História Welcome to my hell - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~Luan_Grady

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 25
Palavras 388
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oieee povo

Capítulo 7 - Cry baby


Fanfic / Fanfiction Welcome to my hell - Capítulo 7 - Cry baby

Meu dia, não foi lá um dos melhores.

Meu irmão, antes de eu chegar na sala me xingou muito. Eu não estava de bom humor.

Muitas pessoas ficaram me olhando, talvez seja por que eu fiquei junto com um garoto do 9 ano na hora da saída. Mas eu posso falar com as pessoas né?

Mary- Hi, como vai seu novo amigo?

- Não sei se somos amigos. Mas, eu acho que ele vai bem sim.

Mary- A tá, é só que, vocês pareciam bem íntimos ontem. Mas, desculpa por perguntar, é que percebi que tem um monte de gente comentando

- o que?

Mary- e não é nada bom. Te chamaram de Vadia.

Puts! Poxa, agora sim eu quero sumir!

Mary- Eu sei que vc ia pedir pra te falar tudo então. Bem, te chamaram disso, te viram chorar no carro ao contrário de sua mãe e seu irmão e também estão te chamando de bebê chorona

Socorro! Eles não têm o mínimo de piedade? Será que não sentem nada? Não sofrem? Não tem consciência?  O carma não funciona com eles?

Meu coração batia, eu me sentia afogada com cada lágrima que ainda não chorei. Ao mesmo tempo perdia o ar, sendo asficçiada pelas palavras que não disse, pelos meus sentimentos. Estava tentando engolir tudo de uma vez, e sabia que se fosse assim um dia iria acabar o minha própria alma.

Finalmente o lindo sinal bateu para o intervalo.

Saí da sala , na esperança de ir ao meu cantinho e chorar, só um pouco.

No caminho encontrei o mesmo garoto de ontem. Ele parecia feliz, não queria acabar com a alegria dele.

Luan- Como está? - Perguntou

- Bem - Falei baixo

Luan- Sério? Pode confiar em mim.- Olhei para ele, estava sorrindo.

Nos sentamos no chão e eu fiquei desenhando.

Luan - Você está desenhando?

- Sim - Respondi baixo novamente.

Ele pediu meu caderno, escreveu algo e me devolveu

"Smile, please! Não se esconda em um falso sorriso, você tem o direito de não estar bem. Você não precisa lutar contra isso sozinha! Right here!!!! Ouça essa musiquinha linda! :)"

Eu lembrei da tradução dessa música realmente linda. Comecei a chorar e o abracei! Eu já não estava bem, mas ele retribuiu o abraço e eu me senti segura. 

No momento não estava me importando com idade, com o que ele pensaria de mim! Nada, eu só não queria sair dali.


Notas Finais


Oi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...