1. Spirit Fanfics >
  2. We'll be the stars. (jasper hale) >
  3. Anotações.

História We'll be the stars. (jasper hale) - Capítulo 9


Escrita por: jenniierubyjane

Capítulo 9 - Anotações.


Fanfic / Fanfiction We'll be the stars. (jasper hale) - Capítulo 9 - Anotações.

"When you're high on emotion

And you're losing your focus

And you feel too exhausted to pray

Don't get lost in the moment

Or give up when you're closest

All you need is somebody to say

It's okay not to be okay"


"Quando você está cheio de emoções

E você está perdendo o foco

E você se sente exausto demais para orar

Não se perca no momento

Ou desista quando estiver o mais perto

Tudo que você precisa é de alguém para dizer

Tudo bem não estar bem"


____________________________________________________


      - Ele me pediu desculpa hoje - Bella disse mais animada enquanto dirigia o carro até nossa casa - ele até me deu uma flor - seu sorriso tímido e alegre fez meu dia melhorar.

- Edward parece ser um cara legal, talvez ele estivesse mesmo com problemas aquele dia - falei mesmo achando que tinha algo a mais.

- Sim. Harley, quer falar sobre o que aconteceu com Jéssica para Hannah? ela pode falar com o diretor, isso não está certo e ainda por cima ela agrediu você.

- Ela só apertou meu braço, Bella.

- Harley seu braço está ficando roxo - puxei a manga do meu casaco para baixo para esconder as marcas que ficaram.

- Bella por favor - praticamente implorei - nós mal acabamos de chegar nessa escola, não quero causar mais do que já há ali.

- Ok, mas se isso continuar ou ela falar mais alguma coisa eu vou falar com você querendo ou não.

- Tudo bem, só deixa isso pra lá por enquanto.

O resto do caminho foi silencioso. A chuva fina estava caindo e de fundo o rádio do carro ligado tocando alguma música antiga.

Chegamos em casa e fomos recebidas por Michael que estava nos esperando enquanto fazia um bolo.

- Pai tá tudo bem? - Bella falava enquanto se aproximava de Michael que parecia estar problema com a receita pois a cozinha estava um caos. - deixa que eu te ajudo.

Bella sempre gostou de cozinhar, ela era boa nisso. Sentia orgulho dela.

Enquanto Bella ajudava papai comecei a arrumar a cozinha e ajudei a lavar a louça.

O bolo ficou pronto e cortamos ele para comer. Hannah chegou e veio nos cumprimentar.

- Como foi na escola hoje?

Antes de Bella responder e querer falar algo eu intervi.

- Foi bom, juntaram nossas sala para assistir um filme pra fazer um trabalho de artes.

- É - Bella me olhava com um olhar furioso, ela não gostava de mentir - O filme foi bom, Romeu e Julieta.

Papai contou sobre uma pesquisa que estava trabalhando no hospital. No meio de uma das histórias descobri que ele trabalha com Dr. Cullen que era pai de Edward.

Durante o resto da tarde começamos a fazer o trabalho sobre o filme, quando a noite chegou fui tomar banho.

Comecei a tirar a roupa e pude ver as marcas que ficaram do aperto de Jéssica.

Depois de longos 30 minutos em baixo da água saí e fui em direção a cozinha para jantar.

Jantamos conversando sobre nosso dia e assim que terminamos Bella ficou assistindo um filme com Hannah e Michael e eu fui pra cima.

Depois de aluns dias aqui finalmente estava criando coragem para entrar no quarto de Will. Estava desesperada, eu sentia a falta dele todo dia.

O quarto estava arrumado, as poucas roupas que deixava ali estavam todas dobradas no guarda roupa, a tinta cinza azulada desbotada nas paredes por causa da umidade das chuvas.

Não queria abusar do meu emocional, então saí e fechei a porta. Chegando no meu quarto peguei um dos meus livros favoritos que sempre me traziam um certo conforto, Anne de Green Gables.

Não fazia ideia de que horas acabei pegando no sono, mas acordei perto das 06:30 com minha coberta arrumada e o livro guardado, provavelmente Bella havia arrumado antes de dormir.

Aproveitei que estava adiantada e fui para baixo preparar o café.

Depois de longos 15 minutos a mesa ja estava pronta e Bella estava descendo.

- Acordou cedo - sua voz de sono evidente - tudo bem?

- Sim, só acabei dormindo cedo ontem, e você?

- Muito, muito. muito sono. - bocejava enquanto falava - nevou a noite e agora está chovendo, as ruas vão estar escorregadias, melhor tomar cuidado.

Will veio a minha mente, um acidente de carro ocasionado pela chuva.

- Harley, me desculpa - falou me olhando com tristeza, eu sabia que ela também estava mal com isso e estava tendo o dobro de cuidado em qualquer momento que andava de carro.

- Tá tudo bem. - falei tentando controlar minha expressão de magoa.

Michael entrou pela porta e tomamos um susto.

- Bom dia filhas - papai provavelmente deveria ter acordado pouco antes de mim, pois não o vi levantando e saindo - as estradas estão congeladas hoje, falei para trocarem o pneu do carro de Bella, estão ficando carecas.

- Muito obrigada pai - sua face de contentamento também me fez ficar feliz. - vem tomar café com a gente.

Logo Hannah também se juntou a nós. Depois que terminamos subimos nos arrumar. Coloquei uma calça xadrez vermelha, uma blusa de moletom preta e um tênis vans preto.

Saímos de casa e o frio estava me consumindo, por sorte Bella ligou o aquecedor e isso melhorou um pouco.

Chegamos no estacionamento, Bella foi em direção a Ângela e Ben e eu fui para o refeitório revisar alguns assuntos.

Pelo meu azar o refeitório também estava frio, me sentei em uma mesa longe da porta onde era constantemente aberta e passava o vento frio do lado de fora.

Estava presa em meus próprios pensamentos quando sinto uma presença perto de mim, me virei e dei conta que era Mike.

- Olá Mike - o cumprimentei como todos os dias.

- Olá Harley - ele estava aparentemente nervoso - Queria te perguntar uma coisa.

- Ah, claro, vai em frente - o encorajei. 

- Gostaria de saber se você já tem companhia para o baile que vai ter final do semestre?

- Na verdade não - e complementei antes dele ter a chance de insistir - eu não vou ir.

- Por que? - que cara insuportável.

- Não gosto de bailes - falei sendo sincera.

- Mas quem sabe a gente poderia ir junto? - insistiu.

- Desculpa Mike não vai rolar - falei já sem paciência.

- O que uma pessoa tem que fazer para te agradar? - falou como uma acusação e me encolhi com medo de seu tom - fui buscar você e Bella aqueles dias na casa de vocês e nem pra aceitar um misero convite para o baile. Jéssica foi tão amigável com você e você grita com ela.

- Convida ela então Mike - estava com raiva, eu sabia que ele tinha feito aquilo apenas para beneficio próprio, e eu não acreditava que Jéssica estava espalhando que eu fui a rainha má com ela. Mas uma fofoca falsa vindo dela não é nenhuma novidade.

- Eu não quero ir com el... - antes dele terminar alguém nos interrompe, olhei e era Jasper.

- Ela falou que não, qual a dificuldade de entender isso? - o olhei com um olhar de agradecimento pelas simples palavras que estavam entaladas em minha garganta e eu não conseguia falar.

- Não se mete aonde ninguém te chamou Hale.

- Mike por favor vai embora - minha voz mais baixa pelo nervosismo que aquela cena estava me causando.

O mesmo foi embora me deixando ali a sós com Jasper.

- Me desculpe por isso - comecei - e obrigada por me livrar dessa situação.

- Não precisa pedir desculpa, todo mundo aqui conhece Mike e como ele pode ser insuportável - sorriu para mim e eu fiquei o encarando admirada com seu sorriso.

- É... - pensei em algo pra falar para eu me desvincular dessa hipnose que eu estava sentindo por sua face - o que faz aqui?

- Você me falou ontem que estava com problemas sobre o conteúdo da aula de história, então fiz algumas anotações para te ajudar.

- Jasper você é um anjo - sorri para ele - muito, muito, muito obrigada mesmo, você é incrível.

- Você também é - riu timidamente e deitou sua cabeça na mesa me olhando.

Eu ainda estava encantada pois não achava que alguém podia fazer isso por mim. Comecei a olhar as anotações para estudar e o sinal eventualmente tocou.

Me levantei para ir para a aula e Jasper veio também.

Chegamos em frente a minha primeira aula.

- Está entregue senhorita - falou com um cavalheirismo que me senti uma dama.

- Obrigada meu bom senhor - me virei para entrar na sala quando chamei Jasper e o agradeci mais uma vez pelas anotações - ei loiro, obrigada de novo.

- De nada, espero que seja útil, até mais. - riu e se virou para ir embora.

Primeira aula do dia: biologia. Ninguém merece.

- Bom dia sr. Mollina - o cumprimentei.

- Bom dia Lynch.

Me dirigi ao meu lugar ao lado de Edward.

- Bom dia - fez uma pausa - devo lhe chamar agora de Hale? - Edward disse rindo.

- Edward - o repreendi - Não. - ele pareceu rir ainda mais. Até que o professor nos chama pedindo silêncio.

- Ele nunca chamou minha atenção, você é uma má companhia - disse com um sorriso no rosto.

- Quem riu foi você meu querido - rebati.

- Touché. Aliás, Bella me desculpou? - parecia estar realmente interessado nisso.

- Sim - disse me lembrando quando a mesma lhe falou sobre a rosa - Vai por mim, você já ganhou pontos com ela. Devo lhe chamar de sr. Lynch? - ri lembrando da nossa conversa de poucos minutos atrás.

- Harley - repetiu a mesma pausa que eu fiz - não.

Sr. Mollina começou a passar um texto no quadro e começamos a copiar. Tive dificuldade de enxergar algumas palavras já que estava sentada no fundo do sala. Eu tinha urgente que fazer um exame de miopia.

- Pode ir copiando do meu caderno se quiser - acho que Edward percebeu minha dificuldade pois se aproximou de mim para que eu pudesse copiar de seu caderno.

- Obrigada de verdade.

A letra de Edward era bonita, melhor do que muitas que já havia visto.

O resto da aula foi apenas mais alguns textos e Edward me ajudando a entender a matéria.

A aula acabou e fui em direção a aula de matemática, quando menos percebi o Cullen estava me acompanhando.

- Acho que virou um hábito, é legal conversar com você. - admitiu. Acho que eu jamais conseguiria falar em palavras o quanto eu estava feliz por ouvir aquilo. Sempre tive dificuldades de fazer amigos. E aqui eu tinha um.

- Digo o mesmo - sorri em sua direção. - até mais - disse me despedindo.

- Até mais, Harley - ele fez o mesmo.

Na aula de matemática teve um teste surpresa, ainda bem que eu tinha estudado noite passada a matéria então não tive muitas dificuldades.

As seguintes aulas foram só algumas atividades e graças a Deus nenhuma tarefa de casa.

O intervalo chegou e fui para o refeitório pegar algo para comer. Olhei em direção as mesas tentando encontrar Bella. A mesma estava com Angela, Ben e Tyler. Jéssica e Mike estavam sentados em uma mesa sozinhos.

Caminhei em direção a eles e me sentei perto de Bella. Estavam falando sobre a viagem para La Push e eu confirmei que iria.

As aulas seguintes foram puro tédio, uma redação na aula de literatura e uma experiência de química na aula de química.

O sinal indicando o fim das aulas foi tocado. A professora pediu minha ajuda para guardar alguns livros e assim fiz. Ao sair para fora do estacionamento vi Bella ao lado de seu carro me esperando, e um pouco longe do outro lado do estacionamento Edward a olhando, provavelmente pensando em algum assunto para falar com ela. Eu teria que o ajudar com isso.

E então como tudo ocorreu tão rápido para mim foi como vivenciar um filme estando em câmera lenta.

O ruído alto de um carro tentando frear indo em direção a Bella. Iria acertar em cheio ela. Em uma tentativa em vão corri para tentar tirar-la dali. Tão rápido que eu corri, tão rápido eu paralisei por ver o carro atingindo em cheio seu carro e provavelmente ela.

Eu não tinha coragem de ver como ela estava, estava com tanto medo que comecei a entrar em crise. O carro estava sendo rodeado de pessoas para ajuda-la.

Até que vi Edward saindo de seu lado. Isso era impossível. Ele estava do outro lado.

Eu queria correr ver como ela estava, mas não conseguia. Eu não conseguia dar um passo, estava em choque.

Alguma pessoa tomou a frente da minha visão: Jasper.

Ele estava me olhando com seu olhar de preocupação tentando falar comigo.

Eu não conseguia tirar meus olhos do carro, mesmo conseguindo ver Bella viva.

Jasper segurou em meu rosto e eu saí do meu transe.

- Harley ta tudo bem? olha pra mim - sua tentativa de tentar me tirar do choque foi em vão. Eu desmaiei. Antes de apagar pude ouvir uma voz me chamando - Harley?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...