História Welcome to Hollywood - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias James McAvoy
Personagens James McAvoy, Personagens Originais
Tags Anya Taylor Joy, Hollywood, Hugh Jackman, James Mcavoy, Luke Bracey, Michael Fassbender
Visualizações 3
Palavras 1.191
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem, boa leitura!!

Capítulo 4 - You and I


Fanfic / Fanfiction Welcome to Hollywood - Capítulo 4 - You and I

2 Semanas depois

James Pov

Giovana me fez sentir nas nuvens, ela tem mexido com meus pensamentos desde o primeiro dia que a vi naquela cafeteria!

Toda vez que penso naquela menina mulher, meu coração acelera de tal maneira, nem quando estava no começo do meu relacionamento com minha ex-esposa era assim, essa brasileira tem brilho e deixa a marca dela aonde passa mesmo.

{...}

- Ok deixa eu ver se eu entendi, você se apaixonou por uma atendente de um café ? – Fassbender arqueava a sobrancelha pelo fato de não estar acreditando – James, James, James isso é arriscado, você sabe que essas mulheres só querem se aproveitar de homens famosos como nós e ter seus quinze minutos de fama. – Falou incredulo

- Não Michael, jamais Giovana iria fazer isso e até ela mesma disse para nós pararmos de se encontrar pois os paparazzis poderiam nos ver e o seu rosto estar nos sites de fofocas – Argumentei contra seu comentário desnecessário

- Tudo bem, se é o que você acha e acredita, quem sou eu para desacreditar ? – Debochou da situação e deu de costas

A realidade é que eu já estava apaixonado por Giovana, mas não queria admitir para mim mesmo que meu coração havia despertado um interesse por uma mulher muito mais jovem e isso ainda era um preconceito para mim.

Deixei meus pensamentos preconceituosos sobre o amor e lembrei que tinha marcado com a Gio de jantarmos juntos e ainda não tinha feito nada!

Resolvi cozinhar um frango, sim, no melhor estilo escocês da culinária escocesa! Peguei duas taças de vinho, arrumei a mesa, perfumei o ambiente. Faltava apenas 15 minutos para o frango estar pronto e minha campanhia tocou, sabia assim que abrisse a porta encontraria uma das mulheres mais linda em minha frente.

- Olá Giovana, entre – Falei dando passagem para a mesma entrar

Ela estava vestida em um macacão branco, social e sua maquiagem simples destacava ainda mais sua beleza exterior!

- O cheiro está ótimo – Sorriu seguindo-me até a cozinha – Não sabia que você cozinhava, James.

- Tem muitas outras coisas que você ainda não sabe sobre mim, meu anjo – Pisquei e ela gargalhou

- Pelo jeito sim viu – Me abraçou por trás – tento me livrar de você, mas está quase impossível! – Me virei para ela

-Por que você tenta se livrar de mim ? -Arqueei a sobrancelha

- Bom, somos de mundo completamente diferente, James. – Alisou meu rosto – Eu tenho medo, não medo de você, mas do que os seus fãs, a imprensa e até sua família pode pensar de mim, sendo que sou uma atendente de um café e saindo com um ator famoso de cinema. – Suas palavras eram com a mais sinceridade

- Hey, eu não estou nem aí para o que as pessoas irão dizer. – Peguei suas mãos e as beijei – Eu só sei que você é a mulher mais incrível que já conheci, mesmo com tão pouco tempo! – Ela sorriu

- James, eu acho que deu ruim no frango.

Quando olhei para trás estava saindo fumaça da panela, mas não era vapor, era fumaça mesmo! Gio gargalhava do meu desespero

- Em vez de você ficar aí rindo igual uma hiena engasgada, por quê não me ajuda ? – Fingi que estava com raiva

- Desculpa McAvoy, mas foi bem engraçado.- Continuou rindo e eu revirei os olhos

No final das contas, resolvemos pedir comida japonesa e comer em casa mesmo! Colocamos tudo na mesa de centro no meio da sala e comemos sentados no chão, Giovana faz tudo ficar incrível, mesmo sendo algo “simples”, e isso que mais me impressiona! Ela é “simples”, em nenhum momento em tão pouco tempo ela me exigiu algo ou insinuou que estava saindo comigo por interesse, eu sei de tudo isso, pois já saí com mulheres interesseiras e ela é total diferente dessas.

- Sabe Giovana, eu sei que ainda está muito cedo para isso. – Ela olhava atentamente cada palavra que eu dizia e me fitava com aqueles olhos profundamente sexy – Bom. – Travei e ela fez um sinal para mim continuar. – O que quero dizer é que se você quiser, estarei aberto para algo mais sério com a sua pessoa e não apenas uma “pegação”

- Ah James, eu já disse o quanto tem me surpreendido ? – Me olhava com ternura enquanto tocava em minha mão – Você é um cara incrível e eu tenho te admirado demais, mas eu também estarei disponível para isso – Piscou

- Ok, eu confio em você – Dei um selinho nela

Ficamos conversando e não reparamos no horário, até porque quando estamos juntos parece que a hora voa ou o tempo para!

- Meu Deus, é muito tarde James – Disse olhando para o relógio em seu pulso

- Nem ouse em ir para casa sozinha, moça, hoje eu vou estar cuidando de você – Beijei sua testa e antes que ela continuasse a interrompi – Sem mais, hoje vai me fazer companhia!

E assim foi feito, ficamos no sofá assistindo alguns filmes e comendo pipoca (sim, somos dois comilões) mas Giovana caiu no sono, carreguei-a no colo até meu quarto e a pus em minha cama, deitei ao seu lado e fiquei admirando a garota que vestia minha camiseta e dormia feito um anjo! Apaguei a luz do abajur e cochilei.

{...}

Giovana Pov 

Alguns raios de sol tentava invadir o quarto através da persiana, olhei para o lado e não encontrei James, sai do quarto e caminhei até a sala e ele também não estava, até que ouvi sua voz, ele parecia estar falando com alguém ao telefone. Fiquei atrás da parede para ouvir, sei que era errado, mas minha curiosidade me matava.

- Sim, eu sei Anne Marie, mas ele é meu filho também e eu tenho todo o direito de vê-lo – James batia na mesa – Ok, nos veremos isso no Juiz então – Desligou o celular enfurecido – Porra – Sussurrou

Sai de trás da parede e entrei fingindo que não ouvi nada, apenas a última frase!

- Bom dia – Falei dando um selinho nele

- Bom dia minha linda – Ele tentava disfarçar sua fúria

- Aconteceu alguma coisa ? -Retruquei

- Não Gio, não aconteceu nada! – Tentando disfarçar

- Qual é Jay, eu ouvi tudo, o que está acontecendo ? Sua ex está te impedindo de ver seu filho ?

- Sim, é exatamente isso mesmo, Anne Marie não quer que eu fale ou pegue Brendan para ficar comigo e agora temos uma audiência sobre isso – Seus olhos já estavam marejados de lágrimas – O meu filho é o meu maior presente Gio, eu não o vejo desde as últimas filmagens do meu último filme, e isso tem me feito muito mal!

- Calma Jay, vai dar tudo certo. – Puxei ele para perto de mim e o abracei – Relaxa que daqui a pouco o Brendan vai estar aqui correndo e brincando com você, pensa positivo. – Dei um selinho

- Como seu colo me alivia – Soltou um riso enquanto colocava café para mim.

Passamos a manhã juntos e conversando sobre coisas aleatórias, James me fazia rir com as suas palhaçadas e eu ria feito boba, cada vez mais eu estava completamente apaixonada!




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...