História Welcome to My life - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Tokyo Ghoul
Personagens Juuzou Suzuya
Visualizações 12
Palavras 1.223
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Momentos de paz


Fanfic / Fanfiction Welcome to My life - Capítulo 6 - Momentos de paz

Ainda os dois estavam caminhando juntos, Maika olhava para o chão e Juuzou para cima, passaram um tempo em grande silêncio até que Juuzou disse:

"Tokyo é realmente incrível, não é?"

Falava em um grande sorriso transmitindo um som fofo enquanto fechava seus olhos, a garota ergue a cabeça e suspira.

"Sim, afinal, você veio a Tokyo para apenas estudar ou algo assim?"

Juuzou abriria os olhos lentamente e começaria a alisar seu queixo com a sua mão de uma forma pensativa

"Bem...digamos que fui enviado para cá com um objetivo, Mas na maior parte eu vim apenas para estudar mesmo".

A garota passaria a olhar fixamente para Juuzou, um pouco curiosa.

"Que tipo de objetivo seria?"

Juuzou daria uma pequena risada e olharia para a garota, que estava confusa.

"É segredo de familia, então não posso contar".

Ela suspira decepcionada e logo voltaria a olhar para frente, em passos lentos e curtos.

"Entendo...."

Mais uma vez eles ficaram em silêncio por 5 minutos, Juuzou já um pouco constrangido com esse "imenso" silêncio, resolve puxar assunto:

"Ei, você tem uma irmãnzinha, não é? Eu adoraria conhece-la".

Faria uma expressão amarga

"Não acho que seria uma boa idéia".

Ele faria uma expressão fofa, tentando manipular a garota.

"Por favooor...não custa nada...."

Suspiraria e logo começaria a apertar severamente as bochechas do garoto, o olhando com um jeito frio e sádico.

"Se você fizer alguma coisa com ela, eu juro que te mato".

Ela pararia de fazer tal ato, e logo Juuzou sorriria dando pulinhos.

"Eu vou ir na sua casa conhecer sua irmã, tem coisa melhor?"

"Tem".

Ele daria uma risada e os dois seguiriam juntos para a casa da menina, após um tempo de caminhada, eles chegariam em frente a porta.A garota vai até a mesma e pegaria uma chave, logo abriria a porta e entraria na casa.

"Estou de volta".

Podia-se ver a garotinha sorridente e feliz, indo correndo para dar um abraço em sua irmã.Assim que ela a abraça, olharia para Juuzou que estava com os olhos brilhando de tanta fofura.

"Sugoi, por que não disse que a sua irmã era tão fofinha?!"

Ele tentaria agarrar a bochecha da menininha, mas a Maika o daria um chute tão forte que ele acabaria batendo suas costas na parede, assim causando algumas rachaduras e o deixando tonto enquanto escorregava até o chão.

"Já disse que não era para fazer nada com ela".

A menininha daria uma risada e logo pararia de abraçar a garota, dando alguns passos atrás, perguntaria transmitindo um ar de inocência.

"Quem é ele, irmã?"

Maika olharia para Juuzou que logo se recompôs, se levantando devagar ainda um pouco tonto, o mesmo começaria a coçar a sua nuca envergonhado.

"Ele é um cara que andou me seguindo até aqui, conheci ele na escola, então agora ele não larga do meu pé".

Juuzou ficaria abalado com tais palavras, em sua visão, estava tudo roxo e ele estava em branco, como nos animes de comédia, a menininha ri novamente.

"Não se preocupe, minha irmã é assim mesmo, grossa, chata, fria, sincera, severa, sádica, psicopata, mas ainda assim é uma boa pessoa".

Maika ficaria com a mesma expressão que Juuzou.

"Obrigada por isso, eu acho..."

A menininha ficaria confusa e logo daria uma risada de desespero.

"Então, querem fazer algo...tipo....brincar de mimica de animais?"

Insinuou a garotinha, falando em um tom animado e dando pulinhos, Juuzou se recupera e começaria a dar pulinhos também.

"Uoh! Eu adoro essa brincadeira, posso ser o primeiro?!"

Maika se levanta e suspira, colocando a mão em sua cintura e olhando os dois com um tom frio.

"Que seja...não tenho opção, você começa, Juuzou".

Ele daria um grito de comemoração e mandaria as duas se sentarem.Após isso, ele da alguns passos para trás e começaria a fazer sinais e poses estranhas com seu corpo.

"Que tipo de animal é esse? Uma lacraia?"

Ele vira a cabeça significando um não, ainda continuando a fazer aquilo.

"Lagartixa?"

Faria mais uma vez o mesmo sinal, ficaram um tempo nisso até Maika ter um palpite.

"Dinossauro?....tiranossaurus rex?"

Juuzou pararia com as poses e faria um sinal de joinha com as duas mãos, dando um longo sorriso.A menininha aplaudia para a irmã, que logo deu um pequeno sorriso enquanto olhava a mesma.

"Sua vez, Onee-Sama".

"Uh...eu não sou boa com isso..."

Juuzou puxaria a garota para perto dele, logo dando tapinhas em sua costas.

"Larga de cu doce e vai!"

Maika o olharia com um tom ameaçador, o mesmo esqueceu que havia uma criança por perto e logo taparia a sua boca.

"Escapou..."

"Sabe o que mais vai escapar? Minha mão na sua cara...."

A menininha estaria confusa e logo cutucaria a irmã.

"O que é um cu doce?"

Maika se agacha e apoiaria as mãos nos ombros da menininha.

"Gente frescurenta, agora vai lá e se senta, eu já pensei em que animal ser".

Acentiria com a cabeça, e faria o que a irmã havia pedido, Juuzou também faria o mesmo e apenas esperava anciosamente.Maika suspira e logo levaria as suas mãos um pouco acima de sua cabeça, começando a abaixar e levantar, ficaria um pouco corada e começaria a fazer poses estranhas também.

"Uh....Raposa?"

Faria um sinal de não com a cabeça e  continuaria com aquilo, ficando completamente vermelha por aquilo ser vergonhoso, "perdi minha dignidade" pensou a garota enquanto esperava algum dos dois acertarem.

"Coiote?"

Faria o mesmo sinal e ficaria em modo quadrúpede, começando a pular, a irmã abriria um longo sorriso e logo falaria, mas Juuzou acabou dizendo primeiro.

"Coelho!".

Maika se joga no chão envergonhada, praticamente, queimando! A menininha bufaria e olharia para Juuzou tentando parecer ameaçadora, ele dá uma risada e logo mostraria linguinha, a menininha faria o mesmo e logo Maika se levantaria, indo se sentar novamente.

"Sua vez..."

Falou para a menininha, que estava animada, a garotinha se levanta e segue andando um pouco a frente.

"Certo, tentem adivinhar!"

Começaria a rebolar de um jeito estranho enquanto seus braços estavam para o alto, ambos ficaram com a face em branco e logo começaram a rir, a menininha estava abrindo um longo sorriso, ainda continuando com aquilo.

"Lagarta?"

Faria um sinal de não com a cabeça, ainda rebolando.

"Lacraia?"

"Lacraia não são fofas!"

Maika suspiraria tentando não rir, ainda pensando no que poderia ser.

"Dá uma dica.."

A menininha acentiria com a cabeça.

"Elas são verdes e se encontram lááá no fundo do mar.

Maika estapearia seu próprio rosto e daria uma outra risada.

"Não vai me dizer que é alga?"

A menina acentiu com a cabeça fazendo uma cara boboca, Maika se levanta e vai em direção a menina, logo daria um peteleco em sua cabeça e a menininha soltaria um "ai" enquanto esfregava a mão em sua testa.

"Alga marinha não é animal".

Fecharia os punhos com força e começaria a gritar de uma forma fofa.

"Mas elas se mexem!estou errada, menino?!"

Olharia para o Juuzou, que estava morrendo de rir, Maika começaria a rir também e a menina faria uma expressão fofa e irritada.O dia estava sendo bem divertido mesmo que tivessem sido pouco tempo, ver e ouvir aquilo deixava Maika mais calma e alegre, coisa que dificilmente ela era antes.A criança continuava a berrar, mas logo parou e começou a dar uma risada.

"Ótimo, então do que quer-"

Podia-se ouvir um barulho...algo mais parecido com um disparo, Maika parou de rir e Juuzou também.A menininha estava caindo lentamente enquanto sangue voava pelos ares, deixando um pouco pegar na face da Maika, que logo ficou sem expressão.Os braços dela foram para o lado e lentamente caia...até que finalmente ela havia caido completamente no chão, Maika daria alguns passos para trás e caiu sentada no chão, respirando ofegante enquanto não parava de olhar para o sangue saindo da cabeça da menina, ela olha para o lado e veria...que sua paz acabou.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...