o mesmo pra ela, se ela ficar me insultando o tempo todo eu to fora também! -Chris também cede.

- Perfeito, aguardarei ansioso os seus boletins Chris, até la quero você longe de confusão! E isso serve pra você também dona Robyn, não quero saber de vocês brigando pela escola entederam? -Jonas adverte.

-Sim senhor! -Os dois dizem em uníssono.

-Muito bem, agora fora da minha sala os dois! Vocês estressam qualquer um! -Jonas diz suspirando fundo e eles finalmente saem calados e vao andando pelos corredores.

-E então como vai ser isso? -Chris pergunta quebrando o silêncio.

-Eu não faço a mínima ideia! Mas acho que podemos começar com você me falando quais matérias você está mais mal nè? assim eu me organizo, e decido onde podemos ficar.-Robyn responde.

-Todas! -Chris diz simples.

-Todas o que? -Robyn pergunta confusa.

 

-Preciso de notas em todas as matérias, exceto educação física! -Chris diz encolhendo os ombros.

-Ta de sacanagem comigo? O que você vem fazer na escola então garoto? Eu nao to acreditando nisso! -Robyn diz incrédula.

-Ei Robyn, não começa por favor! Quaquer lugar é melhor que minha casa ultimamente, eu venho pra cá por causa do basquete, a única coisa que tem me distraído ultimamente. -Chris diz cabisbaixo.

-Ta bom me desculpa, mas porra garoto é muita coisa pra revisar! Vamos levar muito tempo! E eu tenho uma vida! -Robyn bufa frustrada.

-Eu tambem tenho! Ou tinha! Olha só você não tem que me ajudar se não quiser. Eu não te pedi nada! E ta na cara que você nao vai com a minha cara, e meu nome nao é garoto, é Chris! Mas pra você, é Christopher! Nós moramos na mesma rua e você nunca falou comigo mesmo, não vai fazer diferença! Não se preocupe, vou dar meu jeito, ja estou me acostumando a me virar mesmo sozinho! -Chris diz tristonho e vai andando deixando Robyn sozinha nos corredores, se sentindo mal pelo garoto.

-Grrr! Merda, alguma coisa me diz que vou me arrepender disso! QUE SACO! CHRISTOPHER, ESPERA! -Robyn grita e sai correndo atrás de Chris.

 

[...] 

 

CONTINUA...

 


Notas Finais


Obrigado por lerem e vou postar um por dia até chegar onde parei ok?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...