1. Spirit Fanfics >
  2. Bem vindo a Setealem >
  3. Cap 1. "A Figure in a Stranger House"

História Bem vindo a Setealem - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


"Ah,nick vc n disse q n ia fazer mais Sycaro?"


DISSE,MAS TU TA VENDO UM "SYCARO" NO NOME CARALHO?!

(Essa fic nao é recomedada para pessoas que tem algum tipo de trauma por sangue ou sao bastante sensíveis)

Capítulo 1 - Cap 1. "A Figure in a Stranger House"


Era uma noite fria de outono, a lua estava em seu ponto mais alto e o grande relógio da igreja ja estava tocando indicando a chegada da meia noite e Ycaro, um pequeno garoto de 11 anos, estava tentando dormir, por mais que soubesse que nunca iria conseguir se continuasse com aquela grande dúvida


Opa! Eu ja avisei que você nao pode vir pro futuro? Se não, saiba que você nao pode! Vamos voltar para a tarde daquela segunda








•Segunda• 07/09/2015 •15:47•


Y-Mas maaee

-Eu ja te disse que nao vou comprar isso, deixa de manha

Y-Mas todo mundo tem um!

-Eu ja estou cansada de falar que...

Y- "Você nao é todo mundo bla bla bla"- resmunga com uma voz debochada- e eu ja estou cansado de ouvir isso!

-entao deixa de teimosia e me ajuda a levar as compras ate o caixa

Y-Ta bom...


Q.D.T.

-Querido me espere aqui, eu tenho que resolver algumas coisas- diz dando algumas sacolas cheias de compras para o garoto

Y- Certo -Ycaro responde a mais velha e ela logo começa a andar em direção a algum lugar aleatório

Minutos se passaram e Ycaro ja estava ficando entediado então comecou a olhar algumas casas que estavam ao lado da sua


Haviam casas normais ,casas um pouco mais luxuosas e uma pequena casa abandonada escondida no meio das outras

Ycaro ficou observando a pequena casa, tentando adivinhar o porque de existir uma casa tao estranha no meio de um bairro como aquele, nao era um dos melhores bairros, mas nao era fácil encontrar casas como aquelas lá

Depois de um tempo observando ele percebe que havia um vulto preto na janela, quando percebeu deu um passo para trás e o vulto desapareceu na escuridão


Y pens- MAS QUE MERDA ERA AQUILO?!

-Que bom que ainda esta aqui!- sua mãe apareceu atrás do mesmo- pensei que ja estaria indo para casa

Y- A-Ah! Era para eu ir?

-Ahahah, nao precisava- fala pegando algumas sacolas que estavam no chão- agora vamos para casa!


VOLTANDO...


Ycaro nao havia prestado muita atenção no vulto mas a silhueta parecia de um garoto alto então nao sabia muito bem oque havia lá

Por estar se mexendo muito,acabou chamando a atenção de Liza, uma gata que o mesmo havia adotado para o fazer companhia

A gata se levantou e subiu na cama de Ycaro ,e se deitou do seu lado

Y- Ah,oi Liza, nem falei contigo hoje- fala acariciando a gata- Confesso que estou um pouco assustado, hoje mais cedo eu vi uma sombra na janela daquela casa estranha que eu tinha te dito, lembra?- E como ja era o esperado, a gata apenas miou e olhou confusa para o garoto- e agora eu nao sei se eu vou atrás daquele tal vulto e arrisco a minha vida ou eu fico aqui, oque acha?

Liza se levantou e pulou em cima de uma pilha de roupas, e de lá caiu um moletom branco, uma calça jeans preta e uma touca

Y- Eu vou considerar isso um "Vai logo" -Ycaro se levanta e pega as roupas que haviam caído, logo se trocando e pegando uma lanterna

 Ycaro pega a pequena gata e pula a janela

Depois de muito andar, chegou na pequena casa 

Ela era uma pequena casa de madeira bruta, seu telhado estava acabado e a pintura nem se fala! Ycaro suspirou e logo entrou na casa

A madeira do piso estava tao velha que com alguns passos de Ycaro ,quase caiu

Liza passou na frente do garoto e subiu as escadas, enquanto Ycaro decidiu ver a sala, que foi o lugar que viu o tal vulto





"Quem deixou você vir aqui sem permissão?"




Uma voz rouca ecoou pela sala, assustando Ycaro

Y- Q-QUEM É VOCÊ?!

??- Eu que pergunto, quem é voce e oque você esta fazendo na minha casa- Ycaro finalmente havia reconhecido....

Era o seu vizinho






Mentira-


Era o vulto que ele havia visto mais cedo!


Metade do seu rosto ainda estava tampado pelo escuro, mas mesmo assim era possivel ver seus olhos completamente pretos e sua pele branca

??- Vai, me responde, quem é você?

Y- E-Eu sou um garoto que mora aqui do lado... Me chamo Ycaro, Carlos Ycaro Gabryel

??- Hm, ja pode ir embora, eu nao sou obrigado a me apresentar

Y- Uh, então por que eu sou obrigado

??- Eu nao te obriguei, você que falou por livre e espontânea vontade

Y- Uh... é mesmo

Ficaram se encarando por um tempo, até que Liza chega e pula no colo de Ycaro

??- Que negócio é esse?- fala apontando para a gata

Y- Uhh... Um gato?

??- Isso eu sei, mas por que ele é tão... Branco?

Y- Primeiro, é ela ,e segundo, porque gatos podem ter qualquer cor...?

??- No meu universo gatos só podem ser cinzas ou pretos

Y- Pera, como assim no SEU universo?

??- Ugh, eu sou o Rodrigo, mas meus amigos ne chamam de Saiko, e eu vim de setealem, um universo alternativo desse

Y- Eu ja ouvi falar sobre, você nao deveria matar humanos?

Sa- Que bom que me lembrou....- um sorriso maligno surge em seu rosto

Ycaro começa a recuar vendo Saiko se aproximar, chega na frente da porta pensando em escapar(oloko rimou)

Mas quando chega na frente percebe que uma grande parede negra havia cobrido toda a porta

Nao havia mais muitas opções entao apenas ficou esperando a morte chegar

Saiko se aproximou, e Ycaro começou a fechar seus olhos










Sa- Pfft....

Ycaro abriu um de seus olhos e Saiko ja estava uns 15 centímetros na sua frente

Sa- AKAKAKAKAKAKA, AI, VOCÊ TINHA QUE TER VISTO A SUA CARA- o loiro ainda estava confuso entao apenas franziu as sobrancelhas e ficou olhando Saiko se matar de rir

Sa- Eu nao ia te matar não, imbecil, só tava te zoando mesmo

Y- E-entao quer dizer que voce é "do bem"?

Sa- Praticamente sim, e eu também quero entender como você acreditou tao rapido que eu sou de setealem- logo após de Saiko dizer isso, as madeiras que cobriam as janelas ao seu lado caem, mostrando todo o resto da aparencia de Saiko, ele tinha pequenas marcas pretas perto dos olhos e usava um moletom cinza totalmente ensanguentado,uma calca preta e tinha duas pequenas asinhas na cabeça

Y- Olha, eu acho que não é muito normal você entrar em uma casa abandonada e encontrar um cara com olhos completamente pretos

Sa- Esqueci desse detalhe- fala rindo- enfim, eu nao te matei porque eu faço parte de um lado de setealem que nao quer matar os humanos, a gente quer proteger os humanos que caem por ali

Y- Um humano ja foi pra setealem?!

Sa- Uhum, a gente até cuida de uma, o nome dela é Julie

Y- Wow que legal! E voce tem idade para cuidar de uma humana?

Sa- Eu nao sei, acha que 3.895 anos ta bom?

Y- MEU DEUS! TA MAIS QUE ÓTIMO! MAS COMO VC TEM TUDO ISSO?! PARECE QUE TEM UNS 17

Sa- Na verdade no mundo humano eu tenho 15

Y- Continua maior que eu, eu tenho só 11

Sa- Agora eu entendi porque você é tão baixo

Y- Eu nem sou tão baixo

Sa- Aham eu acredito sim... Mas enfim, você sabe aquele espelho que tem ali na sala?

Y- Oque que tem

Sa- Ele é um tipo de portal para setealem e quando voce olha para ele ,ele mostra algunas almas e as almas sao as pessoas que já foram mortas aqui nessa casa

Saiko puxa Ycaro até a sala e o coloca na frente do espelho que estava coberto com um pano

Saiko tira o pano e revela o espelho, e Ycaro se assusta com a quantidade de almas que estavam ao seu redor

Y- Caralho, quanta gente

Sa- É....

Saiko aproveitou que Ycaro estava distraído e empurrou ele que atravessou o espelho logo sumindo

Sa- Hora de se aventurar um pouco- Saiko estalou os dedos e pulou no espelho





Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...