1. Spirit Fanfics >
  2. We Found Love >
  3. Seven

História We Found Love - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Sim, aparentemente eu vou ressuscitar todas as minhas fics abandonadas, e é isso.
Bom dia pra vocês!
Estava relendo WFL esses dias e fiquei inspirada a continuar escrevendo...
Vamos ver se alguém ainda lê isso haha

Capítulo 7 - Seven


-x-

Eram duas da tarde quando Liam apareceu na porta da casa de Zayn, logo após ter levado as crianças para a casa de Louis. Respirou fundo enquanto encarava a porta de madeira escura, tocando a campainha em seguida.

- Já vai. - Ele ouviu Zayn gritar.

Liam soprou um pouco de ar que estava preso em seus pulmões. Normalmente ele pegava sua chave e entrava na casa de Zayn, não precisava ficar esperando do lado de fora... Mas era um encontro, certo? Tinha que agir como se estivesse em um…

- Porque não entrou? - Malik perguntou assim que abriu a porta.

- Isso é um encontro, ué. Tenho que agir como em um. - Encolheu os ombros.

- Ah ta, entendi senhor Payne.

- Está pronto, senhor Malik?

- Sim, senhor Payne. - Sorriu. - E o senhor?

- Sim. - Também sorriu. - Ah, antes que eu me esqueça... Pegue seu passaporte, por favor.

- O que?

- O seu passaporte, Z. Pega logo!

- Okay. - Zayn concordou, estranhando.

- Mas vai logo, senão vamos perder o voo!

- Eu já estou indo!

- Anda anda anda! - Apressou, sabendo que o amigo não gostava muito daquilo.

- Liam, eu estou indo. - Riu.

- Desculpe, é que estou animado. - O mais novo mordeu seu lábio inferior enquanto andava até o carro com o outro, abrindo a porta do passageiro para que ele entrasse.

- Pra que tanta animação?

- Eu preparei cada detalhe desse fim de semana, e você vai amar! - Sorriu assim que entrou no carro e colocou o cinto de segurança.

- Estou ansioso!

- Deveria estar mesmo! - Payne riu enquanto dirigia até o aeroporto.

- Para onde iremos?

- Ah, isso você vai descobrir logo logo... - Estacionou o carro.

- Não vai dar nenhuma dica?

- Não. - Riu enquanto falava com o homem do estacionamento, já que o carro ficaria ali. - Vem, precisamos mostrar nossos passaportes.

- Você é malvado.

- Uhum! - Sorriu e puxou Zayn pela mão, levando-o até uma das atendentes. Conversaram então por alguns minutos, durante todo o tempo Liam tentava não deixar o amigo ouvir qual era o destino os dois. Logo eles acabaram por ali e ele voltou a puxar Zayn pela mão. - Vamos, o avião está para cá. - Disse animado.

- Eu ainda não sei para onde vamos. - Zayn murmurou.

- Claro, é surpresa! Mas logo você saberá, não tenho como esconder mais.

- Não aguento mais esperar. - Fez um leve bico com seus lábios.

Liam mordeu seu lábio inferior, olhando o amigo.
- Já estamos indo, aguenta mais um pouquinho.

- Okay.

- Voo 537 com destino à ST Moritz, Suiça, saída no portão 5. - Anunciaram.
- Vamos? - O mais novo olhou animado para o outro.

- Suiça?

- Uhum. - Assentiu animado, mordendo seu lábio inferior fortemente. - O que acha?

- Meu Deus, Li. - Zayn sorriu ainda surpreso. - Eu acho que é perfeito, sempre quis ir pra lá!

- Eu sei! - Liam não conseguia conter sua felicidade. - Vem, vamos logo! - O arrastou para o portão indicado.

-x-
- Liam, olha que lugar lindo! - Zayn falou animado.
- Z, calma. Ainda nem deixamos o aeroporto. - O outro riu.

- Vamos, logo!

- Estamos indo, calma! - Liam riu mais enquanto procuravam um táxi. - Vamos para o hotel, depois podemos passear pela cidade.

- Vamos conhecer os pontos turísticos?

- Claro. - Riu. - Mas amanhã quero te levar para um lugar especial.

- Que lugar?

- Nope, não vou falar. - Negou enquanto o táxi parava perto de um lindo hotel.

- Não vai dar nenhuma dica?

- Vou realizar um sonho seu. - Pagou o motorista e logo desceram do carro. - Bem-vindo ao nosso hotel! - Sorriu.

- Aquele sonho que eu também tenho medo? - Zayn perguntou sorridente.

- Esse mesmo. - O mais novo disse enquanto se dirigia para dentro do hotel. - Eu peguei uma suíte para os dois... Tudo bem para você?

- Claro.

- Tudo bem. - Sorriu e entregou um dos cartões para o amigo. - Vamos?

- Vamos sim! - Respondeu animado.

Liam sorriu e logo eles foram para o elevador, subindo até os últimos andares.

- Cansado? - Liam indagou.

- Um pouco… Mas estou muito animado! - Sorriu. - E você?

- Um pouco, também. - Riu com a animação dele. - Eu... Eu achei que você ia desistir de sair comigo...

- Por que?

- Porque é seu aniversário de casamento… Achei que não iria querer passar ele comigo. - Falou baixo

- Acredita se eu falar que não existe companhia melhor que você?

- Acredito… Você é meu melhor amigo, sabe mentir para me animar. - Brincou enquanto o elevador se abria, andando com ele até o quarto.

- Liam James Payne, está insinuando que estou mentindo? - Riu enquanto o seguia.

- Não estou insinuando, estou afirmando! - Riu e abriu a porta, deixando que o amigo visse o quarto.

- Caramba… - O de topete sussurrou admirado.

- Gostou?

- Li, isso aqui é lindo!

- Concordo. - Liam riu.

- Eu amei esse lugar! - Se jogou na cama. - Podemos morar aqui?

- Podemos vir aqui mais vezes. - Sorriu.

- Gostei da ideia. - Malik sorriu e se espreguiçou. - Por que não vem deitar um pouco? Essa cama é maravilhosa!

- Ah, claro. - Se deitou um pouco longe de Zayn.
Imediatamente o moreno engatinhou pela cama, deitando mais perto do amigo.

- Você estava longe demais… - Disse inocente, fazendo o menor rir.

- Claro, me desculpe. - Riu. - Quer descansar um pouco?

- Um pouquinho… - Assentiu, parecendo sonolento.

- Vem cá então. - Sorriu e puxou o mais velho, abraçando-o pela cintura.

Zayn apoiou sua cabeça no peito de Liam e suspirou.

- Quer dormir um pouco, ou só ficar assim? - O mais novo perguntou.

- Vamos ficar assim.

- Tudo bem então. - Sorriu e deitou a cabeça na do amigo.

- Esse lugar é perfeito. - Zayn sussurrou.

- Eu fico muito feliz que tenha gostado. - Liam disse baixinho.

- Obrigado. - Sussurrou novamente.

- Está com sono?

- Um pouco.

- Vem, vamos dormir então.

Malik apenas assentiu e fechou seus olhos.

- Durma bem, pequeno. - Payne falou baixo.
-x-
Zayn acordou horas depois, quando já estava de noite. Se mexeu um pouco na cama e se virou, estranhando ao não encontrar Liam ali.

- Liam? - Chamou.

- Ei, você acordou! - O menor exclamou animado, aparecendo no quarto, vestindo apenas uma calça. - Eu ia te acordar, mas você parecia estar num sono tão bom que eu desisti...

- Awn, que lindo. - Zayn comentou brincalhão. - Onde você pensa que vai?

- Nós dois temos planos para hoje a noite, gracinha. - Riu.

- E que planos seriam?

- Vamos sair para jantar.

- Hmmm, eu estou mesmo com fome… - Rolou pela cama.

- Você vai gostar desse restaurante. - Sorriu animado. - E eu posso até pensar em te deixar repetir a sobremesa depois. - Brincou.

- Você acha que eu mereço, papai? - Piscou inocente, o olhando de ponta cabeça, fazendo o outro gargalhar.

- Vamos descobrir. - Sorriu e deu um beijo estalado na bochecha de Zayn. - Agora vai se arrumar, sim?

- Estou com preguiça. - Sorriu.

- Vai, Z. Por favorzinho. - Fez bico.

- Estou indo. - Suspirou.

- Obrigado. - Liam disse animado. - Vou acabar de me arrumar.

- Okay.

-x-
- Está pronto? - O menor perguntou.

- Sim! - Zayn respondeu ansioso.

- Zayn, você está lindo! - Liam falou encantado assim que viu o amigo.

- Você acha? - Perguntou e sorriu.

- Demais! - Sorriu. - Vamos?

- Vamos!

O outro sorriu enquanto pegava na mão de Zayn e o levava para o táxi, logo entregando o endereço para o motorista.

- Onde vamos? - Zayn indagou.

- Num restaurante que um dos nossos sócios indicou.

- Qual?

- Não me faz perguntas difíceis. - Pediu e riu.

- De uma dica!

- Chama Hauser Restaurant, eu acho. - Liam tentou lembrar. - Dizem que é o melhor daqui...

- Sério? - Indagou.

- Uhum. - O outro sorriu enquanto o carro parava. - Chegamos!

- Caramba, Liam! - Zayn disse animado.

- Ele é mais bonito pessoalmente do que nas fotos. - Liam riu enquanto pagava o motorista e descia do carro.

-x-

- E então, o que está achando do nosso encontro? - Payne perguntou divertido, quando ele e Zayn já estavam sentados na mesa.

- Eu estou amando ele! - Zayn sorriu. - Está perfeito

- Fico feliz por isso, Z. - O menor sorriu feliz. Realmente adorava ver o amigo alegre daquele jeito.

- Obrigado por essa noite. - Agradeceu.

- Eu que agradeço... - Liam disse sorridente. - Sei que não era comigo que queria estar, mas mesmo assim...

- Acho que se eu não estivesse com você, não seria a mesma coisa.

- É, mas é seu aniversário de casamento... - Suspirou.

- Mas eu iria passar ele sozinho.

- Eu sei, Z. - Disse baixo e pegou na mão do amigo.

- Obrigado por passar ele comigo.

- Eu que agradeço por você me deixar fazer parte dele. - O mais novo sorriu envergonhado.

Zayn sorriu, apertando um pouco a mão do menor.

-x-

- Lee, esse foi o melhor jantar da minha vida! - Zayn disse animado enquanto andavam pelo hotel.

- Foi mesmo, né? - O mais novo sorriu. - Não me lembro da última vez que me diverti tanto assim.

- Você sabia que teria show durante o jantar?

- Eu nem imaginava! - Riu enquanto entravam no elevador.

- Foi engraçado quando fizeram cantar junto… - Provocou.

- Pois é, eu sempre soube que deveria ser uma Spice Girl. - Brincou.

- Não fui eu quem dançou e cantou Wannabe. - Riu.

- Eu arrasei, você só ficou com inveja. - Disse divertido.

- Uhum, com certeza. - Zayn riu, se abraçando em seguida.

- Está com frio? - Liam perguntou preocupado.

- Um pouco… - Admitiu.

- Vem cá… - Sorriu e puxou o amigo para si, o abraçando.

- Hmmm, isso é gostoso. - Ronronou.

O mais novo riu, ainda abraçado ao maior.

- Amanhã vamos comprar mais alguns casacos para nós dois, senão não vamos conseguir fazer o que planejei…

- E o que você planejou? - Perguntou curioso.

- Nem vem, é surpresa. - Riu.

- É o meu aniversário de casamento! Eu mereço saber! - Choramingou.

- Mas eu sou seu acompanhante, eu preparei essa viagem e eu digo que você não vai saber antes da hora. - Brincou.

- Céus… Você é tão malvado…

- Oh meu amor, não fala assim de mim… - Fez bico, apertando o amigo.

- Você não é mais meu amor, Payne. É malvado demais comigo. - Se livrou dos braços dele, saindo do elevador.

- Você está me dispensando? - O olhou incrédulo.

- Uhum, estou. - Riu enquanto andava.

- Mas… Mas... Você não pode fazer isso! - Começou a andar atrás dele.

- Não só posso como já fiz, gracinha. - Pegou o cartão de acesso do quarto.

- Zaynnie, isso não é justo!

- É sim. Você foi malvado comigo, acho muito justo. - Entrou no quarto.

- Tudo bem, mocinho. - Fechou a porta atrás deles. - Já chega! - Pulou em cima dele, caindo os dois na cama.

- O que está fazendo? - Perguntou confuso, rindo um pouco.

- Você não vai me dispensar assim, Malik. - Disse decidido, sentado em cima do amigo.

- E o que você vai fazer, gordinho? - Provocou.

Liam arqueou a sobrancelha, observando o mais velho.

- Você vai se arrepender tanto disso… - Negou com a cabeça, começando a fazer cócegas nele.

Zayn começou a gargalhar, se mexendo desesperadamente debaixo do amigo.

- L-L-Liam… - Chamou com dificuldade. - P-P-Para… - Pediu.

- Não.. Não até você admitir que me ama e não consegue viver sem mim…

- E-E-Eu não vou fazer isso! - Negou.

- Tudo bem, então vamos continuar. - Sorriu, as mãos passeando pelas áreas que sabia que seu amigo tinha cócegas.

- P-Para… P-por favor… - Pediu entre a risada.

- Nope. Admita, ai penso no seu caso.

- Por favor… - Choramingou.

- Não, você já sabe o que precisa fazer.

- E-Eu te amo… - Disse baixo.

- O que? Acho que não entendi…

- Liam, eu já disse…

- Mas eu não entendi, Zaynnie…

- E-Eu te amo! - Disse mais alto.

O mais novo sorriu.

- Ainda falta uma parte…

- Eu te amo e não vivo sem você… Eu não vivo sem você, Leeyum. - Choramingou.

- Aaaaah, agora sim… - Sorriu satisfeito, parando as cócegas.

- Você… É malvado… - Disse sem fôlego, respirando ofegante.

- Mas você me ama, e não vive sem mim. - Se inclinou, beijando a ponta do nariz dele.

- Isso é verdade, gordinho. - Riu, colocando a ponta da língua pra fora.

- Eu amo esse seu sorriso… - Sorriu.

- Eu sei! - Brincou, o puxando para si e o abraçando.

- Hmmm, acho que vou dormir aqui… - Ronronou.

- Seu folgado… - Riu.

- Ah, está gostoso… - Sorriu.

- Eu sei… Sou um ótimo travesseiro… - Acariciou o cabelo do amigo.

- Uhum, muito bom… - Fechou os olhos, apreciando o carinho.

Logo eles ouviram um celular tocando, o que fez os dois resmungarem contrariados.

- É o seu, Lee. - O mais velho disse.

- Calma, estou procurando. - Riu, mexendo no bolso da calça. - Ah, é Harry… - Sorriu, sentando na cama e atendendo a chamada de vídeo. - Hey Hazz!

- Leeyum! - O garoto sorriu animado. - Como estão as coisas por aí?

- Tudo ótimo! Acabamos de voltar de um jantar muito bom.

- Liam cantou Wannabe no palco! - Zayn contou animado, apoiando a cabeça no ombro do amigo.

- Eu ouvi Wannabe! - Ouviram a voz de Louis, que logo veio correndo, se jogando ao lado de Harry no sofá.

- Sim… Teve um show durante o jantar, e me chamaram pra cantar… - Liam contou baixo, emburrado.

- E foi tão bonitinho ver ele cantando e rebolando! - O outro riu.

- Você está claramente me avacalhando… - Murmurou, os olhos semicerrados enquanto olhava para o de topete.

- Mas foi fofinho mesmo. - Fez bico, olhando o mais novo.

- Céus, vocês são tão gays. - O de cabelos cacheados fez careta.

- Não somos nada! - Responderam juntos, olhando incrédulos para o amigo.

- Claro que não. - Revirou os olhos. - Bom, liguei pra vocês porque tem gente querendo falar com vocês… - Contou e logo as crianças vieram correndo, pulando nos tios.

- Papai, papai! Você não sabe o que aconteceu hoje na escola! - Ben disse afobado.

- O que aconteceu, meu amor? - Zayn perguntou.

- Sam bateu num menino mais velho!

- Como é que é? - Liam perguntou assustado. - Samuel, por que você fez isso?

- Como você é linguarudo, Ben! - O mais velho reclamou, olhando para o notebook em seguida. - Papai, me desculpe, eu tinha que fazer isso! Esse garoto fica atormentando o Ben, falando coisas feias pra ele!

- Que tipo de coisas feias? - Perguntou e viu o filho abaixar a cabeça, não querendo contar.

- Lee… Ben já me contou sobre esse garoto… Eu já fui algumas vezes na escola falar com a direção, mas nunca adiantou…

- Mas o que esse menino faz? - Perguntou confuso.

O mais velho suspirou, se aproximando e sussurrando algo no ouvido do amigo.

- Oh, entendi… - Disse baixo, voltando a olhar para o celular em seguida. - Tudo bem, Sam, você não está de castigo… - Viu o menino comemorando. - Mas vamos conversar quando chegarmos em casa, está bem? - Perguntou e ele murchou.

- Claro, papai… - Disse baixo.

- Tio Liam… - Benjamin chamou. - Não briga com o Sam, por favor… Ele só estava me protegendo…

- Eu não vou brigar com ele, Ben. - O homem afirmou. - Entendo porquê ele fez isso, só não quero que ele fique entrando em brigas…

- Não foi bem uma briga… - O maior choramingou.

- Tudo bem, crianças… Deem boa noite pros pais de vocês, já passou da hora dos mocinhos irem dormir… - Harry pediu.

- Espera, eu quero falar com meu papai! - Rachel pediu, subindo no sofá com dificuldade, sentando no meio dos homens.

- Oi, minha princesinha! - O homem sorriu bobo. - Como estão seus dentinhos?

- Estão bem… Tio Lou me levou no hospital pra tirar aqueles fios estranhos que estavam me incomodando…

- Que bom, meu amor. - Sorriu. - Estão se comportando aí?

- Uhum. Só Sam que fez besteira… - Contou.

- Linguarudos! - O menino gritou, distante do notebook.

- Continue se comportando então… Logo logo volto pra casa, está bem?

- Está bem. - Sorriu.

- Vamos crianças, hora de dormir. - Louis chamou e eles reclamaram. - Nada de “aaah”. Deem boa noite pros pais de vocês e vamos pra cama.

Os três logo se aproximaram, seguidos por Amber, que pulou no colo do mais velho, os olhos quase fechando de sono.

Logo foram se despedindo dos pais, e foram para suas camas, deixando Harry sozinho ali.

- Vocês não sabem como isso está fazendo bem pro Louis… - Contou. - Ele está todo derretido com as crianças, adorando ficar com elas…

- Que bom que elas não estão dando trabalho… - Zayn riu.

- Hazz… Me desculpe pela briga… - Liam disse.

- Imagina, está tudo bem… Louis foi buscar Sam na diretoria, adorou a ideia de se envolver na vida das crianças… Acho que está precisando de uma pra ele, sabe?

- Mas ele já tem Amber… - O de topete cantarolou.

- Você entendeu o que eu quis dizer, Malik. - Revirou os olhos.

- Para com isso, Zaynnie… - O outro disse. - Amber só será filha de Louis quando os dois se casarem…

- Vocês dois vão mesmo começar com isso? - Arqueou a sobrancelha.

- Mas Hazz, o nome de Amber ficaria tão lindo com os dois sobrenomes… - Zayn disse inocente.

- E ela já vê Louis como um pai. - O outro completou.

- Ok, foi ótimo falar com vocês, até depois! - Desligou nervoso, fazendo os dois gargalharem na cama.


Notas Finais


É isso, eu acho
Espero que alguém aparece por aqui pra ler isso
Até o próximo xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...