História Welcome To My Dark Side - Justin Bieber - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Gigi Hadid, Justin Bieber
Visualizações 28
Palavras 495
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá bad babies ♥ fiquem com o capítulo de hoje.

Capítulo 2 - Primeira sessão.


Ele continua em silêncio e começo a lhe fazer algumas perguntas.


- Por que escolheu cortar a garganta de suas vítimas como sua "marca registrada"? - tentei iniciar um assunto mas ele continua se recusando a me responder.


Tentei fazer outras perguntas mas continuei sem nenhuma resposta.


-Tudo bem senhor Bieber, quando quiser... - sentei e fiquei encarando-o.


Senti seu olhar sobre meu decote e logo ele resolveu dizer alguma coisa. - Sabe que não pode usar esse tipo de roupa aqui, não é? Creio que não queira psicopatas se masturbando enquanto pensam em você...


Pensei em respondê-lo mas decidi apenas repetir a primeita pergunta.


-Só isso que você tem para perguntar? Se for, eu já posso ir embora. - ele disse num tom de voz seco, não queria estar aqui e era bem perceptível. 


-Preciso começar de algum lugar para poder te ajudar, senhor Bieber. - digo calma. 


-Quem disse que eu preciso de ajuda? - começou a ficar bravo e aumentou o tom de voz. - E mesmo se precisasse você não conseguiria me ajudar porque você não sabe como, não é mesmo? Não sabe porque nunca conseguiu chegar até o fim com um cara como eu.


- Calma senhor Bieber... Não estou aqui pra te deixar irritado...


-É aquilo que quer saber? Então eu respondo! Eu corto a garganta das minhas vítimas porque sinto prazer em ver o sangue delas escorrendo, sinto prazer em vê-las gritando de dor e implorando por piedade.


- Por que só escolhe vítimas mulheres menores de 25 anos? 


- Porque elas são mais fáceis de manipular e levar pra cama, e também porque são mais fracas então facilitam meu trabalho.


-Então você satisfaz seus desejos e depois as mata?


- Sim, mas infelizmente só escolho putas que fodem mal pra caralho. E depois que me canso eu mato elas.


- Quando começou a matar? - ele ficou pensativo e o silêncio voltou. - É um assunto delicado, tudo bem se não quiser . 


Ele não respondeu e eu comecei a anotar algumas coisas.


-Eu não deveria estar aqui agora, mas por um pequeno descuido eu tô tendo que aguentar a porra de uma psicóloga burra que não sabe nem o que perguntar.


- Como era sua infância? 


Ele parecia pensar então demorou um pouco para responder. -Eu morava num bairro fodido, com uma mãe drogada e um pai instável. Acho que já imagina o resto.


- Quem foi sua primeira vítima? 


- Minha mãe... - ele disse sorrindo vitorioso - Eu tinha acabado de completar 18 anos e tava cansado daquela puta, então eu matei.


- Assim, sem mais nem menos? 


- Sim. Eu peguei uma faca e enfiei nela 25 vezes, foi a melhor coisa que já tinha feito em 18 anos de vida.


Olhei no relógio e já marcava 17:56, havia passado muito da minha hora.


- Nossa sessão acabou por hoje, senhor Bieber. Até semana que vem - sorri e chamei o agente penitenciário.


-Até senhora Hadid. - ele disse saindo da sala.


Peguei minhas coisas, me despedi dos funcionários e fui pra casa.



Notas Finais


Querem que eu foque no passado do Biebs, ou continue focando nos seus crimes?
Amo vocês bbs ♥ até mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...